A população canadense alcançou o número de 37.314.442 no dia primeiro de janeiro de 2019. Aliado a isso, o Statistics Canada divulgou uma pesquisa revelando que os imigrantes continuam a ser o principal impulsionador do crescimento populacional, visto que no ano passado (2018), foram 321.065 o número de novos habitantes provenientes de outros países, que entraram no território com a residência permanente ou conquistaram o Permanent Resident (PR), após já estar morando no Canadá.

O crescimento no número de pessoas foi registrado após o recorde de imigrantes admitidos no país no último trimestre do ano. Ao longo dos doze meses de 2018, a população canadense aumentou mais de meio milhão: foram 528.421 pessoas. Se combinarmos os residentes temporários e os permanentes, a chegada de estrangeiros representou 80,5% do aumento populacional, chegando ao número de 425.245. Residentes temporários no Canadá são todos os que recebem legalmente o direito de viver temporariamente dentro de suas fronteiras como visitantes, trabalhadores com Open Work Permit (OWP) ou outro visto de trabalho, permissão de estudos, ou qualquer outro status provisório concedido pelo Immigration Refugees and Citizienship Canada (IRCC).

Os números da imigração de 2018 superaram, de longe, o crescimento natural da população, que é calculado subtraindo a quantidade de falecimentos do total de nascidos no período: 103.176. O que ainda foi considerado incomum, visto que nos últimos três meses do ano o crescimento populacional desacelera devido a padrões sazonais observados ao longo da história.

*O Canadá foi eleito, pelo quarto ano consecutivo, o país com a melhor qualidade de vida do mundo em 2019. Confira a matéria completa que fizemos a respeito do assunto clicando aqui.

O gráfico acima, retirado do estudo do Statistics Canada, mostra que a imigração é o que faz com que o país tenha um crescimento populacional considerável. O governo canadense considera o número resultado das iniciativas federais que foram introduzidas nos últimos anos para melhorar o sistema de imigração, que agora é reconhecido e aclamado internacionalmente.

imigrantes

Imigração em números e projeções

Em 2015, o Express Entry (EE), programa de imigração federal que mais leva estrangeiros as terras do True North, foi introduzido. De lá para cá o departamento que cuida da entrada de imigrantes no país só vem se aperfeiçoando. Por meio do EE, o território seleciona candidatos que atendam às necessidades do mercado de trabalho e os convida a se candidatar à residência permanente. O sistema foi projetado para facilitar as aplicações da categoria econômica do Canadá: o Federal Skilled Worker Program, o Federal Skilled Trades Program e a Canadian Experience Class. O que se tornou um processo mais organizado e reduziu o tempo de processamento das aplicações para menos de seis meses.

Somente pelo EE, excluindo todos os demais processos de imigração existentes no país, o Canadá emitiu o número recorde de Invitations to Apply (ITA’s) em 2018, somando 89,8 mil convites. Outra boa notícia divulgada no final do ano passado é que o governo federal, por meio do IRCC, revisou e elevou as metas do seu plano plurianual de imigração, que contempla os anos de 2019, 2020 e 2021 (para saber mais a respeito clique aqui). As categorias econômicas são o objetivo central do plano, que tem uma meta de admissão de 330,8 mil novos residentes permanentes para este ano.

imigrantes

*Saiba como imigrar para o Canadá por meio do Express Entry acessando este link.

As admissões, de acordo com o planejamento canadense, irão crescer gradativamente até 2021, quando a meta é de 350 mil pessoas no ano, o que é quase 1% da população do país. Um dos objetivos é atrair e reter estrangeiros com mão de obra qualificada para suprir a escassez de profissionais. Além disso, outra característica importante do plano é a atração de talentos por meio dos Provincial Nominee Programs (PNP’s), que são os processos provinciais para levar trabalhadores de outros territórios a residirem em suas regiões. A meta deste ano é aumentar as nomeações em 10,3 mil, passando de 61 mil pessoas, em 2018, para 71,3 mil convites até o final de 2019. Os PNP’s foram criados em 1998 e permitem que as províncias e territórios canadenses participantes indiquem um número definido de candidatos elegíveis para a residência permanente por ano, com o intuito de atender às necessidades locais do mercado de trabalho.

Em referência ao plano plurianual, Ahmed Hussein, ministro da imigração, relatou que ele foi desenvolvido com total colaboração e consulta às províncias e territórios canadenses, para que tragam mais pessoas ao país. Hussein também afirmou que foram atendidas às necessidades regionais, implementando o Atlantic Immigration Pilot Program e apoiando as comunidades francófonas fora de Quebec.

Dados trimestrais do Statistics Canada também revelam que em nove de cada 10 províncias canadenses a chegada de estrangeiros como residentes foi o principal fator por trás do crescimento populacional no final de 2018.

Fontes: https://www.statcan.gc.ca/;

https://nationalpost.com/news/canada/canada-sees-300000-new-immigrants-the-largest-influx-in-a-century.

Fabíola Cottet

Comentários Facebook