Grupo 1
Grupo 1

Um dos principais atrativos das pessoas em imigrar para o Canadá, é saber que no país será possível recomeçar ou se estruturar em uma carreira profissional. Além do óbvio como a paisagem do país, a economia, o poder de compra, a segurança, mobilidade, e etc.

A grande verdade é que sim, o Canadá precisa de imigrantes sim, mas aqueles com habilidade e experiência para que possa fortalecer a economia e gerar mais oportunidades, além também de repor a mão de obra no mercado de trabalho, tendo em vista a idade avançada e aposentadoria dos servidores.

Ao chegar ao país, diversas diferenças podem até assustar o novo imigrante. Um dos fatores de extrema importância ao começar a estruturar o “Plano Canadá”, é pensar em como será a portabilidade da experiência de trabalho adquirida no seu país de origem no Canadá.

Depois a preocupação é em como se posicionar no mercado de trabalho canadense é uma das principais preocupações de quem deseja viver permanentemente no Canadá.

*Leia - Como trabalhar no Canadá e se destacar no mercado de trabalho
*Leia - Como preparar o seu currículo para o mercado de trabalho no Canadá

Conheçam Kátia e Victor

Essa realidade não foi diferente para os nossos clientes Victor Esteves e Kátia Igarashi, que após 4 anos de processo, recentemente se tornaram residentes permanentes.

Dentre as várias nuances do casal, nos chamou muito a atenção a profissão que a Kátia conquistou nessa fase no Canadá. Formada em designer gráfico, Kátia hoje é um talento despontando em um estúdio de tatuagem em Toronto.

Na entrevista abaixo, vamos conhecer mais sobre a história do casal saindo do Brasil e chegando ao Canadá. Qual o processo imigratório que eles aplicaram. Suas primeiras experiências e percepções sobre o país. E vamos conhecer como Kátia realizou essa mudança em sua carreira profissional, cada vez mais em ascensão.

A entrevista foi realizada com a Kátia, tatuadora brasileira no estúdio Bini Tattoo. Por lá, ela é mais conhecida como Kay.

- Como foi que vocês escolheram o Canadá para se tornar lar?

Em 2012 eu e meu marido, Victor Esteves, fomos fazer uma viagem para alguns países na Europa. Portugal estava entre eles e começamos a pensar em uma possibilidade de viver em outro país, porém estávamos ambos construindo nossas carreiras e fomos deixando esse sonho de lado. Em 2017 o Victor trouxe esse assunto de novo para casa e o Canadá foi o país que escolheu para conhecer, mais especificamente Toronto, e veio passar 1 mês aqui explorando a cidade. Quando voltou ao Brasil conversamos bastante e com a sua empolgação não precisou de muito pra me convencer e começarmos a planejar todos os detalhes para essa grande mudança em nossas vidas. A única condição era trazer nossas duas gatinhas, e o resto a gente iria fazer acontecer. Bom, aqui estamos e obviamente elas estão aqui com a gente. 

- O que te chamava atenção no país antes de se mudar?

Eu não sabia muita coisa sobre o Canadá. Mas a partir do momento em que decidimos, mergulhamos em muita pesquisa, assistindo vídeos, ouvindo podcasts, lendo notícias sobre o país e foi aí que a certeza veio de fato, pois como planejávamos em um futuro próximo aumentar nossa família, toda a parte mais humanizada do parto, a educação do país e claro, a segurança foram determinantes para seguirmos com o plano com ainda mais vontade e foco. 

- Quem era você ainda no Brasil? Qual profissão?

Eu procurava me encontrar. Sou formada em design gráfico e estava atuando na área de design de interiores no Brasil, tinha até um escritório, com projetos para diversos clientes, mas isso ainda não me completava.

Como pessoa, sempre fui mais introvertida e deixava as pessoas falarem por mim, me escondia por trás de vozes de amigos. Eu não era eu, não tinha motivação mas sabia que a arte era parte de mim e de alguma forma deveria se manifestar na minha vida. 

