Quem tem a intenção de mudar para o Canadá sempre irá começar a procurar informações na internet. Não importa em qual meio, redes sociais, blogs, sites de agências de imigração, Google, e enfim, todos as outras fontes, vão falar a respeito do Express Entry, que com certeza é uma ótima maneira de imigrar para o país já como residente permanente. Porém, nem todos se encaixam nas exigências deste processo, que engloba uma série de questões como profissão, experiência, formação, idade, proficiência nas línguas oficias do país, dentre outras. O que muitos não sabem é que existem sim outros caminhos para alcançar a tão sonhada residência e o direito de permanecer no país definitivamente.

Pensando nisso, desenvolvemos este artigo com algumas outras formas de imigrar. É importante ressaltar, primeiramente, que todos os meios de chegar ao objetivo final dependem do perfil de cada candidato. São muitos detalhes, comprovações, exigências e minúcias que podem aparecer no meio do caminho.

Dito isto, o ideal é sempre procurar um profissional especializado e realizar, antes de tudo ,uma consulta de imigração, que pode ser feita online ou de maneira presencial. A Immi Canadá possui uma equipe especializada, composta de agentes de imigração e especialistas, que fornecem este serviço para que o grande objetivo seja alcançado. Na ocasião, o profissional fará perguntas ao possível aplicante e, embasado em suas respostas, irá traçar qual é a melhor opção para a família ou o indivíduo. Também durante a consulta é indicado que se esclareça todas as dúvidas que possa ter. Para saber mais a respeito, acesse o site www.immi-canada.com/consultoria-de-imigracao-para-canada/ ou mande um email para [email protected].

Iremos elencar algumas maneiras, porém o Canadá possui mais dezenas de formas diferentes de imigrar, portanto os interessados precisam ficar atentos e por isso, sempre frisamos da importância de ter a ajuda de um profissional, pois além de alguns destes programas serem bem específicos, outros são sazonais e aceitam aplicações somente em um determinado período do ano.

como imigrar

Imigrando através dos estudos

Este é, sem sombra de dúvidas, o caminho mais comum da maioria dos que pretendem viver no país. Embora seja mais custoso financeiramente, estudar no exterior já carrega uma série de benefícios e ganhos pessoais. O que acontece aqui é que a chance de uma empresa instalada no Canadá te contratar com um college ou outro curso, feito dentro do território nacional, e ainda por cima morando no país quando o processo de seleção acontece, é bem maior do que a de um brasileiro estando no Brasil.

Além disso, dependendo do programa escolhido, a estudante tem a possibilidade de trabalhar part-time (meio período), seu cônjuge recebe o Open Work Permit (OWP), que possibilita o trabalho em período integral, os filhos podem estudar gratuitamente dependendo da idade, e o aplicante principal ainda pode receber permissão para estagiar e extensão de visto para trabalhar full-time, o Post Graduate Work Permit – PGWP (entenda melhor a respeito do PGWP clicando aqui). Além das chances de conseguir um emprego aumentarem, o estudante também ganha pontos adicionais em quase todos os rankings nos processos de imigração, caso tenha feito um curso com duração superior a oito meses no Canadá.

Tire todas as dúvidas sobre como estudar em terras canadenses acessando este link.

Site oficial do Imigration, Refugees and Citizienship Canada (IRCC) com informações sobre estudos no país: www.cic.gc.ca/english/study.

Imigrando pelas províncias

Como já explicamos em alguns textos, as províncias canadenses são bem autônomas no que diz respeito a regras próprias para quase tudo. O governo federal estabelece padrões a serem seguidos, mas cada território tem seu próprio processo de imigração provincial, chamados de Provincial Nominee Program (PNP). Embora com características específicas, elas possuem em comum alguns critérios básicos quando o assunto é imigração: oferta de trabalho ou profissão em demanda na localidade, proficiência no idioma e comprovação financeira. Novamente, as exigências para cada região são determinadas pelo governo local, por isso a importância do auxilio de um profissional que entenda de todas as regras e saiba qual funciona melhor para cada candidato.

Saiba detalhes a respeito dos processos de cada uma neste link.

