Transporte público de Toronto - Parte 1

Transporte público – Parte 1

As sugestões de pauta são sempre bem-vindas! Para atender aos pedidos e mais uma vez para ajudar principalmente quem está de olho em todos os custos de morar aqui em Toronto, o tema é o “Toronto Transit Commission”, o famoso TTC. Trata-se do sistema de transporte público que inclui a metrô (subway), ônibus (bus) e ainda o streetcar, um bondinho elétrico antigo e muito charmoso, que possui também uma versão moderna que circula em algumas rotas locais.

Em qualquer lugar que chegamos a regra de ouro é: quanto mais você andar na cidade, menos perdido vai ficar, certo? Portanto, para dar uma mãozinha na hora de se localizar melhor e entender um pouco mais sobre as direções, o TTC disponibiliza mapas impressos que ficam espalhados nos vagões do metrô. O pequeno guia gratuito é super útil e fácil de carregar na bolsa.

Dundas, Dufferin, Don Mills, Kennedy. Veja abaixo as linhas disponíveis em Toronto, identificadas por quatro cores, e vá se familiarizando com os nomes das estações e sentidos:

Mapa Transito de Toronto

Conforme o mapa do metrô vale notar que se uma pessoa marcar um encontro na estação Lawrence, por exemplo, é preciso saber se é a West (linha amarela), East (linha azul) ou somente a Lawrence (linha amarela). Em algumas ocasiões os nomes se repetem de acordo com a região da cidade em que estão.

Vamos falar de “Metropass”

Por um valor fixo é possível comprar o “Metropass”, que como citei em outra matéria sempre brinco que ele é o passaporte da alegria. Com este cartão o passageiro pode utilizar os meios de transportes durante 24 horas, os sete dias da semana, exatamente do primeiro ao último dia do mês. Existem preços diferenciados, entre eles as categorias classificadas como Adulto, Estudante e Sênior. Há ainda o chamado “Metropass Vip” cuja tarifa é um pouco menor que o preço regular, pois é voltado para as empresas que compram uma quantidade maior.

Dá para também garantir o transporte por um ano economizando alguns dólares ao comprar junto ao TTC o pacote “Metropass Discount Plan”. Para quem ficar na cidade por uma semana, por exemplo, tem como uma boa alternativa adquirir o “Weekly pass”, ou seja, um cartão que pode ser utilizado durante o período dos sete dias.

Ah! Outra opção é o “Day pass”, que é um bilhete que você compra e tem o direito de usar por um dia inteiro, de forma ilimitada. E nos finais de semana e feriados há uma vantagem adicional, pois esse passe é compartilhado por dois adultos, ou um adulto e não mais de 5 jovens de 19 anos de idade ou menos; ou dois adultos e não mais de quatro jovens de 19 anos ou menos. Vale informar que crianças até 12 anos de idade não paga passagem.

TORONTO, ONTARIO - SEPTEMBER 5: Interior of Toronto subway, in Toronto, ON, on September 5, 2013.

TORONTO, Metrô.

 

Token e viagem fora da cidade

O “token” é uma moedinha minúscula, que equivale a uma passagem e quando comprado a partir de três unidades o passageiro pagará um preço menor. A pessoa que utiliza “token” e precisa se deslocar usando mais de um meio de transporte, não pode se esquece de pegar um “transfer” nas máquinas vermelhas que ficam no metrô, ou um ticket com o motorista de ônibus ao embarcar. Desta forma ao acessar a próxima condução, apresentando um desses comprovantes, não precisa ter que pagar de novo se estiver dentro do intervalo de duas horas.

Se você está em Toronto e pretende conhecer as atrações da região metropolitana usando o transporte coletivo, uma opção é o “GTA Weekly Pass”. Com ele você pode cruzar os limites das cidades que compõe a GTA (Great Toronto Area) sem ter que pagar um valor adicional cobrado de quem não tem esse bilhete.

Já o “Presto” é um cartão pré-pago que pode ser carregado e utilizado em estações de metrô e nos streetcars, para pagar as passagens. O sistema é aquele de “tap”, em que basta encostar em um terminal que o valor automaticamente é debitado. Cada vez mais está sendo implantado esse método de pagamento nas estações e rotas de ônibus.

Aplicativos e preços

Por aqui existem alguns aplicativos que facilitam a vida dos passageiros e é possível saber com exatidão o momento em que um dos transportes do TTC vai passar. Assim, para conferir o itinerário, entres as alternativas estão o “Rocket Man Transit”, o “Transit Now Toronto” e o “TTC mobile” (horários dos ônibus e dos streetcars).

E com essa diversidade de cartões e diferentes tarifas, é bom pesquisar sempre a que melhor atende de acordo com o período de estadia. Se for pagar em dinheiro no ônibus ou streetcar, o valor a ser colocado na caixinha que fica ao lado do motorista deve ser a quantia exata da passagem (não tem troco e nem cobrador!).

Para se ter uma ideia o “Metropass” regular, o de adulto, custa $141,50 dólares canadenses, enquanto o de estudante $112,00 CAD (o direito à compra nesta categoria depende da escola/curso), considerando o mês de abril de 2016.

Aproveite para conferir neste link todos os valores e mais detalhes das regras do sistema TTC atualizadas:

https://www.ttc.ca/Fares_and_passes/Prices/index.jsp.

Em breve, você saberá mais curiosidades sobre o funcionamento do transporte público por aqui… aguarde a segunda parte da matéria!

Streetcar – o charmoso bondinho elétrico de Toronto

Streetcar – o charmoso bondinho elétrico de Toronto

 

 

Comentários Facebook
The following two tabs change content below.