- Qual foi o processo de imigração de vocês? E como foi a linha do tempo até virarem PR

O inglês é fundamental e isso era um ponto de muito aperfeiçoamento para que pudéssemos ter a vida que planejamos. Então, após a nossa primeira conversa com a Celina, definimos que, por conta do início do College em Setembro e do tempo que o Victor precisaria estudar inglês para estar habilitado para o seu curso, nós iríamos inicialmente como turistas e ambos estudariam o idioma. Em seguida, aplicamos para o visto de estudo para o Victor e o de trabalho para mim. Então, na data que planejamos ele aplicou para o College e eu fui trabalhar. No fim do College ele estava fazendo Co-Op e e aplicou para o PGWP para poder seguir trabalhando onde estava. Em seguida fizemos mais uma conversa com a Immi sobre qual seria o caminho para aplicarmos para nossa residência permanente e o OINP era o mais simples para nós e optamos por ele, pois a empresa em que estávamos (sim, trabalhamos na mesma empresa) era elegível e aceitou assinar o processo. Desde o dia que chegamos até a confirmação do PR foram 4 anos e 2 meses de muita troca de emails e telefonemas com a Immi, que nunca nos deixou sem resposta. 

- O que tem achado do Canadá até o momento?

Sempre falamos sobre isso em casa. Somos muito gratos por termos nos dado o direito de recomeçar a vida em um país tão justo e bonito. Embora eu naturalmente seja uma pessoa otimista, sei que nada, nem ninguém é perfeito, mas ainda assim tive muito mais momentos felizes do que ruins na nossa vida aqui. A educação e a paciência das pessoas com quem ainda tem dificuldades no idioma é acolhedora e faz com que você tenha coragem para enfrentar o que vier pela frente. Além disso, a segurança de poder andar na rua sem medo nenhum de ser assaltado enquanto fala no celular ou abrir seu laptop no ônibus para resolver algo do trabalho; a segurança de ser mulher e poder se vestir como quiser sem ter medo de ser abusada. São tantas vantagens que poderia ficar um bom tempo falando. Não tem como ter escolhido melhor. 

- Como a tatuagem surgiu na sua vida?

No Brasil, tinha uma grande amiga tatuadora. Ela é muito talentosa e me deu as primeiras aulas sobre o assunto. Ganhei a minha primeira máquina e tatuei alguns amigos corajosos que se aventuraram comigo. Embora eu gostasse muito, naquela época não conseguia vislumbrar a tatuagem como sendo um futuro para mim. Como falei, o Canadá é a possibilidade de um recomeço e embora trabalhando em outro lugar, comecei a pensar o que me faria feliz. A tatuagem veio rápido na cabeça e no coração, então fui buscar uma oportunidade como aprendiz em um estúdio. Fui aceita em um bem legal e já criei uma conta no Instagram para postar tudo que fizesse de tatuagem (https://instagram.com/imokay.art). Em apenas uma semana fui convidada para ser uma das tatuadoras do estúdio! Fiquei surpresa, mas aceitei e fui aperfeiçoando e me conhecendo mais e mais a cada dia como tatuadora. 

Leia também: Toronto é a melhor cidade para mulheres construírem carreira profissional

- Pesquisava sobre a profissão tatuador no Canadá?

Na verdade não. Isso é algo que recomendo a todos. Se você tem algo que goste de fazer, pesquise desde o começo como é essa área no Canadá. A tatuagem aqui é muito bem aceita e valorizada. No meu caso, todo o processo de se preparar para vir, tudo que foi deixado para trás e todo o caminho percorrido para chegar no tão sonhado status de residente permanente me fez enxergar o quão forte e determinada posso ser. Então quando fui em busca do me trazia alegria, em busca da minha realização profissional, já tinha coragem o suficiente e a determinação necessária para que isso pudesse acontecer. Sim, vir para o Canadá me ajudou a descobrir meu real talento. 

- Como é trabalhar num estúdio de tatuagem no Canadá?

Embora não possa comparar como seria trabalhar em um estúdio no Brasil, a minha experiência não poderia ser melhor aqui! 

Como esse estúdio tinha acabado de abrir essa filial, tudo era novo para mim e para todos. Eu me senti muito acolhida pelos colegas, afinal começamos relativamente juntos na unidade e estamos crescendo juntos como artistas.

Estou podendo desenvolver minhas habilidades e técnicas como tatuadora, além do meu inglês ter dado um grande salto desde que comecei. O contato com os clientes, falando sobre assuntos e temas tão íntimos, fazem você começar a desenvolver ainda mais vocabulário. Por sinal, meus clientes foram todos maravilhosos até hoje, e isso faz toda a diferença. 

- Qual a diferença cultural na aceitação da tatuagem no Canadá?

