A dúvida de todos que desejam vir ou já estão no Canadá é: Como consigo uma Permissão de Trabalho (Work Permit)? Sem dúvidas esse é um dos tópicos mais comentados em todos os grupos, seja Facebook, LinkedIn e afins, relacionados a Canadá.

trabalhador

Existem algumas maneiras de conseguir uma Permissão de Trabalho no Canadá, mas como todos os Processos, isso requer tempo, conhecimento e, não menos importante, dinheiro! Sim, dinheiro, pois em alguns Programas é necessário a comprovação das suas condições financeiras, além de pagar as taxas cobradas pelo Governo, essas que variam de acordo com cada processo.

É importante ressaltar que sim existem muitas oportunidades de trabalho no país, mas para os que estão no Brasil, por exemplo, o processo se torna um pouco mais difícil (não impossível), já que os empregadores também desejam testar a experiência do futuro contratado.

Agora vamos direto ao ponto e listar algumas das opções possíveis para conseguir o tão sonhado e desejado Work Permit!

 

1)                 Por meio de um Programa de Estudo

É possível conseguir um Work Permit por meio de um Programa de Estudo, mas você deve estar atento às regras.

Entenda melhor:

 

  •  Programa de Estudo + Trabalho (Study and Work Program) – Co-Op

*Assim como anunciado no último dia 12 de Fevereiro, o Programa Co-Op, por meio de Escola de Inglês/Francês, não mais existirá. Veja mais aqui: http://bit.ly/1kCEKw1

O Programa consiste em Estudar e depois trabalhar. O objetivo principal é que você, aprenda, melhore e/ou conquiste a proficiência na língua inglesa ou francesa (dependendo em que parte do Canadá você está).

A Permissão de Trabalho concedida neste tipo de Programa (Aquela folha que você recebe no dia que você chega ao Canadá) está vinculada à escola e ao curso que você irá fazer, ou seja, segundo a lei, você poderá trabalhar pelo mesmo número de horas que você estudar.

Exemplo: Se você estudou 21 horas semanais, após o fim da parte de Estudo do Programa, você poderá trabalhar 21 horas semanais.

Algumas Instituições de Ensino oferecem o Programa Simultâneo, onde você poderá estudar e trabalhar ao mesmo tempo. Se o seu Programa será de 6 meses, você irá Estudar e Trabalhar por 6 meses, mas também só poderá trabalhar o mesmo número de horas que você estuda, e cada instituição possui suas próprias regras para este tipo de Programa.

Leia mais sobre aqui: http://www.immi-canada.com/blog/voce-sabe-realmente-como-funciona-o-programa-de-estudo-trabalho/

 

  • Cursando Universidade, College ou Mestrado no Canadá

Para quem deseja, não somente trabalhar, mas imigrar ao Canadá, essa é uma das melhores opções.

Ao realizar um curso de ensino superior, seja College (como um tecnólogo no Brasil), Universidade (Graduação) ou Mestrado no Canadá, você terá acesso ao Work Permit. Mas como em todos os casos, existem suas regras.

On Campus

Iniciou o curso e teve uma proposta de trabalho dentro do Campus do College ou Universidade? Neste caso não será necessário ter o Work Permit, mas você ou a instituição deverão se encaixar em alguns dos requerimentos abaixo:

  • Uma vez você sendo um estudante em tempo integral em:

1-      Uma instituição pós-secundária pública (College ou Universidade), ou uma faculdade d’enseignement général et professionnel (CEGEP), em Quebec;

 

2-      Uma instituição pós-secundária privada que opera sob as mesmas regras e regulamentos de uma instituição pública, e recebe pelo menos 50 por cento do seu financiamento para suas operações globais de subsídios governamentais;

 

3-      Uma instituição privada canadense autorizada por lei provincial de conceder graduações.

E também

  • Que você possua um visto de estudante válido.

Off Campus Work Permit

Ao se matricular em um College ou Universidade (Sobre o Mestrado explicaremos mais abaixo), você só terá acesso ao Off Campus Work Permit após o término de todo o primeiro semestre, ou seja, nos seis primeiros meses do curso você não terá a permissão de trabalhar (A partir de 1 de Junho ocorrerão mudanças, veja aqui: http://bit.ly/Md5fd2). E tem mais um detalhe, caso você não curse de maneira full time o seu primeiro semestre, a instituição pode não liberar o documento necessário para a solicitação do Work Permit, e claro, no seu curso deve conter que a parte de trabalho é essencial. E não menos importante, você deverá ter boas notas também!

Passaram os 6 meses e você já está com o seu WP nas mãos. Ok, mas vamos a outras regrinhas (Sim, são muitas). Exceto nos períodos de férias, onde você poderá trabalhar full time, durante o período de estudo, você somente terá o direito de trabalhar meio período (20 horas semanais). Mas se você parar para pensar, além da lei, é claro, é o aconselhável, já que o curso irá tomar grande parte do seu tempo.

