Governo de Quebec divulga os Planos de Imigração para 2017

A Ministra da Imigração de Quebec, Kathleen Weil, apresentou, nesta última quinta-feira (27) o documento com os detalhes sobre o fluxo de imigrantes que Quebec espera receber em 2017.

Quebec manterá os níveis de imigração pelos próximos anos. Assim revela o plano apresentado pelo Governo da Província.

No total, o governo aponta cerca de 51.000 novos residentes em 2017 e o mesmo número para 2018. Apenas em 2019 estão prevendo um ligeiro aumento, que pode chegar à 52.000.

No entanto, se o número de pessoas selecionadas (aqueles que recebem o seu Certificado de Seleção de Quebec em 2017, mas não necessariamente chegarão à província neste mesmo ano), os números são ligeiramente mais elevados do que no ano anterior. O governo provincial pretende selecionar entre 50.900 e 56.700 imigrantes durante o próximo ano.

Desta maneira, a Ministra mantém certa estabilidade no sistema, assim como os mesmos objetivos que havia anunciado na última primavera.

A imigração a todo o momento ajuda no desenvolvimento econômico, cultural e social de Quebec”, disse Weil durante uma coletiva de imprensa na Assembleia Nacional. “Entendemos que neste momento é necessário ter ações rápidas, mas eficazes”, completou.

Da mesma forma, explicou que atualmente a província se encontra em um período de “transição”, quando o assunto é imigração, já que houve a introdução do Novo Sistema de Seleção, o qual entrará em vigor em 2017.

Ao aumentar a proporção de Imigrantes da categoria econômica, favorecendo a seleção de mais imigrantes com um perfil com alta demanda no mercado de trabalho e apontando ao potencial dos estudantes estrangeiros e os trabalhadores temporários que estão em nosso território, contribuímos para o crescimento de nossas empresas e do dinamismo de nossas cidades e regiões”, complementou a Ministra.

Os outros pontos abordados pelo Governo:

  • Quebec mantém o seu plano de levar à 63% a proporção de imigrantes que chegam à Província por um dos programas chamados “econômicos”, como trabalhadores qualificados ou empresários.
  • O Governo quer que 85% dos imigrantes que cheguem a Quebec possam declarar um conhecimento do Francês.
  • Que os 70% dos selecionados como trabalhadores qualificados sejam profissionais em uma área em alta demanda para a economia local.
  • Quebec também segue apostando nos estudantes estrangeiros. A província quer que para 2019 os 40% dos trabalhadores qualificados sejam pessoas que já estejam em Quebec como trabalhadores estrangeiros ou estudantes internacionais.
  • A maioria dos trabalhadores qualificados que sejam selecionados em 2017 virão da África (entre 15.200 e 16.400), enquanto a América representará uma menor proporção, entre 3.800 e 4.100 pessoas selecionadas para o próximo ano.
  • No entanto, os número mostram que as admissões (diferente à seleção), a América representa a segunda região que dará a Quebec mais trabalhadores qualificados em 2017 (Entre 6.390 e 6.940 pessoas).

 

O que foi feito em 2016

O relatório apresentado pela Ministra perante ao parlamento provincial também mostra os números sobre o desempenho da imigração durante este ano de 2016.

Vejam alguns pontos:

  • As previsões mostram que 54.700 pessoas serão selecionadas como imigrantes durante este ano. Quebec previa à principio entregar entre 41.000 e 46.900 Certificados de Seleção, o primeiro documento necessário para imigrar à Província.
  • O excedente, segundo a ministra, se deve à quantidade de refugiados sírios que foram admitidos este ano.
  • Até o fim de 2016, entre 50.500 e 53.500 pessoas terão chegado como novos imigrantes (Admissões). O plano inicial mostrava que entre 48.500 e 51.000 imigrantes chegariam durante estes 12 meses.
  • A diferença, explica o ministério, está na quantidade de pessoas que se esperava que chegariam em 2015, mas acabaram não terminando o processo neste mesmo ano.
  • A quantidade de trabalhadores qualificados que chegarão este ano está abaixo das previsões do governo. Quebec receberá entre 24.300 e 25.500 pessoas por meio deste programa. O objetivo era entre 25.500 e 27.000.
  • As projeções mostram que entre 4.300 e 4.500 pessoas entrarão na província este ano como empresários, investidores ou trabalhadores autônomos.
  • Enquanto na Reunificação Familiar, Quebec superará os seus objetivos. Entre 11.000 e 11.500 pessoas chegarão por meio desta categoria, número acima do esperado, que era entre 10.500 e 10.900.
  • Um dos problemas que se mantiveram foi a baixa proporção de imigrantes que demonstraram ter conhecimento do idioma Francês no momento da chegada a Quebec. A província esperava chegar à 50% neste ano, mas as projeções destacam que estará na casa dos 49%.

 

Fonte: http://nmnoticias.ca/176499/plan-inmigracion-quebec-2017-resultados-kathleen-weil/

Texto: Tradução e Adaptação – Immi Canada (A cópia ou reprodução, total ou parcial, está totalmente proibida sem prévia autorização)

Comentários Facebook
The following two tabs change content below.