Grupo 1
Grupo 1

O mercado de trabalho canadense está bastante aquecido. De acordo com dados publicados recentemente pelo jornal O Globo,  o país teve geração de emprego recorde nos últimos 12 meses, com a criação de 471.300 vagas de trabalho. Sem dúvida um reflexo da economia do Canadá, que apresentou o maior crescimento entre os países do G7 - grupo que reúne as economias mais industrializadas do mundo. 

Apenas em agosto deste ano, foram criados 81.100 novos empregos. O número, além de ser quatro vezes superior às 20 mil vagas que eram previstas pelos analistas do mercado financeiro, é impressionante: agosto de 2019 foi sétimo melhor mês para a geração de empregos desde 1976. 

Com o mercado aquecido e os incentivos dados à imigração pelo governo canadense - o que não significa que o processo é simples ou fácil -, o True North se tornou um dos destinos mais procurados pelos brasileiros que querem sair do Brasil. 

mercado-de-trabalho

* O governo canadense mantém um site completo e atualizado, com anúncio de vagas e cadastro de currículos, o Job Bank. Acesse clicando aqui.

E os profissionais qualificados podem, sim, ser contratados em terras canadenses, desde que atendam aos requisitos dos programas de imigração. É importante ressaltar que, para trabalhar legalmente no território, é necessária uma permissão para tal - chamada de work permit - que pode ser obtida de diversas maneiras: 

* Saiba mais sobre o LMIA clicando aqui.

mercado-de-trabalho

* Entenda melhor sobre estudo e trabalho aqui e, também, sobre o PGWP neste link.

* Entenda melhor o Open Work Permit clicando aqui.

Quer trabalhar no Canadá? A Immi Canada está sempre disposta a te auxiliar da melhor maneira possível Agende sua consulta de imigração. Entre em contato conosco pelo site www.immi-canada.com/loja-virtual/ ou mande um email para contact@immi-canada.com.

Fontes: 

https://oglobo.globo.com/economia/crise-que-crise-no-canada-geracao-de-emprego-tem-melhor-resultado-em-16-anos-23931690

https://www.canada.ca/en/immigration-refugees-citizenship/services/work-canada/permit.html

Maria Augusta Brandt

Congresso "Mudando para o Canadá" - Cada vez mais brasileiros buscam oportunidades de estudo e trabalho em solo canadense. Não é para menos: o Canadá, além de ser um dos países com melhor qualidade de vida em todo mundo, é uma nação aberta à imigração e que acolhe imigrantes de diversas partes do globo. 

Mas, para morar em outro país, não basta apenas ter muita vontade. É preciso se organizar, planejar e, principalmente, aplicar para o tipo de visto correto ou se candidatar ao programa de imigração adequado para o seu perfil – entre os mais de 50 programas oferecidos no True North. Explicar e tirar as dúvidas dos interessados em viver em terras canadenses é o principal objetivo do congresso “Mudando para o Canadá”, que vai acontecer em seis cidades brasileiras: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Fortaleza, Recife e Belém. 

Pela primeira vez neste formato no Brasil, o evento vai reunir instituições educacionais e especialistas de diferentes áreas e que vão trazer informações relevantes para que os participantes tomem as decisões corretas no Plano Canadá. O congresso vai reunir em único lugar tudo o que é preciso saber para atingir o objetivo de morar no Canadá. Durante o evento, os participantes também poderão conversar com os especialistas e tirar todas as dúvidas sobre o processo de imigração

Entre os principais temas abordados nas palestras estão: planejamento financeiro, estudo no Canadá, programas de imigração, mercado imobiliário e mercado de trabalho. 

congresso

*Quer saber mais sobre o mercado de trabalho no Canadá? Acesse este link.

Celina Hui, consultora de imigração regulamentada pelo RCIC (Regulated Canadian Immigration Consultants) e proprietária da Immi Canada, fará uma palestra sobre os programas de imigração para terras canadenses, além de explicar sobre a aplicação para o Express Entry (programa federal de imigração), processos provinciais, visto e permissões temporárias de estudo e trabalho e mitos e verdades sobre a imigração para o Canadá.

celina-hui

*Saiba mais informações a respeito do Express Entry clicando aqui.

O congresso também terá a participação de Nicholas Oliveira, consultor de intercâmbio e gerente comercial da 3RA Intercâmbio, que vai abordar o funcionamento do sistema educacional canadense, explicar as formas de ingresso às instituições de ensino do país, programas de estudo e trabalho, entre outras questões fundamentais para quem planeja estudar no Canadá.

Promovido pela Immi Canada e a 3RA Intercâmbio, o congresso contará ainda com a presença de escolas de inglês canadenses – ILSC Education Group, Ilac International Language Academy of Canada, Quest Language Studies e Inlingua Vancouver – além dos colleges Centennial, Humber, Seneca, Toronto School of Management, VGC International College, Niagara College Canada, George Brown e KPU. As empresas Get The Job e Bed 4 Student também são parceiras do evento. 

palestra

O congresso “Mudando para o Canadá” acontece durante um dia em cada cidade participante, sempre das 13h às 22h30, entre os dias 25 de setembro e 09 de outubro. Há dois tipos de ingressos para o evento: o simples, que dará acesso à feira; e o ingresso completo, que permite ao participante assistir às palestras da Immi Canada, 3RA Intercâmbio e Mercado de Trabalho, além de ter acesso à feira e às palestras da tarde. 

A programação completa e os ingressos estão disponíveis aqui: http://www.mudandoparaocanada.com/.


Cidades participantes:

- 25/09 | Rio de Janeiro 

Novotel Botafogo | Condomínio do Edifício Praia de Botafogo | Praia de Botafogo, 330 – Botafogo

- 28/09 | São Paulo

À definir local.

- 01/10 | Belo Horizonte

Holiday Inn BH | Rua Professor Moraes, 600 – Savassi

- 05/10 | Recife

Hotel Atlante Plaza | Av. Boa Viagem, 5426 - Boa Viagem

- 07/10 | Fortaleza

Seara Praia Hotel | Av. Beira Mar, 3080 - Meireles

- 09/10 | Belém

Radisson Hotel Belém | Av. Cmte. Brás de Aguiar, 301-321 – Nazaré

Maria Augusta Brandt

Quando o plano Canadá é um real objetivo da família ou indivíduo, invariavelmente a internet é a mais vasta e melhor fonte de buscas para informações e retirada de dúvidas iniciais, que surgem a todo momento, independentemente se o objetivo da viagem é turismo, estudo, trabalho ou imigração. Siglas começam a brotar e as perguntas também: eu preciso de visto para visitar o Canadá? O que é TRV? Posso aplicar somente para o eTA se quiser passear no país? Quanto tempo posso permanecer? Para tentar responder essas perguntas, formulamos este artigo.

