Quem está sonhando em morar no Canadá e já começou seu planejamento, lê e encontra diversas informações conflitantes na internet a respeito de tudo, desde a alimentação e modo de vida canadense até informações erradas sobre os modos de imigrar. Pois é, a internet é uma fonte incrível de informação e pesquisa, mas não devemos acreditar em tudo o que lemos por aí. Pensando nisso, nós elaboramos uma lista com mitos e verdades sobre a vida no Canadá e também alguns aspectos da imigração para o país.

Deixamos claro que sempre existem exceções. O fato de que, por exemplo, a maioria dos nossos clientes, parceiros e equipe que vive no local ter boas histórias e experiências para contar a respeito da segurança do país, não quer dizer que não existe criminalidade ou violência de jeito nenhum. O que relatamos abaixo são vivências e histórias que acumulamos, baseadas não em dados, mas em relatos dos nossos clientes, parceiros e amigos.

Só tem inverno no Canadá, anoitece cedo o ano todo e neva em tempo integral.

MENTIRA!

Este é um mito muito grande e um dos primeiros que aparece nas perguntas que nos fazem por aqui. Sim, o inverno do Canadá é rigoroso, porém ele não é a única estação climática do ano. Em alguns locais, como Toronto, por exemplo, no verão as temperaturas podem alcançar 40º C. Ou seja, o verão existe sim, com bastante sol, festivais, atividades ao ar livre (canadenses amam praia, nem que seja a do lago, adoram os pátios dos restaurantes em temperaturas mais elevadas e ficam bem mais felizes no verão).

Ademais, o território possui as quatro estações climáticas muito bem definidas, ou seja, você vai ver neve no inverno e as temperaturas serão congelantes, na primavera as flores e árvores ficarão verdes e vão embelezar toda a paisagem, no verão tem calor, muita coisa para fazer e o outono, uma das épocas mais lindas no Hemisfério Norte, tem aqueles cenários de filme, com folhas multicoloridas laranja, amarelo e vermelho embelezando toda a paisagem.

*Para saber mais sobre como são as quatro estações do ano no Canadá clique aqui. Veja também neste link alguns cuidados com a saúde para enfrentar as diversas temperaturas.

Preciso falar francês para imigrar ou encontrar um trabalho no país do True North.

MENTIRA!

vida no canada

Francês é considerada a segunda língua oficial, sendo que a primeira é o inglês. Obviamente que, se você quiser imigrar para o Quebec, terá que provar um determinado nível no idioma, visto que na província a língua oficial é o francês. Porém, no restante do Canadá, o francês é pouco usado, embora seja ensinado nas escolas. Por isso para imigrar, estudar e conseguir um trabalho fora de Quebec um bom nível de inglês é suficiente e a língua francófona não é necessária. Uma curiosidade é que, mesmo na região onde o francês é o idioma mais falado, nos grandes centros, o inglês é amplamente utilizado e quase todos os habitantes são bilíngues.

O Canadá é um país seguro para se viver.

VERDADE!

Sim, o True North é seguro e tranquilo para se viver. Isto não quer dizer que você deve deixar sua bolsa (ou pertences pessoais) em qualquer lugar sem supervisão, principalmente nas grandes cidades, voltando uma hora depois e achando que ela continuará ali. Existe sim a probabilidade de isso acontecer, porém você pode não encontrar mais os seus pertences.

Mas você vai se sentir seguro andando com o seu laptop de última geração no metrô ou utilizando o aparelho em praça pública, cafés e até em um banco na calçada. Além disso, as casas não possuem grades e nem portões. As que os constroem geralmente são extremamente baixos para delimitar a área, jardim ou deixar os animais soltos.

Obviamente que existe violência no país. Porém, em 2016, o Canadá registrou apenas 611 homicídios durante os 12 meses, sendo 1,68 crimes deste tipo por 100 mil habitantes. Comparado ao Brasil, em 2015, o número é absurdo: 59.080 homicídios, o que dá 28,9 mortes a cada 100 mil pessoas. Só por estes dados já podemos ter uma ideia de que a insegurança diária que nos assola em terras brasileiras não está presente em solo canadense.

*Veja aqui uma lista com 10 bons motivos para morar no Canadá.

A alimentação canadense é ruim e é impossível achar comida brasileira.

MENTIRA!

