A Comprovação Financeira é sempre uma das maiores dúvidas quando o assunto é a aplicação do Visto de Estudo Canadense, além de ser também um dos pontos mais importantes nesse processo.

Quanto realmente é necessário apresentar? Os valores que constam no CIC condizem com uma realidade?

Apesar de o Site Oficial do Governo Canadense mostrar que um aplicante sozinho ao Visto de Estudo deverá comprovar, pelo menos, CAD$10.000 para o primeiro ano de estadia + o valor do curso. Se for ter acompanhantes nesta empreitada, some-se CAD$4.000 pelo Cônjuge + CAD$3.000 para cada filho (dependente).

Com isso, levando em consideração esse valor em específico, o CIC fala que com, em média, CAD$1.421 (Mil quatrocentos e vinte e um dólares canadenses) por mês, uma família composta por casal e um filho, conseguiria se manter no Canadá.

E aí, você acha que que esse valor está de acordo com o cenário atual de uma vida no Canadá?

Já fizemos alguns posts aqui no Blog, além de um Hangout em nosso canal no Youtube super interessante (Assista AQUI) falando sobre a vida no Canadá, levando em consideração que cada província tem o seu “custo de vida”, mas que na verdade não possui diferenças tão alarmantes entre elas, podemos destacar alguns custos médios:

Moradia

O local que você vai morar, se será no centro da cidade ou mais afastado, se será uma casa, um apartamento (de um, dois ou mais quartos) ou talvez apenas um quarto alugado dentro de uma residência, tudo isso irá interferir no valor mensal gasto com isso.

Em média o aluguel de um quarto é algo em torno de CAD$700 (Setecentos dólares canadenses), já o apartamento pequeno de um quarto, dependendo da região, algo em torno de CAD$1.200 (Mil e duzentos dólares canadenses) e se for com mais quartos ou mais no centro da cidade, o valor ficará acima disso.

Alimentação

Esse é um gasto que irá variar bastante de acordo com os costumes da pessoa, ou da família. Irão realizar compram mensais no supermercado? Irão optar por comer na rua?

Uma família gastaria talvez algo em torno de CAD$300/CAD$500 ao mês no supermercado?

Transporte e custos adicionais

Este quesito também é bastante variável, se você mora perto de onde estuda ou trabalha, pode economizar no bilhete mensal ou diário. Mas vamos colocar algo em torno de CAD$100 (Cem dólares) ao mês de transporte, por cada um (não vamos considerar as crianças nesse caso).

Ainda existem os custos de compras de supérfluos, roupas, lazer, telefone celular etc, podemos pensar em algo como CAD$200 ao mês?

Lembrando que estamos aqui nos baseando em valores médios.

Vamos somar?

Levando em conta um casal, sem filhos, que opte em viver em um apartamento pequeno de apenas um quarto (Gasto mensal):

Moradia: CAD$1.200

Alimentação: CAD$400

Transporte: CAD$200

Custos Adicionais: CAD$200

Total: 2.000 (Dois mil dólares canadenses) ao mês – Sem considerar o valor a ser pago pelo curso semestralmente, por exemplo ou algum outro custo que não levamos em consideração.

Já a partir disso, podemos perceber que os valores colocados no site do CIC já poderiam ser considerados como defasados. E de acordo com casos que temos presenciados, de pessoas que decidem apresentar a comprovação financeira dentro do dito no CIC, tem a sua aplicação negada e como motivo o financeiro insuficiente.

Qual seria então a quantia que pode ser considerada suficiente?

Sendo assim, sempre indicamos comprovar, em média, CAD$1.000/CAD$1.500 por aplicante por cada mês de estadia do primeiro ano (12 meses) + o valor do primeiro ano do curso.

A comprovação financeira é baseada no envio de extratos bancários, investimentos, poupança e afins. Tudo que demonstre quantias em saldo líquido e resgate rápido, não sendo levado em consideração apenas a movimentação bancária, pois o oficial da imigração não quer exatamente saber quanto entra e sai da conta, mas sim quanto é mantido.

Quer entender mais sobre como funciona essa comprovação? Entre em contato conosco!

Texto: Deborah Calazans – Immi Canada (A cópia e/ou reprodução deste conteúdo, sem prévia autorização, está totalmente proibida).

Comentários Facebook