7 Dicas para que o seu intercâmbio seja o melhor possível!

Você está pensando em fazer um intercâmbio para o Canadá? Seja para melhorar o seu inglês ou para fazer uma graduação sanduíche, ou mesmo para fazer um curso universitário inteiro por aqui: existem algumas dicas que você pode seguir para que o seu tempo no Canadá seja inesquecível, não importa a duração do seu curso ou do período total do seu intercâmbio! Saiba o que a Immi recomenda para que você aproveite o seu período de intercâmbio da melhor forma possível!

 

Dica #1: Pratique o seu inglês!

Não é à toa que essa é a nossa Dica# 1! O Canadá é um país em que a língua inglesa é uma das duas línguas oficiais (juntamente com o francês, que só é falado mesmo em Québec), falada pela maioria esmagadora das pessoas.

Saber falar inglês não é apenas uma questão de sobrevivência, de saber o suficiente para se fazer entender. É uma questão de saber a diferença entre:

a) Fazer um intercâmbio e ver coisas legais, e
b) Conhecer os detalhes da cultura de um outro país, apreender as diferenças da melhor forma possível, percebendo nuances nos diferentes estilos de comunicação e em como tudo isso influencia o dia a dia das pessoas, fazendo do Canadá, bem, o Canadá.

O que muita gente acaba fazendo, principalmente se ainda está aprendendo o inglês e não tem muita facilidade ou fluência no idioma estrangeiro, é falar inglês somente com pessoas que não falam o português, sendo que tanto dentro de casa quanto com amigos o português continua sendo a língua oficial. Isso faz com que você não se exponha ao inglês por tempo suficiente para que realmente consiga um bom estado de imersão no idioma, a ponto de conseguir “pescar” as nuances e os regionalismos da língua.

Essa dica é extremamente importante caso o seu período de intercâmbio seja curto, ou seja, com duração de menos de 1 ano. 1 ano parece muito tempo, mas na verdade passa muito rápido, e por isso precisamos aproveitar esse tempo da melhor maneia possível. Afinal, é uma experiência que você vai levar para a vida toda, não é mesmo? Por isso mergulhe no inglês sem medo! Mesmo que você ainda não seja muito fluente: os canadenses logo percebem quando uma pessoa não tem muita facilidade com a língua, e sabem que isso significa que a pessoa está se esforçando para aprender. Eles valorizam isso. Portanto, nada de timidez: no Canadá, faça como os canadenses!

 

Dica #2: Saia da sua zona de conforto!

Assim como falamos na Dica #1, nós brasileiros acabamos muitas vezes tendo dificuldade de sair da nossa zona de conforto com relação ao idioma. O lado negativo disso é que quem não sai da zona de conforto acaba não se abrindo também para ter novas experiências: existem pessoas que estão aqui já há mais de 5 anos e ainda não sabem falar inglês muito bem.

Isso não acontece somente com os brasileiros, é claro, mas é uma característica comum para os estudantes estrangeiros. Nossa dica, então, é: não fale só português em casa! Saia da sua zona de conforto, converse com pessoas novas, não busque somente grupos de amigos brasileiros.

 

Dica #3: Faça amigos do mundo todo!

Na escola, no trabalho, nos happy hours do pessoal do escritório. O Canadá é um país extremamente rico no que diz respeito à diversidade e ao multiculturalismo, e conhecer pessoas e fazer amigos que vêm de outros países ao redor do mundo pode ser uma experiência extremamente enriquecedora.

Além de praticar o inglês, quem tem amigos de outros países pode se aprofundar um pouco mais nas particularidades de cada cultura, incluindo comidas típicas, linguagem, modo de se relacionar com os outros. Além do mais, você vai se surpreender como os costumes de outros países podem ser tão diferentes dos nossos!

Além de ser uma experiência ótima em termos de aproveitar o intercâmbio, conhecer amigos quem vêm de várias partes do mundo é uma experiência que você vai levar para a vida toda: saber que existem diferentes maneiras de ver o mundo, diferentes jeitos de interpretar as coisas e de se relacionar com o mundo podem fazer com que a gente perceba que podemos aprender muito uns com os outros!

 

 

Dica #4: Embarque em aventuras!

Roadtrips! Quem não gosta da ideia de pegar um carro e dirigir meio que sem destino para conhecer outras cidades no caminho? Você pode querer conhecer as cidades de que todo mundo fala: Vancouver, Victoria, Calgary, Edmonton, Toronto, Montréal. Ou então você pode simplesmente dirigir por estradas menos conhecidas e se deparar com cidadezinhas que são muito charmosas e fora das vistas da grande maioria dos turistas.

