Aluguel no país, como funciona?

Depois do visto aprovado, chegou a hora de se organizar para o embarque e para tão esperada “mudança para o Canadá”. Entretanto, depois de ter os documentos de viagens e passagens garantidos, o newcomer, como é conhecido todo recém-chegado ao país, vai precisar se lançar em um novo desafio: a busca da moradia no novo país.

E esse assunto envolve diversas dúvidas, pois para quem ainda está no Brasil, fica mais difícil entender exatamente como funciona o mercado imobiliário no Canadá. Quais são as regras, exigências, preços, melhores áreas, espaço do imóvel, processo de locação, além do desafio de encontrar o endereço que atenda todas as suas necessidades.

Cada perfil vai exigir uma demanda de imóvel específica. Um casal com filhos, por exemplo, pode procurar por locações com mais cômodos, um estudante que venha sozinho pode optar por compartilhar um imóvel com outra pessoa, um casal solteiro pode se identificar com o estilo Studio (mais conhecido como ktinet no Brasil), e muitos outros fatores determinantes na hora da escolha do imóvel.

Para te ajudar a entender de uma vez por todas como funciona o mercado imobiliário no Canadá, nós preparamos este conteúdo com informações valiosas para que você possa compreender como funciona este processo no país.

Primeiro passo:

O primeiro passo para a locação de um imóvel, começa com a coleta de documentos necessários para apresentação na hora de assinar um contrato ou oferta de aluguel.

O proprietário do imóvel, ou a imobiliária responsável pela administração, de forma geral pedem a comprovação documentada que o aplicante possui renda, vínculo empregatício, uma boa referência, histórico de crédito no país e entender que a pessoa vai se comprometer a zelar pelo imóvel. As exigências podem variar conforme o tipo de imóvel, tipo de contrato de aluguel e quanto ao perfil do proprietário ou empresa administradora do imóvel.

O histórico de crédito é uma pontuação que você passa a acumular conforme realiza transações de compra, gastos nos cartões de crédito canadense, pagamento de seus compromissos financeiros entre outras questões do seu comportamento financeiro que podem influenciar na definição da sua capacidade de crédito pelas instituições financeiras do Canadá.

De forma geral, esse histórico é construído com o tempo de residência no país, conforme você vai realizando transações bancárias, pagando contas (luz, água, cartão de crédito etc). Contas pagas em dia, faz com que a sua pontuação se mantenha alta. Atrasos ou negligência, podem diminuir a sua pontuação.

Nós já detalhamos em nosso blog, como construir um histórico de crédito no Canadá, para acessar esse conteúdo clique aqui.

O que fazer quando se é um recém-chegado no país?

Para comprovação de renda, alguns imóveis podem aceitar sua comprovação financeira do seu país de origem.

Em casos mais comuns, de forma geral, é exigido que o novo inquilino pague pelo menos 2 aluguéis adiantados para entrar no imóvel, um corresponde ao primeiro e outro corresponde ao último aluguel do contrato. Os aluguéis costumam iniciar com contratos de um ano, renováveis conforme o desejo do inquilino após a data de vencimento do contrato.

Com toda documentação pronta, agora é hora de escolher a região que você deseja morar.

Caso você necessite de ajuda para conseguir um imóvel ainda no Brasil, indicamos o serviço da empresa parceira Bed 4 Student.

Escolhendo a região:

A escolha do bairro/região que você deseja morar é muito importante na hora de tomar uma decisão, por diversos fatores que precisam ser levados em consideração.

Família com filhos em idade escolar: O governo canadense entende que a melhor escola do seu filho é aquela que se encontra nas redondezas da sua residência. Você não escolhe a escola que seu filho irá estudar, o governo direciona seu filho para uma escola levando em consideração, principalmente, o seu endereço. Portanto, se você tem preferência por uma escola específica, é preciso estar atento a essa regra para garantir que conseguirá matricular o seu filho na instituição de ensino desejada.

Para saber mais sobre educação infantil no Canadá, acesse esse link.

Se você não pretende ter veículo próprio logo que chegar, ou usar o carro para as suas atividades do dia a dia, também é preciso levar em consideração se a região possui serviços que facilitem a sua rotina como: facilidade de acesso ao transporte público, mercado, comércio, segurança, proximidade com o trabalho ou lazer. A escolha do lar precisa combinar com as suas prioridades individuais ou da sua família.

