Esta é uma pergunta que recebemos todos os dias dos leitores e interessados em imigrar para o Canadá. A resposta para os questionamentos relacionados a custos sempre é: depende. Sim, pois varia de acordo com seu estilo de vida, sua profissão, seu nível de inglês, se pretende ir sozinho ou com cônjuge e filhos, se quer levar seu animal de estimação, se vai imigrar pelos estudos, para qual processo de imigração se qualifica, se consegue aplicar pelo Express Entry e uma série de outros fatores.

O que vamos responder neste artigo são os custos médios de cada etapa e quais são as taxas governamentais obrigatórias para imigrar pelo processo que leva mais imigrantes ao país: o Express Entry. Primeiramente é importante esclarecer que os custos são uma média e, como já mencionamos, variam de acordo com escolhas pessoais de cada pessoa ou família.

Preparação

Para o candidato ser aceito no Express Entry ele precisa, primeiro, se enquadrar nos critérios estabelecidos pelo programa de imigração. Eles são, basicamente, uma profissão na lista de em demandas no país, que é a National Occupational Classification (NOC) preferencialmente ter idade entre os 18 e 44 anos, ter uma reserva financeira, possuir diploma universitário reconhecido por uma instituição canadense e ter proficiência na língua inglesa ou francesa.

*Veja mais a respeito dos processos de imigração e exigências clicando aqui e também acessando este link.

Obviamente que, caso você não tenha estas exigências, os objetivos são plausíveis e atingíveis, a curto e médio prazo. Por exemplo, você pode investir em uma outra qualificação, caso ir seja realmente o seu sonho, ou fazer um bom curso de inglês para atingir a nota que é exigida. Além disso, a reserva financeira pode ser acumulada durante um período, mediante a um bom planejamento financeiro familiar. Lembre-se de acrescentar estes custos ao seu orçamento.

processo

Porém , caso você seja elegível para aplicar e já possua os requerimentos da imigração canadense, também existem algumas etapas a serem cumpridas. Vamos listá-las abaixo.

1 – IELTS

Existe outro teste de inglês aceito pela imigração, o Celpip. Porém ele somente é aplicado no Canadá e alguns outros países, que não o Brasil, então a imensa maioria dos que vão dar entrada no Express Entry optam pelo IELTS, caso estejam no Brasil. O valor para fazer o teste é de R$ 840,00. Para acessar e agendar, clique aqui. O exame é aplicado em várias cidades e localidades do país. É importante lembrar que, na maioria dos casos, em um casal, o cônjuge, além do aplicante principal, pode ter que fazer a prova para acumular mais pontos no ranking, então esse custo pode subir para R$ 1.680,00.

processo

*Para saber mais sobre o Celpip e o IELTS, acesse www.immi-canada.com/saiba-diferencas-entre-celpip-e-ielts/

2 – ECA Report

Dependendo do caso, em se tratando de um casal, os dois precisarão reconhecer seus diplomas por uma instituição reconhecida pelo governo canadense. Alguns são os órgãos que fazem este reconhecimento, para saber mais basta clicar aqui. A mais comumente utilizada pelos brasileiros é a World Education Services (WES). O preço fica em cerca de $270 dólares canadenses (CAD) para um diploma e, caso seja necessário o reconhecimento de mais do que um, é cobrado mais $100 CAD por unidade. O valor inclui entrega básica e impostos.

*Para mais informações, acesse o site do WES: www.wes.org/ca/.

3 – Consulta e consultoria de imigração

Como falamos antes, existem diversas maneiras de imigrar para o Canadá, sendo que as melhores pessoas para te guiar neste caminho são profissionais qualificados. Então o ideal é sempre começar todo o planejamento com uma consulta e, após isso, contratar o auxílio da Immi Canada, que possui diversos profissionais com expertise. Este custo, ao invés de ser um gasto, acaba sendo uma economia, pois reduz as chances de uma negativa, te auxilia em todo o processo impedindo que sejam gastos valores desnecessários e economiza tempo. Para saber mais acesse www.immi-canada.com/ ou mande um email para [email protected].

4 – Exames médicos

Este procedimento é obrigatório não só para o Express Entry, mas também para os casos de pedido de visto de estudo com mais de seis meses. Eles são realizados apenas por médicos credenciados pelo governo canadense. Estes profissionais geralmente atendem outros países também e não fazem os procedimentos pelo convênio de saúde. Os valores variam dependendo do profissional e da cidade e os exames requeridos, além da consulta, são: Raio-X do tórax, HIV, sífilis e exame de urina. Os preços podem ir de R$ 600 a R$ 1.300 por paciente, de acordo com o valor cobrado por cada médico. O ideal é entrar em contato com o especialista credenciado mais próximo (acesse a lista aqui) e solicitar os valores.

processo

5 – Traduções juramentadas e biometria

Depois de aplicar e receber a Invitation to Apply (ITA) o candidato precisa enviar seus documentos e provas, que atestem a veracidade dos dados colocados no perfil. O valor das traduções também varia bastante, pois alguns conseguem provar fundos de uma só fonte, outros precisam traduzir mais documentos, enfim, vários os fatores influenciam, principalmente o custo do tradutor. Porém é indicado reservar um valor de cerca de R$ 2 mil para isso, no caso de um casal.

Desde o dia 31 de dezembro do ano passado, os brasileiros precisam coletar os dados biométricos para serem aprovados no processo de visto canadense. Ou seja, a coleta é obrigatória (menos para quem já está no país ou possui eTA. Veja todos os detalhes clicando aqui). A taxa é de CAD$ 85 por pessoa, limitado a CAD$ 170 por família. Além disso, não são todas as cidades brasileiras que fazem a coleta. No link acima você pode verificar se o procedimento está disponível na sua região e, se não, acrescentar os custos da viagem para coletar os dados.

6 – Taxas do governo e envios

O governo canadense cobra duas taxas de cada aplicante. A primeira é a taxa cobrada para os oficiais analisarem os documentos e custa $550 CAD por pessoa. Após este valor, o candidato precisa pagar pela emissão do visto, que custa mais $490 CAD. É importante ressaltar que os valores para o casal são os mesmos, ou seja, cada um deles paga as duas taxas. No caso de incluir uma criança, o é de $150 dólares canadenses por filho dependente. Depois de tudo certo, você deve pagar o envio do seu passaporte para receber o visto, este valor varia conforme a localidade.

processo

7 – Proof of funds

A maior quantia em dinheiro está aqui. Ela não é uma despesa, mas é necessário que o casal, candidato ou um sponsor tenham o valor para provar ao país que os aplicantes possuem condições financeiras suficientes para se estabelecer no Canadá e começar uma nova vida. Para um casal, o valor hoje está em $15.772 CAD. Esta quantia aumenta conforme se acresce membros a família. É importante destacar que o montante precisa estar em conta bancária, aplicações e títulos. Além disso, a quantia deve estar lá por quatro meses ou mais, para evitar fraudes. Caso a família tenha vendido algum bem para dispor deste valor, é só anexar a cópia dos documentos que comprovem. Carros e imóveis não são aceitos como proof of funds.

Fontes: https://www.canada.ca/en/immigration-refugees-citizenship/services/immigrate-canada/express-entry.html;

http://www.cic.gc.ca/english/information/fees/fees.asp#permanent.

Fabíola Cottet

Comentários Facebook