Novidades Express Entry – Entenda como funcionará o Sistema de Imigração para o Canadá em 2015

O Ministério de cidadania e imigração do Canadá publicou hoje as tão esperadas instruções para o Express Entry, que entrarão em vigor a partir de 1 de Janeiro de 2015.

O sistema gerenciará as submissões dos processos de imigração para os programas Federal Skilled Worker Class, Federal Skilled Trades Class e Canadian Experience Class, cujas aplicações ainda serão processadas normalmente pelo governo canadense se recebidas antes da data de início do novo formato, e servirá de facilitador para a nomeação de candidatos pelos programas provinciais.

 

Como funciona?

A novidade é o cadastramento de um perfil online para o candidato que tem como objetivo trabalhar e morar no Canadá aplicando para um dos programas mencionados anteriormente. Nele constarão seus dados pessoais, como nome completo e idade; experiência profissional, relacionando os NOCs dos cargos já ocupados; escolaridade, comprovada por instituição credenciada pelo governo do Canadá se a graduação foi no exterior; nível de fluência em inglês ou francês; intenção de imigrar é sozinho ou com família, mencionando número de dependentes; comprovação de fundos; se possui experiência profissional canadense, se tem parentes morando no país etc.

Este cadastro iniciará a expressão de interesse do estrangeiro de imigrar para o Canadá e terá validade de um ano. Se selecionado por empresa, governo ou província, o candidato receberá um convite para aplicar ao processo de imigração e receber a residência permanente. Este convite ficará válido por 60 dias.

A partir da confirmação de interesse do estrangeiro frente ao convite, o Ministério de cidadania e imigração promete um tempo de processamento de até 6 meses.

Estrangeiros cadastrados com ofertas de emprego válida e convites de províncias, terão prioridade no processamento pelo Express Entry.

Na eventualidade de não ser convidado ao programa de imigração no prazo de um ano da data de registro da expressão de interesse, o perfil será descontinuado e o candidato deverá submeter a documentação novamente.

A escolha pela empresa não significa obrigatoriedade do aceite pelo futuro empregado. Caso não exista acordo ou compatibilidade dos termos e condições de trabalho, o candidato pode recusar a oferta e voltará a ter o tempo restante de validade do perfil online para aguardar nova proposta.

Essa recusa, porém deve ser feita em até 60 dias do recebimento do convite ao processo imigratório, caso contrário o perfil perderá o tempo restante de disponibilidade do currículo no sistema Express Entry.

A validação de profissões regulamentadas, regrada de acordo com as respectivas províncias do país, faz parte dos documentos cadastrados no perfil e ficará ao critério do empregador a seleção do imigrante sem esta capacitação.

 

Sistema de Pontuação

Com base nas informações prestadas no seu perfil, o sistema fará sua colocação em um ranking de candidatos à imigração se utilizando a uma pontuação que pode chegar até 1200 pontos, variando conforme os critérios acima. A colocação do interessado poderá determinar se ele será, ou não, convidado à aplicar para o processo de imigração.

 

Divididos em:

1) Características e Habilidades Principais/Essenciais (Idade, Nível de Educação e Proficiência no Idioma) – 500 pontos para solteiros e 460 para casados ou com União Estável ;

2) Cônjuge ou Companheiro (União Estável) que o acompanha – 40 pontos no máximo;

3) Fatores transferibilidade habilidade – 100 pontos no máximo; e

4) Os elementos relativos a uma nomeação provincial ou uma oferta de trabalho – 600 pontos no máximo.

 

A contagem de pontos é sutilmente diferente para os interessados que imigrarão sozinhos e aqueles que irão acompanhados de esposo (a) ou parceiro (a) de união estável, mas a soma é justa na influência do total de pontos obtidos.

O novo sistema demonstra uma das tendências que o Governo Federal do Canadá há impulsionado nos últimos anos: Que as pessoas com experiência canadense ou com oferta de trabalho, terão oportunidades maiores.

Esses detalhes ficarão no sistema Express Entry à disposição de empresas elegíveis à seleção de imigrantes para o mercado de trabalho canadense, bem como do governo do país e programas provinciais, que contam com autonomia para escolher candidatos de acordo com a demanda do mercado local.

Outros parâmetros podem ser priorizados conforme a necessidade de contratação da ocupação principal destacada no seu perfil por empresas ou províncias, que selecionarão de acordo com a lista National Occupational Classification (NOC) para Skill Type 0 – Management Occupations, Níveís de Habilidade A ou B e as profissões que exigem semi-qualificação (skilled trades).

Saiba mais sobre como criar o seu perfil neste link.


Idade

O fator idade demonstra outro ponto determinante desta nova etapa da imigração do Canadá. Os candidatos com idade entre 20 e 29 anos receberão maior pontuação pela idade (110 para solteiros e 100 para casados ou com União Estável). Enquanto isso, qualquer pessoa maior de 45 anos não receberá pontos nesta categoria. O que faz esse novo sistema ser um pouco inferior aos parâmetros dos programas para trabalhadores qualificados que estão em vigor atualmente.

 

Nível de Escolaridade

A respeito do nível de escolaridade, o sistema recompensará um máximo de 150 pontos aos que tenham Diploma/Certificado Universitário canadense ou reconhecidos pelas autoridades canadenses.

 

Proficiência no Idioma

A comprovação da proficiência em um dos idiomas oficiais e a equivalência de estudos continuam sendo obrigatórias e deverão ser apresentadas no momento do cadastramento do perfil. Sabendo do tempo de processamento desde a criação do perfil até a finalização da emissão do visto de residente permanente, o governo canadense irá considerar o resultado de proficiência será válido por 2 (dois) anos a partir da data de sua emissão, enquanto o relatório da equivalência de diploma valerá por 5 (cinco) anos.

Para este fator, uma vez que o candidato coloque o idioma oficial do Canadá como o “principal”, ele poderá obter até 136 pontos para solteiros e 128 para casados ou com União Estável. Se a pessoa tem um bom conhecimento do segundo idioma oficial do Canadá, podrá somar um máximo de 24 pontos para solteiros e 22 para casados ou com União Estável.

 

Experiência de Trabalho no Canadá

Dentro desta categoria, o candidato poderá obter o máximo de 80 pontos quando o aplicante está solteiro e 70 para aqueles que são casados ou em União Estável, se tenham trabalhado mais de cinco anos no Canadá.

 

A Maior pontuação

A maior quantidade de pontos estará reservada aos que tenham uma nomeação provincial ou uma oferta de trabalho certificada, o qual somará 600 pontos ao perfil e estará na lista de prioridades do sistema.

A iniciativa do Ministério de cidadania e imigração do Canadá tem por objetivo reduzir a taxa de desemprego de imigrantes que chegam ao país e tem dificuldade de inserção no mercado de trabalho.

 

Fontes:

http://www.cic.gc.ca/english/immigrate/express/express-entry.asp

http://www.gazette.gc.ca/rp-pr/p1/2014/2014-12-01-x10/html/extra10-eng.php

http://noticiasmontreal.com/140992/explicacion-sistema-puntos-express-entry-canada-ministro-chris-alexander/

 

 

 

Comentários Facebook
The following two tabs change content below.

Deborah Calazans

Deborah Calazans, Graduada e Pós-graduada em Jornalismo, é membro da equipe da Immi Canada desde 2013 e atualmente atua como a Gerente Geral dos escritórios da Empresa no Brasil, sendo responsável por todo acompanhamento nos processos dos Vistos de Residência Temporária.