Muito se fala em canais e blogs de imigração sobre o International English Language Testing System (IELTS) e também a respeito do Canadian English Language Proficiency Index Program (Celpip). Ambos são testes que provam a proficiência do estudante ou candidato a um programa de imigração, na língua inglesa. Porém, pouco se fala do exame feito para estudo e processos migratórios para a parte francófona do Canadá, o Test d’Évaluation de Français (TEF).

Pensando nisso, fizemos este artigo, para explicar e dar mais detalhes sobre o teste de avaliação do francês e responder algumas questões como: como funciona a prova? Como ela pode me ajudar no Express Entry? Quais são as etapas? Quantas questões? Enfim, muitas são as dúvidas, mas vamos esclarecer algumas aqui.

Primeiramente, é importante lembrar que a província francófona do Canadá é a de Quebec e o processo de imigração para esta região é diferenciado das outras partes do país e também funciona separadamente dos programas federais. Uma das particularidades é que a prova de proficiência na língua francesa é obrigatória. Para a imigração, o nível mínimo exigido é o B2, que corresponde a um intermediário-avançado. Existem ainda outros exames que podem ser utilizados, porém o único aceito no Express Entry é o TEF.

tef

*Para mais informações sobre como imigrar para Quebec, clique aqui e também neste link.

Visão geral do TEF

No Brasil a instituição que ministra a prova é somente a Aliança Francesa. Além de poder ser usado no Canadá, a certificação é emitida pela Chambre de Commerce et d’Industrie de Paris, o que permite que seja útil também na França. Podem se inscrever para fazer o exame candidatos maiores de 16 anos, não sendo necessário comprovar grau prévio no idioma.

O teste possui quatro etapas:

  • Compreensão escrita: são quatro sessões, de 50 questões no total, com duração de uma hora;
  • Compreensão oral: também quatro questões, porém com 60 questões ao todo, para serem realizadas em 40 minutos;
  • Expressão oral: dois tópicos para debater, com duração de 15 min no todo;
  • Expressão escrita: dois textos para serem escritos, com duração de uma hora.

Estima-se uma duração total de cerca de três horas para realizar todo o processo. Ao final da prova, os resultados são avaliados por uma banca de professores, de forma completa. A banca é a mesma para todos os inscritos. O método de avaliação é baseado em uma escala de sete níveis, que vão do 0+, que é quando o candidato possui habilidades básicas, até o seis, que representa controle total do idioma por parte do aplicante.

O TEF é realizado totalmente online, mas alguns centros de aplicação ainda disponibilizam o exame na versão impressa. Com a certificação e atingindo níveis suficientes para cada objetivo, o candidato pode estudar na França, obter nacionalidade francesa, imigrar para o Canadá, obter a cidadania canadense, imigrar para Quebec ou utilizar para qualquer comprovação profissional necessária que exija a língua como exigência para recrutamento.

tef

A Aliança Francesa do Brasil disponibiliza uma cartilha completa de instruções, valores e datas de provas em 2019, que pode ser acessada clicando aqui. Lembrando que os testes só estão disponíveis nas cidades onde existe a escola de idiomas e a forma de inscrição depende da localidade. Em algumas cidades como São Paulo, por exemplo, é possível realizar a inscrição online. Em outras o aluno deve enviar via postal juntamente com uma foto 3×4 ou ir diretamente na unidade. O valor para realização do exame hoje é de R$ 1.140, para as quatro habilidades.

TEF e Express Entry

Para a primeira língua, tanto faz se inglês ou francês, o programa federal de imigração Express Entry exige que sua nota seja, no mínimo, ranqueada na Canadian Language Benchmark (CLB) como nível 7 (para saber como converter sua nota, clique aqui). Na segunda língua, se o candidato adquirir CLB 5 em qualquer uma das áreas de conhecimento, ele já pode somar pontos nesta etapa.

Na tabela abaixo, retirada do site do Immigration, Refugees and Citizienship Canada, pode-se verificar a pontuação detalhada. O candidato pode chegar a ganhar até seis pontos extras por habilidade, se atingir a pontuação no CLB 9 ou mais.

No dia da prova

Os procedimentos podem variar um pouco de acordo com o centro onde o teste é aplicado. Porém, geralmente, o candidato deve apresentar-se no local combinado com 30 minutos de antecedência, levar uma cópia do passaporte e o convite para realizar o teste, que é recebido por email cerca de uma semana antes do exame.

Todas as categorias do teste são realizadas no mesmo dia e, dependendo do horário marcado para a prova, o candidato pode ter horário de intervalo entre as habilidades. O resultado é enviado diretamente para o email de cada aplicante em um prazo de 30 dias e, depois, o certificado vai pelo correio para o endereço informado no momento da inscrição, o que pode levar até 45 dias. Não esqueça que, para que os pontos sejam validados para o Express Entry, é necessário ter o certificado físico em mãos.

Fontes: https://chandigarh.afindia.org/tef-canada-general-information/;

https://www.french-exam.com/tef-exam/.

Fabíola Cottet

Comentários Facebook