A primeira diferença básica é que eTA é diferente de TRV. A Eletronic Travel Authorization (eTA), nada mais é do que uma autorização eletrônica de viagem que permite ao portador permanecer no país por até seis meses, tanto para estudar um curso com duração inferior ao período permitido ou para visitar o território durante este tempo. A questão aqui é que nem todos os brasileiros podem solicitar o eTA, pois existem algumas exigências por parte do Immigration, Refugees and Citizienship Canada (IRCC) para que os cidadãos dos países selecionados possam viajar somente com a autorização eletrônica. Vamos abordar estas características ao longo do texto.

Quem não é elegível à aplicação para o eTA, terá de solicitar um Temporary Resident Visa (TRV), que nada mais é que a etiqueta afixada no passaporte que determina o propósito da visita do solicitante ao país, se é turismo, estudo ou trabalho. Confira abaixo as especificações de cada um dos vistos.

Eletronic Travel Authorization (eTA)

O eTA nada mais é do que uma autorização eletrônica de viagem que começou a valer também para alguns brasileiros a partir do dia 1º de maio de 2017. Este processo isenta o solicitante de visto de turismo, porém ele só é valido para quem pretende estudar até 24 semanas no país ou permanecer a turismo pelo mesmo período ou por um tempo inferior.

Confira o vídeo abaixo, feito pela diretora da Immi Canada, Celina Hui, sobre o eTA:

Pode solicitar o eTA quem tem um visto norte-americano válido ou já teve um canadense aprovado nos últimos 10 anos. Se o aplicante se enquadra em uma das duas principais regras, é só entrar no site do governo (que pode ser acessado clicando aqui), preencher o formulário online, pagar uma taxa de CAD$ 7, que pode ser no crédito ou débito internacional, e aguardar o retorno da imigração. A resposta é dada por email e, geralmente, em poucos minutos. Ela pode ser positiva, negativa ou o oficial de imigração pode solicitar mais informações.

No formulário, o candidato precisa responder à perguntas como se está fazendo o procedimento para ele ou para um terceiro; dados do passaporte; informações pessoais e se já obteve um visto ou permissão de entrada no Canadá; se tem visto americano válido o sistema pedirá para que as informações a respeito dele sejam incluídas; onde trabalha; se já teve um visto negado para o Canadá; e etc. O prazo oficial do governo canadense para dar o retorno a respeito de cada aplicação é de 72 horas. 

imigrantes

O eTA é válido por cinco anos ou até a expiração do passaporte do titular, o que ocorrer primeiro. Para cidadãos brasileiros com nacionalidade europeia, o eTA, se solicitado a partir do passaporte europeu, pode ser requerido sem exceções, ou seja, sem visto anterior para o Canadá ou norte-americano válido. E não é possível incluir todos os membros da família na mesma aplicação. Cada um tem de solicitar individualmente. Uma outra característica importante é que o eTA permite somente a entrada aérea no país, quanto outras modalidades de visto dão o direto de entrar no país por ar, terra ou mar.

O critério de aprovação, embora sejam explicados no site do governo canadense, não são 100%. Não temos como afirmar que, quem teve visto negado para um dos dois países, Canadá ou Estados Unidos (EUA), terá seu eTA aprovado ou ele será com certeza negado. Para todos os processos, existem oficiais de imigração analisando e o estudo de cada um dos casos é individual. Portanto, só aplicando para saber do retorno.

Temporary Resident Visa (TRV)

Como já dito, o TRV é o documento oficial em forma de adesivo, mais comumente chamado de visto, emitido pelo oficial de imigração e fixado em uma das folhas do passaporte do solicitante. Ele mostra que o aplicante apresentou, às autoridades canadenses no Brasil, todos os documentos, comprovações e informações, provando que atende a todas as exigências para entrada no Canadá, para um período de estadia temporária e pré-determinada. 

Com ele, estrangeiros podem entrar e permanecer no país para visitar, estudar ou trabalhar dentro de suas fronteiras. Para os brasileiros que não são elegíveis ao eTA (como explicamos no tópico anterior), é necessário sim solicitar um visto de turismo para passear no Canadá. Este TRV dá o direito de o turista permanecer no país por seis meses e, ainda, estudar algum curso com duração de até 180 dias. Muitas vezes, dependendo da exigência da instituição de ensino e do propósito do aluno, ele terá que solicitar o visto de estudante mesmo para programas de ensino que não ultrapassem o tempo permitido.

*Veja todos os detalhes de permissões e vistos de estudo clicando aqui.

O TRV de estudo e de trabalho é a mesma etiqueta fixada no passaporte. O que diferencia é o objetivo especificado nela e o tipo de visto. Porém, para estudo e trabalho é necessário possuir uma permissão mais específica, que também é colocada no passaporte. Este documento é emitido pelo oficial de imigração ainda no aeroporto. O candidato passa pela primeira verificação nas cabines da imigração e é direcionado para um segundo setor, onde outro profissional verifica o TRV, solicita documentos como carta de aceitação da instituição, comprovações financeiras e demais documentos que achar necessário. Nesta etapa ele pode pedir vários documentos, como quase nenhum. Portanto o melhor é se prevenir e levar passaportes, Letter of Acceptance (LOA) da escola, comprovante de local para se hospedar nos primeiros dias, passagem de ida e volta, comprovante de seguro saúde, dentre outros, que podem ser conferidos no link abaixo.

*Para ver todos os documentos necessários para passar pela imigração canadense sem preocupações, clique aqui.

As exigências para cada tipo de visto, dependendo do objetivo da estadia, são diferentes. Portanto é altamente aconselhável ter o auxílio de um consultor de imigração e uma assessoria durante todo o processo. A Immi Canadá, em parceria com a 3RA Intercâmbio, consegue ajudar e acompanhar desde procedimentos de eTA, visto de turismo e até processos mais burocráticos e detalhados de imigração. Para mais informações acesse https://www.immi-canada.com/ ou mande um email para contact@immi-canada.com

Biometria

biometria

Desde o dia 31 de dezembro de 2018, para qualquer processo, com exceção do eTA, incluindo vistos e renovação dos mesmos, é obrigatório, para os brasileiros que vão ao Canadá, coletar os dados biométricos. Então caso o aplicante não seja elegível ao eTA, ou pretende fazer um visto de turismo, estudo, trabalho e, ainda, aplicar para um processo de imigração, tem uma etapa a mais no planejamento. Quando falamos em renovação de visto, quer dizer mudança de status (do turista com eTA para estudante, por exemplo), ou extensão do visto para quem já possui um.

O recolhimento das digitais é feito nos Centros de Solicitação de Vistos (cVAC) espalhados pelo Brasil. Mas é importante observar que eles não estão presentes em todas as cidades e nem em todas as capitais. Saiba todos os detalhes a respeito da biometria e localizações dos pontos de coleta no artigo completo que fizemos a respeito do tema, clicando aqui

Fontes: http://www.cic.gc.ca/english/information/applications/visa.asp;

https://www.canada.ca/en/immigration-refugees-citizenship/services/visit-canada/eta.html.

