Localizada na costa oeste canadense, a província de British Columbia é a terceira maior do país em área e, coincidentemente, também em população, chegando a aproximadamente 948 mil quilômetros quadrados, perdendo somente para Ontario e Quebec. Ao contrário do que a maioria pensa, a capital do território é a cidade de Victoria e não Vancouver. Muitos dos que decidem ir morar no Canadá escolhem BC como destino, por diversos motivos: a economia do local cresce, em média, 3% ao ano, existem várias empresas com demanda por profissionais, suas incríveis belezas naturais, dentre outros fatores.

Fato é que, assim como as outras províncias canadenses, BC também tem seu processo de imigração provincial, o British Columbia Provincial Nominee Program (BC PNP). Ele busca profissionais qualificados para atender à demanda do mercado de trabalho da região. O BC PNP oferece três maneiras diferentes de se tornar residente na província, cada um dos caminhos é subdividido em categorias específicas.

Categorias do BC PNP

O primeiro deles é o Skills Immigration, que seleciona trabalhadores qualificados e semiqualificados (nomenclatura dada de acordo com a National Occupational Classifitcation – NOC), para suprir a demanda de mão de obra interna. Esta categoria usa um sistema de convite baseado em pontos, envolvendo uma aplicação online para o programa provincial e, posteriormente, envio postal para alcançar a residência permanente.

O governo de imigração provincial deixa claro que, para algumas categorias, pode não ser necessária a experiência de trabalho anterior. Já para os que possuem profissão dentro das qualificadas, os anos de trabalho podem ser fora do Canadá e, por fim, os candidatos da categoria entry-level e semiqualificada precisam provar experiência anterior dentro do território de BC. Os recém-formados na região podem não precisar comprovar que trabalharam anteriormente.

*Recentemente British Columbia lançou um novo pathway de imigração voltado aos empreendedores. Clique aqui e saiba mais.

Dentro do Skills Immigration, existem outras cinco subdivisões:

  • Skilled Worker: direcionada a profissionais com ocupações em demanda na região;
  • Healthcare Professional: destinada aos profissionais da saúde;
  • International Graduate: para os que concluíram uma graduação na província;
  • International Post-Graduate: para quem terminou uma pós-graduação;
  • Entry Level and Semi-Skilled: processo para trabalhadores que possuem determinadas ocupações.

A segunda modalidade de imigração do território é o Express Entry BC. A região considera uma maneira mais rápida de obter a residência permanente e viver dentro de suas fronteiras. Primeiramente o candidato precisa possuir um perfil ativo e ser elegível ao programa federal do Express Entry (confira mais a respeito clicando aqui). Todo o procedimento é feito online e o aplicante não necessita, necessariamente, possuir experiência de trabalho anterior na província. Porém o mesmo deve ter trabalhado em uma profissão qualificada para o EE, além de outros requisitos como educação e idioma. Uma curiosidade é que, no ano passado, a região indicou 3.100 candidatos pelo sistema federal.

british columbia

Dentro do EE de BC, existem quatro subdivisões, confira abaixo quais são elas:

  • EEBC – Skilled Worker: para os que possuem qualificações e habilidades que estão em demanda em BC;
  • EEBC – Healthcare Professional: semelhante ao anterior, porém os trabalhadores da saúde aplicam pelo processo federal;
  • EEBC International Graduate: destinada aos recentes graduados em uma instituição da região e querem continuar a carreira;
  • EEBC International Post-Graduate: algumas das áreas podem ser elegíveis, tanto que o profissional tenha concluído uma pós-graduação e cumpra outros requisitos.

Por fim, o terceiro programa dentro do BC PNP é voltado aos empreendedores. Ele também é um sistema baseado em pontos e destinado a quem quer investir e gerir um negócio dentro das fronteiras de British Columbia. Para se qualificar, o interessado deve ter, no mínimo, um patrimônio pessoal de CAD$ 600 mil, demonstrar experiência de negócios ou gestão e ser elegível para residir no país. No que tange ao negócio, o candidato precisa abrir um ou adquirir uma empresa já existente, fazendo melhorias, investir pelo menos CAD$ 200 mil na companhia e, por fim, criar pelo menos um emprego full-time e permanente para um residente ou cidadão canadense.

Além disso, o processo voltado aos investidores demanda outras exigências e pagamentos de taxas. Para saber detalhes, acesse o site oficial do governo da província clicando aqui.

A província de British Columbia, assim como as outras regiões do Canadá, possui um sistema de imigração provincial complexo, com diversas subcategorias existentes dentro de divisões maiores. Cada uma delas possui exigências de comprovações financeiras, experiência de trabalho, requisitos de fluência no inglês, proximidade com o território, educação, dentre outras particularidades. Por isso, sempre alertamos da importância da consulta e acompanhamento de um profissional especialista em imigração. A Immi Canada oferece o serviço de consulta, que lhe mostra o melhor caminho para imigrar com base no seu perfil e de sua família. Somado a isso, quando a sua decisão é de aplicar para determinado processo, oferecemos a assessoria completa, reduzindo drasticamente a chance de erros e até de uma negativa no procedimento. Entre em contato conosco pelo site www.immi-canada.com/contato/ ou mande um email para contact@immi-canada.com.   

british columbia

*Confira bons motivos para escolher British Columbia acessando este link

Fonte: https://www.welcomebc.ca/Immigrate-to-B-C/B-C-Provincial-Nominee-Program/BC-PNP-pathways.

Fabíola Cottet

Comentários Facebook