No Brasil a tatuagem ainda é marginalizada em alguns lugares e empresas, sinto que aqui é muito mais aceita. Como comecei a tatuar profissionalmente aqui, não posso comparar clientes em relação a tatuagem, mas posso falar de pessoas. Tenho criado tantas conexões e dividido tantas histórias de uma forma tão natural e saudável com os meus clientes que embora acredite que tudo isso também seja possível no Brasil, aqui eu sinto como as pessoas podem ser elas mesmas, sem nenhum medo. Isso faz tudo ser leve e verdadeiro. Agora uma coisa que aqui faz parte da cultura e eu acho maravilhoso é o “tip” ou “gorjeta” para quem presta um serviço. Nos bares e restaurantes aqui eu sempre fui generosa com os profissionais que prestam um bom serviço para mim, e tenho recebido o mesmo reconhecimento dos meus clientes. Isso faz uma grande diferença no fim do mês e estimula o profissional a sempre atender seus clientes da melhor forma. 

- Qual o plano futuro de vocês no Canadá?

O grande objetivo de alcançar a residência permanente foi concluído. Isso abre diversas possibilidades para cada um de nós. Agora já começamos a falar sobre a nossa futura cidadania, que em dois anos já poderemos aplicar. Começamos a planejar a chegada para nosso bebê, e assim como fizemos enquanto ainda estávamos no Brasil, estamos planejando com carinho a FASE 2 do Plano Canadá. Na verdade, agora chamamos de plano de vida, pois estamos em um lugar que amamos e podemos chamar de casa! O Victor está sempre se conectando com pessoas novas e pensando em diferentes caminhos para seguir e eu me sinto realizada como tatuadora. Sei que o aprendizado é para sempre, então me mantenho aberta e pronta para me desenvolver com cada experiência nova que esse país pode me proporcionar.

Veja aqui: O impacto dos estudantes internacionais no mercado de trabalho no Canadá

Você está pensando em trabalhar no Canadá? Nós podemos te auxiliar a conquistar a sua permissão de trabalho.

Entre em contato conosco pelo e-mail: contact@immi-canada.com

O atendimento inicial com a nossa equipe é totalmente gratuito.

E se quiser agendar uma consulta express de 20 minutos por CAD$99. Você pode fazer online, basta acessar o site: https://www.immi-canada.com/consulta-online/

A Immi Canadá, em parceria com a 3RA Intercâmbio, realiza uma grande feira, acompanhada de palestras e seminários, que acontece entre os dias 2 e 4 de abril, em Recife.  O local é o Transamérica Prestige Beach Class International e os horários são diferentes para cada workshop (confira programação abaixo).

Cada vez mais brasileiros buscam uma qualidade de vida melhor no exterior e o Canadá é um dos destinos mais procurados. Em dezembro de 2017 a taxa de desemprego no país ficou em 5,7%, sendo esta a menor taxa em 40 anos. Celina Hui, diretora e consultora de imigração da Immi Canadá, e Francisco Zarro diretor da 3RA Intercâmbio, realizam uma palestra completa falando a respeito de estudo e imigração para terras canadenses. O seminário vai abrir a feira no dia 2 de abril, das 18h às 20h30 e traz temas como o processo do Express Entry, como se tornar um candidato qualificado para imigrar, mitos e verdades, imigração provincial, sistema educacional canadense, como o estudo pode auxiliar no processo de imigração, saúde pública canadense para estudantes internacionais, escola pública para os filhos e diversos outros assuntos.

A ILSC Language School, Capilano University, Humber College e Seneca College já confirmaram a participação, com feiras abertas ao público e a realização de um seminário exclusivo para os interessados, que acontece no dia 3 de abril, das 18h às 21h45.

Além de todos os eventos, Celina fica disponível para consultas presenciais de imigração nos dias 3 e 4 de abril, das 9h às 18h. Os atendimentos podem ser agendados pelo site https://www.immi-canada.com/consulta/. A consultora de imigração regulamentada pelo RCIC (Regulated Canadian Immigration Consultants), fala sobre a importância dos eventos. “Estamos realizando o maior tour do ano em diversas cidades e escolhemos Recife para abrir o ciclo. Trataremos de temas importantíssimos para quem quer imigrar ou estudar no Canadá. Então é uma oportunidade única para saber a respeito do Canadá, participar de uma feira com as melhores instituições canadenses e acompanhar um seminário exclusivo com as escolas”, ressalta ela.

