Nossa, nunca tinha ouvido falar dessa Morden, é uma província e eu não sabia? Calma, você provavelmente nunca ouviu falar dela, pois Morden é uma cidade que fica dentro das fronteiras de Manitoba e possui seu próprio processo de imigração. Sim, é isso mesmo, ou quase isso, como vamos explicar abaixo. Querer imigrar para o Canadá abre para o candidato e sua família uma janela imensa de possibilidades e dúvidas. Como já falamos aqui, o país possui diversos processos de imigração diferentes: provinciais, Express Entry, Investors, Business, Entrepreneurs, específico para Quebec, dentre outros (veja mais informações sobre as diversas maneiras de realizar o sonho de morar no país clicando aqui e também acessando este link).

Recebemos muitas perguntas a respeito da cidade de Morden, que possui programas de imigração independentes. Pensando nisso, e em dar mais alternativas aos leitores, elaboramos este artigo, onde falaremos sobre a cidade e também a respeito do processo específico do local para atrair imigrantes.

A cidade

Morden está localizada dentro das fronteiras da província de Manitoba e possui uma população, segundo o último censo divulgado pelo governo canadense por meio do Statistics Canada (2016), de 8.668 habitantes. Ela fica a 110 quilômetros de Winnipeg, que é a capital do território. O local é perfeito para quem procura uma vida mais tranquila, em uma cidade pequena, porém com qualidade de vida e praticidade, pois a região possui diversos festivais e fornece tudo o que o habitante precisa para exercer suas tarefas diárias: bancos, restaurantes, lojas, órgãos públicos e, como em todo o país, possui saúde pública, segurança e um nível educacional elevado.

Os festivais e programação são os pontos altos da região durante o ano: Corn & Apple, programação de atividades no centro de eventos local (clique aqui para conferir a agenda), o museu Fossil Canadian Discovery Centre, dentre outros fazem parte dos atrativos da cidade. Além disso, Morden oferece uma série de opções aos amantes de atividades ao ar livre como trilhas a pé e de bicicleta, patinação no gelo no lago Minnewasta no inverno, campo de golf, áreas para camping, e muitas outras escolhas recreativas para todas as idades.

O clima do local é o temperado frio, com o mês mais quente do ano sendo julho e o mais frio é janeiro. No calor a temperatura média fica na casa dos 20o C e no inverno ela é de -16O, porém, assim como em Winnipeg, os termômetros podem chegar na casa dos -40o C. A cidade também oferece um passeio com guias, que contam um pouco da história, cultura e arquitetura local.

Abaixo, nos vídeos, está disponível o tour virtual pela cidade, em duas partes. Ele é em inglês e fala sobre a qualidade de vida, cultura, natureza, atividades e celebrações que ocorrem ao longo do ano.

 

Imigração

A cidade criou um outro meio de analisar o perfil dos candidatos à imigração. Mas isso é permitido, está de acordo com a legislação canadense? Sim, está. No país as províncias possuem bastante autonomia para mudar e adaptar, inclusive criando regras específicas para diversas questões e a imigração é uma delas. Podemos perceber essa diferenciação nos Pronvincial Nominee Programs (PNPs) que são os diversos processos de imigração provinciais. Isso acontece pois é uma adaptação da região, para que eles consigam atrair candidatos que realmente tenham interesse em morar na localidade, que estejam de acordo com as necessidades da comunidade e se adaptem ao ambiente oferecido.

A região atua em parceria com o Manitoba Provincial Nominee Program (MPNP – veja as regras do programa da província clicando aqui), porém, segundo o site do município, eles analisam a aplicação com outro olhar, convidando cerca de 50 famílias por ano para viver na região. O processo é chamado de Morden’s Community Driven Immigration Iniciative (MCDII).

Para ser elegível, o aplicante deve ter entre 21 e 45 anos, não ter vínculo anterior e nem atual com nenhuma outra província do Canadá, ter completado uma educação pós-secundária (graduação, pós, mestrado ou doutorado), de no mínimo um ano e no qual o aluno tenha recebido um diploma, certificado ou degree, no mínimo dois anos de experiência de trabalho em período integral nos últimos cinco anos, IELTS General com mínimo de cinco pontos em cada habilidade, ter genuína intenção de se estabelecer em Morden e provar fundos de acordo com a tabela federal (clique aqui para conferir os valores). Um detalhe importante é que o aplicante não pode estar vivendo no Canadá no momento da aplicação.

morden

Segundo a província, no momento, eles estão aceitando aplicações de candidatos com as mais diversas ocupações, o que é uma boa notícia, pois anteriormente eram priorizados alguns profissionais. Porém a prioridade é dada para aqueles que possuem uma profissão que se enquadra na lista de ocupações em demanda do Manitoba Provincial Nominee Program (MPNP, veja aqui quais são elas). O primeiro passo é aplicar no site da cidade, com um número ativo no pool do Express Entry (o candidato tem somente de ser aceito no programa, a localidade não requer uma pontuação mínima). Depois disso, se o perfil for escolhido pela cidade, o candidato receberá um convite para fazer uma visita exploratória a Morden. Durante a viagem, a família irá pesquisar a respeito do local e visitar os arredores para, ao final, realizar uma entrevista com um oficial de imigração do MPNP. Em caso de retorno positivo do profissional, a cidade concede uma carta convite para aplicação ao MPNP de Manitoba.

Com a carta em mãos e já em seu país de origem, os convidados aplicam online para o MPNP e, preenchendo os requisitos de Manitoba, recebem a carta da província que dá os 600 pontos no pool do Express Entry. Com isso, o aplicante pode conseguir sua residência permanente e se estabelecer em Morden.

Fontes:

https://www.mordenimmigration.com/

http://www.mordenmb.com/

Fabíola Cottet

Comentários Facebook