O Statistics Canada divulgou seu estudo trimestral de vagas de emprego no Canadá e trabalhadores para os três primeiros meses do ano. Não só o número de vagas subiu novamente este ano, se comparado a 2018, como mais de 500 mil postos de trabalho não foram preenchidos em todo o país, sendo que 80% dessas vagas eram para cargos permanentes e full time, segundo o órgão.

O crescimento de número de vagas foi percebido em seis províncias e também no território de Nunavut. O número de novas posições no primeiro trimestre de 2019 atingiu o recorde de 507 mil, um aumento de 45 mil postos quando comparamos 2019 com o ano passado. Isto fez com que o período de três meses fosse o décimo consecutivo a registrar um crescimento de vagas e também de postos vagos.

A justificativa para essa grande quantidade de posições sem ter trabalhadores para ocupa-las é um problema que o país enfrenta há vários anos: escassez de mão de obra ligada ao envelhecimento da população e ao crescente número de canadenses que estão atingindo a idade de aposentadoria.

emprego

Para Celina Hui, CEO da Immi Canada e consultora de imigração, o dado é um sinal de que o número de imigrantes no país vai aumentar cada vez mais. “O Canadá precisa de imigrantes. Prova disso é o plano plurianual divulgado pelo governo federal, que pretende trazer mais de um milhão de novos habitantes ao território até 2021. Analisando o estudo repassado pelo governo, as categorias de imigração econômica são as que mais vão aceitar novos imigrantes nos próximos anos. O que é uma ótima notícia para todos que querem aplicar ao Express Entry e também para os processos provinciais relacionados às categorias econômicas”, conta a profissional.

O objetivo de 2019 são 191,6 mil novos imigrantes (não incluindo as admissões de Quebec), sendo que este número pode chegar a cerca de 209 mil. Para o ano seguinte, 2020, o país pretende receber 195,8 mil sob as classes econômicas de imigração e, por fim, em 2021, a meta é de 202,3 mil recém-chegados para suprir a falta de mão de obra qualificada e ocupar as posições de emprego no Canadá, porém esta quantidade pode aumentar para cerca de 212 mil.

*Para saber todos os detalhes do plano de imigração do Canadá acesse o artigo completo que fizemos a respeito do tema clicando neste link

Regiões com mais posições de trabalho

A província de Quebec registrou o maior aumento ano a ano nas vagas de emprego no Canadá, nos primeiros três meses de 2019, com crescimento de 23%, criando 21,4 mil novos empregos. Segundo o relatório do Statistics Canada, quase metade das posições estão distribuídas em três principais setores: saúde e assistência social, manufatura e logísitica e, por fim, serviços de alimentação.

Duas regiões de Quebec ocuparam o topo do ranking: La Mauricie e Laurentides, ficando em primeiro e terceiro lugar, respectivamente, na geração de novos empregos. A primeira, La Mauricie, teve um aumento de 89,4% em job offers, abrindo 1,6 mil novos empregos. A segunda viu um crescimento de 57,1%, abrindo 2,1 mil vagas para trabalhadores.

Ontario ficou com o segundo lugar da lista quando falamos de províncias, registrando o segundo maior aumento anual da história, com 12,4 mil ofertas de trabalho a mais que em 2018 nos primeiros três meses do ano. Os setores que mais necessitam de mão de obra são o de assistência social, varejo, serviços científicos e técnicos, setor hoteleiro e alimentício.

emprego

British Columbia também não desapontou e teve um crescimento ano a ano de 9,3 mil vagas, com destaque para as áreas de transporte e armazenagem, serviços profissionais científicos e técnicos. Além disso, a região teve uma média de vagas sem preenchimento mais alta do que a do país: 4,4% no primeiro semestre de 2019. A federal ficou, em média, nos 3,1%.

Novamente, 80% dos trabalhos vagos eram permanentes e full time, semelhante ao que foi registrado em 2018. O emprego não temporário se caracteriza por um contrato de trabalho sem prazo para terminar. Além disso, o Statistics Canada afirma que estes empregos estão frequentemente associados a salários mais altos, mais benefícios, uma maior possibilidade de sindicalização e mais treinamentos oferecidos pelos empregadores do que nas posições temporárias.

Setores industriais

Comparadas com os três primeiros meses de 2018, as posições de trabalho aumentaram em sete dos 10 setores industriais. A pesquisa revela que o crescimento foi impulsionado por demanda na assistência médica, social e profissionais qualificados para o ramo científico e técnico. 

Na área de serviços de saúde a assistência social, as vagas aumentaram 9,9 mil, quando comparamos com o ano anterior. Essas novas posições foram mais notadas ainda por enfermeiros e cuidadores residenciais, tanto de idosos quanto de crianças. 

As vagas de emprego de profissionais qualificados, na área científica e técnica registraram um aumento de 28%, ou 9,1 mil posições a mais que em 2018, com o crescimento da economia observado na maioria das províncias canadenses. Estes setores também tiveram um aumento de salários no período. Por fim, as áreas de manufatura, comércio varejista, hotelaria, serviços de alimentação e educação também experimentaram um boom de vagas no período do levantamento. 

Fonte: https://www150.statcan.gc.ca/n1/daily-quotidien/190618/dq190618b-eng.htm.

Fabíola Cottet

Comentários Facebook