A entrada na feira é gratuita, porém as vagas são limitadas (para se inscrever acesse https://www.immi-canada.com/palestra-estudo-imigracao-2018/. O seminário apresentado por Celina Hui e Francisco Zarro tem um custo de R$ 150,00 reais por pessoa. Já a palestra com as escolas parceiras custa R$ 20,00 por inscrição. Ambos necessitam que o interessado se inscreva antecipadamente pelo link . Basta acessar, escolher a cidade e quais palestras ou feiras e proceder com o cadastro.

Recife (PE)

Local: Transamérica Prestige Beach Class International.

Datas: entre 02 e 04 de abril.

Eventos: palestra com Celina Hui e Francisco Zarro, feira com escolas de idiomas e colleges canadenses e seminário com as instituições.

Palestra com Celina Hui e Francisco Zarro: dia 02 de abril, das 18h às 20h30.

Feira das escolas: dia 03 de abril, das 10h às 16h e dia 04 de abril, das 15h às 20h.

Palestra exclusiva com colleges: dia 03 de abril, das 18h às 21h45.

Consultas presenciais com Celina Hui: dias 3 e 4 de abril, das 9h às 18h.

Mais informações, inscrições, horários e detalhes: https://www.immi-canada.com/palestra-estudo-imigracao-2018/

[TEMPO RECORDE] Nosso cliente passou por todo o processo provincial e recebeu o convite no Express Entry em pouco mais de um mês. Com uma oferta de trabalho no NOC 0213 - Computer and information system manager, o cliente foi nomeado pela província em menos de 24 horas e no dia seguinte recebeu um convite no draw dessa quarta-feira.

Equivalência acadêmica de um Mestrado em Engenharia Elétrica

Mais 9 anos de experiência profissional no NOC 0213 - Computer and Information System Manager

Possui open work permit e trabalha para o empregador que fez a oferta desde outubro de 2017

Idade: 35 anos

IELTS:

Listening: 6.5

Reading: 6

Writing: 6

Speaking: 6.5

Conjuge

IELTS:

Listening: 7.5

Reading: 6

Writing: 6.5

Speaking: 7

10/02/2018 - Data da criação do perfil no Express Entry

13/02/2018 - Data da criação do perfil no BCPNP

14/02/2018 - Data do convite do BCPNP

12/03/2018 - Data da aplicação no BCPNP

13/03/2018 - Data da nomeação no BCPNP

14/03/2018 - Data do recebimento ITA do Express Entry

Precisa de ajuda com o planejamento de imigração para o Canadá, agende sua consulta com a Celina Hui, nossa consultora de imigração ou com o Shervin em inglês: www.immi-canada.com/consulta

Sem oferta de trabalho ou experiência profissional no Canada , o cliente recebeu hoje a nomeação provincial de BC através do EE - International Post-Graduate. 

Agora, com 922 no pool do Express Entry, aguardamos o próximo draw para receber o ITA e aplicar apara a residência permanente.

Mestrado na UBC - Craniofacial Science

IELTS:

Listening: 6.5

Reading: 6

Writing: 7

Speaking: 6.5

9/2016 - Emissão do diploma

25/9/2017 - Envio dos documentos para o BC PNP

28/9/2017 - Nomeação provincial

No post de hoje iremos abordar os testes de inglês do IELTS e Celpip. Nos últimos anos muitas pessoas estão realizando o sonho de viver como residentes permanentes no Canadá por intermédio do Express Entry (EE). Trata-se de um processo de imigração baseado na atribuição de pontos aos candidatos a partir uma série de requisitos e regras. Fatores como a escolaridade, a idade e experiência profissional, são levados em conta, e um outro item que tem um grande peso na elegibilidade e pontuação final é a proficiência no Inglês ou Francês.

Desta vez vamos falar a respeito dos testes cujas notas são aceitas pelo CIC (Citizenship and Immigration Canada) como comprovação do conhecimento especificamente em Inglês, que são o IELTS e o Celpip. Mas antes, veja um vídeo feito pela consultora de Imigração, Celina Hui, que traz um resumo das oportunidades de imigrar para esta porção da América do Norte via EE:

Como provar o conhecimento no idioma “Inglês”?

Grande parte dos brasileiros que tem o objetivo de imigrar via Express Entry optam por fazer uma das provas que avaliam o idioma Inglês, e neste momento as opções oficialmente aceitas são somente o IELTS e o Celpip. Vale lembrar que as pessoas que possuem o conhecimento em Francês devem fazer o exame chamado TEF para obter os devidos pontos.