Volta e meia encontramos a afirmação de que canadense se alimenta mal e não é possível comprar arroz e feijão no país. Isto é uma grande mentira. Claro que, devido a proximidade com os Estados Unidos e a cultura norte-americana de fast food, você vai encontrar mais lanchonetes deste tipo espalhadas pela região do que você acha no Brasil, e acreditem, por um preço muito menor.

vida no canada

E ah, nos mercados se encontra de tudo e quase tudo o que se compra no Brasil também é vendido na localidade. O que você não encontra nas lojas de departamentos, pode ser procurado nos mercados brasileiros e internacionais espalhados nas maiores cidades. O que difere do Brasil é o horário das refeições e o que eles comem em cada uma delas. Acesse neste link mais informações sobre os hábitos alimentares. Com relação aos restaurantes podemos dizer que a variedade de comidas regionais de cada país é imensa. O Canadá possui os mais variados restaurantes típicos de todas as partes do mundo, então tem para todos os gostos e bolsos.

O ensino público do país é bom e de qualidade.

VERDADE!

As instituições de ensino no Canadá diferem do Brasil em vários aspectos, mas talvez o principal seja com relação ao desenvolvimento do pensamento crítico e senso de cidadania de cada um. Enquanto no Brasil as escolas são mais didáticas e preparam o aluno para o vestibular, o ensino de primeiro mundo é direcionado a escolha de uma profissão que se adeque as habilidades e gostos de cada um e a construção de uma sociedade igualitária, na medida do possível.

No que diz respeito ao estudo público, existem sim escolas particulares no país, mas elas são minoria e o ensino bancado pelos fundos do governo supre a necessidade da população além de ser de qualidade e direcionado para a vida. Então, além de aprender ciências, matemática, física e inglês, o aluno vai ter aulas de culinária, teatro, marcenaria, fotografia, entre outras habilidades que servem para sobrevivência, podem virar um hobby e até uma profissão.

vida no canada

*Confira mais informações sobre a adaptação dos pequenos nas escolas do Canadá clicando aqui.

O Canadá precisa de imigrantes brasileiros e é fácil imigrar.

MENTIRA!

Talvez este seja o maior mito a respeito do Canadá. Muitas fontes espalham por aí em encontros e pela internet a fora que o território canadense está à procura de brasileiros e que é só chegar e o governo lhe dará um salário até você não achar um emprego e as empresas canadenses darão prioridade a você, pois é brasileiro. Isto é uma enganação muito grande.

O país é sim aberto a imigração, possui diversos programas que permitem que brasileiros, e pessoas de todas as partes do mundo, se candidatem e, a partir do cumprimento de diversos requisitos, sejam chamados para morar como residentes no país. Eles precisam sim de imigrantes, mas são pessoas qualificadas de qualquer lugar do globo. E imigrar, para onde for, não é um processo simples, por mais que você esteja nos melhores cenários e tenha um emprego garantido no destino, um sponsor ou vá expatriado com uma companhia bancando todo o processo de visto. Mudar de país exige esforço, planejamento, paciência e uma reserva financeira, porém não é impossível.

*Leia mais sobre os desafios que os imigrantes enfrentam clicando aqui

Não existe preconceito no Canadá.

VERDADE E MENTIRA!

Embora de modo geral isto seja verdade, generalizações não são corretas em nenhum lugar do mundo. Como já dissemos várias vezes aqui, o país é multicultural, cosmopolita e a maioria dos habitantes nativos respeita, são educados e receptivos com todos. Mas não podemos falar que não existe preconceito em lugar nenhum. Embora sejam situações isoladas, algumas pessoas torcem o nariz para os programas de imigração e não são a favor de imigrantes.

vida no canada

Se trabalha menos no Canadá.

MENTIRA!

Ouve-se falar que a jornada de trabalho é menor no território. O que é um mito. A carga semanal varia de 40h a 44h por semana, da mesma maneira que no Brasil. O que muda são os horários e a forma de trabalho. Embora em algumas empresas maiores e para cargos mais especializados os contratos sejam fechados por um valor determinado para determinadas horas por mês ou ano, a maioria dos lugares paga seus funcionários por hora, ou seja, não existe banco de horas, o que significa que os minutos trabalhados a mais são pagos.

Ainda sobre a jornada de trabalho, a impressão é que se trabalha menos pois as horas são mais diretas, com pequenos intervalos que variam de 15 minutos a meia hora. Além disso, não existem feriados prolongados como no Brasil. Quando um dia festivo cai em uma terça, por exemplo, o feriado é trocado para segunda ou se trabalha normalmente na segunda-feira.

*Para mais informações sobre vistos e imigração, acesse o site oficial do Immigration, Refugees and Citizienship Canada clicando aqui.

Fabíola Cottet

Comentários Facebook
The following two tabs change content below.

Fabiola Cottet