Grupo 1
Grupo 1
Documentos oficiais necessários para entrada no Canadá

Documentos oficiais necessários para entrada no Canadá

3 de Junho de 2022

Quais são os documentos necessários para entrada no Canadá? Após o período de lockdown causado pela pandemia, essa dúvida cresceu. Nesse novo artigo iremos esclarecer quais são os documentos e qual a finalidade de cada um deles.

Para quem está no Brasil e deseja viajar para o Canadá com a função de turismo, será necessário garantir uma autorização eletrônica (eTA) ou dar entrada no pedido de visto de visitante.

Confira abaixo as diferenças e elegibilidade dos documentos:

Electronic Travel Authorization (eTA)

Oa eTA é uma autorização eletrônica de viagem. Os brasileiros elegíveis são aqueles que possuem um visto americano válido ou um visto canadense aprovado nos últimos 10 anos.

Com o eTA, o viajante só pode entrar no país por via aérea e ele é válido por cinco anos ou até o vencimento do passaporte, o que ocorrer primeiro.

Um detalhe importante é que, você pode sim viajar para os Estados Unidos tendo somente o eTA canadense e retornar ao Canadá por via terrestre, desde que os EUA seja seu destino final (que você não vá para outros países depois) e que você possua uma permissão válida para viver temporariamente no Canadá. Para os que vão a passeio, somente com eTA ou visto de turista, é possível ir aos Estados Unidos de carro, contanto que o viajante não retorne ao Canadá via terrestre (se quiser voltar por terra, precisa de uma permissão, seja ela de turista, estudo ou trabalho), retornando via aérea ou indo de lá para outro país.

Para obtê-lo basta acessar o site da imigração, preencher um formulário com a autorização e solicitação de dados, pagar uma pequena taxa pelo cartão de crédito no valor de CAD $7 e aguardar o e-mail chegar no endereço eletrônico cadastrado, o que acontece em média 48h após a aplicação.

Visto americano x Visto canadense

Antes de esclarecermos a questão dos diferentes tipos de vistos, é importante ressaltar que o visto americano e canadense são diferentes. Você não consegue entrar nos Estados Unidos tendo somente o visto canadense. Porém, você pode ter acesso ao Canadá tendo somente o visto norte-americano, mas terá, ainda assim, que solicitar o eTA. 

Além disso, apenas cidadãos canadenses, ou seja, portadores do passaporte do país, não necessitam de visto para viajar aos EUA. Qualquer imigrante, ainda que possua o PR Card, terá de solicitar o visto caso queira ir aos EUA.

Uma outra diferença marcante entre os tipos de vistos é que o americano de turista tem validade de 10 anos, independentemente da data de expiração do passaporte. É permitido entrar com o documento de viagem vencido e o visto válido, juntamente com o novo passaporte dentro do prazo de validade, desde que o viajante apresente os dois documentos.

Visto de visitante

Caso você não se enquadre nas exigências para solicitar o eTA, terá que pedir o visto de visitante, também conhecido como visto de turismo. Ele é o Visitor-1 (V-1) e concede múltiplas entradas ao portador, permitindo a estadia no país por até seis meses consecutivos, porém não dá direito a trabalho e estudo (exceto para cursos de até 24 semanas). 

A validade do visto é variável de acordo com a data do passaporte, podendo chegar a até 10 anos (o oficial de imigração também pode restringir este período, tanto o de validade quanto o de permanência, de acordo com regras e impressões de cada pacote de aplicação). 

Caso o aplicante queira permanecer por um período superior a seis meses, pode solicitar uma extensão do visto de turista ou até pedir uma permissão para outros fins.

Leia aqui: Cheguei no Canadá, e agora? Primeiras impressões no país

Visto e permissão de estudo

O visto é uma etiqueta colada no passaporte, na qual permite a entrada do estudante no país. Para permanecer no Canadá, durante o período do curso, é necessário ter a permissão, que é dada pelo oficial de imigração ainda no aeroporto. É este documento, que também é anexado ao passaporte, que determina o tempo permitido, em qual província o aluno pode estudar, se é permitido o trabalho durante o curso, dentre outros detalhes.

Basicamente existem dois tipos de visto: o S-1 e o SW-1. A definição de qual deles pedir começa com a escolha do curso por parte do aplicante. O primeiro, chamado de S-1, é concedido quando não há o requisito de estágio obrigatório para concluir o curso. Já o SW-1 é dado quando existe essa exigência, sendo os cursos chamados de Co-Op.

De maneira geral, para que um estrangeiro estude no Canadá e possa aplicar para o visto de estudante, ele precisa primeiro escolher uma instituição de ensino entre as Designated Learning Institutions. Após passar pelas etapas de seleção da escola, college ou university, o futuro estudante recebe uma Letter of Acceptance (LOA) da instituição, que é um requisito obrigatório para aplicar para o visto.