Uma dica bem legal para saber como são os serviços na região que você vai morar, é utilizar o site Walk Score. Neste site você digita o endereço exato do imóvel e ele aponta como está a disponibilidade de transporte e serviços para sua região. O site estabelece uma pontuação máxima de 100 pontos para localidades mais bem abastecidas e consideradas convenientes pela acessibilidade. Vale consultar para não ficar em dúvida quanto a estes aspectos.

O orçamento disponível também é um fator a ser considerado, já que cada bairro terá um valor de aluguel distinto.

Buscando um imóvel:

Não é uma regra, mas o comum é que os anúncios sejam publicados com pelo menos 45 – 30 dias de antecedência da data de disponibilidade do imóvel para a entrada do novo inquilino.

Caso você se interesse por um determinado imóvel, você fará um agendamento de visitação, podendo disputar o interesse com outras pessoas também, que inclusive podem estar visitando o apartamento ao mesmo tempo que você.

Por isso, o fator tempo deve ser levado em consideração na procura por um imóvel. Para garantir que você possa visitar e escolher um imóvel que melhor se adeque ao seu perfil e ao seu orçamento, é importante planejar e começar as buscas com pelo menos 1 mês de antecedência da data que você deseja mudar.

Não é muito comum uma pessoa visitar um apartamento e conseguir uma data de mudança nos dias seguintes. Geralmente, os contratos são programados para começar sempre no primeiro dia do mês. Mas há exceções, e a pessoa vai precisar contar com o fator sorte se desejar mudar de imediato.

Existem alguns sites mais conhecidos no Canadá para buscar por um imóvel, sendo os mais populares: Facebook Marketplace, Rentals, Realtor, PadMapper, entre outros.

Mas é importante ficar atento à veracidade dos anúncios. Como dica, sugerimos que não adiantem pagamento para aluguel de imóveis que não visitaram ou não tem proposta formal estabelecida. O mercado online é muito bom para dar uma ideia de preço, condições do imóvel e até para um primeiro contato, mas também pode esconder algumas pegadinhas. Cheque sempre as referências do responsável pelo anúncio para evitar qualquer surpresa indesejável.

Você também pode contar com um auxílio de um corretor regulamentado. Quando isso acontece este serviço não costuma ser remunerado para que o profissional busque o imóvel e agende as visitas para você. Porém, alguns exigem que você assine com eles um contrato de exclusividade, onde somente eles poderão fazer ofertas para imóveis em seu nome e representar as suas propostas de aluguel. Ambas as partes precisam cumprir as condições deste contrato, se for assinado.

O corretor normalmente é remunerado pelo proprietário ou responsável pelo aluguel do imóvel quando você decide alugar. Por isso, contar com essa ajuda profissional pode ser de grande auxílio nesta fase. Mas fique atento, é importante ter certeza da idoneidade do profissional e buscar referências com alguém que já tenha usado os seus serviços antes de decidir por sua contratação.

Uma curiosidade sobre a visitação de um imóvel: Pode ser que você visite um imóvel com os moradores ainda vivendo dentro do local. Essa prática é considerada normal no país, afinal, as pessoas costumam cumprir o contrato até o último dia permitido. Nestes casos, normalmente o responsável pela visitação ao local pede que você não registre fotos ou toque nos pertences pessoais do atual morador.

Assinatura de contrato:

Por que o primeiro passo na hora de procurar um local para morar é garantir os documentos necessários para locação?

Isso acontece pois durante a visitação, caso haja o interesse de alugar aquele imóvel, a pessoa já pode preencher a proposta formal de locação, que se aceita irá resultar no contrato. Nessa, já será pedido o contato de referências e outros dados como o valor que você vai ofertar para o aluguel (isso mesmo! O imóvel é anunciado com um valor, mas você pode fazer oferta de valores acima ou abaixo do que foi anunciado, mas saiba que este será um dos critérios para o locador levar a sua proposta em consideração). Você também determina o prazo que o locador tem para responder a sua oferta, mas caso ele aceite o que você formalizou, o contrato é considerado válido e ambas as partes precisam honrá-lo desde então.

Por isso é importante ter em mãos as informações e documentos que mencionamos no dia da sua visitação, pois se você gostar do imóvel e tiver a oportunidade de já fazer a sua oferta, suas chances de conseguir o imóvel desejado serão maiores.

Caso você visite um apartamento, e não tenha esses dados em mãos, a sua chance de sucesso na locação diminui, pois se um outro candidato estiver melhor preparado, pode ser que ela tenha preferência na análise da oferta.

Os contratos podem ter um período de carência de 3 meses, 6 meses, 1 ano ou 2 anos. Em alguns casos específicos, existe a opção de contratos de locação feitos mensalmente. No entanto, essa opção se torna mais comum após 1 ano de contrato entre as duas partes interessadas.

