O mercado de trabalho canadense está bastante aquecido. De acordo com dados publicados recentemente pelo jornal O Globo,  o país teve geração de emprego recorde nos últimos 12 meses, com a criação de 471.300 vagas de trabalho. Sem dúvida um reflexo da economia do Canadá, que apresentou o maior crescimento entre os países do G7 – grupo que reúne as economias mais industrializadas do mundo. 

Apenas em agosto deste ano, foram criados 81.100 novos empregos. O número, além de ser quatro vezes superior às 20 mil vagas que eram previstas pelos analistas do mercado financeiro, é impressionante: agosto de 2019 foi sétimo melhor mês para a geração de empregos desde 1976. 

Com o mercado aquecido e os incentivos dados à imigração pelo governo canadense – o que não significa que o processo é simples ou fácil -, o True North se tornou um dos destinos mais procurados pelos brasileiros que querem sair do Brasil. 

mercado-de-trabalho

* O governo canadense mantém um site completo e atualizado, com anúncio de vagas e cadastro de currículos, o Job Bank. Acesse clicando aqui.

E os profissionais qualificados podem, sim, ser contratados em terras canadenses, desde que atendam aos requisitos dos programas de imigração. É importante ressaltar que, para trabalhar legalmente no território, é necessária uma permissão para tal – chamada de work permit – que pode ser obtida de diversas maneiras: 

  • LMIA: ter uma oferta de emprego de empresa canadense ainda estando no Brasil. Neste caso, o visto de trabalho é concedido através do programa Labour Market Impact Assessment (LMIA). E é importante ressaltar que o empregador precisa estar disposto a lidar com um processo burocrático se realmente quiser o trabalhador estrangeiro na sua equipe e, além disso, o colaborador fica atrelado à empresa, não podendo trabalhar em outros lugares; 

* Saiba mais sobre o LMIA clicando aqui.

  • Programa de estudo: neste caso, será necessário ingressar em um programa de estudos que permita ao estudante também trabalhar em território canadense (por até 20h semanais no período de aulas e full-time durante as férias acadêmicas. O estudo de idiomas não permite trabalho em nenhuma circunstância). Para os casos de estudo há, também, o PGWP (Post Graduation Work Permit), que permite ao estudante, após a conclusão dos estudos, prorrogar a sua estadia, trabalhando em território canadense – para aplicar para este programa, no entanto, o estudante deve ser elegível e obedecer a critérios específicos;
mercado-de-trabalho

* Entenda melhor sobre estudo e trabalho aqui e, também, sobre o PGWP neste link.

  • Open Work Permit: essa permissão, como o nome já diz, é uma permissão de trabalho aberta. Ou seja, ela não está vinculada com nenhuma empresa em específica. É dada ao cônjuge de quem vai pelos estudos e cumpre as exigências do governo para que o companheiro(a) possa aplicar, quando o empregador patrocina um estrangeiro por meio da LMIA ou no caso de alguns programas de imigração específicos, em que o aplicante principal ou o cônjuge pode aplicar para um OWP enquanto aguarda sua residência permanente.

* Entenda melhor o Open Work Permit clicando aqui.

Quer trabalhar no Canadá? A Immi Canada está sempre disposta a te auxiliar da melhor maneira possível Agende sua consulta de imigração. Entre em contato conosco pelo site www.immi-canada.com/loja-virtual/ ou mande um email para contact@immi-canada.com.

Fontes: 

https://oglobo.globo.com/economia/crise-que-crise-no-canada-geracao-de-emprego-tem-melhor-resultado-em-16-anos-23931690

https://www.canada.ca/en/immigration-refugees-citizenship/services/work-canada/permit.html

Maria Augusta Brandt

Comentários Facebook