IELTS – International English Language Testing System

Atualmente, se você está no Brasil a única opção é fazer o IELTS, pois o Celpip é aplicado no Canadá (há somente uma unidade fora do país que fica em Dubai). Este é um teste bastante tradicional e popular, de responsabilidade da “British Council, IDP: IELTS Australia and Cambridge English Language Assessment”, que existe há mais de 25 anos. A prova é aplicada em mais de 100 países, e a versão voltada para fins de imigração neste caso é a “General Training”.

O IELTS avalia as habilidades de ouvir (listening de 30 minutos), ler e interpretar (reading de 60 minutos), escrever (writing de 60 minutos) e falar (o speaking dura em média de 11 a 14 minutos) em Inglês, numa prova cujo tempo total é de 2 horas e 45 minutos. O formato é em papel, ou seja, nenhuma das etapas é feita no computador, e a parte em que serão pontuados os conhecimentos da fala o candidato irá conversar individualmente com um examinador.

A pontuação varia entre 0 e 9 e as notas alcançadas se transformam em pontos de acordo com os critérios do Canadian Language Benchmarks (CLB), que vai de 4 a 10. Veja a tabela que explica mais detalhes sobre esse “ranking” no texto CLB x IELTS – Equivalência das Notas.

Saiba que existem mais de 1.100 endereços espalhados pelo mundo aptos para a aplicação deste teste, o resultado do exame sai em 13 dias após a realização da prova e tem validade de dois anos.

Celpip - Canadian Exam Language Proficiency Index Program

O Celpip é uma opção de teste para quem já está no Canadá (ou em Dubai) e sua pontuação também é aceita pela imigração no Express Entry. A responsabilidade por esta avaliação é da Paragon Testing Enterprises, uma subsidiária da Universidade de British Columbia e tem base no Inglês canadense.

Para fins de imigração a versão aceita é o “CELPIP General” e também atribui notas para as mesmas competências do IELTS (escutar, leitura, escrita e fala). Neste caso, os candidatos realizam todos os componentes do exame através de um computador, no tempo máximo de três horas. Desta maneira, a interação é feita via máquina, com um fone de ouvido e tudo sendo gravado.

O resultado final se dá a partir de uma pontuação que varia de M (0,1,2) considerada a proficiência mínima, e segue até o máximo de 12 pontos que representa que o candidato tem um “conhecimento avançado” no idioma. As notas saem em oito dias úteis, mas quem quiser obtê-las antes desse prazo precisa pagar uma taxa extra ao se registrar para fazer a prova.

Há cerca de 40 unidades espalhadas pelas províncias canadenses que aplicam os exames do Celpip. Lembrando que existe também o “Celpip General LS (Listening e Speaking)” que deve ser feito para quem já é um residente permanente no país e está na busca de ser oficialmente um cidadão canadense, sendo assim aceito pelo CIC (Citizenship and Immigration Canada). Para mais detalhes clique aqui.

E mais...

Confira todas as equivalências de notas dos testes aceitos pela imigração canadense aqui.

Modelos gratuitos dos testes

Se você já está se preparando para realizar o IELTS ou Celpip (ou vai começar a partir de agora!), saiba que as empresas que ministram os exames disponibilizam muitas dicas e modelos que servem de base para os candidatos. Confira abaixo os respectivos links e boa sorte!

IELTS

Celpip

Pretende aplicar para o Express Entry? Nós podemos te ajudar... conte com a Immi Canada ?

Abaixo a timeline de mais três clientes da Immi Canadá que receberam o ITA, o convite da imigração para aplicarem para a residentes canadenses permanente.

- Com Work Permit válido e experiência de trabalho no Canadá, o aplicante foi sorteado com 440 pontos.

