Grupo 1
Grupo 1

Se posicionar no mercado de trabalho canadense é uma das principais preocupações de quem deseja viver permanentemente no Canadá.

É importante ressaltar que para conseguir se inserir no mercado de trabalho, primeiro é necessário que a pessoa possua uma permissão de trabalho concedida pela imigração canadense.

Também é importante seguir à risca as determinações desta permissão. Se for uma permissão aberta de trabalho, significa que a pessoa não está vinculado a um empregador especifico, neste caso pode trocar de posição a qualquer momento. 

Como conseguir uma permissão de trabalho?

Esta é uma versão de amostra do study/work permit do Canadá

Existem algumas maneiras de conseguir uma permissão de trabalho no Canadá. Podemos listar algumas das opções possíveis para conseguir o tão sonhado e desejado Work Permit:

Outra categoria é o Open Work Permit, e assim como o nome diz, é uma permissão de trabalho aberta, ou seja, a permissão não está vinculada com nenhuma empresa em específico. Mas tudo dependerá se você é ou não elegível a este tipo de Permissão de Trabalho.

Para saber mais sobre o assunto, leia o artigo completo aqui em nosso blog.

Já tenho a permissão e agora?

Com a devida permissão oficial do Canadá para trabalhar, agora o candidato deve se preparar para as etapas que consistem na contratação de um novo funcionário. É importante se atentar que o mercado de trabalho e a forma como as empresas recrutam os candidatos são um pouco diferentes dos métodos utilizados no Brasil.

Para te deixar mais preparado para esse momento, nós conversamos novamente com a nossa parceira Gabriela Bevilacqua, profissional de RH e criadora da Maple Road, empresa que ajuda os brasileiros a se posicionarem no mercado canadense.

Em nossa primeira conversa aqui no blog, nós conversamos sobre como os candidatos podem se destacar no mercado de trabalho. Agora nós vamos estender esse nosso bate-papo apresentando formas práticas para preparar o currículo, assim como a Cover Letter. Sendo essa uma carta na qual o candidato se apresenta e apresenta suas intenções para a empresa.

Em nossa entrevista, Gabriela revela qual é a melhor formatação de currículo, como funciona o trabalho dos recrutadores e os programas utilizados para filtrar os candidatos, e dicas imperdíveis para uma cover letter de impacto.

Confira a entrevista na íntegra abaixo:

1. Qual a diferença do currículo no Canadá para o Brasil?

- O curriculo canadense tem no máximo 2 paginas, nãao contém  informações pessoais (idade, nascimento, nacionalidade, religiao, sexo). E deve ser otimizado para a vaga.Deve ter um headline (cabeçalho) com todas as qualificações importantes e adequadas para a vaga que está aplicando de forma bem resumida e voltado com o objetivo de preencher a vaga que está aplicando. 

2. Quais são as melhores técnicas para fazer um currículo canadense, levando em consideração que as empresas utilizam um sistema no RH para filtrar os currículos, utilizando palavras-chave?

- O ATS (applicant tracking system) faz uma pré triagem dos currículos dos candidatos. A empresa configura o sistema para caçar as palavras-chaves que ela quer ver no currículo e na cover letter. Quanto mais palavras-chaves colocar, maior as chances de ter os documentos analisados. É um sistema simples onde a maioria das empresas de médio e grande porte utilizam. Por isso é importante otimizar o currículo e a cover letter para cada vaga que for aplicar. É recomendado utilizar essas palavras-chaves de 10 a 15% do total do resume (currículo).

3. Como poderíamos descrever o objetivo de uma Cover Letter, já que essa carta não existe no Brasil?

- A cover letter é uma carta de apresentação. Ela vem primeiro, antes do resume. Ela mostra para o empregador o porquê você tem as qualificações e competências necessárias para aquela vaga. É importante personalizar a cover letter antes de aplicar para cada vaga.

4. Como produzir uma cover letter corretamente?

Primeiramente fazer uma pesquisa sobre a empresa. Colocar porque o candidato se alinha aos valores da empresa, como os valores se conectam com os seus valores, e como a vaga se alinha com você. Colocar um parágrafo com uma conquista profissional mais relevante para aquela posição, e agradecer e se colocar à disposição do empregador para uma futura conversa. É uma carta personalizada onde você vai dizer o que você tem a oferecer a empresa baseado no seu background.

5. Porque é importante ter pessoas como boas referências para as vagas de emprego?

- É importante criar e manter conexões profissionais em toda e qualquer experiência obtida, porque os empregadores vão pedir algumas referências profissionais. Então o candidato pode passar o nome e telefone de um colega de trabalho ou de um supervisor. É importante criar e manter um relacionamento onde você passar, pois no Canadá é de praxe pedir carta de referência, às vezes duas, às vezes três, depende da empresa. Quem está no Brasil e não tem referência, a sugestão é pedir uma carta de referência do seu empregador no Brasil e fazer uma tradução juramentada. Ao final da entrevista você já pode deixar sua carta com o empregador ou esperar quando ele pedir. Se você for proativo e deixar a carta no final da entrevista, pode contar muitos pontos.

6. Quais dicas você daria para quem é chamado para sua primeira entrevista no Canadá? Como se preparar?

- Preparação é a chave do sucesso, precisa se preparar e entender porque a pessoa foi chamada para vaga. Toda vez que o empregador abre uma vaga ele tá querendo solucionar um problema interno, então porque você foi chamado? qual o seu ponto forte? Tem que se preparar para isso, para solucionar um problema e entender que tipo de profissional eles estão buscando.
No Canadá é muito comum que eles façam perguntas de cunho situacional, para você descrever uma situação ocorrida no passado, dizer uma ideia que você teve, um projeto que você desenvolveu, se teve conflito com seu gerente. Dizer um momento da vida que você tomou uma iniciativa. Todas essas situações que você tenha que descrever no passado, lembrar do passado, você precisa usar a metodologia chamada STAR (SITUATION TASK ACTION AND RESULT). Nela você irá descrever a ação tomada por você e qual foi o resultado do projeto, da ideia, ou qualquer situação relacionada ao passado.

Como a Maple Road pode te ajudar?

- A Maple Road treina os candidatos para a entrevista de emprego. Você receberá um material prático, com exercícios e você será treinado por eles, para obter as melhores respostas. É um treinamento ao vivo.

Eles produzem seu currículo, cover letter e todo perfil no linkedin de forma estratégica para que você alcance seus objetivos de trabalho. Também é ensinado como otimizar seu resumo e carta de apresentação para cada vaga de forma simplificada. Também auxiliam em como navegar pelo linkedin e como fazer networking através da plataforma.

