Nossos clientes e quem nos acompanha nas redes sociais sempre apresentam essa dúvida: quão importante é o inglês?

Essa pergunta tem várias formas. Às vezes a pessoa deseja saber se o nível de inglês que ela possui é suficiente para aplicar para um programa de imigração, outras vezes o objetivo é aplicar para um processo de Pathway. Às vezes a dúvida é se a pontuação no IELTS do cônjuge fará diferença na hora de aplicar para o Express Entry. E às vezes a dúvida é se o inglês é mesmo necessário se o objetivo é somente visitar o Canadá por um curto período de tempo.

Então vamos lá!

Inglês para turismo

Para viagens de turismo, fica mesmo a critério da pessoa definir se o inglês será importante ou não.

Nós particularmente achamos que existem muitas situações em uma viagem de turismo que podem ser muito melhor aproveitadas se a pessoa souber falar inglês, mesmo que não seja muito fluente.

Estamos falando do dia a dia mesmo. Claro que não precisamos necessariamente usar o inglês quando andamos pela cidade para tirar fotos. Mas e se formos a um restaurante? E se resolvermos participar de um tour guiado em um museu? Como faz para perguntar se aquela loja vende aquele produto específico? E como pedir informações na rua ou no hotel?

Saber inglês pode facilitar a vida em muitas ocasiões.

É também com um bom nível de inglês que conseguimos ter uma experiência completa quando viajamos para países que falam essa língua (estamos falando de 25 países cujo idioma principal é o inglês), pois podemos conversar com mais pessoas e apreender mais a cultura local, incluindo maneirismos da fala, sotaques, gírias, e toda a cultura relacionada com a linguagem.

Sabe aquela sensação de estarmos conhecendo gente completamente diferente da gente quando passeamos pelo Brasil, com seus diferentes sotaques que moldam as várias culturas brasileiras? Conseguimos aproveitar cada minuto da viagem pela própria facilidade de falarmos a mesma língua. Essa sensação também existe no inglês, e é completamente diferente ouvir um canadense, um texano, um britânico e um escocês falando, embora todos falem inglês.

ingles1

 

Inglês para estudos e imigração

Quem planeja estudar em um país de língua inglesa, ou então imigrar para um país de língua inglesa, já deve saber da importância de ter um inglês fluente.

Para estudar, principalmente cursos de nível universitário, a maioria das universidades exigem um teste de proficiência de nível acadêmico, que é um pouco mais específico do que o teste que é pedido para fins de imigração.

Mas o ponto principal não é o teste em si, e sim a facilidade com que o aluno irá acompanhar as aulas. As notas do curso que irá fazer (e, em alguns casos, a permanência no curso) podem depender do inglês. Quanto mais facilidade e familiaridade o aluno tiver com o idioma, mais facilidade ele terá, tanto ao compreender 100% das aulas, seminários e palestras, quanto ao estudar livros técnicos. O conhecimento do idioma também irá facilitar muito na redação de reports e papers.

Já para a imigração, embora o teste de proficiência pedido seja de nível geral em vez de acadêmico, não significa que é uma boa ideia parar de estudar inglês no momento em que se conquistou notas interessantes no teste.

Como imigrante será preciso se adaptar ao seu novo país, e isso inclui conquistar um bom emprego. O inglês abre portas, e isso é especialmente verdadeiro quando se trata de empregos. É relativamente fácil conseguir um trabalho temporário como atendente em lojas ou em cafés, onde é aceitável que o inglês do candidato possa não ser tão avançado, mas quando falamos de empregos que exigem um maior nível de responsabilidade no contato com o público, em profissões como medicina, engenharia, ou secretaria e recursos humanos, ter um inglês fluente pode sim fazer a diferença para que você seja considerado um bom candidato para a vaga. Afinal, você estará competindo com outros imigrantes, sim, mas principalmente com canadenses com inglês nativo. E as empresas buscam sempre o candidato que melhor se adequa a todos os requisitos para a vaga disponível.

As coisas ficam mais claras quando usamos exemplos do nosso dia a dia. Imagine que uma pessoa imigrou para o Brasil, mas ela não fala um português muito bom. Ela certamente terá mais dificuldade para se adaptar, fazer amigos e conseguir um bom emprego do que se falasse um português com fluência, certo? Para o inglês funciona da mesma maneira.

ingles2

 

O famoso IELTS

Falamos muito sobre o IELTS, ou International English Language Testing System. É uma prova de proficiência na língua inglesa, que avalia tudo o que sabemos e o que não sabemos sobre a comunicação em inglês.

Falamos bastante sobre ele neste post e também fizemos um vídeo com a Celina Hui e a Katia Jucá, que é especialista no assunto. Você pode ver o vídeo aqui.

Um bom conhecimento da língua inglesa (e também um bom conhecimento da prova em si e de sistemas de avaliação em geral) pode fazer uma grande diferença nos resultados. Esses resultados não só contribuem para os processos de estudos e imigração: são de extrema importância. A pontuação no IELTS, tanto do aplicante principal quanto do cônjuge, se for o caso, pode fazer a diferença entre ter a aplicação aprovada ou não.

 

A IMMI QUER SABER

Você já veio para o Canadá ou está por aqui? Quão importante é o inglês no seu dia a dia?

 

Comentários Facebook
The following two tabs change content below.