A sétima maior cidade do Canadá é a capital da província de Manitoba e possui a oitava maior região metropolitana do país. Winnipeg possui cerca de 750 mil habitantes, segundo dados da Statistics Canada, e foi fundada em 1835, com seu nome de origem na língua nativa cree, significando “águas barrentas”. Localizado bem no centro geográfico do Canadá, o local é banhado pelos rios Assiniboine e Red.

Além de ser uma capital, a cidade tem sido cada vez mais procurada por imigrantes, primeiro pelo sistema provincial de imigração de Manitoba (Manitoba Provincial Nominee Program – MPNP), que oferece algumas vantagens para quem trabalha na cidade (para mais informações basta clicar aqui). Segundo pelo motivo que a cidade também é a base econômica da região e possui empregos em várias áreas: 15,2% nos setores de saúde e assistência social, 15,2% no comércio, 9,8% na área industrial, 7,7% na educação, dentre outros, segundo os dados do Statistics Canada.

Além de tudo, Winnipeg possui atrações imperdíveis e que valem a visita. No início deste mês apresentamos a primeira parte dessa seleção exclusiva que fizemos (para acessar as primeiras 10 atrações basta clicar aqui). Abaixo você encontra uma lista com os outros 10 pontos turísticos e lugares que você não pode deixar de visitar ao passar um tempo na cidade.

11 – Winnipeg Railway Museum

Winnipeg Railway Museum

O museu ferroviário é uma verdadeira viagem no tempo que conta a história das ferrovias no Canadá. O acervo fica localizado dentro de outro ponto importante da cidade: a Union Station, estação central que atende passageiros que viajam de trem. Lá o visitante encontra também a Countess of Dufferin, que foi a primeira locomotiva à vapor que circulou por Manitoba. O local é fechado às quartas e sextas-feiras e nos outros dias funciona entre 10 e 16h. O valor de entrada é de $5 CAD.

Site com mais informações: http://www.wpgrailwaymuseum.com/

12 – Investors Group Field

Investors Group Field

O estádio é a casa oficial do Winnipeg Blue Bombers, time de futebol americano (na versão canadense, com algumas regras e diferenças) da cidade que é incluído na Canadian Football League (CFL). Além disso, o local é rodeado por parques e possui diversas atrações musicais e shows ao longo do ano. Acomoda 33.234 fãs do esporte e possui tours guiados para os visitantes durante todo o verão (de junho a setembro).

A arena esportiva oferece algumas particularidades em dias de jogos, como uma sessão chamada de Family Zone, com a proibição de bebidas alcóolicas na área e todo o local é acessível a cadeirantes e pessoas idosas ou com deficiência física.

Ingressos para eventos e informações: http://www.bluebombers.com/

13 – Winnipeg Art Gallery

Winnipeg Art Gallery

A Winnipeg Art Gallery (WAG) é uma atração não só dedicada aos apaixonados por arte, mas também pela arquitetura. Inaugurada em 1912, hoje ela conta com diversas exposições fixas e também locais reservados para mostras itinerantes. A WAG também é a casa da maior coleção contemporânea de Inuit Art, que significa arte e história dos nativos do país, no caso os índios locais.

A construção que abriga as obras de arte é triangular e foi projetada pelo arquiteto canadense Gustavo da Roza. O prédio possui oito galerias, um auditório de 320 lugares, um jardim de esculturas no terraço, restaurante, loja, biblioteca de pesquisa e um amplo espaço de leitura. Como serviço à comunidade, são ministradas aulas de arte gratuitas e em horários específicos. O WAG só é fechado as segundas-feiras e tem horários diferenciados de funcionamento no verão e inverno. Os ingressos variam de $8 a $12 CAD.

Informações: http://wag.ca/

14 – Casinos

Club Regent Casino

Para quem gosta de jogos de azar, Winnipeg possui dois casinos: o McPhillips Station Casino e o Club Regent Casino. Eles oferecem pacotes e promoções para grupos e hóspedes de determinados hotéis da cidades. Há também restaurantes e bares dentro dos estabelecimentos.

