O governo canadense anunciou um plano de imigração, que é uma parceria federal e provincial, para aumentar o número de falantes da língua francesa fora da província de Quebec. O anúncio foi realizado no dia 2 de março, pelo ministro de imigração do Canadá, Ahmed Hussen.

Segundo dados divulgados, o objetivo do país é que 4,4% de todos os imigrantes que se estabeleçam fora da província de Quebec, até 2023, sejam francófonos. O motivo é que, de acordo com o planejamento, os falantes de francês contribuem ainda mais para a economia e prosperidade do país, aumentando também a diversidade linguística, visto que o território é considerado bilíngue. Além disso, o ministro afirmou que outro motivo é suprir a necessidade de trabalhadores que além de qualificados, sejam fluentes em francês.

O plano governamental também observou, em seu conteúdo, que a proporção da população canadense fora de Quebec que usa o francês como sua primeira língua está em declínio, então esta também é uma iniciativa para tentar reverter a tendência. Porém, existe um lado positivo: o total anual de imigrantes qualificados que entraram no país e falam a língua europeia cresceu nos últimos anos, passou de 850 em 2003, para 2,4 mil no ano passado.

quebec

Objetivos e ações

O documento elenca ações que os governos federal, provincial e territorial, podem tomar para que o número seja alcançado. Além disso, descreve os objetivos que vão desde facilitar a entrada, com maiores pontuações nos processos de imigração, até melhorar a integração e retenção destes imigrantes. As atitudes serão direcionadas para aumentar a taxa de participação dos falantes de francês no mercado de trabalho local, promovendo também ações de incentivo para a participação dos candidatos a residência em atividades comunitárias e redes sociais.

O esforço conjunto das três esferas governamentais envolve um engajamento para maior envolvimento dos empregadores no recrutamento e contratação de francófonos, apoiar as comunidades cuja primeira língua é o francês, aumentar a acessibilidade aos serviços de língua francesa e conscientizar a população, além de promover as oportunidades de imigração para francófonos.

O ministro Hussen declarou que “o governo federal e os líderes provinciais estão empenhados em ajudar a construir e sustentar comunidades minoritárias francófonas em todo o Canadá e grande parte disso irá acontecer pela imigração”.

Imigração para Quebec

quebec

Uma outra oportunidade de imigração, para os falantes da língua francesa, é para a província de Quebec. Recentemente o governo da região divulgou os objetivos da província para 2018 (veja todas as informações no link www.immi-canada.com/quebec-plano-de-imigracao-para-2018/). A provisão é receber diversos imigrantes entre profissionais qualificados, empresários, familiares de residentes permanentes do território e também refugiados.

O projeto de imigração para o próximo ano revelou dois números importantes: o de pessoas que serão convidadas a receber o Quebec Selection Certificate (CSQ) ou Certificado de Seleção do Quebec e a quantidade de aplicantes que receberão seus cartões de residentes permanentes pela província. O CSQ é um documento emitido pela região, dando direto do titular se estabelecer em seu território. Com o certificado em mãos, o candidato pode dar entrada no seu cartão de Permanent Resident (PR) por meio de um pedido ao órgão de imigração federal, que analisa o pedido baseado em exames médicos feitos com o aplicante e seus antecedentes criminais.

A parte francesa canadense pretende emitir até 29 mil CSQ por meio de seu programa de trabalhadores qualificados (Regular Skilled Worker Program) e contando também o processo intitulado Quebec Experience Program(PEQ). O primeiro se trata de um ranking de pontos, onde os candidatos acumulam um bom número com base na proficiência na língua francesa e inglesa, área de atuação, experiência de trabalho, e relacionamento com a província (viagens, visitas a familiares, estudo, passeio) e, por fim, as mesmas características se aplicam para o cônjuge.

Já o PEQ é um programa a parte, que tem como objetivo fazer com que os estudantes e trabalhadores temporários se estabeleçam definitivamente na província. Os candidatos a este processo de imigração precisam provar uma avançada proficiência em francês.

Para verificar se você é elegível a um dos programas de imigração da parte mais francesa do país, entre em contato com a Immi Canadá e agende uma avaliação de perfil. Você pode acessar www.immi-canada.com/consulta/ ou mandar um email para [email protected]immi-canada.com.br.

Fonte:

http://www.balglobal.com/bal-news/plan-set-to-increase-francophone-immigration 

Fabíola Cottet

Comentários Facebook
The following two tabs change content below.

Fabiola Cottet