Grupo 1
Grupo 1

Recentemente, a imigração canadense publicou um update através de um comunicado oficial no site oficial do IRCC (Immigration, Refugees and Citizenship Canada) anunciando um novo sistema de imigração mais forte. 

A verdade é que a pandemia da Covid-19, entre os anos de 2020 e 2021, acabou afetando significativamente todo o sistema de imigração. Milhares de processos foram afetados, tendo em vista que foi instalado um lockdown mundial, onde os oficiais de imigração também tiveram que permanecer em casa.

Esse atraso significativo nos processamentos, é conhecido como ‘backlog’. No mês de março publicamos aqui em nosso blog, uma matéria da qual falamos que a imigração estava com 1.8 milhões de processos em atraso.

Nesse novo comunicado publicado no final do mês de agosto, a imigração assume que no momento, 54% dos processos estão esperando análise. objetivo é processar 80% de todos os novos pedidos dentro desses padrões, contabilizando os atrasos esperados em casos complexos.

Para isso, a imigração está adotando medidas para fortalecer e acelerar o processo imigratório no Canadá. Confira abaixo o gráfico apresentado pela imigração para conquistar essas medidas e também os dados oficiais da imigração no primeiro semestre de 2022:

Vamos analisar cada uma das informações acima:

- Contratação de novos oficiais

Para auxiliar nos processos que estão aguardando análise, a imigração contratou cerca de 1.250 novos oficiais de imigração. O objetivo é liquidar o backlog em um curto espaço de tempo curto.

- Cidadãos canadenses

O gráfico mostra o comparativo no número de residentes que se tornaram cidadãos canadenses, entre os anos de 2021 e 202. Em 2021, entre os meses de abril e julho, foram 35 mil novos cidadãos. Já em 2022, entre o mesmo período de abril a julho, foram mais de 116 mil pessoas com a cidadania canadense.

- Permissão de trabalho emitida

Em relação às emissões das permissões de trabalho no comparativo de 2021 para 2022, também houve um acréscimo significativo. Entre janeiro e julho de 2021, foram emitidas 112 mil permissões de trabalho. Em 2022, no mesmo período de janeiro a julho, foram 349 mil permissões de trabalho emitidas pela imigração.

- Permissão de estudo finalizadas

O gráfico acima aponta os dados comparativos entre os anos de 2021 e 2022 no quesito permissões de estudo finalizadas pela imigração canadense. Em 2021, foram 306 mil permissões finalizadas entre janeiro e julho. Já em 2022, no mesmo período de janeiro a julho, o número de permissões emitidas foi de 360 mil. Um aumento discreto no comparativo.

- Novos residentes permanentes no Canadá

O gráfico acima apresenta os números oficiais da imigração, no qual no ano de 2021 foram 405 mil novos residentes permanentes no Canadá. Em 2022, com dados coletados no dia 22 de agosto, a imigração já aprovou mais de 300 mil pedidos de residência permanente no Canadá. Sendo esse número maior que o total de 2021. A meta para 2022 é de no mínimo 431 mil novos residentes permanentes. O conhecido PR.

Dados adicionais da imigração em relação ao backlog

O Governo do Canadá investiu 85 milhões de dólares no órgão de imigração para que novas medidas fossem tomadas para reverter a situação do backlog. Dentro das medidas adotadas estão: contratação de nova equipe de processamento, e investimento tecnológico para o processamento e para o portal online.

O IRCC está gerenciando mais de 1 milhão de aplicações em espera. Em 2021, foram finalizadas 1,7 milhão de aplicações.

Em 22 de abril de 2022, o Ministro da Imigração anunciou medidas para lidar com a escassez de mão de obra no Canadá, incluindo:

- A retomada dos sorteios do Express Entry em julho de 2022;

- Nova política temporária que dará aos recém-formados internacionais com status temporário expirando a oportunidade de permanecer no Canadá por mais tempo;

- Extensão da política pública temporária que permite que estrangeiros no Canadá como visitantes solicitem uma autorização de trabalho específica do empregador sem precisar deixar o Canadá até o final de fevereiro de 2023;

- Mudanças na política beneficiando aqueles que solicitaram residência permanente por meio da via de residente temporário para residente permanente (TR to PR) em 2021.