Você pode ter uma consulta gratuita agendando pelo link: https://maple-road.ca/products/pre-consultation

Se você deseja obter uma permissão de trabalho no Canadá, entre em contato com a nossa equipe. O atendimento inicial com nossa equipe é gratuito. O nosso e-mail é: contact@immi-canada.com

Conheça a profissão Doula no Canadá

Um dos momentos mais importantes na vida de um casal, e para todos da família, é a chegada de um novo membro, um bebê. Essa também é uma fase delicada que traz muitos questionamentos e até mesmo medo. E tudo pode se agravar quando essa família está longe da sua rede de apoio, e ainda vivendo em outro país.

A profissão de doula é reconhecida e recomendada pela Organização Mundial da Saúde (OMS). É uma profissão que traz humanização na hora do parto. Além de oferecer suporte, apoio, informações e preparo para a gestante, companheiro e familiares, acaba se tornando uma relação de empatia e companheirismo que começa no início da gravidez e se estende até as primeiras semanas do recém-nascido.

Para aqueles brasileiros que desejam viver e constituir uma família no Canadá, saiba que a profissão de doula existe no país e vem cada vez mais ganhando adeptos dos serviços oferecidos. Na província de British Columbia, são em torno de seis doulas brasileiras atendendo casais de brasileiros. 

Nós conversamos com uma dessas doulas que prestam serviço em Vancouver. A doula brasileira Clara Marreiros vem se destacando na cidade com seus serviços, e está se preparando para lançar - em breve - uma mentoria para que doulas que estejam no Brasil e desejam trabalhar no Canadá, cheguem no país preparados para o mercado de trabalho.

Realizamos uma entrevista com Clara, que nos contou sua trajetória do Brasil até o Canadá. Ela nos contou como chegou ao país, como se encantou pelo Canadá, porque decidiu permanecer e como começou na profissão. Ela também vai detalhar como é o serviço das doulas no Canadá, como é o sistema hospitalar para as grávidas no Canadá, e vai também nos contar o parto mais emocionante que ela acompanhou em Vancouver.

Confira abaixo essa entrevista exclusiva para a Immi Canada:

Conta um pouco da sua jornada do Brasil até o Canadá. Como foi o seu processo de imigração?

Eu sou do Rio de Janeiro. Vim para Vancouver em 2017 por 4 meses para estudar inglês. No final do curso, decidi que não queria voltar para o Brasil e sim permanecer no Canadá. Com isso, optei por estudar em um college privado, onde por 2 anos fiz o curso de ‘hospitality management’. No entanto, o status de residente permanente só veio em 2019 através do Spousal Sponsorship.

Como foi o recomeço no mercado de trabalho do Canadá?

Quando obtive a permissão de trabalho, comecei a trabalhar na área que havia me formado em Vancouver. Mas para me inserir no meio da área de doulas, comecei a me divulgar com serviço de babá. Em 2019 decidi fazer um curso de doula e assim comecei a criar meu networking com as doulas locais. Nesse primeiro momento, conciliei o serviço de babá com o início da carreira de doula, que é uma profissão autônoma no Canadá. Até eu conseguir me manter somente como doula, mantive o trabalho de babá.

Você ouviu muitos relatos sobre como funciona a maternidade de modo geral no Canadá? Essa diferença de alguma forma te assustou?

Ouvia dizer que o atendimento obstétrico canadense era de qualidade e eficiente. Com exames, opções gratuitas pelo plano de saúde, podendo escolher entre parteira, obstetra, parto hospitalar ou domiciliar. Essa parte é mais avançada que no Brasil. Fiquei bem feliz com a realidade do Canadá. 

Pode explicar como é o seu trabalho na prática no Canadá?

O serviço de doula é contratado de forma privada, não tem cobertura do plano de saúde. Cada doula tem seu pacote de serviços. Eu ofereço  2 consultas no pré-natal, onde vou até a cliente, conversar com o casal, para traçar o planejamento do parto (local). Explico as opções que o país oferta (parteira, obstetra, parto em casa ou no hospital). É um serviço com bastante informação. 

O diferencial do acompanhamento das doulas, é porque os obstetras fazem consultas muito rápidas e objetivas. Então nós doulas servimos como suporte durante toda gestação, trazendo todas as informações para a hora do parto, com dicas, e até curso pré-natal focado no preparado mental, com técnicas de terapia comportamental cognitiva e até hipnose. 

Tudo para que a gestante entenda que o parto é mais um evento emocional do que o físico, pois o emocional pode afetar na hora do parto. Os dois encontros são presenciais e eu me mantenho disponível durante toda gestação para tirar dúvidas e oferecer suporte por vídeo ou chamada.

Eu estou presente em tempo integral para o parto, a partir de 38 semanas, me coloco de plantão esperando a hora do parto. A gestante vai saber identificar quando está entrando em trabalho de parto, pois nós doulas ensinamos durante as consultas pré-natais. Depois acontece duas consultas pós parto para ensinar como cuidar de um bebê recém-nascido, como eles se comportam, a amamentação e a saúde mental da gestante no puerpério que fica bastante debilitada pela variação dos hormônios. Essa é uma forma de acompanhar a saúde mental da nova mãe, para evitar a depressão pós parto.

O meu atendimento acaba quando o bebê completar 6 semanas de vida do bebê.

Antes da cliente me contratar, há uma entrevista para verificar a compatibilidade da gestante /família comigo, para que esse entrosamento entre nós esteja afiada.

É uma profissão regulamentada no Canadá? Para trabalhar precisa validar o diploma?

Não é regulamentada, qualquer um pode realizar o curso e trabalhar. Há uma associação de doulas em BC (bcdoulas.org) onde tem informações sobre a área na província. Há como conseguir partos voluntários dentro dessa associação. 

Eu oriento a fazer o curso no Canadá, mesmo que já seja a profissão da pessoa no Brasil. Isso é uma dica que serve para entender os métodos canadense de exercer a profissão, assim como aprender as terminologias utilizadas pelos médicos e hospitais do Canadá. 

Como a cultura canadense hospitalar enxerga seu trabalho como doula?

Somos bem recepcionados, os profissionais do hospital entendem e respeitam a profissão. Pois as doulas exercem também um papel de suporte emocional, além do físico. Eles entendem a importância da doula. 

Nós podemos também trabalhar em parceria com as parteiras (midwives) quando há os partos em casa.

Em ambos os casos, nós somos bem-vindas. Quando vamos para o parto, ficamos tempo integral com a gestante. Diferente dos profissionais de saúde que costumam estar somente na hora de realizar o parto mesmo.

Existem muitas doulas no Canadá? Qual a nacionalidade da maioria?

Em BC são em torno de 6 doulas brasileiras. No Canadá a maioria é canadense mesmo, mas há doulas da Espanha, Argentina, México e etc..

Como foi sua primeira experiência de parto no Canadá?

