Já falamos a respeito das comidas típicas do país aqui, agora é a vez de falar um pouco sobre os hábitos alimentares canadenses. Primeiramente a culinária canadense não é, nem de longe, uma das mais tradicionais. Podemos dizer que, devido ao mix cultural imenso que é o país, com comunidades e imigrantes de todos os lugares do mundo, é muito fácil encontrar restaurantes típicos de todos os países, inclusive do Brasil, nas maiores cidades.

Mas não estamos aqui para falar do poutine, que é o prato típico mais famoso do país, que nada mais é que batata frita com queijo e gravy, que é uma espécie de molho a base de carne, queremos abordar os hábitos alimentares canadenses e deixar os brasileiros que vão para o Canadá tranquilos. Embora os alimentos mais consumidos e a rotina na hora de se alimentar seja bem diferente do Brasil, ninguém vai precisar mudar completamente os hábitos ou deixar de comer algo. Nas maiores cidades, ou seja, em todas as capitais e grandes áreas das províncias, se encontra quase tudo o que o brasileiro está acostumado a ingerir: arroz, feijão, tapioca, guaraná, etc. Algumas coisas mais específicas podem ser mais difíceis de serem encontradas, porém não é impossível. Além disso, sempre pode existir algo parecido ou até melhor, com o mesmo sabor, no mercado na esquina de casa.

Com relação a importância das refeições, o café da manhã e o jantar são as principais meals. Ao contrário do que acontece no Brasil, onde geralmente o almoço ganha destaque e traz um prato mais completo.

canadenses

Café da manhã

A refeição matinal do canadense, na maioria das vezes, é mais completa e parecida com a estadunidense: ovos, bacon, torradas, panquecas com maple syrup, waffles, etc. No país é comum acrescentarem ao prato a famosa hash brown, que são batatas raladas fritas com pouca gordura. Os mais saudáveis optam por uma combinação de iogurte e frutas vermelhas ou um sanduíche natural. Aos finais de semana é comum ver famílias indo tomar um bom café da manhã em uma das cafeterias tradicionais espalhadas ao redor do país.

Porém, durante a semana, muitas pessoas passam nos restaurantes de grandes redes e pedem sua refeição da manhã para levar e ir degustando no caminho para o trabalho, seja no carro, no metrô, no ônibus, na rua caminhando ou até mesmo em frente ao computador na empresa.

canadenses

Almoço

No Brasil somos habituados a ter pelo menos uma hora para fazer a refeição do meio do dia. Isso no Canadá é praticamente impossível. Como pela manhã o costume é tomar um café reforçado, às 12h o horário é para uma comida rápida. E outra importante diferença aqui é que praticamente todo mundo leva marmita de casa para o trabalho, clube, faculdade, escola, ou qualquer outro lugar. É comum existir micro-ondas em todos os lugares para que as pessoas aqueçam a comida. A quantidade de alimentos ingerida nesta refeição costuma ser bem menor que o que estamos acostumados no Brasil, por isso o intervalo para isso nas empresas é de 15 a 30 minutos no máximo.

Quem opta por comprar o almoço fora, geralmente faz a escolha por um sanduíche ou lanche rápido, que também pode ser consumido em qualquer lugar. Muitos trabalhadores almoçam em frente ao computador, fazendo com que saiam mais cedo no final do expediente. Os alimentos aqui são bem variados, pois o país é multicultural e cada um leva na marmita seus pratos preferidos.

Jantar

O primeiro detalhe e super importante: canadenses jantam cedo. O horário de trabalho nos escritórios costuma começar entre 7h e 8h e terminar por volta das 16h. Então às 18h o pessoal está jantando. Isso não somente em casa, acontece nos restaurantes também. Caso você não tenha se informado e queira sair para um jantar romântico com o cônjuge para comer por volta de 21h30, é bem provável que não vá encontrar a cozinha dos restaurantes aberta ou ache somente os milhares de fast-foods espalhados pelo país.

Esta costuma ser a hora em que as famílias se reúnem a mesa e fazem uma refeição mais completa. As refeições do anoitecer acontecem com mais frequência em casa e são mais substanciosas no que diz respeito a nutrientes.

canadenses

Alimentos e finais de semana

Algumas frutas, verduras, legumes e até mesmo alimentos industrializados são mais populares no Canadá, como é o caso de cogumelos e aspargos, por exemplo, que podem ser encontrados em qualquer mercado e por um preço bem acessível. Eles também comem muita batata, como acompanhamento para todos os tipos de carne, em especial salmão, camarão e carne de porco. Estas tem um preço mais baixo com relação às outras. Os acompanhamentos, além das batatas, costumam ser legumes, queijos ou massas. Os canadenses não comem arroz e feijão como os brasileiros, porém é muito fácil encontrar os alimentos no supermercado, sendo que os feijões enlatados predominam.

Com relação às bebidas é bem comum o consumo de refrigerantes, sucos industrializados e bebidas alcoólicas no geral, sucos naturais possuem um preço um pouco mais elevado e geralmente são servidos em poucos restaurantes. É importante ressaltar que os canadenses também adoram fast-food e comida congelada, quase tanto quanto os vizinhos estadunidenses. Então a sessão de congelados dos supermercados sempre possui uma variedade enorme de pizzas, salgados, alimentos, snacks, hambúrgueres e etc. Além disso, a quantidade de lojas de comida rápida nas ruas é abundante e o preço costuma ser em conta, portanto é a opção mais “fácil” para uma refeição rápida.

Nos finais de semana é comum os restaurantes servirem brunch, que é uma espécie de café da manhã e almoço juntos. Os canadenses também adoram café, que é diferente do brasileiro, mais fraco. As cafeterias costumam servir guloseims como donuts, croissants e doces para acompanhar a bebida quente. Com relação ao restaurantes e bares com espaços externos, eles são chamados de “pátio” e costumam lotar no verão.

*Para saber a respeito dos 20 pratos típicos da culinária canadense, clique aqui www.immi-canada.com/culinaria-no-canada-20-comidas-tipicas/.

Fabíola Cottet

Comentários Facebook
The following two tabs change content below.

Fabiola Cottet