Fabíola Cottet

Anualmente a Randstad Canada, uma das maiores agências de recursos humanos do país, realiza uma pesquisa, baseada nos dados da própria empresa, para elencar as profissões no Canadá que são mais procuradas e com mais demanda no ano, além de divulgar também o salário médio desses profissionais.

Pela opinião dos analistas, depois de dois anos de crescimento acelerado da economia canadense, 2019 promete também progresso, talvez não tanto quanto no último período, mas isso não quer dizer que a procura por trabalhadores vai diminuir, muito pelo contrário. Prova disso é que a taxa de desemprego no país ainda está em 5,6%, que é a menor dos últimos 40 anos. Ou seja, o Canadá não poderia estar melhor: baixíssimo índice de profissionais desocupados e economia em ascendência.

Com base no relatório da Randstad, colocamos abaixo a lista dos trabalhos com mais demanda na localidade para este ano. E no ranking existem profissões em diversas áreas, desde as mais gerais como motoristas e também para profissionais graduados, como gerente de recursos humanos e de projetos.

profissoes no canada

1º Sales Associate – Vendedor

Vendedores ou representantes de vendas estão no topo da lista das ocupações com mais demanda no país neste ano. A justificativa é o crescimento da economia, que faz com que as pessoas consumam mais e, também, o aumento das vendas por meio da internet. As empresas buscam profissionais nos dois fluxos: tanto no B2B quanto para levar os produtos das prateleiras até o consumidor final.

Salário médio para cargos permanentes e full time: entre US$ 52 mil e US$ 62 mil por ano.

2º Administrative assistant – Assistente administrativo

Os assistentes administrativos são extremamente necessários em quase todos os escritórios. Segundo a consultoria, com a economia acelerada, mais empresas estão abrindo e, com elas, mais profissionais desta área são requisitados. Além dos auxiliares administrativos que já estão acostumados com as tarefas do dia a dia dos escritórios, estão sendo procurados profissionais um pouco mais especializados e técnicos, com conhecimento de contabilidade, por exemplo.

Salário médio para cargos permanentes e full time: entre US$ 44 mil e US$ 52 mil por ano.

3º Drivers - Motoristas

Motoristas de todos os tipos estão entre as ocupações em demanda no país. Novamente pelo aumento do consumo e vendas online. Os anúncios são variados: passam por motoristas de empilhadeiras, comerciais, entregadores e especializados em longa distância. Lembrando que, para exercer a função de motorista comercial é necessário ter carteira especial que é feita em um processo no país e, para operar empilhadeira é exigido uma certificação.

profissoes no canada

Salário médio para cargos permanentes e full time: entre US$ 42 mil e US$ 51 mil por ano. Aqui devemos observar que este valor não reflete o ganho de motoristas de caminhão contratados para viagens de longa distância, que podem chegar a US$ 100 mil no período de 12 meses.

4º Developer – Desenvolvedor

Claro que entre os trabalhos mais procurados, teria algo relacionado com Tecnologia da Informação (TI). Grande parte da economia, hoje, e do mundo, é executada em código, o que leva a busca por pessoas especialistas em escrevê-los e desvendá-los, seja na criação de aplicativos ou softwares comerciais. Todos os desenvolvedores estão em demanda no país, mas os chamados full-stack são ainda mais requisitados, pois entendem e manipulam tanto a programação front-end como a back-end.

Salário médio para cargos permanentes e full time: entre US$ 85 mil e US$ 101 mil por ano.

5º Receptionist – Recepcionista

Os recepcionistas são o primeiro contato do cliente com a empresa onde está chegando. Segundo a consultoria de recursos humanos, algumas empresas já tentaram automatizar o papel dos profissionais, o que acabou não dando muito certo pois é muito diferente a sensação de chegar em uma companhia e ser recepcionado por um iPad. O trabalho requer conhecimento de sistemas de telefonia e programas de computador que registrem as informações dos clientes.

profissoes no canada

Salário médio para cargos permanentes e full time: entre US$ 35 mil e US$ 41 mil por ano.

Ainda ranqueados nas primeiras 15 posições de trabalhadores em demanda, temos caixas de estabelecimentos comerciais em geral, trabalhadores gerais (que são aqueles que preenchem lacunas relacionadas a trabalhos manuais, indo desde limpeza a carga e descarga de materiais), gerentes de projetos, gerentes de contas, soldadores, contadores, enfermeiros, engenheiros elétricos, gerentes de Recursos Humanos (RH) e promotores de vendas.

A Randstad ainda divulgou algumas profissões que são consideradas emergentes e além de estarem em alta neste período, vão ser extremamente requisitadas nos próximos anos, segundo projeções dos consultores da empresa. Entre elas podemos citar o desenvolvedor blockchain, que são associados mais a criptomoeda. Porém a tecnologia que tornou possível criar dinheiro digital possui milhares de aplicações. Além disso, também estarão em voga ocupações como engenheiros de automação, pesquisadores de inteligência artificial, especialistas em experiência com cliente e agentes para contato com o consumidor por chat ao vivo.

Lembrando que, para aceitar uma vaga de trabalho no país, tirando algumas exceções de processos que levam os candidatos para o Canadá por meio de uma oferta de emprego qualificada, é necessário possuir um visto e uma permissão para tal. Atualmente, o território conta com uma série de programas de imigração, cada um com suas particularidades, exigências com relação ao perfil do aplicante, prazos e valores.

*Para saber mais como imigrar para o Canadá, acesse este link e também clique aqui para ler o artigo que fizemos sobre o programa que mais leva estrangeiros ao país, o Express Entry.

A Immi Canada oferece um serviço ideal para quem está dando os primeiros passos rumo às terras do True North: a consulta de imigração. Nela nossos consultores especializados traçam seu perfil e indicam o melhor caminho para morar no país e, ainda, se existem pontos a serem melhorados para que o sonho se torne realidade. Na ocasião você também pode esclarecer todas as dúvidas com relação ao processo. Para mais informações acesse https://www.immi-canada.com/consultoria-de-imigracao-para-canada/ ou mande um email para contact@immi-canada.com.

Fontes: https://www.randstad.ca/best-jobs/top-15-jobs/;

https://globalnews.ca/news/4875098/canadas-most-in-demand-jobs-2019-salaries-randstad/.

Fabíola Cottet

A província de Ontario, que é o principal destino de imigrantes que vão ao Canadá, anunciou a criação de um novo stream de imigração, destinado aos profissionais da área de Tecnologia da Informação (TI), e outro fluxo aos que desejam se estabelecer em comunidades menores. O anúncio foi feito pelo departamento responsável da província no mês de abril deste ano, como parte do orçamento destinado à imigração em 2019.