Para ler tudo sobre permissão de estudo para o Canadá, clique aqui

Diferença entre vistos e permissões para o Canadá

Existem diversas maneiras de entrar legalmente no Canadá e isso acaba gerando dúvidas. Primeiramente o seu objetivo deve estar bem definido para então iniciar o processo de pedido: eTA, vistos de turista, de estudos, para trabalho, permissões ou residência permanente.

De maneira geral, podemos dizer que existem dois tipos de visto: o temporary visa e o permanent visa. Este último concede o direito de imigrar, dando o cartão de Permanent Resident (PR Card) ao contemplado.

Falando dos vistos e permissões, é importante ressaltar que eles são diferentes. 

O visto é somente uma etiqueta no passaporte que permite ao titular do documento viajar para o Canadá e entrar no país, se o mesmo pode entrar e sair do território durante a vigência, data de expedição e vencimento e a finalidade da estadia.

A permissão é o que o nome diz. Ela é dada no momento de entrada no Canadá, pelo oficial de imigração após a primeira passagem nos guichês do aeroporto, em uma segunda checagem, que ocorre geralmente para quem vai ficar mais de seis meses por motivo de estudo ou trabalho. Não quer dizer que quem entra com um eTA ou visto de turista no Canadá possa permanecer somente seis meses. Caso o viajante mude de ideia e queira estudar, ele precisa solicitar uma permissão quando já está no país, apresentando todas as comprovações e documentos necessários. O aplicante só precisa de um novo visto caso tenha a permissão de estudo, visitante ou trabalho e queira viajar para outro país, que não os EUA, durante a sua estadia.

Documentos necessários para a Residente Permanente no Canadá

Ao se tornar residente permanente no Canadá, a pessoa terá posse de um cartão que sinaliza o novo status de imigrante no país. O chamado 'PR Card' é um documento de identidade com foto e dados pessoais. Até esse novo residente se tornar cidadão e obter um passaporte canadense, será necessário apresentar o PR Card, que é o novo documento oficial desse imigrante.

Em casos de viagem, será necessário apresentar na imigração o PR Card e o passaporte que também sinaliza o status de imigrante. Porém, caso a pessoa ainda não tenha em mãos essa carteira de identificação oficial, será necessário dar entrada no PRTD, que é um documento de viagem.

PR Card - Cartão de identificação do Residente Permanente

O título de Residente Permanente é garantido quando todo o processo é finalizado e é enviado o ECOPR (Electronic Confirmation of Permanent Residence in Canada). Sendo esse um documento anexado via e-mail confirmando sua residência permanente no Canadá. O COPR é enviado por correspondência.

Após o envio desse documento, a carteirinha de identificação do novo imigrante é enviado para a residência no endereço cadastrado. A partir desse momento, o PR Card passa a ser o documento oficial para identificação dentro do país.

PRTD - Permanent Resident Travel Document

O ‘Permanent Resident Travel Document’ (PRTD) é um documento de viagem obrigatório para aqueles que se tornam residentes permanentes no Canadá, e estão em viagem fora do país sem o PR Card em mãos.

Podendo ser por motivos do PR Card estar com data expirada, ou perda, furto, ou por não ter recebido ainda o documento de identificação de residência. Para retomar ao Canadá será necessário apresentar esse documento (PRTD), seja pela entrada por voo, trem, ônibus ou barco.

A aplicação para o PRTD só pode ser realizada por quem estiver fora do país. Enquanto a renovação do PR Card só pode ser feita dentro do Canadá. Caso você planeje uma viagem e seu PR Card esteja com a data de expiração próxima a data de embarque, a imigração recomenda que a renovação seja feita antes da viagem. O PR Card só pode ser enviado para um endereço dentro do país.

Para a aplicação do PRTD será necessário:

-Provar suas real identidade

-Confirmar seu status de Residente Permanente

-Record of Landing (documento com data da última entrada no país)

Ao realizar a aplicação para esse documento temporário, será preciso enviar o passaporte para que o PRTD seja anexado ao documento. Também é necessário enviar uma fotocópia (não o original) de todos os documentos originais de identidade e imigratórios.

Ainda ficou com dúvidas sobre o assunto? Ou precisa de auxílio para o seu visto ou permissão? Entre em contato com a nossa equipe pelo e-mail: contact@immi-canada.com

Comentários Facebook
Categorias
Posts mais acessados
Siga-nos!
120 mil
likes
+600
seguidores
53 mil
seguidores
13,9 mil
inscritos
+20 mil
cadastrados
Grupo 1
CONTATO
contact@immi-canada.com
VANCOUVER: +1 (604) 684-0530
TORONTO: +1 (647) 351-5800
Redes sociais
Caminho 139
cartmagnifiercrosslist