Estudo/Irei Estudar no Canadá – A Imigração é garantida?

Muitas pessoas tem dúvidas sobre o que vamos discutir neste post, já que quando se tem a intenção de estudar um programa de nível superior no Canadá, muitas vezes, a intenção é chegar à Imigração. Até mesmo porque o investimento é, relativamente, alto e todos buscam por um retorno, não é mesmo?

Antes de mais nada, é válido ressaltar que independente do processo aplicado, a imigração jamais é garantida, já que tudo será analisado e processado pelo Governo do Canadá e eles terão de dar o aval final se você está ou não apto para ser um Residente Permanente do país.

Estou estudando/Irei Estudar no Canadá, posso contar que já irei imigrar?

Muita coisa pode acontecer ao longo dos 2/3 anos de um Programa de Estudo. Não se pode garantir, por exemplo, se a lei se manterá a mesma até que você se enquadre em todos os requisitos para pleitear a imigração.

10744292_745120075555590_658228276_o

Estudar no Canadá (Programa de Nível Superior) proporciona uma série de benefícios a quem tem o interesse pela imigração, mas não é 100% que o estudante irá conseguir, pois são vários os fatores envolvidos.

Estar Estudando ou ter a intenção de Estudar no Canadá, não significa que você esteja aplicando para a Residência Permanente, são processos distintos, que deverão ser feitos no momento correto. Por exemplo, se você vai estudar no Canadá, você aplicará para um Visto de RESIDÊNCIA TEMPORÁRIA, ou seja, ele terá uma data de início e fim. Agora, a partir do momento que você cumpra com as exigências do Governo do Canadá e inicie o processo de imigração, você estará pleiteando a RESIDÊNCIA PERMANENTE.

Tem interesse por uma Província em específico? Veja como Imigrar para ela por meio de estudo: http://www.immi-canada.com/?s=Sou+Estudante

Processo de Imigração atual

Primeiramente, quase, todos devem saber que o programa de imigração do Canadá hoje é feito por meio do Express Entry, e que no geral o processo é baseado em um sistema de pontuação, onde serão levadas em consideração todas habilidades específicas daquele candidato, onde ele “nada” em uma piscina junto com os demais candidatos (Estejam eles no Brasil, Canadá ou Rússia). Atendendo aos requisitos e atingindo o número de pontos divulgado pela imigração, o candidato poderá enviar os documentos e iniciar o processo visando a Residência Permanente (Veja o infográfico abaixo).

EE

Ou seja, não basta apenas estar estudando em uma instituição de ensino canadense, é necessário cumprir com as determinações da lei de imigração.

Mas e o PGWP, ele não me levará à imigração?

Sim e Não. Ter um Post Graduation Work Permit não significa que você já está aplicando para a sua Residência Permanente e sim que o Governo do Canadá concedeu uma Permissão de Trabalho Aberta, pós conclusão do curso, para que você coloque em prática tudo aprendido durante o programa.

Claro que durante o período do PGWP, que pode chegar à até 3 anos, dependendo do seu Programa de Estudo, o estudante poderá conseguir aquele 1 ano de experiência full-time dentro de um dos NOCs 0, A ou B, se qualificando ao Canadian Experience Class (CEC) e, assim, aplicando para o Express Entry.

Assista alguns vídeos sobre o PGWP:

http://www.immi-canada.com/blog/pgwp-post-graduation-work-permit-como-funciona/

http://www.immi-canada.com/blog/pgwp-post-graduation-work-permit-como-funciona-parte-2/

Estou estudando/Irei Estudar no Canadá, como já iniciar o planejamento de imigração?

A partir do momento que o estudante cumpra com as exigências, o interessado tem de, primeiramente criar o seu Perfil no EE. Com base nas informações que o candidato à imigração envia ao sistema e cria o perfil no site oficial do governo, será gerado um ranking com os demais candidatos, utilizando a pontuação alcançada na junção dos requisitos, onde a mesma poderá chegar ao máximo de 1.200 pontos.

shutterstock_72196561

Nesse primeiro momento é importante ter em mãos:

1)      Comprovação de Proficiência no Idioma – Inglês e/ou Francês (IELTS – General Training, CELPIP ou TEF) – Qualificação Mínima: Benchmark CLB7. É obrigatório ter o exame de proficiência feito, uma vez que serão solicitados informações sobre o mesmo. No caso dos aplicantes casados ou em União Estável, o acompanhante tendo a também a comprovação, fará uma soma de 40 pontos mais.

2)      ECA – Education Credential Assessment – Um dos requerimentos do Express Entry é a comprovação do Nível de Escolaridade. Sendo assim, aos que não possuem diploma ou certificado de uma instituição canadense, deverão realizar o processo de Equivalência, para que os mesmos tenham validade semelhante aos documentos emitidos pelas instituições canadenses. Aos que querem aplicar para o EE por meio o Federal Skilled Worker o ECA é obrigatório, no caso do Federal Skilled Trades Program e Canadian Experience Class, o ECA é opcional, mas é aconselhável que todos façam, já que ajuda na contagem de pontos.

Recebeu o ITA? Então é hora de enviar toda a documentação.

Os documentos:

  • IELTSGeneral Training – (Ambos os Aplicantes)*
  • ECA Report – (Ambos os Aplicantes)
  • Cartas de Referências dos Empregadores Últimos 10 anos (Aplicante Principal)
  • Certidão Casamento/Divórcio
  • Certidão de Nascimento (Ambos os Aplicantes – Nos casos dos aplicantes casados que nao tenham a Certidão de Nascimento original, mas sim cópias, indicamos, que façam a tradução da mesma)
  • Passaportes (Ambos os Aplicantes)
  • Comprovação Financeira (De acordo com o número de aplicantes*
  • Antecedentes Criminais (Todos aplicantes maiores de 18 anos – O documento deve ser recente.

*Comprovação Financeira: http://www.immi-canada.com/blog/express-entry-comprovacao-financeira/

*IELTS: http://www.immi-canada.com/blog/ielts-academic-ou-general-qual-devo-realizar/

Lembre-se: A documentação deverá ser traduzida por um Tradudor Juramentado ou Certificado e NÃO é necessário a autenticação em Cartório e/ou Consulado.

Mais informações: http://www.immi-canada.com/blog/express-entry-documentos-necessarios/

 

 

Comentários Facebook
The following two tabs change content below.

Deborah Calazans

Deborah Calazans, Graduada e Pós-graduada em Jornalismo, é membro da equipe da Immi Canada desde 2013 e atualmente atua como a Gerente Geral dos escritórios da Empresa no Brasil, sendo responsável por todo acompanhamento nos processos dos Vistos de Residência Temporária.