A primeira foi com um casal brasileiro, onde a gestante necessitou de uma cesárea pois o bebê estava em posição inversa chamada de pélvica ( bumbum direcionado para saída e não a cabeça). Foi durante a pandemia, onde eu não pude entrar no centro cirúrgico, então o trabalho foi voltado para trazer muita informação para a gestante sobre a situação do seu parto, durante o pré natal, e sobre a forma que aconteceria a cesariana. Estive presente no pós parto para auxiliar nos cuidados com o bebê, com a amamentação e etc…

Qual foi o parto mais emocionante no Canadá?

Todos são extremamente lindos e amorosos por ser uma nova vida. É um momento muito intenso e muito emocionante. 

Teve um parto que eu participei que foi muito mágico por conta da família. Foi domiciliar, a gestante estava preparada, era sua primeira gestação, estava esperando serena e preparada. Os pais(futuros avós)  estavam presentes, e o pai da gestante estava com medo de não aguentar ver a filha no processo de parir. A mãe da gestante estava segurando a filha pelas mãos, afagando a cabeça, todo um clima de carinho e segurança. No meio do parto até o fim, o pai entrou no quarto (ele estava nervoso e tinha se isolado na casa). Quando viu a cena da filha dando a luz, todos começaram a chorar de emoção com aquele momento. Então essa experiência dos pais participando no parto da filha foi marcante. No final o pai ainda agradeceu por eu ter desmistificado o que ele achava que era um parto (dor e sofrimento).

Qual dica você deixa para as gestantes brasileiras morando no Canadá e que escolhem pelo acompanhamento de uma doula?

Aconselho que os brasileiros procurem uma doula brasileira para que a conexão seja mais direta. Para que a gestante possa ficar tranquila, em paz, confortável com a própria língua e familiarizada com a cultura. No momento do parto, é importante que a gestante esteja tranquila, e é interessante que ela evite ter que pensar e se expressar em inglês no momento do parto, eu acredito que seja o mais indicado.

Fala um pouco mais do seu trabalho, seus projetos e deixa seus contatos para quem tiver interesse em saber mais sobre a profissão no Canadá.

Quem quiser me contratar como doula, pode me seguir no Instagram @clara.marreiros. No link na bio tem um formulário onde a gestante pode selecionar as datas. Como resido em Vancouver, a paciente precisa estar morando em Vancouver também.

Também dou um curso de hypnobirthing, um curso ao vivo de 5 aulas que foca na anatomia e fisiologia do parto, com muitas informações para o acompanhante pode dar suporte para a gestante na hora do parto. A próxima turma inicia-se no dia 3 de maio. Todas as informações estão disponíveis no site oficial (claramarreiros.com)

Com a escassez de doulas brasileiras em Vancouver, estarei criando uma mentoria para quem deseja se tornar uma profissional da área no Canadá. Um curso para quem está no Brasil e deseja vir para o Canadá atuando como doula. Quem chegar no Canadá, também terá suporte em Vancouver presencial, com orientações de como se manter e crescer na área.

E se você precisa de assessoria para vistos e permissões para o Canadá, entre em contato com a Immi Canada. O nosso atendimento inicial é totalmente gratuito. Nosso email é: contact@immi-canada.com

Trabalhar no Canadá: Entrevista com a Gabriela da Maple Road Consulting

Um dos fatores de extrema importância ao começar a estruturar o “Plano Canadá”, é pensar em como será a portabilidade da experiência de trabalho adquirida no seu país de origem no Canadá.

Muitas pessoas utilizam o termo ‘subemprego’, de forma pejorativa, para se referir aos tipos de mão de obras que estão dispostos a exercer enquanto novos residentes no Canadá.Isso pode acontecer, por não haver uma pesquisa completa para se preparar para chegar no país conquistando uma oportunidade de emprego dentro da sua área de atuação. Nada impede também de começar do zero e criar uma nova carreira. Para todos os casos, buscar informações e contatos é fundamental.

Entender as diferenças culturais também é importante para se posicionar estrategicamente e conquistar boas oportunidades. No entanto, como fazer isso antes de estar presencialmente no país? 

Foi por ter vivido na pele essa dificuldade, e ter se sentindo despreparada para encarar o mercado de trabalho canadense, que a Gabriela Bevilacqua, profissional de RH, decidiu facilitar a vida de pessoas recém-chegadas ao Canadá, para que elas possam se preparar de modo efetivo. E foi assim que surgiu a empresa ‘Maple Road Consulting’ com objetivo de ajudar as pessoas a conquistarem uma carreira.

Confira abaixo uma excelente entrevista com a recrutadora, que vai contar como conquistou seu primeiro emprego no país, como foi a decisão de abrir uma empresa para ajudar brasileiros a conquistar uma carreira, quais são as dicas para se destacar no mercado de trabalho e como anda o mercado de trabalho no Canadá para os brasileiros.

Conheça a Gabriela Bevilacqua, profissional de RH e criadora da Maple Road Consulting

Trabalho em RH desde os meus 20 anos! Tive a oportunidade de crescer profissionalmente nesta carreira e meu último trabalho no Brasil foi como Consultora de RH. Sempre estive envolvida com a área de recrutamento, gerenciamento de equipes e carreiras dentro das organizações.  Ao chegar no Canadá, iniciei o processo para me certificar como profissional de RH e dentro de 1 ano, recebi a designação profissional chamada de CPHR, após passar por provas e comprovação de experiência. E isso me abriu muitas portas pois me envolvi diretamente com a Associação de Profissionais de RH do Canadá e participei do programa de mentoria deles, tendo a oportunidade de ser mentorada por uma profissional de RH muito experiente. Entrei no mercado de trabalho daqui como RH Generalista/ Recrutador em uma empresa multinacional de logística e assim, após adquirir experiência e conhecimento em como funciona os dois lados da mesa (Recrutador e Candidato) iniciei o processo de abrir a Maple Road Consulting.

O surgimento da Maple Road Consulting, uma empresa para auxiliar brasileiros a conquistar um trabalho no Canadá

A ideia de criar a Maple Road surgiu da dificuldade que passei como imigrante recém-chegada, pois antes de tirar a certificação e fazer alguns cursos, eu não conseguia entender o porque não estava sendo chamada para empregos dentro da minha área de atuação.

Após trabalhar como recrutadora, e entender como o processo seletivo canadense funciona, passei a pensar e acreditar firmemente que meus conhecimentos adquiridos poderiam ajudar muitos imigrantes brasileiros como eu, a conseguir o primeiro emprego de forma mais rápida e efetiva.

Em 2020 conheci o Chris, que na época desempenhava a mesma função que eu em uma empresa candense e convidei-o para se juntar a mim, e assim, abrimos a Maple Road.  Eu sabia que a experiência dele em recrutamento, comunicação ímpar e habilidade em criar conexões com pessoas, seriam fundamentais para ajudar imigrantes a entrarem no mercado de trabalho e/ ou avançarem em suas carreiras.

E passamos desde então a prover serviços de escrita de documentos profissionais e treinamento para entrevistas de emprego com a grande vantagem de eu ser brasileira e ele canadesene, pois ao compartilhar nossa expertise, trazemos muitos resultados positivos para aqueles que nos procuram.