Para quem quer dirigir um pouco mais e ainda curtir uma praia no lago, o South Beach Regent Casino é uma ótima opção, que fica a cerca de 40 minutos distante do centro da cidade quando o meio de transporte é o carro.

Informações: http://www.casinosofwinnipeg.com/ – http://www.southbeachcasino.ca/

15 – Restaurantes

Por ser um país multicultural, o Canadá possui restaurantes de todos os lugares do mundo. Em Winnipeg não é diferente. Além de poder apreciar os pratos tradicionais do país (veja quais são as delícias clicando aqui), o visitante pode comer em vários restaurantes de comidas típicas do mundo todo. Um exemplo disso é que além dos restaurantes norte-americanos e canadenses como o The Keg, Red Lobster, Olive Garden, Original Joe’s, Smoke Poutineria, e das diversas redes mundiais de fast-food, quem vem a Winnipeg também pode se deliciar com comida etíope e eritreia,  indiana, do leste da Índia, japonesa, grega, chinesa, árabe, dentre outras.

16 – Fort Garry

Fort Garry Winnipeg

Localizado a poucos minutos ao Sul do centro da cidade, a região de Fort Garry é famosa por ficar próxima de regiões como o The Forks e possuir parque para caminhada e lazer, bastante frequentado na primavera e verão. O local também dá fácil acesso a Osbourne Village e ao prédio legislativo da cidade, além de ser carregado de história, por ser usado para comércio e troca de produtos entre os nativos que viviam na região. O Fort fica aberto sempre e é um parque público.

Informações: http://www.upperfortgarry.com/

17 – Esplanade Riel

Esplanade Riel

A Esplanade Riel é uma ponte para pedestres que liga a região do The Forks ao bairro francês da cidade, o St. Boniface. O nome é uma homenagem ao Rei Louis Riel e ela se estende por 250 metros sobre a junção dos rios Assiniboine e Red. A passagem foi inaugurada em 2003 e tem 68 metros de altura, além de abrigar um restaurante panorâmico no ponto médio da construção. A vista do local é um dos principais cartões postais da cidade.

Informações: http://www.winnipegarchitecture.ca/esplanade-riel/

18 – Exchange District

exchange district

Famoso entre os moradores e turistas por seus restaurantes, boutiques, galerias e arquitetura, a região possui todos os comércios de produtores e marcas locais, com uma iluminação que dá ainda mais charme ao distrito durante a noite. No Exchange District ocorrem diversos eventos da cidade, especialmente no verão. Os interessados também podem curtir encontros de “Wine&Painting”, onde você tem uma aula de pintura acompanhada de apreciação de vinhos.

No verão, a área oferece tours a pé, de bicicleta, a pé entre os restaurantes e também tours para quem gosta de fotografar os espaços. Cada um tem um valor específico e deve ser reservado com antecedência pelo site.

Informações, guia e valores: https://www.exchangedistrict.org/

19 – Manitoba Children’s Museum

Manitoba Children’s Museum

Parada obrigatória na cidade para os pequenos. O museu fica no coração da cidade, ao lado do The Forks, e possui 12 galerias fixas interativas. Isso mesmo, o local se orgulha de, ao contrário de museus tradicionais, todo o seu acervo pode ser tocado, o que cria um ambiente ideal para o aprendizado e desenvolvimento da criatividade das crianças.

O espaço foi construído em 1889 e além das exposições fixas, as áreas interativas são constantemente renovadas e o museu possui eventos especiais, work shops, exposições temporárias, bibliotecas, jogos, sala de televisão, atividades e diversão garantida. O horário de funcionamento varia de acordo com as estações do ano e o valor de entrada é de $11 dólares canadenses.

Informações e horários: http://childrensmuseum.com/

20 – St. Vital Park

St Vital Park

O parque é um dentre os muitos da cidade que oferecem opções de recreação para toda a família a céu aberto. No verão é um ótimo local para piqueniques, caminhadas e prática de esportes recreativos. No inverno, o lago do parque congela e é transformado em uma pista de patinação no gelo.

Informações: https://www.tourismwinnipeg.com/play/outdoor-activities/di spl ay,listing/06157/st-vital-park

Comentários Facebook