Você gosta de fazer trilha e acampar? Os verões canadenses chamam os amantes da natureza para experimentar o que o país oferece de melhor: trilhas, montanhas, praias, cachoeiras. Se você seguir a nossa Dica #3 e fizer alguns amigos canadenses que também gostem de praticar essas atividades, você pode conhecer lugares mágicos que talvez não conheceria sozinho.

Aventuras podem ser tão emocionantes quanto descer a montanha de snowboard pela primeira vez, ou tão simples quanto passar uma tarde no campo colhendo maçãs.

 

Dica #5: Experimente coisas diferentes!

Lembra da regra sobre a zona de conforto? Isso mesmo: esqueça a zona de conforto! Estando num país tão aberto à imigração que é possível encontrar pessoas do mundo inteiro em uma só cidade, o Canadá é o melhor país do mundo para se experimentar coisas diferentes, seja em termos de comidas típicas, seja em termos de aventuras, ou então estilos de música e festivais! Vale muito a pena aproveitar eventos e conhecer coisas novas.

Por exemplo, você já comeu Tikka Masala? Sabe o que é Bánh Mì? E Chow Mein então? A diversidade dos restaurantes nas grandes cidades do Canadá é maravilhosa. Tem comidas para todos os gostos. Quem sabe um deles não vai te deixar com água na boca com um prato que você nem sabia que existia?

Além de comidas típicas e festivais, o que você acha de experimentar um novo hobby? O Canadá é o lugar certo para isso, com opções para todos os gostos: desde artes manuais (para quem gosta, vale a pena dar uma olhada na Michael’s) até esportes aquáticos ou de inverno: você pode fazer aulas, alugar equipamentos, fazer aulas experimentais, ou então embarcar por conta própria em uma aventura do seu gosto!

 

Dica #6: Faça um trabalho voluntário!

Fazer um trabalho voluntário é uma grande oportunidade para:

  • Contribuir para com a comunidade
  • Conhecer pessoas
  • Fazer amigos
  • Fazer contatos profissionais
  • Praticar o idioma
  • Praticar suas professional skills e demais habilidades, o que pode muito bem ir no seu currículo depois caso o plano seja trabalhar no Canadá!

Muitos estudantes internacionais e também canadenses se engajam em algum tipo de voluntariado, o que é uma prática muito comum por aqui. Além de ser legal para a comunidade, um trabalho voluntário pode trazer muitos benefícios para quem o pratica, sendo que o maior deles é a possibilidade de praticar o idioma e também algumas habilidades e conhecimentos específicos que podem depois ser usados para enriquecer o currículo e conseguir um bom emprego no país, caso o seu plano seja trabalhar por aqui.

Existem muitos tipos diferentes de trabalhos voluntários. A grande maioria deles, no entanto, tem a ver com lidar com pessoas de uma forma ou de outra: seja através da participação em eventos, onde geralmente os voluntários ajudam com ushering, ou seja, fazem as vezes de lanterninha, seja através da coordenação de atividades em grupo, como é o caso dos centros comunitários que oferecem atividades gratuitas (ou a preços reduzidos) para todas as faixas etárias.

 

 

Dica #7: Descubra o que o Canadá tem de melhor!

Se você já seguiu todas as dicas anteriores e já foi fazer roadtrips, conheceu pessoas novas, experimentou a culinária de outros países, e se você já é mestre em sair da sua zona de conforto, aqui vai um desafio: conhecer o Canadá em todos os seus pequenos detalhes! Como?

Viajando para as grandes cidades e conhecendo os mais interessantes pontos turísticos a gente pode ter uma experiência maravilhosa sobre o país e sobre a cultura, certo? Mas muitas vezes também existem belezas escondidas fora dos olhos dos turistas, e principalmente fora dos lugares mais óbvios. Tirando uma tarde para caminhar pela cidade, por ruas pequenas e meio que sem destino, você pode encontrar riquezas que vão te surpreender. São coisas como arquitetura (que muda drasticamente de uma rua para a próxima, na divisão meio que imaginária entre os “bairros” das cidades canadenses), praças escondidas, árvores retorcidas que parecem ter milhões de anos de idade… Crianças saindo em fila da escola para passear no parquinho, senhoras de idade saindo para fazer compras, pais que se exercitam enquanto levam os filhos para um passeio de carrinho… Esquilos, texugos, águias… Se você também se delicia com essas belezas que fogem do óbvio, experimente caminhar pela cidade, e você vai ter uma tarde maravilhosa. Ah, não esqueça de levar uma boa câmera!

 

Quer saber mais sobre programas de imigração para o CanadáEntre em contato conosco!

 

 

Comentários Facebook
The following two tabs change content below.