Após pandemia, como está o mercado de trabalho no Canadá nesse momento?

O mercado de trabalho candense está extremamente aquecido e a tendência é se manter assim pelos próximos anos, segundo relatório da WorkBC. A questão é que há muitos candidatos se questionando sobre esses índices, pois ainda encontram dificuldade em ser chamados pelas empresas. A verdade é que candidatos a emprego, principalmente imigrantes, precisam entender as nuances culturais do mercado de trabalho canadense e se adaptar a elas.

Técnicas para conquistar um trabalho no Canadá

Antes de começar a procurar por vagas, é importante que esteja com seus documentos prontos (Resume e Carta de Apresentação) escritos de forma efetiva e dentro do modelo canadense.  O perfil de Linkedin também deve estar ativo e escrito em inglês. Após essa primeira fase, em que você está com todos os seus documentos de aplicação em mãos e sabe como adaptá-los para cada vaga, comece a usar o Linkedin para criar e aumentar conexões com outros profissionais que estão exercendo funções que se assemelham ao que você busca. Ao se conectar com eles, você pode perguntar sobre a indústria/ empresa em que trabalham ou sobre sua carreira e assim, ganhar mais informações sobre o mercado de trabalho dentro de sua área de atuação. Esta estratégia ajuda a aumentar suas chances de ser visto por outros profissionais, que podem no futuro te recomendar para uma vaga. O uso do LinkedIn como ferramenta de networking é extremamente importante pois além de poder aplicar para vagas, os recrutadores também entram em contato com os candidatos pela plataforma.  Além do LinkedIn, tem o Indeed que hoje é um dos maiores portais de vagas do Canadá.

Como um ‘novato’ conquista o primeiro emprego no país?

Comece primeiramente mapeando todas as tarefas que você desempenha muito bem e então trace os tipos de cargos e indústrias/setores que deseja trabalhar, pois quando se tem uma estratégia e um foco um pouco mais definido, fica mais fácil de comunicar para as pessoas ao redor o que se está buscando exatamente. Use seus primeiros contatos no país para estabelecer sua rede de networking, que pode variar desde o gerente de banco até vizinhos e amigos. Lembre- se de falar sobre sua principal expertise e objetivos profissionais (evite falar: “estou buscando qualquer coisa”) pois soa muito vago para quem ouve e provavelmente, a  pessoa que escutar, não vai conseguir te ajudar.

Vale também destacar que buscar trabalhos voluntários podem ser muito eficazes pois contam como experiência de trabalho candense, geram referências profissionais no país e facilitam a integração com a comunidade e cultura local.

As carências no mercado de trabalho do Canadá

Profissionais da área de saúde, tecnológica e do setor de serviços em geral, sempre são profissionais em alta demanda. Quanto às características de perfil, a adaptabilidade se destaca bastante, pois é um mercado de trabalho muito multicultural e ter disponibilidade em ouvir e se comunicar sem preconceitos com outras nacionalidades e diferentes opiniões, é sem dúvida um característica que as empresas buscam bastante. Mencionaria também a habilidade em aprender rápido e se comunicar com clareza.

Como construir um currículo de trabalho

No curriculo Canadense não tem foto, endereço completo (com CEP, nome de rua), não faz menção a nacionalidade, data de nascimento, sexo e/ou idade. O currículo também é bem compacto (máximo de 2 folhas) e deve ser completamente otimizado para a vaga na qual esteja aplicando e anexado juntamente com a Carta de Apresentação (Cover Letter).

Domínio na língua inglesa abre ou fecha portas?

Não existe inglês perfeito, portanto não deixe de aplicar para vagas por insegurança com o idioma. Lembre-se sempre que o Canadá é um país composto por imigrantes. Porém, cabe aqui ressaltar, que é preciso que estude o idioma, pois ao comparecer a uma entrevista de emprego é importante conseguir se comunicar com clareza sobre suas principais experiências profissionais, resultados alcançados, objetivos entre outros assuntos. Sem dúvida, quanto mais domínio você tiver no idioma, melhores oportunidades você terá.

A importância do networking na construção de uma carreira profissional no Canadá

É muito importante estabelecer networking! Assim que chegar ao Canadá e ao longo de toda sua carreira profissional. O “fazer” networking não termina quando você começa a trabalhar, pelo contrário, criar e manter relações profissionais com outras pessoas é a receita para o seu sucesso profissional. 

O networking é uma relação de troca. O maior erro cometido ao estabelecer conexões é quando uma das partes só fala sobre si. Por isso, sempre pergunte, demonstre interesse e procure ver no que você pode ajudar a pessoa que está se conectando com você, seja através de um evento presencial ou mensagens pelo LinkedIn. Procure manter o contato. Lembre-se que vivemos em uma sociedade relacional e no Canadá não é diferente!

Dicas para quem está a procura do primeiro emprego no Canadá

Amplie ao máximo que puder sua rede de contatos, saiba que tipos de vagas buscar, pois quanto mais você orientar sua busca, melhores e mais efetivos serão seus resultados. Escreva seus documentos profissionais - Currículo, Carta de Apresentação e perfil de LinkedIn de acordo com o mercado de trabalho canadense, sabendo sempre como adaptar estes documentos para as vagas e não deixe de aprimorar o inglês!

Mas eu diria mesmo é para ter determinação e não desistir de aplicar para as vagas, mesmo quando receber feedbacks negativos, continue aplicando e fazendo uma autoanálise sobre como pode melhorar. Não desista nunca de seus objetivos profissionais, pois o Canadá é um país de muitas oportunidades e a jornada do imigrante pode ser difícil no começo, mas ela é recompensadora! Acredite em você!

Maple Road

Para conhecer mais sobre a Maple Road Consulting, acesse o site: https://maple-road.ca/ e nas redes sociais pelo @mapleroadconsulting

E se você deseja obter uma permissão de trabalho para poder construir uma carreira no Canadá, entre em contato com a nossa equipe. O atendimento inicial é totalmente gratuito. Nosso email é: contact@immi-canada.com

Uma pesquisa realizada em janeiro de 2022 e conduzida pela empresa Confused, especializada em traçar comparativos entre produtos e experiências, publicou uma lista com as 30 melhores cidades para se viver aos vinte e poucos anos.

Para traçar esse paralelo entre o que mais agrada a Geração Z e os Millennials, o site levou em consideração alguns fatores sociais e econômicos para fazer o comparativo entre diversas cidades ao redor do mundo.

Para fins de esclarecimento a respeito do público alvo. Há algumas contraversões a respeito dessas classificações etárias, mas por definição os Millennials são os nascidos entre 1980 a 1994, e a Geração Z entre 1995 a 2015.