Aplicante principal:
28 anos
Bacharelado em Design e Pós-graduação em 3D Animation
2 anos de experiência de trabalho no Canadá no NOC 5241 – Graphic Designer
IELTS:
Listening: 6
Reading: 7
Writing: 6.5
Speaking: 7

Cônjuge:
27 anos
Graduada em Propaganda e Marketing com Pós-graduação em Business no Canada
IELTS:
Listening: 8.5
Reading: 7.5
Writing: 7
Speaking: 8

27/5/2014 - Emissão da permissão open work permit ( baseado no study permit do conjuge).
2/5/2017 - Criação do perfil no Express Entry
4/5/2017 - Recebimento do ITA


 

- Mais um cliente Immi foi contemplado com os pontos adicionais através do BC PNP. Com 955 pontos, recebeu o ITA.
Aplicante principal: ( portador de um open work permit)
38 anos
Bacharelado em Arquitetura e Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos
+10 anos de experiência de trabalho fora do Canadá no NOC relacionado à oferta de trabalho
IELTS:
Listening: 7.5
Reading: 8.5
Writing: 6.5
Speaking: 7

Cônjuge: ( estudante no Canada)
39 anos
Graduada em Medicina
IELTS:
Listening: 7
Reading: 7.5
Writing: 6.5
Speaking: 7
28/4/2016 - Emissão das permissões de trabalho.
23/12/2016 - Criação do perfil no Express Entry
1/5/2017 – Confirmação da nomeação no BC PNP
4/5/2017 - Recebimento do ITA no Express Entry


 

- Esse cliente recebeu pontuação extra através de um programa provincial.
O aplicante principal possui open work permit ( baseadp no study permit da esposa) e foi contemplado com 600 pontos pelo BC PNP.

Aplicante principal:
31 anos, casado
Graduado em Ciencias da Computação
3 anos de experiência de trabalho fora do Canadá.
IELTS:
Listening: 6
Reading: 7.5
Writing: 6.5
Speaking: 7

obs: sabendo que ele receberia os 600 pts, nao solicitamos o ECA e nem IELTS /CELPIP da esposa.

8/6/2016 - Emissão da permissão de trabalho
4/4/2017 - Criação do perfil no Express Entry
5/4/2017 - Criação do perfil no BC PNP
1/5/2017 – Confirmação da nomeação no BC PNP
4/5/2017 - Recebimento do ITA no Express Entry

 


 

A Immi Canadá agradece a todos pela confiança e especialmente esses três clientes que nos permitiram compartilhar algumas das informações do processo de imigração aqui em nosso blog e nas redes sociais. 🙂 Desejamos sempre que tudo continue dando muito certo e que vocês sejam muito felizes no Canadá. Conte conosco!

 

 

Mais clientes da Immi Canadá felizes. ITA em mãos!

Dia 02/11 mais um sorteio do Express Entry com pontuação caindo para 472 e 2080 ITAS!! O maior da historia do EE!!!! 4 clientes da Immi contemplados no draw. ☺️☺️

Abaixo vamos divulgar alguns perfis de clientes da Immi Canadá que receberam o ITA para ajudar quem está planejando imigrar para o Canadá

Perfil de um dos clientes contemplado no Draw do dia 02/11 🙂

Cliente possui um LMIA- Sales, Marketing and Adv. Manager(NOC 0611)

Aplicante principal: Idade: 42 anos
Mestrado em Administração de Empresas.
4 anos de experiência de trabalho internacional.

Atualmente se encontra no Canada, porem ainda NAO completou 1 ano de experiencia de trabalho canadense

CELPIP:
Listening: 9
Reading: 12
Writing: 9
Speaking: 12

Cônjuge: Idade: 48 anos

22/4/2016 - Aplicou para o LMIA ( dual intent)
3/5/2016 - Aprovação do LMIA
15/5/2016- Emissão do work permit.
27/10/2016 - Criação do perfil no Express Entry.
2/11/2016 - Sorteado com 973 pontos.

cliente-perfil ITA

 


 

[EEBC] Mais um cliente da Immi contemplado no DRAW do dia 02/11  🙂

O aplicante principal possui work permit e o cônjuge study permit. Os dois vieram para Vancouver em 2015.

Aplicante principal: Idade: 31 anos
Bacharel em Hotelaria - Recebeu uma proposta de trabalho como Chefe de Concierge.
IELTS:
Listening: 7.5
Reading: 8
Writing: 6
Speaking:6.5

Cônjuge: Idade: 31 anos
Bacharel em Medicina Veterinária e tecnólogo em Marketing.
IELTS:
Listening: 8.5
Reading: 6.5
Writing: 7
Speaking: 7

30/8/2016 - criação do perfil no Express Entry.
15/9/2016 - criação do perfil no BCPNP.
3/10/2016 - submissão do perfil no BCPNP
01/11/2016 - BCPNP aprovado.
2/11/2016 - sorteados no Express Entry com 983 pontos.

