Muito se fala sobre a necessidade de comprovação financeira para tirar um visto temporário para o Canadá. No entanto, é preciso lembrar que não basta ter todo o montante necessário para ir e permanecer no país por um período determinado. Para que esse processo tenha sucesso e o aplicante consiga tirar o seu visto para um período de estadia, é preciso comprovar que o candidato possui vínculos com o seu país de origem e que há o desejo de retornar após a permanência no Canadá, mesmo que não seja esse o objetivo. 

Mas se eu quero estudar e morar no Canadá, ainda assim preciso comprovar vínculos? Sim, precisa. Não podemos esquecer que muitos vistos, como os de estudo, são temporários e eles têm data de início e data de término. E, aqui, fique atento: ao aplicar para o visto temporário, você deverá comprovar capacidade financeira para se manter no país durante o período de estadia, para retornar e, também, deverá ter o passaporte em dia, com validade superior a todo o período que estará no Canadá. Caso o passaporte do aplicante tenha validade inferior ao período requerido, o visto será emitido de acordo com a validade final do passaporte, pois o Canadá não emite vistos ou permissões com expiração superior à do passaporte. Neste caso, o portador do documento terá de renová-lo antes de retornar ao Brasil, solicitar uma extensão de visto ou troca de status.

estudar no canada

Ainda que, no caso de estudo, seja um período longo, há uma data de início e uma data de término da vigência do visto. Ou seja: mesmo que você esteja indo para estudar, planeje tentar um processo de residência permanente após o estudo e não tenha a intenção de voltar ao Brasil, você precisa comprovar que tem vínculos com o país de origem. Sem isso você corre o risco de ter o visto negado. Principalmente porque não há qualquer garantia de que, após a conclusão do seu programa de estudos, você vai conseguir aplicar para a imigração, uma vez que um novo processo, com novas comprovações, será necessário. 

*Quer saber mais a respeito de vistos temporários, eTA e TRV? Acesse nosso artigo neste link.

Além disso, ainda que você esteja indo estudar, no momento que você realiza a solicitação do visto, no ato do preenchimento dos formulários, é obrigatório informar a data da sua possível chegada ao país e, também, de saída – que, neste caso, deverá ser a mesma que consta na sua LOA (Letter of Acceptance).

Mas quais são estes vínculos que preciso comprovar? E como? Para isso, leve em consideração as seguintes questões:

Trabalho

Você trabalha? Se sim, qual o salário e o cargo? Tem como comprovar tal fato? Você vai solicitar um período de licença?

vinculos

Tudo isso deve ser comprovado através documentos formais da empresa na qual você está empregado. Além do seu holerite, seu contrato de trabalho e, até mesmo, uma carta do seu empregador são provas documentais. Caso você seja um profissional autônomo, você pode anexar recibos, notas fiscais, alvarás ou até mesmo cartas de empresas ou clientes para os quais presta serviços. Se você for um empresário, pode utilizar o contrato social da sua empresa, comprovando que você é sócio e, também, outros documentos que mostram que a empresa está ativa e que possui faturamento mensal. 

Família

Possui familiares no país de origem? Moram ou dependem de você, ou vice-versa? Você tem bens imóveis no país de origem? Qual é o valor da propriedade? Além disso, quais são as obrigações financeiras e demais responsabilidades que o aplicante está deixando para trás? 

*Clique aqui e saiba sobre as maneiras de levar sua família para terras do True North.

Se você tem bens no seu nome ou no de familiares com os quais você vive (cônjuge, pais, irmãos, etc.), o documento de propriedade também pode ser utilizado para comprovação de vínculo. Além disso, todas as questões acima serão analisadas e levadas em consideração na concessão do visto. 

vinculos

Outras questões

No caso de um visto de estudo, o curso escolhido é condizente e consistente em relação aos costumes e práticas locais do país de origem? Será importante para o desenvolvimento profissional e pessoal?

No caso de um visto de turista: alguém que já vive no Canadá está convidando o candidato? Caso esteja, o aplicante possui uma carta-convite desta pessoa? Qual o status atual desta pessoa no país?  Não é obrigatório, para quem vai aplicar a um visto de turismo, conhecer alguém no país. Mas se o objetivo do viajante for visitar um conhecido ou ficar na casa de um parente ou amigo, por exemplo, ele vai precisar sim apresentar a carta convite à imigração e a pessoa que convida deve ter status legal no país.

Em relação histórico de viagens: o aplicante já viajou para outros países anteriormente?

É importante lembrar que todas as questões são analisadas e, portanto, uma não exclui a outra: quanto mais documentos que comprovem os seus vínculos com o país de origem você tiver, maiores são as chances de o visto ser aprovado neste quesito. Ainda assim, é importante não esquecer: mesmo que a comprovação de vínculos pareça forte, outros fatores são analisados (financeiro, histórico pessoal, profissional e afins) e todos eles podem levar a uma resposta negativa. 

Quer passear ou estudar no Canadá? Entre em contato conosco, nós podemos te ajudar em todo o processo para retirada do visto.  Acesse https://www.immi-canada.com ou mande um email para contact@immi-canada.com.

Fonte: https://www.canada.ca/en/immigration-refugees-citizenship/corporate/publications-manuals/operational-bulletins-manuals/temporary-residents/visitors/eligibility-admissibility-considerations.html

Maria Augusta Brandt

Comentários Facebook