Fatores Considerados na Pesquisa

A pesquisa utilizou alguns fatores em consideração para pontuar as cidades

- Salário Mensal com os impostos aplicados;

- Custo do aluguel de um apartamento de um quarto;

- Custo de Transporte de uma passagem;

- Custo das Bebidas;

- Programação Noturna;

- Programas para Curtir a Cidade;

- Respeito a comunidade LGBTQ+;

- Pontos Instagramáveis na Cidade;

Metodologia

São 50 cidades escolhidas para o estudo comparativo. Foram analisados 13 pontos de dados coletados em cada cidade, essas métricas foram classificadas dando uma pontuação alta para aquelas cidades com resultados favoráveis ​​para pessoas na faixa etária dos 20 e poucos anos.

As pontuações foram então somadas para dar um índice total que permitiu que as cidades fossem classificadas em ordem de qualificar as melhores cidades para pessoas na faixa dos 20 anos. Pequim não foi incluída nas postagens do Instagram, pois o aplicativo é proibido na China, embora isso não afete a pontuação final dada a Pequim.

Gráfico com o Resultado

Valores indicativos:

Verde: Ótimo
Amarelo: Bom
Laranja: Ok!

Rosa: Regular

Vancouver e Toronto entre as 20 melhores

O Canadá foi representado no ranking com duas das cidades mais populares do mundo: Vancouver em quarto lugar e Toronto na vigésima posição.

A cidade de Vancouver, na costa oeste do Canadá, proporciona aos moradores visuais deslumbrantes sobre o mar e as montanhas. É uma das cidades mais povoadas do país e também uma das mais diversificadas, permitindo que você experimente comida, cultura e entretenimento incríveis.

A cidade se destaca como um ambiente amistoso a comunidade LGBTQ+, obtendo pontuação alta no quesito. Uma de suas ruas - Davie Street - é mundialmente conhecida por agregar em harmonia a diversidade.

Tudo isso tem um custo. O preço médio de um aluguel em Vancouver é em torno de 2 mil dólares, ocupando 46% do seu salário mensal de 4.500 dólares. Com o dinheiro que sobrar, você pode comprar uma cerveja por 7 dólares e andar de transporte por 3 dólares.

A pontuação de Vancouver foi de 70,4 em 100.

Toronto aparece na vigésima posição, se destacando também no quesito respeito e igualdade aos direitos LGBTQ+, porém obteve melhor pontuação, comparado a Vancouver, no quesito ‘Programas para Curtir a Cidade / Vida Noturna.

Ainda comparando as cidades canadenses, a média salarial é um pouco mais baixa, sendo de 4.700 dólares, e o custo de aluguel, transporte e para a cervejinha, também são um pouco mais caros que Vancouver.

A pontuação geral de Toronto foi de 53,3 de 100 pontos possíveis.  

Montreal também aparece na lista das 30 melhores cidades, ficando na posição #27 com o total de 48.4, também obtendo a maior pontuação no quesito respeito e acolhimento a comunidade LGBTQ+.

Canadá um país em pró a diversidade

O primeiro-ministro Justin Trudeau utilizou suas redes sociais no dia 7 de janeiro de 2022, para anunciar que está banido oficial qualquer tipo de ‘Terapia de Conversão’ (Conversion Therapy) no Canadá.

As legislações governamentais já estão em vigor tornando ilegal atos de promover, anunciar, beneficiar ou sujeitar qualquer indivíduo a estas práticas prejudiciais e com teor de ódio. Ele termina a publicação ressaltando que os direitos LGBTQ2 são direitos humanos.

A “terapia de conversão” é qualquer tipo de tratamento, prática ou técnicas utilizadas para reprimir, negar ou não reconhecer orientação sexual que não heterossexual, identidade de gênero ou expressão de gênero não cisgênero, ou qualquer comportamento associado a um gênero diferente do sexo atribuído ao indivíduo no nascimento.

Essa prática é considerada crime e está banida dentro do Canadá.

Crescimento Econômico através de novos imigrantes

O Canadá é um país com uma população nativa com idade avançada. Esse é um dos principais fatores que impulsionam o sistema de imigração do país. Essa mesma população “mais velha” também está se aposentando, deixando um espaço aberto no mercado de trabalho que necessita de nova mão de obra.

Cada vez mais o país vem se tornando atrativo aos jovens. Um dos caminhos para reter esses novos possíveis imigrantes, sendo eles da Geração Z ou Millennials, é a oportunidade de obter uma residência permanente através de um intercâmbio estudantil. Sendo esse um dos principais pilares de crescimento econômico no país. 

Em matéria recente no blog, nós comentamos sobre o impacto dos estudantes internacionais, que obtêm o PGWP (permissão de trabalho após a conclusão do curso), no mercado de trabalho canadense.

No entanto, não é impossível imigrar para o país após os 40 anos. Existem maneiras de fazer com que o candidato tenha uma pontuação e seja chamado pelo sistema do Express Entry, assim como alguns programas provinciais disponíveis para facilitar esse caminho. Aqui no blog nós já conversamos com um cliente que obteve essa conquista. 

Independente da sua idade, a nossa equipe está apta para te auxiliar tirando todas as suas dúvidas sobre qualquer processo de imigração do Canadá. O nosso atendimento inicial é totalmente gratuito. Entre em contato pelo email: contact@rodolfo-immi

As projeções para o mercado de trabalho no Canadá pós-pandemia.

A pandemia mundial do coronavírus trouxe diversos impactos no Canadá, e um dos setores mais afetados foi o da economia. O país basicamente sustenta sua base econômica através do seu sistema de imigração, que permite novos imigrantes a desembarcarem no país, muitos com permissão de trabalho, para que o país possa não só renovar sua população que anualmente se aposenta, mas também para se manter.

Por isso, atualmente existem mais de 80 programas de imigração, espalhados entre as 10 províncias e 3 territórios do Canadá. O país se destaca dos demais, quando analisado o quesito intercâmbio estudantil, por permitir que seja uma porta de entrada ao aplicante para adquirir uma residência permanente após a conclusão do curso. Outra vantagem é que durante os intervalos estabelecidos (férias), o aluno que possui uma permissão de estudo - não se aplica aos estudantes de pathway - pode trabalhar durante tempo integral, durante o ano letivo, é permitido o trabalho em meio período. Essa regra se aplica a instituições de ensino designadas pelo governo.

Todas essas vantagens têm em vista o crescimento econômico do país. Geralmente, quando a uma aplicação de uma permissão de estudo, o aluno chega ao país com o cônjuge, tendo esse o direito de obter uma permissão de trabalho, se cumprir com os pré-requisitos exigidos pela imigração.

