O ministro canadense da imigração, Ahmed Hussen, anunciou neste mês (fevereiro 2018) que o plano de imigração divulgado em novembro do ano passado (clique aqui para ler mais detalhes), com metas de receber um milhão de imigrantes até 2020 já está dando os primeiros passos e a esfera do governo federal irá investir $440 milhões de dólares americanos em programas de imigração e em todo o processo migratório para garantir que isso aconteça.

A anúncio ocorreu durante o Comitê Permanente do Parlamento sobre Cidadania e Imigração, realizado no dia 15 de fevereiro deste ano. O planejamento trienial canadense, para aumentar o número de imigrantes devido a demanda do país, pretende elevar de 310 mil, estimados para 2018, para 340 mil, em 2020, o que representa, nos três anos, cerca de um milhão de novos newcomers.  O ministro destacou que estas metas representam o maio número de admissões no país em mais de 100 anos de história e as porcentagens mais altas em 40 anos.

Sessenta por cento destes imigrantes virão através dos programas de imigração econômicos, afirmou Hussen, destacando que, deste número, boa parte se dará pelo Express Entry (EE) e pelos Provincial Nominee Programs (PNPs), que são os processos de imigração provinciais. Ele também afirmou que a maior entrada de imigrantes qualificados nos próximos anos se dará por meio do programa federal do EE, que é o foco do país, atrair as profissões em demanda no National Occupational Classification (NOC).

*Clique aqui e veja se sua profissão se enquadra em uma das em demanda pelo território do Canadá.

O Immigration, Refugees and Citizienship Canada (IRCC) estabeleceu uma meta de 242,5 mil admissões de novos trabalhadores de todo o mundo por meio dos três subgrupos que compõem o programa federal Express Entry: o Federal Skilled Worker Class, o Federal Skilled Trade Class e o Canadian Experience Class.

Hussen também destacou que um dos principais fatores para elaboração do plano de imigração para três anos e o que vem ganhando destaque crescente é a imigração provincial. A grande maioria dos PNPs passam pelo Express Entry para receber a residência permanente. Porém, quando o candidato chega a esta fase, já com a nomeação da província, ele ganha 600 pontos somente pelo PNP, o que o coloca na frente dos demais e praticamente garante o sucesso da solicitação de Permanent Resident (PR).

O ministro ainda contou que as regiões canadenses solicitaram ajuda do governo federal para facilitar e aumentar a entrada de imigrantes por meio de seus programas provinciais. Por isso o IRCC provisionou um crescimento de 23% de nomeações por meio das localidades ao longo deste e dos próximos dois anos.

Benefícios

programas de imigracao

Neste pronunciamento do ministro da imigração canadense, também foram citados os benefícios do planejamento de imigração feito para três anos. Segundo Hussen a organização, feita desta maneira, facilita o trabalho dos órgãos públicos e empresas no que diz respeito à preparação para receber os novos imigrantes, tanto no que diz respeito aos serviços oferecidos pelo governo, quanto com relação as vagas  de emprego.

Uma outra boa notícia dada na ocasião foi que parte do investimento anunciado será convertido em melhorias para o processamento de pedidos de residência permanente. “O investimentos e os números vão ajudar a melhorar nosso sistema operacional de imigração reduzindo atrasos, melhorando o tempo de processamento dos nossos clientes”, declarou. Outra melhoria será a redução dos tempos de espera para os programas de caregiver, refugiados e Family Sponsorship. No dia anterior ao pronunciamento, o governo já tinha anunciado que havia conseguido reduzir o prazo para o Spousal Spornsorship em 80% dos processos que estavam atrasados.

O planejamento a médio prazo para novos imigrantes do país é baseado em estudos da Conference Board of Canada, que no final do ano passado informou que o território precisa aumentar, por meio da imigração, seu crescimento populacional em pelo menos 1%, para continuar mantendo uma economia próspera e saudável. A pesquisa mostra que o principal fator para a necessidade do aumento do número de imigrantes é o envelhecimento da população que vem ocorrendo ao longo dos últimos 47 anos.

O ministro também destacou que a imigração já representa 65% do crescimento populacional e os estrangeiros já ocupam cerca de 25% das posições de trabalho (veja mais dados do censo da imigração clicando aqui).

Fabíola Cottet

Comentários Facebook
The following two tabs change content below.