Os fluxos farão parte do Ontario Immigrant Nominee Program (OINP) e estão entre as prioridades da imigração, especificadas no novo orçamento de CAD$ 163,4 bilhões da província. O documento que foi divulgado, revelando o budget e também as necessidades migratórias, declara que o stream é uma resposta às necessidades dos empregadores de Ontario em comunidades menores, que precisam de mão-de-obra qualificada.

A iniciativa é uma das que pretende modernizar e melhorar o OINP, para que ele atenda ainda mais às necessidades econômicas da região. Mais detalhes a respeito do fluxo de tecnologia ainda não foram divulgados, mas assim que tivermos informações, publicaremos por aqui. Fato é que, segundo os especialistas, ele virá com outras mudanças no OINP. A diretora de comunicações do Ministério do Desenvolvimento Econômico, Criação de Empregos e Comércio de Ontario, Sarah Letersky, afirmou que existem áreas com necessidades imediatas e grandes na localidade, como TI, motoristas e profissionais de atendimento domiciliar para deficientes e idosos.

*Saiba como funciona a matrícula dos filhos nas escolhas de Ontario clicando aqui.

Recentemente a região lançou um programa piloto de imigração (para saber mais sobre ele clique aqui), que divulgava a criação de um processo destinado a cidades menores. Tanto as comunidades pequenas quando as empresas que carecem de profissionais do setor de TI comemoraram o anúncio, esperando que as mudanças supram suas necessidades latentes.

No que diz respeito a TI, o foco é atender cidades em ascensão na área: Toronto, Ottawa e Waterloo, que experimentam um crescimento significativo do setor nos últimos anos e, em contrapartida, escassez de mão-de-obra qualificada. Atualmente, o maior fluxo de profissionais da área tech está ligado ao Human Capital Priorities Stream, que fica abaixo do sistema federal Express Entry, sendo que o programa nacional gerencia e administra três categorias de imigração: Canadian Experience Class, Federal Skilled Trades Class e Federal Skilled Worker Class.

ontario

Além dos fluxos, o governo da província solicitou que o governo federal trabalhe em conjunto com o território para garantir que o número de imigrantes que o OINP pode nomear por ano seja maior. Assim como em qualquer um dos programas provinciais canadenses, Ontario recebe o direito de chamar um número definido de candidatos à imigração para a residência permanente anualmente. Em 2019 a quantidade ficou aquém do esperado pela localidade. O pedido foi de 7,6 mil nomeações e a regulamentação veio para 6,9 mil. Deixando claro que este não é o número fechado de imigrantes de desembarcam na região por ano. É a quantidade de pessoas que a província pode nomear pelo processo do EE. Para se ter uma ideia, o número de recém-chegados em Ontario, em 2018, foi de 137.410.

Com relação às comunidades menores, o governo provincial vai no embalo do piloto federal, Rural and Northern Immigration Pilot. Porém, enquanto o do país quer atrair imigrantes e criar formas de retê-los, o local de Ontario estará, segundo o relatório divulgado, mais direcionado às necessidades de trabalhadores e empregadores locais, além de posições de trabalho e profissionais em demanda, estando mais alinhado com o Atlantic Immigration Pilot.

ontario

*Veja como imigrar para a província de Ontario por meio dos estudos acessando este link.

Mudanças

No final de abril, o governo da província de Ontario anunciou alguns detalhes adicionais sobre as mudanças no OINP, ainda não dando informações a respeito dos dois novos pilotos de imigração. Um dos destaques fica com a proposta de reduções dos limites mínimos de investimentos e patrimônio líquido para os programas de empreendedores da região, além do acréscimo de novas ocupações às sete que já são elegíveis debaixo do crivo do Employer Job Offer: In-Demand Skills Stream.

A localidade também inclui na proposta o término do fluxo corporativo de imigração denominado Corporate Stream e pequenas atualizações dos requisitos de elegibilidade para alguns dos processos de imigração mais populares do OINP. Entre os objetivos das mudanças, Ontario destacou que é necessário melhorar a capacidade de retorno do programa de imigração às necessidades atuais do mercado de trabalho e do empregador, incluindo o suporte a regiões que tradicionalmente não veem níveis significativos de imigração.

As alterações propostas passam por um período de consulta pública que dura 45 dias e, após isso, são divulgadas detalhadamente com a data prevista para entrarem em vigor.

Com relação ao programa de investidores, a redução no limite mínimo de investimento e capital é drástica. O governo de Ontario pretende aproximar os valores exigidos de outras províncias canadenses, sendo que atualmente a região possui os maiores valores a serem provados para empreendedores. Prova disso é que, por exemplo, hoje o investimento pessoal mínimo para um negócio proposto em Toronto ou Grand Toronto Area (GTA), é de CAD$ 1 milhão. O requisito de investimento revisado é de CAD$ 600 mil.

ontario

*Assim que todos os detalhes forem divulgados pela província, repassamos a informação aqui no blog da Immi Canadá.

Fonte: https://www.ontario.ca/page/2019-ontario-immigrant-nominee-program-updates.

Fabíola Cottet

Está aí uma das perguntas mais feitas por quem está com as passagens compradas: como posso economizar no Canadá? Não importa se você vai a passeio, explorar algumas cidades para decidir qual se encaixa mais no perfil da sua família com o intuito de imigrar, estudar, trabalhar, ou já com a residência permanente, poupar as economias sempre é uma preocupação, principalmente no início, quando ainda não se tem um trabalho que é remunerado na moeda do país.

Economizar em um país diferente, com língua e costumes diversos, onde não estamos acostumados a viver pode parecer um desafio no início, mas não é. Acreditem, o Canadá ajuda muito quem tem um pouco de vontade para realizar pesquisas e procurar maneiras de poupar dinheiro, começando pelos cupons de desconto, por exemplo, indo até o Boxing Day (dia após o Natal com descontos massivos em produtos), restituição de taxas e impostos pelo governo em alguns casos, benefícios e descontos que os estudantes possuem no país, entradas gratuitas de atrações e diversas outras maneiras.

Abaixo preparamos uma lista muito útil com várias maneiras de economizar nas terras do True North. Acredite, um cupom de desconto, uma redução para estudante ou um dia de promoções pode render uma ótima economia no final do mês.

Cupons de desconto

Nem todo mundo sabe, mas existe uma cultura fortíssima de cupons de desconto nos países da América do Norte, portanto esta dica vale tanto para o Canadá como para os Estados Unidos: fique atento aos cupons de desconto em todos os lugares onde vai fazer compras: lojas, supermercados, farmácias, etc.

Um aplicativo indicado para agrupar quase todas as lojas é o Flipp. Ele agrega todos os flyers semanais de diversas redes de supermercados, farmácias, drogarias, lojas de departamentos e outras varejistas, além de também mostrar os cupons de descontos disponíveis. Nele o usuário pode favoritar as ofertas que mais gostou no próprio folder do estabelecimento, salvar os cupons de desconto e escanear o código diretamente no caixa.

economizar no Canada

Muitas lojas também enviam os cupons diretamente para seu endereço no país ou por email. Eles podem ser combinados com o valor de promoção do produto, reduzindo mais ainda seu preço final. Então é indicado se cadastrar no site das suas lojas favoritas para receber os descontos e promoções, ficando sempre atento ao prazo de validade do cupom.