Sem imigrantes, país teve queda direta na economia

A pandemia trouxe um baque grande ao país. Os quase dois anos que o país teve que manter suas fronteiras fechadas, impossibilitou a chegada de novos imigrantes, impactando diretamente na economia e no mercado de trabalho. As regras estabelecidas durante o lockdown, ao mesmo tempo que não permita o cidadão se expor ao perigo do vírus, demandou que o governo investisse em programas de ajuda financeira tanto para a população quanto para o mercado de trabalho (empresários, empresas de pequeno,médio e grande porte) e para empresários autônomos. Todos obtiveram, em circunstâncias diferentes, um aporte financeiro do Canadá.

Essa segurança financeira proporcionada pelo governo, junto com todas as mudanças que a pandemia trouxe para a vida de todos, fizeram com que houvesse uma grande mudança no mercado de trabalho. Muitos passaram a considerar novas possibilidades de carreira e abandonaram seus antigos cargos e funções.

Pesquisa de mercado na pandemia

Mercado de Trabalho

O mercado de trabalho pós-pandemia no Canadá aponta para uma nova realidade no país. Dados foram levantados por um relatório que sugere que os empregadores estão procurando candidatos com habilidades que não eram tão relevantes antes de 2020, incluindo experiência em atendimento ao cliente virtual e adesão de seguros.

O relatório 2022 divulgado pela empresa de recursos humanos Randstad Canada aponta que o fator COVID-19 não é o único fator que afeta as prioridades do empregador ao contratar novos trabalhadores.

Fatores como: pressões econômicas, a demanda e exigência das preferências dos clientes, mercados competitivos e requisitos regulamentares também forçaram as empresas a se tornarem mais eficientes e reavaliarem seus modelos de negócios.

Mudanças no mercado de trabalho

Ainda segundo a pesquisa, a escassez de trabalhadores com habilidades específicas estava crescendo antes mesmo de 2020, sendo que com o COVID-19 apenas intensificou o fardo. Ao longo de 2021 muitos empregadores em diversos setores lutaram para preencher vagas abertas, fazendo com que os candidatos qualificados tenham uma boa chance de conseguir os empregos que mais desejam.

A pesquisa realizada pela Randstad Canada aponta que as novas mudanças e adaptações afetarão o mercado de trabalho no futuro próximo incluindo a mudança para o trabalho remoto e híbrido e a necessidade de requalificar ou aprimorar as qualificações de trabalho existentes, à medida que as necessidades dos consumidores e dos negócios evoluam.

Há uma percepção onde tanto os líderes empresariais quanto os trabalhadores querem que as opções híbridas e remotas permaneçam disponíveis, mesmo que os mercados encontrem estabilidade e um novo normal seja estabelecido. Mas o novo normal não será uma cópia modelada do mundo anterior ao COVID-19. Muitos empregos não existem da mesma forma que existiam antes. Isso está levando a uma necessidade de treinamento cruzado ou requalificação da equipe existente.

Top 15 profissões em demanda no Canadá

Mercado de Trabalho

A projeção para  2022 é que os empregos com maior demanda sejam em uma variedade de setores, e o motivo da alta demanda será variada. No ano de 2020 a demanda variou entre cargos de saúde à cargos de logística. A pandemia e outros fatores de mercado desempenham um papel decisivo nas ofertas de empregos disponíveis este ano. 

Veja a lista dos empregos que poderão ser  tendências para o ano:

1. Key Account Manager

2. Developer

3. Marketing Manager

4. Registered Nurse

5. Driver

6. Customer Service Representative

7. Welder

8. Engineer

9. Accountant

10. Cloud architect

11. HR manager

12. Electrician

13. IT project manager

14. Mechanical Engineer

15. Accounting Clerks

Funções com crescimento rápido em 2022

A pesquisa da empresa Randstad também apontou habilidades como orçamento, contabilidade e controle de qualidade se tornando “de suma importância” para os empregadores que tentam administrar um negócio de sucesso durante e no pós-pandemia.

Segundo o relatório, os profissionais mais procurados para 2022 serão os representantes de atendimento ao cliente (customer service), vendedores e especialistas em agendamento, além de cargos orçamentários e na área contábil.

A lista completa da Randstad Canada das funções de crescimento mais rápido para 2022 inclui:

1. Customer service representatives

2. Scheduling specialists

3. Sales representatives

4. Cleaning specialists

5. Repair and maintenance workers

6. Budgeting specialists

7. Project management

8. Quality control specialists

9. Administrative assistants

10. Accountants

10 Profissões com melhores salários em 2022

Mercado de Trabalho

Os salários estão aumentando em vários setores devido a fatores como escassez de habilidades, rápido crescimento após o aumento de vagas e as paralisações causadas pelo COVID-19.

A ambição dos candidatos ao aplicar para uma vaga de emprego confiantes e sem medo de negociar melhores salários são indicativos analisados nesta pesquisa. 

Descubra alguns dos empregos mais bem pagos em 2022 abaixo:

1. Software Developer / Software Engineer

2. Financial Controller

3. Plant Manager

4. Application Programming Manager

5. Marketing Director

6. Business Development Manager

7.Cloud Architect

8. IT Operations Manager

9. Electrical Engineer

10. Construction Project Manager

Buscando uma vaga no mercado de trabalho no Canadá

Uma característica no Canadá, é que os recrutadores buscam expertises e não se concentram em avaliar somente o título da sua experiência profissional ou a sua profissão declarada no currículo.

O recrutador no Canadá quer saber se você é capaz de cumprir com os pré-requisitos determinantes para ocupar a vaga. Há uma valorização considerável da sua experiência prática em comparação aos títulos académicos que possui.

Para buscar uma vaga, é mais eficiente que o candidato procure por termologias ou habilidades específicas à função que vai exercer e não somente pelo título do cargo.

Passos importantes para se colocar no mercado

Mercado de Trabalho

- Currículo/Resume

- Carta de apresentação / Cover Letter

- Referência

- Entrevista de emprego

Currículo: Aqui chamado de Resume; Os modelos de currículo canadense, seguem uma forma mais simples e objetiva,  na maioria das vezes contém apenas uma página. Também é muito importante que você inclua a data de início e término da experiência profissional, desta forma o empregador pode avaliar o seu tempo de experiência em cada função exercida.

Com relação às informações pessoais, não é necessário colocar a data de nascimento ou idade, gênero, estado civil e informar se tem filhos ou não. Conforme relatamos acima, os recrutadores buscam por conhecimentos, habilidades e experiências  estas informações não revelam esses atributos do candidato. 

Carta de Apresentação: Mais conhecida como Cover Letter; Essa carta é única e direcionada aquela vaga e empresa que o candidato está pleiteando. Nessa carta você pode se apresentar, e dizer porque você é o candidato correto para preencher a vaga de trabalho.

Referência: É um passo muito importante e requisitado para a maioria dos candidatos. Você precisa indicar alguém que possa atestar as qualificações indicadas no seu currículo. A depender da vaga, essa referência pode ser um antigo empregador, ou até mesmo alguém próximo de seu círculo de contato/networking.