Post Graduate Work Permit

Ao concluir o curso, você terá direito ao Post Graduate Work Permit, o tempo de validade deste varia de acordo com o tempo do curso. Se você estudou por um ano, você terá um PG WP de 1 ano, mas se você estudar por dois anos ou mais, você terá, após sua formação, um PG WP por até três anos.

Agora vamos falar sobre o Mestrado, ok? Para quem deseja cursar um Mestrado no Canadá, algumas instituições inserem em seu programa que o Trabalho é parte integrante dos Estudos, mas em outras você somente terá direito ao Work Permit após o término de todo curso, diferente do explicado acima. Por quê? Regras!

Para os que são casados ou vivem em união estável, existe mais uma opção. Caso uma das pessoas venha a realizar um curso superior no Canadá, o seu cônjuge terá direito ao Open Work Permit. Há algum tempo fizemos um texto explicando exatamente este processo, veja aqui: http://www.immi-canada.com/blog/voce-sabia-conjuges-de-residentes-temporarios-podem-trabalhar-no-canada/

E tem mais uma coisa, você sabia que após se formar em uma instituição de ensino superior canadense, legalmente cadastrada com a Imigração, você pode solicitar a sua residência permanente?

Leia mais sobre aqui: http://www.immi-canada.com/blog/imigracao-por-meio-de-estudo/

 

 

2)                 LMO (Labour Market Opinion)

O LMO é um grande conhecido de todos que desejam trabalhar no Canadá, mas muitos pensam que se trata de um processo simples, o qual apenas uma carta do empregador já lhe dá o direito de aplicar para o Work Permit. Não, as coisas não são bem assim.

Antes de tudo, vamos explicar o que é o LMO: O Labour Market Opinion é um processo no qual o empregador submete uma solicitação de Trabalho Temporário ao Human Resources and Skills Development Canada (HRSDC), justificando o porquê da necessidade de contratar um profissional estrangeiro para preencher, temporariamente, uma vaga em sua empresa. Essa vaga deve ser relacionada com as seguintes categorias: trabalho agropecuário, Live-in Caregivers (Cuidadores), ocupações que não exigem experiência ou formação (Low Skilled Occupations) ou ocupações que exigem experiência e formação acadêmica (High Skilled Occupations).

Como dito no parágrafo acima, o empregador deverá justificar ao Governo, o porquê de estar contratando um estrangeiro e não um canadense. Quais as qualificações o estrangeiro tem, as quais um canadense, que também aplicou para vaga, não possui. No início deste tópico falamos que este processo consiste muito mais que uma simples carta do empregador. Será necessário colocar anúncios com as especificações da vaga em questão, o empregador deverá fazer uma análise dos currículos que forem recebidos, para assim provar o diferencial que possui o candidato em questão.

Mais que um simples papel, o empregador deverá estar disposto a enviar documentos e dados à imigração. Além de pagar ao Governo CAD$275 por cada empregado que estiver na aplicação do LMO.

Este processo requer paciência e muitas vezes a ajuda de um consultor de imigração qualificado será de extrema importância.

Após todo processo, o empregador terá, enfim, o Positive Labour Market, com isso o futuro empregado poderá aplicar o visto de trabalho junto ao Citizenship and Immigration Canada (CIC).

Vale ressaltar que o Work Permit, quando adquirido por meio de um LMO, fará com que o empregador somente possa trabalhar nesta empresa durante toda a duração do documento. Como? Sim, o Work Permit estará vinculado à empresa.

Leia mais sobre aqui: http://www.immi-canada.com/blog/o-que-e-o-lmo-labour-market-opinion-2/

 

  • Cônjuge

O seu cônjuge ou companheiro (União Estável) poderá aplicar para um visto de trabalho “aberto” (Open Work Permit). Esta é uma permissão lhes permitirá aceitar qualquer trabalho, com qualquer empregador/empresa, se:

Você

  • For aprovado para trabalhar no Canadá por seis meses ou mais;
  • Estiver realizando um trabalho no Canadá que atenda um nível mínimo de habilidade (geralmente trabalhos para o qual você precisa de pelo menos um diploma de faculdade) e
  • Estiver realizando um trabalho no Nível 0, A ou B na Classificação Nacional Ocupacional, clique AQUI para ver a lista.

 

Existem algumas outras possibilidades de conseguir a Permissão de Trabalho no Canadá, mas estas estarão em nosso próximo post!

Então, este texto esclareceu um pouco suas dúvidas? Não deixe de compartilhar com seus amigos!

Dúvidas e/ou Sugestões, entre em contato conosco: contact@immi-canada.com

 

 

Comentários Facebook
The following two tabs change content below.

Deborah Calazans

Deborah Calazans, Graduada e Pós-graduada em Jornalismo, é membro da equipe da Immi Canada desde 2013 e atualmente atua como a Gerente Geral dos escritórios da Empresa no Brasil, sendo responsável por todo acompanhamento nos processos dos Vistos de Residência Temporária.