A província de Ontario, que é o principal destino de imigrantes que vão ao Canadá, anunciou a criação de um novo stream de imigração, destinado aos profissionais da área de Tecnologia da Informação (TI), e outro fluxo aos que desejam se estabelecer em comunidades menores. O anúncio foi feito pelo departamento responsável da província no mês de abril deste ano, como parte do orçamento destinado à imigração em 2019.

Os fluxos farão parte do Ontario Immigrant Nominee Program (OINP) e estão entre as prioridades da imigração, especificadas no novo orçamento de CAD$ 163,4 bilhões da província. O documento que foi divulgado, revelando o budget e também as necessidades migratórias, declara que o stream é uma resposta às necessidades dos empregadores de Ontario em comunidades menores, que precisam de mão-de-obra qualificada.

A iniciativa é uma das que pretende modernizar e melhorar o OINP, para que ele atenda ainda mais às necessidades econômicas da região. Mais detalhes a respeito do fluxo de tecnologia ainda não foram divulgados, mas assim que tivermos informações, publicaremos por aqui. Fato é que, segundo os especialistas, ele virá com outras mudanças no OINP. A diretora de comunicações do Ministério do Desenvolvimento Econômico, Criação de Empregos e Comércio de Ontario, Sarah Letersky, afirmou que existem áreas com necessidades imediatas e grandes na localidade, como TI, motoristas e profissionais de atendimento domiciliar para deficientes e idosos.

*Saiba como funciona a matrícula dos filhos nas escolhas de Ontario clicando aqui.

Recentemente a região lançou um programa piloto de imigração (para saber mais sobre ele clique aqui), que divulgava a criação de um processo destinado a cidades menores. Tanto as comunidades pequenas quando as empresas que carecem de profissionais do setor de TI comemoraram o anúncio, esperando que as mudanças supram suas necessidades latentes.

No que diz respeito a TI, o foco é atender cidades em ascensão na área: Toronto, Ottawa e Waterloo, que experimentam um crescimento significativo do setor nos últimos anos e, em contrapartida, escassez de mão-de-obra qualificada. Atualmente, o maior fluxo de profissionais da área tech está ligado ao Human Capital Priorities Stream, que fica abaixo do sistema federal Express Entry, sendo que o programa nacional gerencia e administra três categorias de imigração: Canadian Experience Class, Federal Skilled Trades Class e Federal Skilled Worker Class.

ontario

Além dos fluxos, o governo da província solicitou que o governo federal trabalhe em conjunto com o território para garantir que o número de imigrantes que o OINP pode nomear por ano seja maior. Assim como em qualquer um dos programas provinciais canadenses, Ontario recebe o direito de chamar um número definido de candidatos à imigração para a residência permanente anualmente. Em 2019 a quantidade ficou aquém do esperado pela localidade. O pedido foi de 7,6 mil nomeações e a regulamentação veio para 6,9 mil. Deixando claro que este não é o número fechado de imigrantes de desembarcam na região por ano. É a quantidade de pessoas que a província pode nomear pelo processo do EE. Para se ter uma ideia, o número de recém-chegados em Ontario, em 2018, foi de 137.410.

Com relação às comunidades menores, o governo provincial vai no embalo do piloto federal, Rural and Northern Immigration Pilot. Porém, enquanto o do país quer atrair imigrantes e criar formas de retê-los, o local de Ontario estará, segundo o relatório divulgado, mais direcionado às necessidades de trabalhadores e empregadores locais, além de posições de trabalho e profissionais em demanda, estando mais alinhado com o Atlantic Immigration Pilot.

ontario

*Veja como imigrar para a província de Ontario por meio dos estudos acessando este link.

Mudanças

No final de abril, o governo da província de Ontario anunciou alguns detalhes adicionais sobre as mudanças no OINP, ainda não dando informações a respeito dos dois novos pilotos de imigração. Um dos destaques fica com a proposta de reduções dos limites mínimos de investimentos e patrimônio líquido para os programas de empreendedores da região, além do acréscimo de novas ocupações às sete que já são elegíveis debaixo do crivo do Employer Job Offer: In-Demand Skills Stream.

A localidade também inclui na proposta o término do fluxo corporativo de imigração denominado Corporate Stream e pequenas atualizações dos requisitos de elegibilidade para alguns dos processos de imigração mais populares do OINP. Entre os objetivos das mudanças, Ontario destacou que é necessário melhorar a capacidade de retorno do programa de imigração às necessidades atuais do mercado de trabalho e do empregador, incluindo o suporte a regiões que tradicionalmente não veem níveis significativos de imigração.

As alterações propostas passam por um período de consulta pública que dura 45 dias e, após isso, são divulgadas detalhadamente com a data prevista para entrarem em vigor.

Com relação ao programa de investidores, a redução no limite mínimo de investimento e capital é drástica. O governo de Ontario pretende aproximar os valores exigidos de outras províncias canadenses, sendo que atualmente a região possui os maiores valores a serem provados para empreendedores. Prova disso é que, por exemplo, hoje o investimento pessoal mínimo para um negócio proposto em Toronto ou Grand Toronto Area (GTA), é de CAD$ 1 milhão. O requisito de investimento revisado é de CAD$ 600 mil.

ontario

*Assim que todos os detalhes forem divulgados pela província, repassamos a informação aqui no blog da Immi Canadá.

Fonte: https://www.ontario.ca/page/2019-ontario-immigrant-nominee-program-updates.

Fabíola Cottet

Comentários Facebook