Entrevista: Se você conseguiu chegar até a fase final, na entrevista de emprego pessoalmente ou por videoconferência, é porque a empresa já te considera apto a ocupar aquela vaga. Os canadenses levam muito a sério o horário marcado para os compromissos, portanto evite ao máximo o atraso. A pontualidade do candidato também é avaliada pelo recrutador.

O governo canadense possui um banco de dados oficial com diversas vagas publicadas diariamente, e sendo atualizadas com bastante frequência. Sendo esse site o mais recomendado para uma busca inicial. Esse site é chamado de Job Bank Canada.

Sites para busca de oportunidades

No entanto, existem outras dezenas de sites para busca de vagas de emprego, selecionamos alguns abaixo, a dica é pesquisar não só pelo título da profissão, assim como pela nome da empresa, e algumas palavras-chave do cargo que deseja exercer:

https://www.jobbank.gc.ca/home

www.linkedin.com

www.indeed.com

Lista de sites para quem deseja obter um trabalho remoto:

http://weworkremotely.com/

http://flexjobs.com/

http://workingnomads.co/

http://jobspresso.co/

A importância dos estudantes internacionais na economia do país.

Um dos caminhos mais procurados para imigração canadense, é através da obtenção de uma permissão de estudo, onde o aplicante pode chegar ao país para cursar uma graduação de ensino superior, pós-graduação, doutorado ou mestrado.

E a escolha do Canadá não é por acaso, pois o país é um dos únicos do mundo que oferece a possibilidade de obtenção de uma residência permanente, sendo esse o motivo do país ter recebido o título de de país mais popular entre os estudantes estrangeiros.

Quando o estudante internacional atinge todos os critérios de elegibilidade e desembarca no país para cursar a graduação escolhida, de acordo com o perfil e planejamento, ele automaticamente já está no caminho para se tornar elegível a uma possível residência permanente, se for de sua vontade.

Porém, antes disso, ao obter uma permissão de estudo, também pode ser concedida uma permissão de trabalho, no qual o aluno tem autorização para trabalhar part-time, ou seja, 20 horas semanais durante o período de estudo e com a exceção de trabalho full-time durante os scheduled breaks (férias). 

PGWP para estudantes internacionais e para os cônjuges

Após a conclusão do curso em umas das instituições designadas pelo governo do Canadá, ele se qualifica  para aplicar ao PGWP, desde que aluno e instituição cumpram as normas estabelecidas na legislação vigente. O Post-graduation Work Permit é uma permissão de trabalho que o aluno tem direito de pedir ao final de um curso pós- secundário, full-time, com duração mínima de oito meses em uma instituição elegível ao processo. 

Sendo esse uma permissão de trabalho, dessa vez em tempo integral, dando direito ao estudante (agora formado) permanecer no país por mais tempo. Após a formação, pode ser concedido de 1 a 3 anos a mais de estadia no país, sendo esse período o essencial para adquirir experiência de trabalho canadense dentro do país.

Outro detalhe que acaba chamando atenção dos aplicantes, na escolha da permissão de estudo, é que o PGWP também pode conceder esse benefício ao cônjuge, se for cumprido os requisitos como o recém-formado possuir uma oferta de trabalho qualificado no Canadá.

A aplicação para o PGWP deve ser realizada em até 180 dias após o recebimento do documento oficial de conclusão do curso, podendo ser o diploma, o transcript ou a carta de graduação emitida pela instituição. Cada pessoa pode solicitar o PGWP somente uma vez na vida. 

Formados aquecem o mercado de trabalho no Canadá

Os estudantes internacionais são considerados uma das peças fundamentais para aquecer o mercado de trabalho no Canadá. E o site oficial de estatísticas do país acaba de revelar um estudo que analisou dados de 2008 a 2019, levando em consideração diversos fatores, entre eles os dados coletados nos imposto de renda desses estudantes durante o período em que eles estavam com a permissão de trabalho obtida após a graduação (PGWP).

Segundo dados publicados, quase três quartos de todos os titulares de PGWP, tornaram-se residentes permanentes dentro de cinco anos, após a obtenção do PGWP. Com isso, os estudantes internacionais forneceram uma fonte crescente de economia.

Aumento de estudantes internacionais na última década

university gc5138c9a4 1920

Nos últimos anos, o Canadá liderou o ranking comparativo com outros grandes países ocidentais, quando analisado o crescimento de estudantes internacionais. Por exemplo, de 2008 a 2019, o número de permissões emitidas para estudantes internacionais de nível superior aumentou 2.8 vezes de 45.900 para 173.000 no Canadá, em comparação com um crescimento de 7% de 340.700 para 364.000 nos Estados Unidos, 50% de 249.000 para 374.000 no Reino Unido e 52% de 114.400 para 173.400 na Austrália.

A grande maioria dos estudantes internacionais que garantiram o PGWP vieram de dois países de origem: Índia e China. Juntos, esses dois países representaram 66% de todos os PGWPs emitidos em 2018.  O Brasil aparece na lista de países destacados, assim como França e Coréia do Sul.

Ainda, de acordo com a pesquisa publicada, as províncias de Ontario, Quebec e British Columbia foram as mais procuradas por esses aplicantes.

Renda obtida durante o PGWP

calculator g78eb99b0e 1920

A parcela de titulares de permissão de trabalho de pós-graduação que relatam ganhos permaneceu bastante estável, mas difere de acordo com o país de origem. A parcela de detentores de PGWP que relatam ganhos fornece uma medida de sua participação no mercado de trabalho. Nesse sentido, a taxa de participação no mercado de trabalho permaneceu bastante estável ao longo do período.

Ao longo da última década, os ganhos médios recebidos pelos detentores do PGWP com a renda anual do emprego aumentaram de 14.500 dólares em 2018 para 26.800 em 2018, indicativo de maior engajamento no mercado de trabalho (por exemplo, horas trabalhadas durante o ano fiscal).

A Nigéria foi o país de origem com a maior parcela de detentores de PGWP relatando ganhos em 2018 (95%), seguido pelo Brasil (91%), Vietnã (88%) e Irã e Paquistão (com 86% cada). O principal país de origem associado ao menor lucro de divulgação de ações (entrega do imposto de renda) neste mesmo ano foi a China (62%), seguida pelos Estados Unidos (67%), Índia (75%) e França (76%).

PGWP para Residente Permanente

Um estudo feito anteriormente, revelou que entre os estudantes internacionais que chegaram no Canadá na década de 2000, cerca de 3 em cada 10 se tornaram imigrantes em um período de 10 anos a partir de sua chegada. 

Já entre 2008 a 2012 o período para se tornar residente diminuiu pela metade. As pessoas analisadas, quase três quartos dos titulares de PGWP, tornaram-se residentes permanentes dentro de 5 anos após obterem o PGWP, com pequeno aumento dessa parcela nos anos seguintes.

