O cinema se rende a Toronto

Você sabe o que os filmes X-Men (2000), O Incrível Hulk (2008) e Esquadrão Suicida (lançamento em 2016) possuem em comum? Diversas cenas destes e centenas de outros roteiros do cinema se tornaram realidade em Toronto. Por isso não é exagero dizer que a qualquer momento quem está na cidade pode esbarrar com uma atriz ou um ator de Hollywood.

Foi desta forma que os mutantes do sucesso X-Men conheceram a Casa Loma, o gigante Hulk passeou na Dundas Square e o batmóvel foi avistado no centro da cidade. E ainda algumas cenas de “Uma mente brilhante” (1997) foram feitas na Universidade de Toronto – que aliás, já foi palco de outras gravações.

Além de ruas, museus, faculdades e espaços que existem como opções para compor belos cenários, um fator determinante dentro deste contexto são os incentivos por parte do governo, bem como a qualidade da estrutura que facilita o trabalho das produtoras.

Adam Sandler 02-10-15

Adam Sandler circulou pelas ruas de Toronto durante as gravações de “Pixel” e no TIFF 2014

Pesquisando no site oficial de Toronto, descobri que somente em 2014 o segmento foi diretamente responsável pelo montante de mais de $1,20 bilhão na economia local (em dólares americanos!).

Luzes, câmera e ação

Pouco depois de desembarcar por aqui, eu voltava de uma festa à noite e uma rua no centro da cidade estava bloqueada pela polícia e seguranças, impedindo desta forma que os pedestres prosseguissem. Curiosa, fui espiar o que estava acontecendo.

Em pouco tempo apareceram vários carros modelo MINI Cooper em alta velocidade, um helicóptero começou a sobrevoar o local, estavam posicionadas câmeras de última geração, avistei a réplica da estação do metrô de Nova York… estavam gravando um filme.

Na ocasião tratava-se de uma cena de “Pixel”, com o ator Adam Sandler, que estreou nas telas brasileiras em julho de 2015. Neste dia não vi o famoso, mas mal sabia eu que pouco tempo depois iria vê-lo durante a programação do Toronto International Film Festival, o TIFF.

Muito simpático, Sandler atendeu alguns fãs na saída de uma sala de cinema, quando aproveitei para fazer alguns cliques dele. Na mesma ocasião, vi ainda o premiado ator e produtor Michael Douglas: ganhei o dia.

TIFF 02-10-15

Os festivais de cinema são oportunidades para estar mais perto do universo dos filmes de todo o mundo

40 anos de história

Especialmente no mês de setembro, os amantes do cinema tem a chance de ficar bem pertinho de astros, estrelas, diretores e produtores. É quando acontece a edição do TIFF, ou traduzindo, o Festival Internacional de Cinema de Toronto.

O evento sempre traz alguns dos principais filmes, inclusive os que concorrem a demais prêmios, como o Oscar. A movimentação ocorre em toda a região da King e John Streets, próximo à estação de metrô St Andrew.

São disponibilizadas diferentes salas de exibição, tem o famoso tapete vermelho e ações promocionais. Entre os mimos este ano teve café grátis do McDonald´s e lançamento de novos batons da L´oreal que foram distribuídos para o público.

Este festival completou em 2015 quatro décadas de história e o Brasil também foi representado. Um dos destaques foi o filme “Zoom”, do diretor Pedro Morelli, numa coprodução com o Canadá e participação de Gael García Bernal, Mariana Ximenes, Cláudia Ohana, entre outros nomes.

Morelli esteve em Toronto para apresentar o trabalho numa noite especial durante o TIFF. Além de falar do projeto, na ocasião estavam presentes alguns companheiros desta empreitada, e ele ainda respondeu perguntas da plateia. As cenas do longa-metragem foram gravadas em São Paulo, Rio de Janeiro e Toronto.

 

2 TIFF 02-10-15

O filme “Zoom” foi apresentado pelo diretor Pedro Morelli durante o TIFF 2015, e é uma parceria entre Brasil e Canada

Made in Brasil

As produções cinematográficas do nosso país também tem mais espaços garantidos. Entre as ações está o BRAFFTv, o Festival Brasileiro de Cinema em Toronto. A programação começou em 2007 e ocorre durante o mês de outubro, no complexo Carlton Cinema, na Carlton St (próximo à estação de metrô College).

Eu e meu marido fomos voluntários do festival pela primeira vez em 2014, e pudemos conhecer de perto o trabalho de diferentes cineastas. Um júri internacional formado por pesquisadores e profissionais desta indústria no Canadá escolhe “O Melhor Documentário”, além do melhor filme, direção, ator e atriz.

Os expectadores podem votar no “Melhor de Público”. O BRAFFTv promove sessões voltadas a produções de cineastas estrangeiros com o tema “Brasil”, apresenta clássicos e lançamentos, e obras de brasileiros que fazem produções no exterior.

Para quem gosta do universo das animações pode curtir as sessões especiais desta categoria. Há na programação um Colóquio, em parceria com a Universidade de Toronto, que reúne pesquisadores de diferentes nacionalidades e traz debates sobre o segmento.

 

Quer saber mais?

Toronto (oficial) – toronto.ca

TIFF – tiff.net

BRAFFTv – brafftv.com

 

 

Comentários Facebook
The following two tabs change content below.

Monica

Muito prazer! Eis aqui uma jornalista que ama viajar, conhecer novas pessoas e compartilhar experiências: vivendo e aprendendo, sempre. A primeira conexão São Paulo - Toronto ocorreu em maio de 2014.