Por fim, alguns estabelecimentos e sites disponibilizam cupons de desconto. São eles: Red Flag Deals, Canadian Cupons, McDonalds, Save.ca, GoCupons e outros. É só baixar e levar no celular ou imprimir.

Economizar como estudante

O país possui uma série de descontos, promoções e isenções para estudantes. É só fazer a carteirinha na sua Universidade e pronto! Você já pode aproveitar. Algumas das dicas aqui podem ser aplicadas também para não estudantes, porém quem está matriculado garante preços ainda mais baixos.

A dica de ouro é: utilize o transporte público. Os sistemas públicos canadenses costumam ser eficientes, pontuais, limpos e cobrem toda a cidade e arredores, independentemente da região em que você for morar. Cada uma das localidades pratica um desconto diferente para estudantes, mas o preço sempre é mais em conta quando o usuário é aluno. E ah, não esqueça, você pode comprar o passe mensal e utilizar os metrôs, ônibus e trens interligados quantas vezes quiser no período. É importante carregar sempre sua carteirinha de estudante com você e verificar se na cidade é necessário realizar mais algum procedimento para ter acesso ao desconto.

Confira abaixo o link das companhias de transporte público das principais cidades:

Outra atitude que pode fazer os estudantes economizarem uma boa fatia do orçamento é comprar os livros que necessitam de segunda mão. Os preços chegam a até metade do valor e além de poupar dinheiro, você ajuda o meio ambiente. A maneira mais simples de encontrar as obras usadas é procurar anúncios de trocas ou vendas na própria universidade. Outro meio eficiente é entrar em grupos do Facebook de alunos e ex-alunos. Lá sempre vão aparecer boas oportunidades e você ainda pode pesquisar o item que necessita dentro de cada grupo.

economizar no Canada

A dica dos livros usados também se estende a roupas, acessórios, móveis e utensílios da casa. No Brasil ainda não é muito comum a compra e venda de artigos de segunda mão, mas no Canadá é uma prática extremamente difundida. Além da internet como fonte de busca, o aluno ainda pode encontrar itens de qualidade em lojas thrift, como a Salvation Army e a Value Village.

Ainda para estudantes, vale dividir a residência com outros alunos. Um dos gastos mais altos do orçamento de quem vai estudar no país, além da tuition do college, é o valor do aluguel mensal, principalmente nas grandes cidades, onde o preço subiu consideravelmente nos últimos anos. Por isso além das residências estudantis, casas de família e Airbnb, vale procurar quartos em casas que já são ocupadas por outros universitários ou montar um grupo para compartilhar a moradia e despesas.

Ainda vale para os estudantes, mas também é um ponto que pode gerar muita economia no orçamento mensal de qualquer um: leve seu próprio lanche e almoço. Este também é um hábito não muito comum no Brasil, mas no Canadá é quase regra. Todos, independentemente se estão nas universidades ou no trabalho, carregam sua própria refeição. A prática, além de poupar, é mais saudável. Você vai reparar que, no país, quase todos levam a comida de casa para a rua e os estabelecimentos como universidades e empresas, possuem refeitórios com micro-ondas que possibilita que o prato seja aquecido. Ah, carregue também a sua garrafinha de água com você. Além de ser própria para consumo, existem bebedouros espalhados pela cidade.

Amostras grátis

Sim! Você também pode receber, no conforto da sua casa, diversas amostras grátis e produtos para testar no Canadá. A ideia principal é entregar amostras para que os consumidores testem e tenham uma experiência antes do lançamento oficial. E isso vale para muita coisa: amaciante de roupas, demaquilantes, detergentes, maquiagem, shampoos, cosméticos, remédios que não necessitam de prescrição, dentre outras. Veja abaixo alguns sites em que você pode se cadastrar e obter suas amostras:

Cadastre-se nos sites das lojas

A maioria das lojas no Canadá te dá 10% (algumas até mais do que isso) de desconto somente por se cadastrar no site, na sua primeira compra online ou também diretamente na loja. Vale a pena também perguntar no local se eles possuem algum cupom naquele momento ou estão aplicando algum desconto especial. Acredite, você pode se surpreender e pagar menos do que o esperado. Nas marcas de varejo onde você costuma adquirir produtos com frequência, cadastrar-se no site pode te dar uma série de vantagens como promoções especiais, produtos gratuitos, programas de fidelidade com acúmulo de pontos e até cashback.

economizar no Canada

Para estudantes, os estabelecimentos possuem preços e descontos especiais, incluindo telefonia e tecnologia, por exemplo. Dentre eles podemos citar: Adidas, Ardene, Forever 21, IKEA, Nike, Puma, Apple, Best Buy, Adobe, Lenovo, Canon, Microsoft, Prezi, Shaw, Bell, Rogers, Fido, Telus, Air Canada, Via Rail, Zip Car, GoodLife Fitness, Amazon, FedEx, Spotify, dentre muitos outros.

Por fim, uma última dica, se você quer ir em alguma atração da cidade e quer economizar, verifique no site do local o dia do mês em que a entrada é gratuita e qual é o valor para estudantes. Museus e parques com admissão costumam ter um dia de gratuidade no mês, além de preços com desconto para alunos com carteirinha durante todo o ano. Os cinemas e espetáculos também possuem promoções atrativas em dias específicos.

Fontes: https://ninetofiver.ca/canada-university-and-college-student-discounts/;

https://www.studentbeans.com/ca.

Fabíola Cottet

O ano de 2018 foi um grande marco para a imigração canadense. Muitas foram as boas novidades e renovações. Não podemos deixar de citar que ele foi o primeiro ano que fez parte do plano plurianual de imigração, divulgado no final de 2017, com a meta de trazer um milhão de novos imigrantes aos país até 2020 (clique aqui e leia o artigo que fizemos sobre o tema). Ele continua sendo um dos mais abertos do mundo a imigração, com diversos programas para trazer estrangeiros ao seu território que tenham, preferencialmente, uma profissão em demanda na região, um bom nível de inglês ou francês e queiram morar em um dos países com a melhor qualidade de vida do mundo.

Para resgatar um pouco do que 2018 significou na história da imigração canadense, preparamos este artigo, com uma breve retrospectiva das principais mudanças e acontecimentos no ano que passou e as perspectivas, segundo a nossa consultora de imigração e diretora da Immi Canada, Celina Hui, para 2019. Confira!

