A hora da comprovação financeira para o processo de visto e imigração é algo que sempre gera dúvidas e até mesmo um certo medo. Até porque esse é um ponto bastante importante na aplicação.

Quem são os custeadores?

Quando se trata de Processo de Visto de Residência Temporária (Visto de Estudo ou Turista), o custeador será aquela pessoa que se colocará como responsável financeiramente pela sua estadia no Canadá. Ou seja, uma pessoa que irá apresentar os documentos financeiros, demonstrando ter condições suficientes para isso.

É importante que o custeador tenha uma ligação direta com o(s) aplicante(s), para que fique claro para o oficial que analisará o caso, o porque dele estar se colocando à disposição na comprovação deste item.

A pessoa que entrará como custeador deverá ficar ciente que serão necessários apresentar vários documentos e que a imigração, caso julgue necessário, poderá solicitar quaisquer informações e documentos extras ao longo do processo.

Posso depender 100% dos custeadores?

Claro que tudo varia de caso para caso, como a idade do aplicante, se está indo com a família, se é jovem e se formou no ensino médio recentemente etc. Porém o aplicante mostrar que tem, pelo menos, como comprovar parte das suas despesas é algo extremamente importante.

O indicado é que o aplicante e/ou acompanhantes apresente no, mínimo, entre 50%/60% do valor necessário que a imigração solicita. E que complemente com os valores a serem comprovados por meio do custeador.

Caso os aplicantes tenham uma quantia suficiente, o custeador pode entrar no processo como uma “margem de segurança”, para mostrar que além dos valores já apresentados pelos solicitantes, ainda é possível ter o apoio do sponsor (custeador).

shutterstock_183108077

Quais são os documentos a serem apresentados?

Basicamente a imigração quer ter acesso aos documentos onde sejam demonstrados as quantias que estejam à disposição, por meio de resgate rápido e saldo líquido, apresentando, pelo menos, os extratos dos últimos três meses ou mais. Lembrando que não deve ser considerado limites de créditos, empréstimos e afins.

Podem ser inclusos:

*Extrato de Conta-Corrente (Saldo Final Líquido);

*Poupança;

*Investimentos (De Resgate Rápido);

*Aplicações (De Resgate Rápido);

*Entre outros

Para onde irão os documentos?

Você contratando uma empresa séria para auxiliar no processo de solicitação de visto, os documentos apresentados serão apenas revisados pelos profissionais e, uma vez enviado para a Imigração, os oficiais responsáveis pelo caso terão total acesso aos dados.

Processos de Imigração – É possível utilizar custeadores?

Nenhum processo de imigração, seja diretamente pelo Express Entry ou por algum Programa Provincial, aceitará a colocação de sponsors (Custeadores) para a comprovação das quantias mínimas necessárias.

Quando se trata de imigração, os valores a serem apresentados irão variar de acordo com o tipo de programa, e os mesmos deverão ser comprovados por meio do aplicante principal e/ou somado aos valores apresentados pelo cônjuge, caso haja.

Valores

E quanto o aplicante e/ou os custeadores deverão comprovar? Esse é outro ponto que sempre causa dúvidas.

Bom, se formos nos basear pelas informações expostas no site oficial da imigração, os valores solicitados são referentes à um ano do curso + CAD$10.000 pelo aplicante principal +CAD$4.000 pelo cônjuge + CAD$3.000 por cada dependente (filhos).

Porém, são valores que, trazidos para uma realidade canadense, são valores que não condizem com o gastos mensais de uma família. Sendo assim, como forma de passar mais segurança e aumentar as chances de uma resposta positiva, a Immi Canada sempre indica a comprovação da seguinte maneira:

Valor referente à Um (01) ano do curso (ou equivalente, no caso de cursos com menor duração) + Entre CAD$1.000/CAD$1.500 por cada aplicante, por cada mês dos 12 primeiros da estadia, ou seja:

Valor referente à Um (01) ano do curso + Entre CAD$12.000/CAD$18.000 por aplicante envolvido na aplicação.

Reforçando que esta é uma indicação, baseada nos mais recentes resultados.

Precisa de ajuda com o seu processo de Visto? Então fale com a Immi!

**A reprodução ou cópia deste conteúdo, sem prévia autorização, está totalmente proibida.

 

 

Comentários Facebook
The following two tabs change content below.

Deborah Calazans

Deborah Calazans, Graduada e Pós-graduada em Jornalismo, é membro da equipe da Immi Canada desde 2013 e atualmente atua como a Gerente Geral dos escritórios da Empresa no Brasil, sendo responsável por todo acompanhamento nos processos dos Vistos de Residência Temporária.