O ministro da imigração canadense, Ahmed Hussen, anunciou um novo programa de imigração. Segundo Hussen, o piloto vem para preencher a escassez de mão de obra e alimentar o crescimento econômico nas comunidades rurais, particularmente no processamento de carne e na produção de cogumelos, sendo destinado aos imigrantes que pretendem se estabelecer fora dos grandes centros urbanos do Canadá.

A princípio o processo será piloto e durará três anos, com o nome de Agri-Food Immigration Pilot. Ele vai ajudar o país a atingir suas ambiciosas metas de exportação. A agricultura e a indústria agroalimentar são importantes contribuintes para o crescimento econômico e a vitalidade das terras canadenses, sendo responsáveis por um em cada oito empregos no território. As exportações agrícolas atingiram um novo recorde em 2018, chegando aos US$ 66,2 bilhões. 

O programa visa a retenção de trabalhadores, fazendo com que os mesmos se tornem residentes permanentes no país. Ele também complementa a estratégia de imigração econômica do Canadá, que inclui os processos: Atlantic Immigration Pilot, o Rural and Northern Immigration Pilot, a Global Skill Strategy, um revitalizado Express Entry e expansões nos Provincial Nominee Programs (PNP’s).

imigracao-canadense-comunidades-rurais

*Saiba mais informações a respeito do Rural and Northern Immigration Pilot clicando aqui.

Por hora, as informações passadas pelo governo canadense são que os empregadores que pretendem ser parte do programa piloto serão elegíveis para aplicar aos empregados uma Labour Market Impact Assessment (LMIA) de até dois anos. Além disso, os trabalhadores estrangeiros que cumprirem as qualificações e quiserem se candidatar poderão aplicar ao programa no começo de 2020, sendo que serão aceitos um número máximo de 2.750 candidatos principais por ano, além de suas famílias. Com isso espera-se um total de até 16,5 mil novos residentes durante os três anos de programa.

*Veja mais sobre as diversas maneiras de imigrar para o Canadá neste link.

Ontario anuncia política pública para trabalhadores na área da construção

A província de Ontario anunciou recentemente uma nova política pública para conferir o status de residente permanente aos trabalhadores da construção civil de Toronto e GTA, que entraram no país legalmente e acabaram permanecendo de forma ilegal. Serão 500 aplicações no total, divididas em dois grupos, dos quais falaremos abaixo.

imigracao-canadense-ontario

Serão elegíveis aqueles que:

  • Entraram legalmente no Canadá como residentes temporários; e, anteriormente, receberam autorização para trabalhar na indústria da construção; 
  • Será necessário fornecer comprovante de declaração de imposto de renda canadense (tax return);
  • O aplicante deve ter entrado legalmente no Canadá como residente temporário;
  • É mandatório estar morando no Canadá por pelo menos cinco anos da data de solicitação;
  • Provar trabalho no setor de construção, nos NOC’s relacionados, que incluem a função de ajudante na construção, por pelo menos três anos dos últimos cinco;
  • CLB mínimo de 4 pontos no inglês;
  • Ter familiar residindo no país, como cidadão ou residente permanente, no caso de avós, pais, tios, primos, sobrinhos, etc. Para os que possuem cônjuges ou filhos que moram em terras canadenses, o status dos mesmos não será levado em consideração;
  • Residir em Toronto ou GTA;
  • Carta de encaminhamento assinada pelo órgão trabalhista canadense.

Os NOC’s que podem ser elegíveis são os do grupo 72 e 73, que correspondem a área de manutenção de equipamentos, indústria metalúrgica, carpinteiros, instaladores, eletricistas e pintores. Além desses, temos também o NOC 7441 de serviços de manutenção comercial e residencial, 7521 para operadores de equipamentos pesados e 7611, que corresponde a trabalhadores da construção e ajudantes.

Serão 500 vagas no total. A maior parte, 400 delas, serão destinadas aos trabalhadores que receberam autorização para exercer as atividades na construção anteriormente e 100 para os que entraram no país legalmente como residentes temporários de alguma maneira. As aplicações devem iniciar no dia 2 de janeiro de 2020 e o programa deve durar dois anos, ou até acabarem as 500 aplicações. 

A consultora de imigração Celina Hui realizou uma live para falar a respeito das novidades da imigração de Ontario. Ela abordou a nova política pública que irá conferir o status de residente permanente para trabalhadores da construção civil de Toronto e GTA e a profissional também falou a respeito do programa Tech Pilot do Ontario Immigration Nominee Program.

Para quem não conseguiu ver, o vídeo já está publicado no nosso canal do YouTube, confira:

Os profissionais da Immi Canada estão capacitados para lhe auxiliar neste processo, seja para os pilotos rurais ou aplicando para a nova política do governo de Ontario. Para isso, é necessário que você marque a sua consulta de imigração para saber se é elegível a um dos programas e, após isso, podemos lhe auxiliar em todo o caminho. Não esqueça que, contratando a assessoria da Immi Canada, o valor da consulta é descontado do seu processo. Acesse https://www.immi-canada.com/consultoria-de-imigracao-para-canada/ ou mande um email para contact@immi-canada.com

Fontes: https://www.canada.ca/en/immigration-refugees-citizenship/news/2019/07/ new-agri-food-immigration-pilot.html;

https://www.canada.ca/en/immigration-refugees-citizenship/corporate/mandate/policies-operational-instructions-agreements/permanent-residence-construction-workers-gta.html.

Fabíola Cottet

Comentários Facebook