Perfil - ITA Express Entry

 


 

Mais um perfil de cliente Immi Canadá que foi contemplado com o ITA no dia 02/11

Uma boa nota na prova de inglês e um ano de experiência de trabalho no Canadá: uma combinação de sucesso.

O aplicante principal e cônjuge possuem work permit e foram sorteado com 492 pontos.

Aplicante principal: 30 anos.
Diploma em Processamento de Dados e pós-graduação em Engenharia de Software.
1 ano de experiência de trabalho no Canadá ( empresa transferiu ele do Brasil para o Canada através do Intra-Transferee program)
3 anos de experiência de trabalho fora do Canadá.
IELTS:
Listening: 7.5
Reading: 8
Writing: 7
Speaking: 8

Cônjuge: 28 anos
Bacharelado em Português e Francês e Literatura
IELTS:
Listening: 8
Reading: 8.5
Writing: 8
Speaking: 7.5

04/04/2015 - Emissão das permissões de trabalho.
26/10/2016 - Criação do perfil no Express Entry.
2/11/2016 - Recebimento do ITA.


 

Desejamos ainda mais e mais realizações, estamos felizes por fazer parte mais uma vez da história alegre de nossos clientes.

Nos encontramos no Canadá.

 

 

O Dia do Canadá um feriado estatutário federal, comemorando o aniversário do 01 de julho de 1867, dia da união de três colônias em um único país chamado Canadá dentro do Império Britânico.

Em 1 de Julho de 1867 foi celebrado com o toque dos sinos na Igreja Catedral de St. James em Toronto, bem como fogueiras, fogos de artifício, exposições militares e música - isso não mudou muito, não!

Uma vez que estamos em um feriado prolongado em todo país (e como sabe fazer um feriado excelente, um canadense), reunimos aqui algumas coisas divertidas sobre o Canadá e trivialidades para que você possa conhecer melhor o Canadá e aproveitar pra valer esse país lindo, alegre e afetuoso.

Vamos a nossa lista:

1- Começando por ela que o Canadense tanto adora - A cerveja! 80% de todo o álcool consumido no Canadá é… aaa... Cerveja!

 

2- Canadá day é celebrado por toda parte com pintura no rosto, fogos de artifício e muita festa. Em Quebec existe uma tradição de comemorar também o dia com mudança de apartamento, de casa, o Moving day, isso acontece porque muitos contratos são marcados para encerrar no dia 1º de julho.

 

3- Os castores, animais símbolo do Canadá são tão doces, bonitinhos, engraçados, carinhosos, opss.. peraí, alguns castores têm sido conhecidos por atacar os seres humanos em determinadas ocasiões. Nada de abraçar castores.

 

4- Corrida de banheira, isso mesmo.. os Canadenses transformam banheiras em lanchas e percorrem 58km por Nanaimo em Vancouver.

 

5- Muitas iguarias Canadenses podem ser encontrados em todo o mundo. 

 

6- Nome do Canadá provém de um pequeno mal-entendido.

 

7- O Narcisse Snake Dens em Manitoba têm mais serpentes por área concentrada do que em qualquer outro lugar do mundo. Por outro lado, não há cobras na ilha de Newfoundland.

 

8- O Canadá tem oficialmente a sua própria bandeira nacional em 15 de Fevereiro de 1965 - quase cem anos depois que ela se tornou um país (em 1867).

 

9- O Canadá possui dois idiomas oficiais, o inglês e o francês, porém os gansos canadenses têm a sua própria língua: cientistas acreditam que no Canadá gansos têm até 13 chamadas diferentes, chamados para saudações, avisos e até para a felicidade.

 

10-Alberta experimentou a mais rápida, a maior alteração de temperatura já registrada no Canadá , a temperatura subiu de -19 a 22 graus em apenas 1 hora. Wow..

 

11- O Canadá tem a sua própria criatura misteriosa do lago, Ogopogo, que declaradamente vive no Lago Okanagan, British Columbia.

 

12- O basquetebol foi inventado no Canadá - Que Estados Unidos, que nada!

 

12- The Bay of Fundi, na parte leste do Canadá, tem a mais alta das marés em todo o mundo. As ondas são mais de treze metros de altura.

 

14- O Canadá tem mais lojas de donut do que em qualquer outro lugar.

 

15- O Canadá tem a única cidade do mundo com dois pontos de exclamação no seu nome: Saint-Louis-du-ha-ha!!* (não estamos a brincando - é verdade!)