Retrospectiva da imigração 2018

Janeiro: uma das primeiras notícias divulgadas no ano passado é com relação aos profissionais de TI, que podem ainda ter seu visto de trabalho aprovado em apenas 10 dias. O país está, desde julho de 2017, facilitando a entrada de profissionais do ramo para suprir a alta demanda do local. Este programa é para os trabalhadores que já saem de sua origem com emprego garantido no Canadá. As chances de isso acontecer são bem menores do que quando você está em solo canadense. No entanto, este processo rápido de vistos e os dados do governo canadense não mentem: não é impossível conseguir um emprego no Canadá estando ainda no Brasil, principalmente para profissionais de TI. Para ler o artigo completo, clique aqui.

Também em janeiro a província de Ontario reabriu seu processo de imigração do Ontario Immigrant Nominee Program (OINP), aumentando o número de convidados para viver dentro de suas fronteiras em 600 pessoas. Acesse este link e confira a notícia na íntegra.

imigracao

Fevereiro: o Canadá foi eleito, pelo segundo ano consecutivo, como o segundo melhor país do mundo, de acordo com pesquisa conduzida pela U.S News & World Report. Entre 80 países analisados, as terras canadenses ficaram com o primeiro lugar em qualidade de vida, quarta posição no quesito cidadania, segundo mais transparente do mundo e o terceiro melhor país no quesito educação. Leia a análise completa acessando o artigo “Canadá é eleito o segundo melhor país do mundo”.

Ainda no mesmo mês, as terras do True North anunciaram as profissões mais requisitadas para 2018, incluindo operador de empilhadeira, engenheiro de software, gerente de contas, gerente de projetos de TI, analista de negócios, dentre outras. Confira todas as ocupações clicando aqui.

Março: o governo canadense anunciou um plano de imigração para aumentar o número de falantes da língua francesa fora da província de Quebec. Sendo que, o objetivo do país é que 4,4% de todos os imigrantes que se estabeleçam fora da província de Quebec, até 2023, sejam francófonos. O motivo é que os falantes de francês contribuem ainda mais para a economia e prosperidade do país, aumentando também a diversidade linguística, visto que o território é considerado bilíngue. Veja o anúncio completo do plano clicando aqui.

Também em março o Canadá foi considerado o melhor país para estudantes internacionais, segundo uma pesquisa feita pela indústria global de educação. Acesse este link e leia todos os dados a respeito de estrangeiros estudando em território canadense.

imigracao

Abril: no começo de abril a província francófona de Quebec anunciou um novo sistema de imigração, regido no estilo do Express Entry (EE). Na ocasião não foram dados muitos detalhes, mas hoje o processo já está em vigor. Saiba mais informações clicando neste link. A imigração provincial também atingiu recordes no primeiro trimestre do ano, como mostram os dados divulgados pelo Statistics Canada e que podem ser vistos com mais detalhes neste link.

Um estudo interno realizado pelo governo canadense revelou que os imigrantes chamados highly skilled, ou altamente qualificados, ganham um salário igual ou superior a renda média anual canadense logo após a chegada no país. Para acessar todos os detalhes, clique aqui.

Maio: nos 30 dias do mês de maio Ontario anunciou a criação de um projeto piloto de imigração (para ver detalhes, clique aqui). Além disso, um estudo feito pela empresa Gallup revelou que o Canadá é o quarto país no mundo que melhor aceita imigrantes, perdendo para Islândia, Noza Zelândia e Ruanda, em um ranking de 140 países. Leia a matéria completa no artigo “Canadá é quarto país que melhor aceita imigrantes”.

Junho: na metade da nossa retrospectiva, British Columbia aumentou o salário mínimo, passando de CAD$ 11,35 para CAD$ 12,65 (entre neste link e saiba mais informações). No mesmo mês o governo canadense divulgou um relatório, com dados mostrando que a imigração provincial do país cresceu através do EE, aumentando 80% em 2017 se comparada com o ano anterior. Clique aqui e confira todos os dados divulgados.

Também em junho a província de Alberta deu detalhes sobre seu novo sistema de imigração provincial, lançando dois novos fluxos: o Alberta Opportunity Stream (AOS) e um através do Express Entry. Acesse aqui todos os detalhes.

imigracao

Julho: este mês trouxe mudanças no maior meio de imigrar do Canadá, o Express Entry. O prazo para apresentar a aplicação, depois de receber a Invitation to Apply (ITA), caiu de 90 para 60 dias, dentre outros detalhes. Clique aqui e saiba de todas as modificações. Também em julho, diversas províncias anunciaram mudanças em seus programas, acesse: www.immi-canada.com/imigracao-provincias-do-canada/.

No sétimo mês da retrospectiva a província de Quebec finalmente revelou as regras do seu novo sistema de imigração. Para saber todos os detalhes a respeito clique no link.

Agosto: mais territórios anunciaram mudanças em seus Provincial Nominee Programs (PNP’s). São eles: Quebec, Saskatchewan, Nova Scotia e Newfoundland and Labrador. Saiba mais informações neste link. O governo federal anunciou, em agosto do ano passado, novos tempos de processamento para processos de Permanent Resident (PR), que você pode conferir clicando no link www.immi-canada.com/imigracao-provincial-confira-mudancas/.       

Setembro: só boas notícias! Neste mês o Canadá foi classificado com um dos países mais ricos do mundo em estudo realizado pela consultoria New World Wealth. Confira todo o relatório da instituição neste link.

Outubro: mais dados vieram a tona no Statistics Canada, desta vez informando que a imigração atingiu recordes em 2018. A chegada no Canadá representou 82% do crescimento populacional do país entre abril e julho do ano passado, atribuído aos estrangeiros que resolveram se estabelecer em terras canadenses. O aumento populacional total foi o segundo maior registrado para um período de três meses desde 1971. Entre no artigo clicando aqui e confira mais informações.

imigracao

Novembro: ótima novidade para quem pretende fazer das terras do True North sua morada: o governo canadense divulgou uma revisão do seu plano de imigração plurianual. Além de aumentar as metas de novas admissões de imigrantes, o país elevou a quantidade de recém-chegados que devem ser admitidos por meio das categorias de imigração econômica, revelando também os números de 2021. Neste link você pode conferir todos os números.

No mesmo período Manitoba revelou duas novas modalidades em seu programa de imigração:  o International Student Entrepreneur Pathway e o Graduate Internship Pathway, ambos destinados aos que concluíram um curso pós-secundário na região. Veja todos os detalhes no link.

Dezembro: para dezembro com certeza a notícia mais impactante foi que, a partir do dia 31, os brasileiros que entrarem com o pedido de visto do território nacional, precisam fazer a biometria para retirar visto de turista, estudo, trabalho e residência permanente (quem tem direito ao eTA está excluso da regra e não precisa fornecer as digitais). Confira todos os procedimentos necessários neste link.

Perspectivas para 2019

O ano mal começou e já tivemos ótimas notícias. Em breve serão abertas as aplicações do programa de imigração federal Parents and Grandparents (PGP), que possibilita que residentes permanentes ou cidadãos patrocinem seus pais ou avós e os levem para morar de maneira permanente no Canadá.