Site oficial do Imigration, Refugees and Citizienship Canada (IRCC) com informações sobre imigração provincial: www.cic.gc.ca/english/immigrate/provincial.

como imigrar

Imigrando como profissional autônomo

Sim, é possível conseguir sua residência permanente caso você seja um profissional autônomo. Ele não é tão conhecido e popular, por ser bastante subjetivo e o departamento governamental canadense exigir vários documentos e comprovações para o processo do Self-Employed. De maneira geral, o aplicante deve ter uma experiência relevante e possível de ser provada em atividades culturais ou esportivas, estando disposto a continuar exercendo a profissão no Canadá, ou ter experiência em gerenciamento de fazendas (fizemos um artigo com todas as informações a respeito do programa, clique aqui para ler).

Site oficial do Imigration, Refugees and Citizienship Canada (IRCC) com informações sobre o Self-Employed: www.cic.gc.ca/english/immigrate/business/self-employed.

Imigrando pelo Live-in Caregiver Program

Live-in Caregiver é um programa do governo canadense que permite que profissionais trabalhem no Canadá como cuidadores de crianças, idosos ou portadores de necessidades especiais. Aplicantes que atendem aos requisitos recebem a permissão para trabalhar como caregiver (cuidador) para a família que consta como sponsor (patrocinador) no documento, ou seja, a família a qual realizou todo o processo de contratação perante à imigração canadense. Após um período de serviços, o profissional pode aplicar para a residência permanente. É importante frisar que os critérios para ser elegível neste programa devem ser comprovados por meio de cursos e experiência de trabalho anterior na função.

Para todas as informações a respeito do Caregiver acesse: www.immi-canada.com/voce-sabe-quais-os-requisitos-para-o-live-in-caregivers-program-do-canada/.

Site oficial do Imigration, Refugees and Citizienship Canada (IRCC): www.cic.gc.ca/english/immigrate/caregivers/.

Imigrando pelo Family Sponsorship

O Family Sponsorship engloba alguns diferentes programas dentro dele, porém todos eles tem uma característica em comum: possuir um sponsor, ou seja, um patrocinador. Esta pessoa deve ter mais de 18 anos, viver no Canadá como residente permanente ou cidadão e comprovar uma certa renda para poder ser elegível ao processo. Os casos mais comuns são de cônjuges, pais, filhos e avós. Para parentescos mais distantes só é permitido caso o morador canadense não tenha nenhum outro membro da família como parente mais próximo para patrocinar. Esta categoria de imigração costuma ser detalhista e um pouco mais demorada que as outras.

Para critérios e regras acesse: www.immi-canada.com/imigracao-via-family-sponsorship/.

Site oficial do Imigration, Refugees and Citizienship Canada (IRCC) com informações sobre o Family Sponsorship: www.cic.gc.ca/english/immigrate/sponsor/.

Imigrando para a província de Quebec

A província de Quebec, além de ter o francês como língua oficial, possui regras diferentes para imigração, sendo um programa independente e completamente a parte do governo federal canadense. Ela é feita em algumas etapas: avaliação online, pedido oficial de imigração, entrevista, aceitação do governo e preparação. Um dos pré-requisitos para aplicação é a habilidade na língua francófona e os critérios para a aprovação são diferentes dos federais.

Saiba mais sobre o sistema de aceitação de imigrantes da parte francesa do Canadá clicando aqui.

Site oficial do Imigration, Refugees and Citizienship Canada (IRCC) com informações: www.cic.gc.ca/english/immigrate/quebec.

como imigrar

Imigrando como investidor

Sim, você pode obter sua residência permanente caso abra um negócio no Canadá. Mas calma, não é todo o tipo de empresa e é necessário um investimento que varia de acordo com cada província. A empresa que você pode abrir também vai de encontro às necessidades de cada região. Via de regra, é feita uma análise do seu perfil pessoal, empreendedor e financeiro, o aplicante precisa entregar um planejamento a longo prazo da empresa, cumprindo requisitos estipulados pelo governo. Após a aprovação e todos os trâmites burocráticos, financeiros e de análise, o empresário recebe a residência permanente.

Site oficial do Imigration, Refugees and Citizienship Canada (IRCC) com informações para quem deseja empreender: www.cic.gc.ca/english/immigrate/business/.

Para obter informações a respeito do Express Entry, acesse:

http://www.cic.gc.ca/english/immigrate/skilled/index.asp

https://www.immi-canada.com/10-regras-importantes-do-express-entry/

https://www.immi-canada.com/imigrando-pelo-canadian-experience-class-express-entry/

https://www.immi-canada.com/express-entry-canada-para-imigrar/

Fabíola Cottet

Comentários Facebook
The following two tabs change content below.

Fabiola Cottet