Quantia ideal para Visto de Turista

Sempre um assunto entre os que tem planos de visitar ao Canadá é a Comprovação Financeira. Independente do que é falado por aí, que em certos casos não é preciso demonstrar quantias, este quesito pode sim se tornar um dos fatores para a negativa de um visto.

A comprovação financeira nada mais é do que mostrar a Imigração Canadense que o aplicante possui condições financeiras suficientes para se manter durante a estadia no país, sem o risco de ter que trabalhar sem mesmo ter uma permissão pra isso.

No caso do visto de turista, que é o tema principal deste post, é importante também levar em consideração na quantia que será apresentada o valor das passagens. Como não é obrigatório e, muito menos, indicado comprar as passagens aéreas antes de se ter o visto aprovado, é muito válido apresentar um valor para esta comprovação, demonstrando que, além do que será necessário para os seus gastos com estadia e afins, que você possui dinheiro para comprar as  passagens de ida e volta. Sim, IDA E VOLTA, você terá um Visto de Turista e, provavelmente, o oficial da imigração solicitará a sua passagem de retorno.

Mas qual o valor ideal a ser apresentado?

Bom, tem sempre aquela questão: Quanto mais, melhor!

Porém, fazendo um cálculo seguro, o indicado é você apresentar, em torno, de CAD$1.500 por mês de estadia, somando a isso os valores das passagens de ida e volta. É sempre importante pensar para mais, ou seja, não apresentar valores dentro de limites mínimos. Pôde-se dizer que para uma viagem de férias, 30 dias, apresentar, pelo menos, entre CAD$6.000 e CAD$9.000, onde se calculando o dólar canadense em R$3,00, algo como R$18,000 e R$27,000.

Não significa que você irá gastar tudo isso, mas você demonstrará que pode, sem problemas, desfrutar das suas férias no Canadá sem ter que fazer nada “fora da lei”.

E se eu vou fazer um curso de curta duração, como funciona?

Neste caso, para cursos com duração inferior a 24 semanas, onde apenas cabe o visto de turista, deverá ser somado a quantia a ser apresentada o valor do curso.

Então seria: Em média CAD$1.500/ mês + o valor do curso + o valor das passagens ida e volta.

Posso usar um custeador? 

Sim, você poderá utilizar um custeador, alguém que demonstrar ter condições financeiras de te auxiliar durante a ida ao Canadá.

Sendo o custeador ou não, a comprovação financeira é feita por meio de extratos bancários, seja conta corrente ou poupança, investimentos de resgate rápido e afins. O que será levado em consideração é o SALDO FINAL LÍQUIDO DISPONÍVEL, tudo de resgate imediato.

Em outras palavras, a imigração não quer ver movimentação bancária, o que entra e sai da conta, ela quer ver quanto fica, quanto a pessoa possui.

E vai uma dica, se você não está seguro sobre a sua documentação, procure um especialista. Lembrando que apenas consultores licenciados podem, por lei, representar os seus clientes em suas aplicações.

Texto de propriedade da Immi Canada – Proibida a reprodução e/ou cópia sem autorização prévia

Comentários Facebook