Em suma, a pesquisa revela um número crescente de estudantes internacionais, significando um número crescente de portadores do PGWP que conseguiram se estabelecer no mercado de trabalho canadense na última década.

Através da obtenção do PGWP e posteriormente a transição para residência permanente para muitos, os estudantes internacionais forneceram uma fonte crescente de trabalho para o mercado de trabalho canadense que se estendeu muito além de seus períodos de estudo.

O PGWP é uma excelente oportunidade para você se qualificar para um futuro processo de residência permanente no Canadá. E nós da Immi Canada prestamos serviço para aplicação completa, e do cônjuge se houver. Envie um e-mail para contact@immi-canada.

O atendimento inicial é gratuito, entre em contato e tire suas dúvidas sobre essa permissão.

Toronto recebe o título da melhor cidade do mundo para mulheres de negócios

Em uma recente pesquisa realizada e publicada pela Bloomberg Businessweek, uma revista norte-americana sobre negócios, revelou que a cidade de Toronto lidera o ranking das melhores cidades no mundo para mulheres que desejam construir uma carreira profissional.

 A publicação analisou 15 cidades ao redor do mundo, classificando os melhores lugares para se ter qualidade de vida e onde mulheres podem desenvolver suas carreiras.

Veja abaixo o ranking oficial das cidades:

Aspectos analisados na pesquisa feita pela Bloomberg

Para chegar ao resultado final, cinco fatores principais foram levados em consideração: 

A análise pondera igualmente os fatores analisados para formar uma classificação geral.

As cidades foram escolhidas com base em seu papel nos negócios globais e na atratividade para o talento global. Mais de 3.000 mulheres com idades entre 18 e 60 anos foram entrevistadas nas 15 cidades analisadas e responderam um questionário correspondente a cada um dos cinco fatores considerados.

Pontuação obtida por Toronto

Após análise dos dados, a cidade de Toronto ficou em primeiro lugar com 3,66 pontos dos 5 possíveis. A cidade de São Paulo aparece no ranking em último lugar com 2,68 pontos. O desempenho do melhor para o pior revela que as desigualdades estruturais e sociais de gênero continuam predominantes em todos os lugares.

As 15 cidades foram selecionadas por um time de jornalistas da Bloomberg que deram suas notas baseados em alguns critérios: todas as cidades listadas são grandes centros comerciais, proporcionando uma perspectiva global sobre a desigualdade de gênero, e a maioria atrai profissionais de finanças e negócios de outros lugares. O ranking não é uma lista das grandes cidades do mundo.

Para chegar ao resultado final, foi avaliado os dados públicos disponíveis de cada local. A fim de garantir um resultado mais assertivo, também foram entrevistadas pelo menos 200 mulheres trabalhadoras em cada cidade. A resposta desses questionários foi ponderada com os cinco critérios usados para análise. Também foram ouvidas mulheres que já estão no ramo dos negócios por anos, ou já aposentadas, para compartilharem suas experiências pessoais de viver e trabalhar nas cidades analisadas. Após toda essa combinação de análises, a Bloomberg chegou ao resultado final.

Ponto fraco da cidade de Toronto: Transporte

A cidade de Toronto garantiu a liderança por ter obtido alta pontuação nos quesitos igualdade e boas avaliações em maternidade e riqueza, mas a pontuação sobre mobilidade foi ruim, resultado que pode refletir os problemas de tráfego e uma rede de metrô considerada envelhecida. Outras capitais globais e centros de negócios, incluindo Sydney e Cingapura - em segundo e terceiro respectivamente- , pontuaram alto em um ou dois pilares, mas falharam em oferecer proteção e oportunidade simultaneamente.

Em São Paulo, apenas 10% das mulheres consideraram a cidade um local seguro para se viver. Desigualdade no ambiente de trabalho, o machismo cultural, e os baixos salários oferecidos às mulheres, fizeram com que a cidade fosse ranqueada em último lugar.

Mais oportunidade de imigração em 2022 para empreendedores em Ontario

O governo de Ontario divulgou em dezembro de 2021 um plano para recrutar 100 empreendedores internacionais para iniciar ou expandir os negócios nas regiões fora da Grande Toronto (GTA) onde houve um impacto negativo com a perda de emprego durante a pandemia.

O objetivo é gerar mais empregos locais em diversos setores incluindo: tecnologia da informação, ciências da vida (biotecnologia por exemplo) e na área de turismo, proporcionando novos investimentos para as cidades que muitas vezes não são o foco dos empreendedores.

Através desse projeto, que terá duração de dois anos, os empresários internacionais poderão comprar ou abrir novas empresas, contratar trabalhadores locais e impulsionar o crescimento econômico em novas comunidades. Cada empresário selecionado deverá investir um mínimo de 200 mil dólares em seus negócios, gerando pelo menos 20 milhões para a economia de Ontário.

Desde a sua criação o Entrepreneur Stream do OINP só teve duas nomeações. Sendo assim, esse novo projeto apoiará melhor os empreendedores que se candidatarem, ajudando a conectá-los com oportunidades de negócios que melhor atendam às suas demandas.

Até o momento, em 2021, mais de 100 mil imigrantes obtiveram o status de residente permanente na província de Ontario. Apenas 8.600 foram nomeados através do OINP. Para preencher essa escassez de mão de obra na província, impulsionando o crescimento econômico, o ministro McNaughton pediu ao governo federal para dobrar esse número no ano de 2022.

Mercado de trabalho no Canadá para os brasileiros

Uma das preocupações de quem decide se mudar para o Canadá, é com relação  a sua recolocação no mercado de trabalho. São muitas dúvidas e incertezas na hora  de planejar essa mudança, e uma das questões mais frequentes é sobre como se preparar para o mercado de trabalho canadense.

Para aqueles que vêm para o Canadá com propósito de trabalhar, precisam ter uma permissão e trabalho (work permit).  Nós já falamos aqui no blog sobre a permissão de trabalho aberta, que pode ser concedida ao cônjuge de um estudante internacional, ou ao próprio estudante quando conclui o seu programa de estudo e aplica ao PGWP – Post Graduation Work Permit, e também sobre a permissão de trabalho fechada, que é concedida a um trabalhador internacional, que recebeu uma oferta de emprego de um empregador canadense que estava previamente autorizado a contratar estrangeiros através do processo de LMIA – Labour Market Impact Assessment.

Então para que você possa conhecer melhor sobre todas as categorias de autorização de trabalho no Canadá, assim como compreender melhor suas regras e condições, clique aqui.

Se você deseja compreender melhor como a sua experiência de trabalho no Canadá pode abrir portas para um futuro processo de residência permanente fale com a nossa equipe, nosso atendimento inicial não tem custo algum, basta enviar um email para contact@immi-canada.com

Grupo 1
CONTATO
contact@immi-canada.com
VANCOUVER: +1 (604) 684-0530
TORONTO: +1 (647) 351-5800
Redes sociais
Caminho 139
cartmagnifier