Não deixe de checar aspectos importantes das regras do imóvel antes de fazer uma oferta. Veja se o imóvel ou o condomínio aceita fumantes, se aceita animais, se permite que você hospede pessoas por determinado período de tempo, se possui garagem e se você pode colocar sua churrasqueira na varanda. Todas essas questões são exemplos de restrições que podem ser impostas no contrato.

Contrato aprovado:

Após análise da sua oferta, se esta for aceita pelo responsável pelo imóvel você deve receber uma cópia do contrato assinado e agendar a vistoria de entrega das chaves.

Existem também outros tipos de imóveis como os rental buildings, por exemplo. Nestes imóveis você costuma preencher um cadastro prévio para que os responsáveis façam uma análise do seu perfil, considerando fatores como referências e histórico de crédito, por exemplo. Se aprovado este cadastro, você deve ser chamado para assinar o contrato de locação e agendar sua vistoria.

Após a efetivação do contrato, será necessário efetuar o pagamento do security deposit (depósito de segurança), o que seria o pagamento ‘caução’ no Brasil. Esse pagamento é uma garantia que você está assegurando e confirmando seu interesse no imóvel. O valor cobrado pode variar de acordo com as exigências de cada locador.

Esse depósito é devolvido no final do contrato. No entanto, ao deixar o imóvel será feita uma vistoria e se for constatada alguma avaria, o valor correspondente ao seu reparo será descontado do depósito de segurança.

Em alguns contratos, o valor do aluguel já pode também incluir algumas utilities (seriam serviços que costumamos pagar separado no Brasil). Isso quer dizer que no valor pago mensalmente, já estejam inclusas as despesas de água, luz, aquecimento ou estacionamento, por exemplo.

Também é obrigatório que todo imóvel seja entregue ao locatário com condições imediatas de habitação. Isso quer dizer que você já deve encontrar no local, fogão, geladeira, armários e, em alguns casos, até as máquinas de lavar e secar roupa, lavadoura de louças e microondas, esses últimos não são considerados itens obrigatórios, mas você deve checar o que já consta como disponível em seu contrato. Os banheiros também precisam estar em plenas condições de uso com armário, chuveiro e/ou banheira e vaso sanitário com acento.

Para entender melhor quais são as regras estabelecidas, ao alugar a sua moradia no Canadá, basta acessar essa matéria que publicamos em nosso blog.

Imóveis Pet friendly:

Não são todos os imóveis que aceitam animais de estimação dentro do condomínio. Será preciso fazer uma pesquisa filtrando apenas os imóveis chamados de pet friendly.

As regras variam muito de província para província, mas no geral os imóveis aceitam o máximo de 2 animais (cachorro e/ou gato) por unidade. Em alguns casos só será permitido animais de porte pequeno. Tem alguns prédios que aceitam gatos mas não aceitam cachorros, por exemplo.

A verdade é que nem todos os imóveis são considerados pet friendly no Canadá. É preciso uma busca mais específica, o que pode dificultar um pouco o seu planejamento de escolha de bairro ou até mesmo condomínio.

Se o imóvel aceitar animais de estimação, será preciso pagar uma taxa chamada de pet deposit (depósito animal). Esse valor cobrado, costuma ser metade do valor total do aluguel mensal e deve ser pago na assinatura de contrato de locação do imóvel, junto com o pagamento do depósito de segurança.

Esse depósito também é devolvido ao final do contrato. No entanto, caso aconteça algum dano ao imóvel que seja causado pelo animal, o valor do reparo será descontado desse depósito.

Em geral, os imóveis pet friendly possuem um valor de aluguel um pouco mais alto, comparando com um imóvel que não aceita animais.

Tipos de residência:

Existem 5 tipos de imóveis populares no Canadá. O studio ou bachelor (mais conhecido como kitinet no Brasil), os apartamentos, townhouse, as casas e os basements.

Veja abaixo as principais diferenças entre eles:

Studios ou bachelor:

O imóvel é projetado de forma que não há paredes que dividem os ambientes no local, com exceção da área do banheiro e algumas vezes a cozinha. Costuma ter o valor de locação mais barato, por ter um espaço menor e integrado.

Apartamentos:

Um prédio pode ter apartamentos com 1, 2, 3, até 5 quartos (ou até mais). O tamanho do imóvel varia muito e muitos prédios chegam ater mais de 8 plantas de apartamentos diferentes. Pode ou não ter uma varanda. Não necessariamente a cozinha será um ambiente separado dos outros cômodos, pois é bastante popular prédio com cozinhas no estilo “americano” onde existe uma abertura direta para a sala.