Com a nova exigência da biometria, a diretora de Immi Canada e consultora de imigração, Celina Hui, ressalta a importância de não deixar os procedimentos para a última hora. “O requerente do visto tem de ir até o VAC para ceder seus dados biométricos, o que acrescenta mais uma etapa no pedido. Por isso é imprescindível não deixar para a última hora e fazer o pedido com bastante antecedência”, aconselha.

Sobre as perspectivas da imigração, a profissional está otimista. “Já começamos o ano com a notícia da abertura e maior número de aceitos no PGP. Além disso, o primeiro draw do Express Entry do ano foi expressivo, com 3,9 mil convidados recebendo o ITA e uma pontuação de 449. Por fim temos o plano plurianual, que é sólido e promete trazer mais imigrantes ao país a cada ano. Por tudo isto o cenário de 2019 para a imigração é otimista”, finaliza.

Fabíola Cottet

O Canadá busca profissionais e comemora seu recorde absoluto da menor taxa de desemprego de todos os tempos: 5,6%. Desde que a Statistics Canada começou a monitorar os números, há 40 anos atrás, o percentual de pessoas sem trabalho nunca foi tão baixo.

O Statistics Canada, também chamado de Stacan, é a agência governamental responsável por tabular e mensurar os mais diversos dados sobre o país, da mesma forma que o Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE), realiza este trabalho no Brasil. O mesmo órgão aponta que, nas terras sul americanas, esta taxa de desemprego chega a quase 12% e atinge 12,5 milhões de pessoas (dados de novembro de 2018). Vale lembrar que o número foi maior no decorrer do ano passado. Especialistas afirmam que a quantidade de desempregados diminuiu no decorrer do período no Brasil devido ao trabalho informal do final de ano e ao empreendedorismo.

A notícia ainda fica melhor com relação ao território canadense, pois revela um aumento na taxa de empregos: foram 94 mil novas vagas somente em novembro, espalhadas por todo o país. O relatório do Stacan revelou que esse aumento provém de posições de trabalho estáveis e em período integral, ou seja, contratos de emprego não temporários.

As oportunidades aumentam em diversas áreas, porém o setor de TI está sempre em alta nos últimos anos (clique aqui e saiba mais). Para esta área as vagas estão nos mais diversos setores: analistas, desenvolvedores, programadores e consultores SAP. Além disso, existem diversas posições para soldadores, mecânicos e operadores de máquinas. Outro setor que sempre possui demanda é o de saúde, principalmente cuidadores de pessoas debilitadas, idosos e no serviço social.

canada busca

*Confira 10 bons motivos para morar no Canadá clicando neste link.

No que diz respeito a distribuição das vagas pelo país, o emprego ficou estável no mês de novembro nas províncias do Atlântico e também em Quebec, com um crescimento forte em Ontario, British Columbia, Alberta, Saskatchewan e Manitoba. Outro fator curioso apontado pelo relatório é que um dos motivos para o boom de trabalho foi a legalização da maconha, ocorrida no dia 17 de outubro do ano passado (saiba mais detalhes neste artigo). A movimentação maior para este mercado se deu no plantio, onde o agronegócio enfrenta uma forte demanda por profissionais para lidar com o cultivo da cannabis.

Outras posições que impulsionaram o crescimento de jobs foram as relacionadas aos negócios, a construção e serviços de suporte. As áreas científicas e de logística também tiveram novas posições durante o período.

*Clique aqui e confira os mitos e verdades sobre a vida em solo canadense.

Brasileiros no país

Segundo o Consulado-Geral do Canadá no Brasil, a quantidade de vistos de residência permanente (ou Permanent Resident – PR) emitidas no ano passado bateu um recorde: o país deu 2.800 documentos a brasileiros entre janeiro e agosto (2018).

canada busca

Para se ter uma ideia, em 2015 o número total de PRs expedidas durante os 12 meses do ano foi de 1.750. Esta quantidade se manteve estável no ano seguinte, 2016, com 1.730 residências dadas a brasileiros que foram morar nas terras do True North. Já em 2017, o número cresceu 62% em relação ao período anterior, quando 2.760 permissões foram concedidas. Em 2018, o número de 2.800 PRs já é recorde e a contagem final ainda não foi tabulada, pois o balanço foi somente até agosto. Segundo o Consulado, se a média for considerada, as residências permanentes emitidas chegaram a cerca de quatro mil ao fim do ano.

Muitos destes brasileiros que conseguiram o tão sonhado cartão de residente no Canadá trilharam o caminho de estudar no país. Prova disso é que a quantidade de vistos de estudo liberados os nascidos no Brasil também aumentou com o passar dos anos. Em 2015 foram 5.370 permissões de estudo. Já em 2016 a quantidade aumentou para 5.962 cidadãos brasileiros que foram estudar por mais de seis meses nas mais diversas localidades canadenses. Em 2017, o número saltou para 6.887 vistos de estudo concedidos pelo Canadá aos  brasileiros, representando um crescimento de 16% em relação ao ano anterior.

O setor de serviços e imigração do Consulado-Geral atribui este aumento a vontade que os brasileiros possuem de morar no Canadá, além do acesso a informação sobre o sistema de imigração que mais leva novos imigrantes ao país: o Express Entry. O país, baseado em seu plano de imigração plurianual, divulgado em 2017 e revisado no ano passado (clique aqui para saber mais detalhes), quer aumentar o número de imigrantes que chegam para viver em seu território. Nos últimos anos esta quantidade tem sido de cerca de 280 mil residências para as mais diversas nacionalidades do mundo todo.

canada busca

As maneiras de imigrar, estudar e trabalhar no Canadá são várias. Para saber qual delas se encaixa no seu perfil e da sua família, entre em contato conosco! Temos consultores de imigração regulamentados que podem e vão te ajudar a realizar o sonho canadense. Acesse www.immi-canada.com/consultoria-de-imigracao-para-canada/ ou mande um email para contact@immi-canada.com.

Fabíola Cottet

Alguns ficam abertos o tempo todo e recebem inscrições durante todo o ano, para, periodicamente, ranquear os candidatos e convidar os com maior pontuação. Outros ainda funcionam no sistema de first come, first served, ou seja, os primeiros a mandarem seu pacote de aplicação são os que as têm analisadas, sendo que estes processos só abrem em datas determinadas. Existem os processos de imigração federais, provinciais, para empreendedores, self-employed, Family Sponsorship e uma série de outros programas. No total, são mais de 50 maneiras diferentes de imigrar para o Canadá e realizar o sonho de morar em terras canadenses.

