Entre as diversas siglas e códigos que existem nos processos de Visto e Imigração Canadense, existe uma, em especial aos que querem realizar um curso no Canadá, que sempre causa uma certa confusão: CO-OP.

É fácil encontrar em diversos grupos da Internet, pessoas questionando e/ou afirmando que farão um Curso Co-Op, neste momento inicia-se a discussão dos fatos.

Primeiramente: NÃO EXISTE CURSO CO-OP. Não? Por que?

Não, porque Co-op não é uma área de estudo, mas sim um componente do programa.

Como assim? Existem Cursos nas áreas de Engenharia, Negócios, Administração e afins COM COMPONENTE CO-OP.

Vamos observar uma carta de aceitação em duas instituições distintas, onde em ambas consta o componente CO-OP.

1º Exemplo:

Neste modelo de Carta de Aceitação de uma Instituição Privada que oferece Cursos VOCACIONAIS (Não considerados de nível superior), atente-se aos dois pontos em destaque:

O ponto numerado como 15. (em vermelho), ele destaca a área de estudo, neste caso Customer Service.

Já no ponto numerado como 22. (em amarelo), ele cita se terá ou não Co-Op/Work Experience/Practicum. Foi colocado YES e delimitada a data que esse componente do programa irá ocorrer.

2º Exemplo:

Neste modelo de Carta de Aceitação de uma Instituição Pública ou Subsidiada pelo Governo que oferece Cursos DE NÍVEL SUPERIOR, atente-se aos dois pontos em destaque:

O ponto numerado como 18. (em amarelo), ele destaca a área de estudo, neste caso Business Management.

Já no ponto numerado como 24. (em vermelho), ele cita que este curso terá SIM Work Practicum/ Interniship, destacando a necessidade de um Work Permit Co-op.

Ou seja, Instituições distintas, que oferecem cursos distintos, porém em ambas o componente Co-op está presente, independente da área de estudo.

Mas então o que realmente é o Co-op?

Co-op nada mais é que a parte do programa, uma espécie de estágio obrigatório a ser feito, colocando em prática o que foi repassado durante o estudo, podendo ser ou não remunerado, mas sempre sendo crucial e indispensável para que o aluno receba o certificado de conclusão completo ao final.

E para os programas que possuem esse componente extra é obrigatória a solicitação do Work Permit exclusivo para esse fim, que nada tem a ver com as 20h semanais que o estudante poderá ter, já que essas são parte do tipo do programa que está sendo realizado (Vocacional ou Post-Secondary).

E o Co-op ajuda no Processo de Imigração?

Não existe relação ter ou não a parte prática no Programa de Estudo. O que realmente definirá se você terá acesso, por exemplo, aos Post-Graduation Work Permit (PGWP) ao final do curso, aos pontos extras no Express Entry por haver realizado um curso no Canadá, será o TIPO DA INSTITUIÇÃO DE ENSINO, EM CONJUNTO COM O TIPO DO PROGRAMA REALIZADO.

Então vamos lá:

CURSOS VOCACIONAIS EM INSTITUIÇÕES PRIVADAS

Esses cursos são oferecidos por instituições privadas, podendo ser comparados (de forma bem rasa) aos curso profissionalizantes oferecidos no Brasil. Ou seja, não são cursos de nível superior.

Os estudantes desse tipo de curso, eles tem o direito àquelas 20h semanais de trabalho, mas, por lei, ele não dará direito ao PGWP ao final do curso. Ou seja, a chance de acumular tempo de experiência no Canadá e ter aqueles pontos extras no momento do processo do Express Entry, por exemplo.

Outra questão para cursos realizados nessas instituições, o Open Work Permit ao Cônjuge não é garantido, ficando a cargo de uma decisão do Oficial conceder ou não. Além disso, aos filhos em idade escolar, não existe o acesso ao ensino público gratuito canadense.

CURSOS DE NÍVEL SUPERIOR EM INSTITUIÇÕES PÚBLICAS OU SUBSIDIADAS PELO GOVERNO

Os cursos de Nível Superior são oferecidos por Colleges ou Universidades Públicas ou Subsidiadas pelo Governo.

Os estudantes desse tipo de curso, eles tem o direito àquelas 20h semanais de trabalho durante o período das aulas e full-time durante o período de férias que estejam previamente delimitadas no calendário escolar. Além disso, por lei, também terá o direito ao PGWP ao final do curso. Ou seja, essa será a chance de acumular tempo de experiência no Canadá e ter aqueles pontos extras no momento do processo do Express Entry, por exemplo.

Outra questão para cursos realizados nessas instituições, o Open Work Permit ao Cônjuge é garantido e aos filhos em idade escolar, existe o acesso ao ensino público gratuito canadense.

IMPORTANTE: Em casos de cursos de nível superior em Instituições Públicas, o estudante terá todos os direitos acima citados apenas nos casos que o programa realizado conceda um Degree ao final. Por exemplo: Bachelor Degree, Masters Degree. Cursos Diploma, Certificates, não estarão inclusos nessa exceção.

Ainda ficou com dúvidas?

Agende uma consultoria online conosco: https://www.immi-canada.com/loja-virtual/

Comentários Facebook
The following two tabs change content below.