Townhouses:

As townhouses são uma combinação de apartamento com casas. Olhando de fora, você classifica como se fosse uma casa, porém, elas formam um condomínio, uma ao lado da outra. Podendo ou não ter mais de um andar. A estrutura é toda feita como uma casa, porém costuma estar integrada a uma estrutura de condomínio e pode contar com uma área aberta no terraço ou no quintal. O valor de locação é mais em conta que uma casa. Você vai pagar para morar em uma casa, porém com vizinhos de porta ou andar.

Casas:

O valor para locação de uma casa no Canadá normalmente é mais alto do que um apartamento ou townhouse. Porém, a área habitável costuma ser maior e oferece mais privacidade e liberdade de uso do espaço. Mas é preciso levar em consideração também o investimento em manutenção, pois diferente das outras opções citadas acima, quando se aluga uma casa fora de uma estrutura de condomínio (o que é mais comum), você não terá um zelador que em geral faz as tarefas de limpeza e manutenção dos espaços externos. Tudo ficará sob sua responsabilidade. O fator localidade também é importante ser levado em consideração no planejamento de quem deseja viver em uma casa, pois não é em todo bairro que existe uma área habitacional de casas.

Basement:

Muitas famílias possuem nas suas casa o basement, que no Brasil conhecemos como porão. Entretanto, nos imóveis canadenses essas estruturas costumam ser bem equipadas, podendo contar com mais de um quarto, entrada completamente separada da casa principal, cozinha completa, banheiro e toda as condições desejadas em uma casa. A estrutura do basement vai variar de imóvel para imóvel, assim como o preço da sua locação. Porém, os aluguéis de basement costumam ser bem mais baratos do que de qualquer outro imóvel de mesmo tamanho. Além disso, os locatários também podem ser bem mais flexíveis nas condições para o aluguel.

Caso você venha para o Canadá com o status de estudante, e deseje avaliar a opção de aluguel de moradias para estudantes em casas de famílias locais, conhecidas como homestay, acesse esse nosso conteúdo para obter mais dicas para o seu planejamento.

O que é o Sublet?

Não é muito comum no Brasil, mas no Canadá existe – em alguns casos – a opção de você transferir o seu contrato de aluguel. Isso significa que você está autorizado a passar o seu contrato adiante, antes do fim, para uma segunda pessoa.

Dessa forma, esse novo inquilino se responsabiliza em cumprir aquele contrato em vigência até o final, podendo renovar o contrato futuramente, com a transferência do novo contrato para o seu nome.

Não são todos os prédios e/ou residências que aceitam essa condição. E também é importante ressaltar, que não há garantias para a pessoa que aceita finalizar um contrato de aluguel, pois na prática, o contrato não estará em seu nome ainda, o que não garante direitos legais sob aquele imóvel.

O sublet só é possível com prévia autorização do proprietário, ou da imobiliária responsável por administrar o imóvel.

Cuidado com os golpes:

O número de golpes relacionado a locação de imóvel não é alarmante, porém é uma realidade.

Ao procurar por um imóvel, você pode acabar encontrando uma opção incrível, com um valor imperdível. O anúncio vem com fotos do imóvel e com dados de contato da pessoa que está alugando.

Em geral, a história para iludir os interessados é sempre a mesma. A pessoa teve algum compromisso emergencial fora do país, por tanto ele não pode te encontrar pessoalmente, e então é sugerido o pagamento do depósito de segurança por transferência bancária, ou até mesmo o valor do primeiro aluguel, com a promessa que as chaves do imóvel serão entregues via correio, ou estarão disponíveis na portaria do prédio.

Cuidado, infelizmente esse golpe imobiliário acontece no país. Por isso, é importante você só realizar qualquer pagamento ao assinar o contrato pessoalmente com o proprietário ou imobiliária, tendo realizado a visita prévia no local, tendo acertado todas as condições para locação e checado as referências de quem está alugando.

Se você já está decido a mudar para o Canadá, entre em contato com a gente pelo email contact@immi-canada.com que nós iremos te auxiliar nas fases iniciais deste planejamento. O primeiro atendimento com a nossa equipe é gratuito e pode ser bastante esclarecedor na sua fase de pesquisas.

Se preferir, você pode agendar uma consulta de imigração para definir qual caminho é mais adequado ao seu perfil para um futuro processo de residência permanente no país, agende diretamente pelo link: https://www.immi-canada.com/consulta/

Aproveite para compartilhar nos comentários, o que você achou dessa matéria!

Comentários Facebook