 

Vamos comemorar o Canadá day! 

E Viva o Canadá!

 

 

 

Quão caras são as principais cidades do Canadá? Segundo o UBS Group, Toronto e Montreal estão entre as 20 cidades mais caras do mundo.

Isso é o que mostra a tradicional pesquisa Price & Earnings Study a qual é publicada a cada três anos pelo Banco localizado na Suíça e que analisa vários indicadores econômicos para medir os mais variados fatores das principais cidades do mundo, como salários, custos dos produtos, assim como horas de trabalho e dias de ferias.

Esta pesquisa permite através dos anos determinar o poder de consumo de índices como “Índice Big Mac”, que demonstra quanto tempo é requerido em uma cidade para comprar o tradicional hambúrguer do McDonald’s.

Toronto vs. Montreal

 

Nos últimos anos se escutou sobre as custosas cidades ao Oeste do Canada, como Vancouver e Calgary. No entanto, o estudo do UBS inclui somente Toronto e Montreal, o que surpreendeu algumas pessoas.

Toronto é a 12ª cidade mais cara do mundo, quando se exclui os custos de aluguel. Montreal não fica muito longe disso e se encontra na 15ª posição. Veja a lista abaixo:

1.Zurique,Suíça
2. Genebra, Suíça
3. Nova Iorque, EUA
4. Oslo, Noruega
5. Copenhague, na Dinamarca
6. Londres, Reino Unido
7. Chicago, Estados Unidos
8. Tóquio, Japão
9. Auckland, Nova Zelândia
10. Sydney, Austrália
11. Seoul, Coréia do Sul
12. Toronto
13. Milão, Itália
14. Estocolmo, Suécia
15. Montreal, Canadá
16. Miami, Estados Unidos
17. Los Angeles, Estados Unidos
18. Helsinki, Finlândia
19. Hong Kong
20. Paris, França

O interessante é quando se mede os custos de uma cidade, incluindo o custo de aluguel. No caso canadense, o custo de aluguel parece ser baixo, quando comparado com outras metrópoles.

Ao incluir aluguel, Toronto passa da colocação de número 12 para 19, enquanto Montreal passa da 15ª à 26ª da lista.

Salários e poder de compra

Outro ponto interessante do estudo feito pela empresa Suíça, está relacionado aos salários e o poder de compra de seus cidadãos, levando em consideração o custo dos produtos básicos (e não tão básicos).

Sobre receita líquida (Salário Líquido), Montreal surpreendeu sua cidade vizinha (E as vezes rival) ao conseguir a 10ª posição, assim como a 11ª no quesito Salário Bruto. Ao contrário, Toronto conseguiu as posições 14 e 15, respectivamente.

Isso provoca um impacto nos índices de poder de compra, onde Montreal se qualificou entre as 20 melhores cidades. A metrópole de Quebec alcançou a 11ª posição com relação ao poder de compra, enquanto a vizinha de Ontário chegou apenas à 16ª.

Tudo isto reflete em alguns indicadores da vida cotidiana. Por exemplo, em Montreal são necessárias 32 horas de trabalho para poder comprar um Iphone 6 de 16gb. Já em Toronto, pelo contrário, se necessitam 37,2 horas de trabalho para comprar o mesmo produto.

Já em Zurique, que conta com o maior índice de poder de compra, são necessárias apenas 20,6 horas de trabalho para comprar o popular telefone da Apple.

A UBS destaca que este estudo foi realizado entre Março e Abril de 2015, analisando os preços de 122 produtos e serviços, os salários de 15 profissões diferentes em 71 cidades do mundo.

Durante o seu estudo, a UBS explica que em princípio analisaram 72 cidades, mas tiveram que retirar Caracas (Venezuela), por conta da complexa situação política e econômica do país, com grandes flutuações da inflação e taxa de câmbio. Sendo assim, os resultados não representariam as circunstâncias atuais.

Acesse ao estudo completo aqui (Arquivo em PDF): ubs-pricesandearnings-2015-en

 

Fonte: http://noticiasmontreal.com/155133/ubs-prices-earnings-toronto-montreal-canada-ciudades-costosas-mundo-salarios-2015/

Grupo 1
CONTATO
contact@immi-canada.com
VANCOUVER: +1 (604) 684-0530
TORONTO: +1 (647) 351-5800
Redes sociais
Caminho 139
cartmagnifier