Em estudo realizado pela Henley & Partners com 219 países, constatou os passaportes mais fortes do mundo, ou seja, aqueles que permitem viajar mais sem a necessidade de vistos.

O Canadá, junto com Espanha, França, Irlanda, Japão, Noruega e Portugal, permite o passe livre em 170 países.

shutterstock_75527008Veja a lista com os 10 passaportes mais fortes:

1. Finlândia, Inglaterra e Suécia (acesso a 173 países)

2. Alemanha, Dinamarca, Estados Unidos e Luxemburgo (acesso a 172 países)

3. Bélgica, Itália e Holanda (acesso a 171 países)

4. Canadá, Espanha, França, Irlanda, Japão, Noruega e Portugal (acesso a 170 países)

5. Áustria, Nova Zelândia e Suíça (acesso a 168 países)

6. Austrália, Grécia e Singapura (acessoa a 167 países)

7. Coreia do Sul (acesso a 166 países)

8. Islândia (acesso a 165 países)

9. Malásia e Malta (acesso a 163 países)

10. Liechtenstein (acesso a 159 países)

 

Fonte: http://exame.abril.com.br/mundo/noticias/os-passaportes-mais-fortes-do-mundo-e-os-mais-fracos#1

Viagens muito longas são naturalmente muito cansativas, mas algumas pessoas sofrem mais do que o habitual com a mudança da rotina e de fuso horário, podendo apresentar alguns sintomas do “Jet Lag”, aquele mal estar que consiste em alterações físicas e psicológicas provocadas devido à mudança de rotina, horas de espera nos aeroportos, conexões ou simplesmente com a mudança do fuso horário.

Apesar da dificuldade, faça o possível para não trocar a noite pelo dia

Apesar da dificuldade, faça o possível para não trocar a noite pelo dia

O Jet Lag é muito mais do que o cansaço de algumas horas de viagem, suas alterações físicas são bem piores. Os sintomas que mais se destacam são: cansaço, dores no corpo, problemas digestivos, memória fraca, muito sono ou insônia, dor de cabeça intensa e alteração de humor.

Como a luz do Sol é a referência mais importante de todas, é comum que o nosso corpo se desoriente quando atravessamos rapidamente vários fusos horários e alteramos a sequência habitual do dia e da noite.

É muito difícil evitar completamente o Jet Lag, mas é possível amenizar esse desconforto, que dependendo da intensidade pode atrapalhar bastante o início da viagem. Veja algumas dicas:

É importante respeitar o seu corpo. Não tente ultrapassar o limite do seu organismo para não perder mais tempo da viagem. Descanse quando chegar ao destino e comece a programação no dia seguinte. Respeite também aos horários do local onde está. Por exemplo, é comum pessoas com Jet Lag não sentirem fome na hora do almoço, mas mesmo assim coma alguma coisa, mesmo que pouco ou algo mais leve. O mesmo serve para a hora de dormir. Isso irá ajudar o organismo a se acostumar com o novo fuso horário. Não troque a noite pelo dia.

 

 

Chegou a hora mais temida para quem está prestes a passar alguns meses fora, a hora de arrumar a mala. Principalmente para as mulheres, arrumar a mala para o intercâmbio pode se tornar um verdadeiro pesadelo, se o desapego não for praticado. Por tanto meninas, nada de colocar o guarda-roupas inteiro na mala porque além de ser um tanto complicado carregar tanto peso pelos aeroportos, está arriscado a perder dinheiro na multa de excesso de bagagem.

shutterstock_1392626

O primeiro passo para definir as roupas e sapatos que você deve levar é saber o clima do país para onde está indo. Assim você não corre o risco de sair do Brasil com uma mala de shorts e camisetas e morrer de frio quando chegar no seu destino. Outra questão que não deve ser passada em branco são os costumes do país, para não sofrer com o choque cultural quando chegar lá.

Veja essas dicas:

Para colocar tudo na mala, siga essas instruções:

Todos os itens de valor devem viajar junto com você, na mala de mão. O ideal é colocar nessa mala uma muda de roupa, caso sua mala extravie.

Outra dica é levar na mala uma bolsa que possa ser dobrada, para que você possa trazer alumas compras sem precisar comprar outra mala na viagem.

 

Grupo 1
CONTATO
contact@immi-canada.com
VANCOUVER: +1 (604) 684-0530
Redes sociais
Caminho 139
magnifier