Grupo 1
Grupo 1
Saúde pública no Canadá: como encontrar o Family Doctor

Saúde pública no Canadá: como encontrar o Family Doctor

3 de Abril de 2017

Uma das maiores diferenças encontradas entre o Brasil e o Canadá com certeza é o sistema de saúde. Em um primeiro momento, o ponto básico se torna um dos maiores motivos dos brasileiros imigrarem para o Canadá: os médicos e todos os procedimentos relacionados à saúde essencial da população são públicos, ou seja, o cidadão não precisa contratar planos e nem pagar tratamentos particulares.

É importante frisar que cada província tem total autonomia sobre como fazer o seu sistema de saúde e quais regras estabelecer, o que também difere das terras tropicais, pois o Sistema Público de Saúde (SUS) é comandado pela federação, no caso do Brasil. Algumas províncias cobram um pequeno valor mensal como auxílio para a rede de atendimento, que pode variar de acordo com a idade ($30 a $70 CAD).

Existem algumas especialidades que não são cobertas pelo esquema federal de cuidados, são elas: fisioterapia, oftalmologia e odontologia. Para estas especificidades clínicas o canadense precisa pagar particular ou ter planos de saúde que atendam essas necessidades. Muitas das empresas oferecem essa assistência extra aos funcionários a um preço menor ou totalmente gratuita, como parte dos benefícios.

E caso eu vá estudar inglês no Canadá, eu tenho direito ao plano de saúde de cada província? Não. Cada um os estados têm suas particularidades, mas todos eles não oferecem a possibilidade de turistas ou estudantes de inglês aplicarem para o sistema de atendimento governamental. O imigrante só pode ter direito quando ele passa a ser residente temporário ou permanente no país, ou seja, tenha um visto de duração superior a oito meses, sendo ele de estudante, no caso dos colleges, ou trabalho. Na província de Ontário, por exemplo, o morador tem de estar trabalhando em um emprego full time (32 horas semanais ou mais), para conseguir usufruir dos benefícios do Ontario Health Insurance Plan (OHIP) e ele tem carência de três meses, tanto para o aplicante principal quanto para a família. Ao contrário disso, Manitoba não exige que o residente tenha uma carta do empregador, sendo o processo um pouco menos burocrático, porém o benefício também passa a ter validade após três meses da chegada ao Canadá.

Todas as informações a respeito de particularidades podem ser encontradas no link do governo canadense específico para o sistema de saúde: http://www.hc-sc.gc.ca/index-eng.php.

Médico de família

Outra diferença gritante entre os sistemas de atendimento é que aqui no Canadá não podemos simplesmente marcar uma consulta com qualquer médico, da especialidade que acharmos conveniente. Todas as pessoas beneficiadas pelo Health Canada precisam ter o seu médico de família, que é um clínico geral que atende toda a família e acompanha as questões relacionadas a saúde da casa por anos e anos. Para uma consulta com um especialista como um cardiologista, ortopedista ou ginecologista, o seu médico de família precisa lhe dar um encaminhamento.

Encontrar um Family Doctor é um processo que pode ser demorado ou um pouco complicado por diversos fatores: diferenças culturais, maneiras de consultar com as quais não estamos acostumados, muita procura por determinado médico e poucas vagas na agenda, dentre outros fatores. É interessante saber que, na sua primeira consulta com o médico de família ele não vai te examinar. O procedimento é apenas conversar, muitas vezes pedir exames, fazer uma ficha com seus dados e da sua família, além do seu histórico de cirurgias e problemas de saúde passados e possíveis problemas futuros ligados à genética. Caso você queira ser examinado em algum aspecto corporal, é preciso marcar um exame físico.

Existem várias formas de procurar por um Family Doctor. A mais comum é por indicação de outros pacientes, depois você pode procurar na internet com os sites que listamos abaixo das principais províncias e suas relações de profissionais da saúde. Uma outra ferramenta útil no processo é o site RateMDs. Após escolher a localidade e cidade, nele o paciente consegue verificar quais são os médicos que estão aceitando novos consultados, além de ver avaliações a respeito do profissional, o que pode ajudar muito na hora da decisão. O site Opencare permite que você refine ainda mais  a busca, escolhendo o sexo do médico, disponibilidade e proximidade.

Muitos brasileiros recém chegados ao Canadá estranham a maneira como os profissionais consultam o paciente. Como dito, o processo pode ser um pouco demorado até achar um médico com o qual você se sinta confortável. Lembre-se que ele será seu médico por bastante tempo, por isso é importante confiar e sentir-se bem com a escolha. Após a procura ou indicação, é só agendar sua consulta pelo telefone.

Relação de sites por província:

Ontário - https://www.ontario.ca/page/find-family-doctor-or-nurse-practitioner

Manitoba - http://www.gov.mb.ca/health/familydoctorfinder/

British Columbia  - http://www.vch.ca/your-health/find-a-doctor/

Quebec - http://sante.gouv.qc.ca/programmes-et-mesures-daide/inscription-aupres-d-un-medecin-de-famille/

Alberta - http://www.albertahealthservices.ca/info/Page13253.aspx

Saskatchewan - https://www.saskatchewan.ca/residents/health/accessing-health-care-services/find-a-family-doctor-in-your-community

Sistema de saúde

Family Doctor

É importante lembrar que cada província tem suas próprias regras com relação a saúde pública. A lei federal garante que serviços médicos e hospitalares essenciais sejam bancados pelo governo, porém há uma diferenciação entre as províncias no que diz respeito ao que é considerado serviço essencial. Portanto sempre é indicado fazer uma pesquisa ou entrar em contato com o órgão responsável de cada localidade para sanar suas dúvidas. Caso algum procedimento que o paciente necessite não seja coberto pelo sistema público, ele será avisado.

Vale ressaltar também que, em caso de emergências que não sejam graves, como uma virose, alergia, dor de garganta ou gripe acompanhada de febre, por exemplo, o paciente deve-se dirigir-se a walk in clinic e não ao hospital. A walk in é uma clínica que atende as pessoas por ordem de chegada para casos como os citados acima. Os hospitais no Canadá ficam reservados somente para emergências reais, como acidentes, lesões, paradas cardíacas e enfim, todos os casos graves que precisam de atendimento prioritário. Isso não quer dizer que um paciente com febre e dor de garganta não possa ir ao hospital. Ele será atendido, mas pode levar bastante tempo, pois todos os casos com mais urgência serão priorizados.

Caso o visitante precise pagar por uma consulta particular, é bom preparar o bolso. Devido ao sistema de saúde no país ser o mesmo para todos os cidadãos, residentes permanentes e temporários, não importando a classe social e não sendo legalmente aceito planos de saúde particulares para serviços oferecidos pelo governo, os únicos residentes que ficam fora da cobertura são os imigrantes ilegais e os turistas. Por isso, uma consulta médica dificilmente vai custar menos de $500 CAD, sendo que este valor provavelmente será maior, levando em consideração possíveis exames e medicamentos. Como turista ou estudante de inglês, é exigido um seguro saúde que cobre os procedimentos essenciais (para mais informações sobre o seguro, basta clicar aqui).

Fabíola Cottet

Comentários Facebook
Categorias
Posts mais acessados
Siga-nos!
120 mil
likes
+600
seguidores
53 mil
seguidores
13,9 mil
inscritos
+20 mil
cadastrados
Grupo 1
CONTATO
contact@immi-canada.com
VANCOUVER: +1 (604) 684-0530
TORONTO: +1 (647) 351-5800
Redes sociais
Caminho 139
cartmagnifiercrosslist