Lembrando que a melhor forma de escolher a maneira que mais se encaixa no seu perfil é fazer uma análise das suas habilidades e experiências, cruzando com as exigências do Immigration, Refugees and Citizienship Canada (IRCC). Um bom jeito de fazer isto, é por meio da nossa consulta de imigração. Nela, nossos especialistas irão traçar seu perfil e da sua família, lhe mostrando o melhor caminho para aplicação, respondendo seus questionamentos e indicando quais são as possíveis formas de melhorar sua pontuação. Entre em contato conosco no link www.immi-canada.com/consultoria-de-imigracao-para-canada/ ou pelo email contact@immi-canada.com.

Listamos abaixo alguns dos processos e links para mais informações a respeito dos mesmos. Veja em qual deles você mais se encaixa e acesse os links para descobrir detalhes. Alguns aceitam inscrições de estrangeiros que estejam fora do país e outros somente se o aplicante já estiver em solo canadense. Por isso, aconselhamos a leitura dos textos que se encontram nos links abaixo que proporcionam uma noção de como são os processos para imigrar para o Canadá, como funciona o Express Entry e quais são as vantagens de trabalhar e estudar no Canadá.

imigrar para o canada

Processos federais

Dos programas de imigração no âmbito federal, sem dúvida nenhuma o Express Entry é o mais procurado. Resumidamente, ele é um sistema de imigração econômico canadense que convida candidatos qualificados e que cumprem suas exigências a estabelecer residência no país. O sistema gerencia aplicações da categoria Economic Classes Skilled Worker, sendo elas o Federal Skilled WorkerFederal Skilled Worker Trades e Canadian Experience Class. Ele foi implantado no país em janeiro de 2015, substituindo um antigo sistema que não estabelecia um pool com um ranking de pontuações, mas sim era analisado por ordem de chegada.

Os outros programas que se enquadram nos federais são os das categorias de Business Immigration, Caregiver e Family Sponsorship.

Express Entry

Business Immigration

Caregiver Program

Family Sponsorship

Atlantic Immigration Pilot

Imigração provincial

As províncias canadenses são bem autônomas no que diz respeito a regras próprias para quase tudo. O governo federal estabelece padrões a serem seguidos, mas cada território tem seu próprio processo de imigração provincial, chamados de Provincial Nominee Program (PNP). Embora com características específicas, elas possuem em comum alguns critérios básicos quando o assunto é imigração: oferta de trabalho ou profissão em demanda na localidade, proficiência no idioma e comprovação financeira. Novamente, as exigências para cada região são determinadas pelo governo local, por isso a importância do auxilio de um profissional que entenda de todas as regras e saiba qual funciona melhor para cada candidato. Saiba detalhes a respeito dos processos de cada uma neste link.

É importante frisar que, dentro de cada um dos programas provinciais, existe uma série de categorias passíveis de aplicação, que possuem exigências e regras atribuídas por cada província, como os programas locais de investidores, os destinados a estudantes, para aqueles que possuem uma oferta de trabalho, dentre diversas outras possibilidades. Por isso, a importância da ajuda do profissional de imigração para auxiliar na escolha dentre tantas opções.

Fonte: https://www.canada.ca/en/immigration-refugees-citizenship.html.

Fabíola Cottet

A província de British Columbia (BC) anunciou recentemente (22 de novembro), um novo programa piloto de imigração para empreendedores, o Entrepreneur Immigration – Regional Pilot.  O objetivo deste novo meio de imigrar, segundo o governo da região, é fazer com que os benefícios da imigração de investidores sejam expandidos para cidades menores da localidade, não ficando somente concentrados em Vancouver e região.

O objetivo é atrair os empreendedores para comunidades menores. O programa é piloto, como o próprio nome já diz, e está programado para durar dois anos, a princípio, sendo que dependendo dos resultados obtidos neste período ele pode ser estendido a outras regiões ou prorrogado. Ele deve iniciar no começo de 2019 e vai ficar debaixo do crivo do British Columbia Provincial Nominee Program (BC PNP), funcionando em parceria com comunidades da região para que 75 mil pessoas, no mínimo, sejam convidadas a abrir um negócio em seus territórios.

*Já dissemos aqui que o Canadá oferece diversas maneiras de imigrar que vão muito além do Express Entry. Para saber mais sobre elas acesse este link.

Para serem inscritas no Entrepreneur Immigration – Regional Pilot, as cidades devem estar localizadas a mais de 30 quilômetros de um centro populacional de 75 mil habitantes ou mais. No anúncio, a província disse que as comunidades menores estão enfrentando uma grande dificuldade, com desafios econômicos e demográficos causados pelo envelhecimento da população e pela falta de oportunidade para os mais jovens.

british columbia

Em um grande cenário, os candidatos que desejam criar um negócio terão de atender às necessidades específicas identificadas pelas comunidades participantes e, em troca, as cidades e os parceiros locais vão apoiar os empreendedores selecionados à medida que eles se instalam. Um dos requisitos do programa é que todos os empresários interessados devem fazer uma visita exploratória na comunidade onde desejam estabelecer seus empreendimentos e obter uma referência do local antes de se inscrever para o Regional Pilot.

Critérios e elegibilidade

Após a aplicação e aprovação, os empreendedores que obtiverem sucesso irão receber um Temporary Work Permit, que nada mais é do que uma permissão de trabalho temporária. O BC PNP emitirá, posteriormente, uma nomeação para residência permanente, uma vez determinado que o negócio cumpriu todos os critérios descritos em seu Performance Agreement, que nada mais é do que um contrato onde a região estipula que o novo empreendimento deve atingir determinadas metas em um período de tempo exigido.

Para este programa de imigração piloto, a região reduziu os valores exigidos tanto no que diz respeito a patrimônio pessoal quanto em disponibilidade de investimento, quando comparamos com a categoria básica de Entrepreneur Immigration, que funciona também para os grandes centros urbanos de British Columbia (para mais informações sobre este programa clique aqui). Isto reflete claramente que, em cidades menores, os custos, tanto para viver como para estabelecer um negócio, são mais baixos.

british columbia

Alguns dos critérios de elegibilidade são:

*Veja mais informações sobre como empreender em outras províncias canadenses clicando aqui.

Durante a visita exploratória, os candidatos devem apresentar sua proposta comercial ao representante designado pelo Regional Pilot, que enviará um formulário de encaminhamento aos órgãos responsáveis pelo PNP de BC como parte do registro do candidato. Os aplicantes receberão uma pontuação ao se registrarem no programa e os com melhores scores serão convidados a enviar uma aplicação completa através de draws mensais de chamadas.

Nós, da Immi Canada, prestamos assessoria completa para empreendedores que desejam aplicar como investidores tanto no processo de British Columbia como em qualquer outro. Para mais informações sobre estes programas, entre em contato diretamente conosco pelo email contact@immi-canada.com.

*Veja mais informações a respeito do programa de Start-up Visa clicando aqui.

Fabíola Cottet

Grupo 1
CONTATO
contact@immi-canada.com
VANCOUVER: +1 (604) 684-0530
TORONTO: +1 (647) 351-5800
Redes sociais
Caminho 139
cartmagnifier