Você tem interesse em imigrar para o Canadá? Entre em contato com nossa equipe pelo e-mail: contact@immi-canada.com

O nosso atendimento inicial é totalmente gratuito.

Qualquer estadia que supere as 24 semanas, obrigatoriamente os solicitantes terão de realizar os exames (São raros os casos que não se solicitam os exames médicos).

Os exames médicos são realizados com os médicos que estão devidamente cadastrados com a imigração canadense, já que eles terão de ter acesso ao Sistema do CIC para inserir os resultados, esses que serão analisados por um oficial em Ottawa.

Os valores, em dólares canadenses, variam de CAD$250 a CAD$400, já em reais, o valor médio é de R$600, sempre por aplicante.

- Quais são os exames solicitados?

Normalmente é solicitado, além de um check-up geral com aferição da pressão, escuta dos pulmões e coração, são feitos exame de urina, sangue e RX do tórax.

- Pode realizar o exame Upfront? 

É uma decisão que precisa ser analisada e adaptada para cada perfil e estratégia para os processos.

Nem todos os médicos cadastrados com a imigração realizam o procedimento antes da solicitação.

Além disso, o aplicante deve ficar ciente que, realizando os exames antes dos mesmos serem pedidos pela imigração e recebendo uma resposta negativa na primeira fase, o valor pago pelo procedimento não será reembolsável.

- Quem deve realizar o exame?

Se for ao Canadá para trabalhar em uma profissão em que a saúde pública deve ser protegida.

Você terá de realizar o exame médico por causa do tipo de trabalho que você exercerá no Canadá. Tais como:

*Trabalhadores no campo das ciências da saúde;

*Trabalhadores de laboratórios clínicos;

*Atendentes de enfermagem e pacientes em casas geriátricas;

*Estudantes de medicina admitidos pelo Canadá para frequentar a universidade;

*Estudos de matérias eletivas (curto prazo) em medicina;

*Professores de escolas primárias ou secundárias, ou outros professores que lidam com crianças;

*Domésticas

*Cuidadores de crianças, idosos e/ou deficientes;

*Funcionários de Berçários e Afins;

*Outros trabalhos semelhantes.

Importante: Os trabalhadores agrícolas que visitaram ou viveram em um dos países listados pela Imigração, por mais de seis meses durante o último ano, também terão de realizar os exames médicos.

Lista com as cidades no Brasil que realizam o exame

Cidade: Belo Horizonte

Nome: Joao Mendes Alvares

Endereço: Rua dos Otoni 927 - sala 302

Telefone: (55 31) 3213-7172

Spoken Languages: English, Portuguese, Spanish

Cidade: Belo Horizonte

Nome: Juliana Cancado

Endereço: Clinica Rua dos Otoni and Diagnositco Por Imagem Conrad,

Rua Dos Otoni,927/602,Minas Gerais,

Telefone: + 55 31 3292-3938 / +55 31 99294 1341 / +55 31 3224-2335

Spoken Languages: English, French, Portuguese, Spanish

Cidade: Belo Horizonte

Nome: Ana Paula DA SILVA MENDES

Endereço: Dr JOAO MENDES ALVARES Medical Office,

Rua dos Otoni 927 - Conj. 302, Bairro Santa Efigênia, Belo Horizonte, MG, 30150-270,

Email: joaomendes@uaivip.com.br

Telefone: + 55 (31) 32137172

Spoken Languages: English, French, Spanish

Cidade: Belo Horizonte

Nome: Maria eduarda cancado SCHUTTENBERG

Endereço: Clinica Juliana Cancado,

RUA DOS OTONI, 927, SALA 602, Bairro Santa Efigênia, BELO HORIZONTE

Telefone: + 55 (31) 3292 3938 / + 55 31 992941341

Spoken Languages: English, Portuguese, Spanish

Cidade: Brasilia

Nome: Francisco Airton BORGES DE OLIVEIRA

Endereço: Consultorio Medico RAOMD, SGAS 915 (915 Sul), Edifício Advance 2nd, Sala S1.22, Brasilia, DF

Email: contato@raomd.com.br

Telefone: + 55 (61) 32453133

Spoken Languages: English, Portuguese

Cidade: Brasilia

Nome: Rafael de Oliveira

Endereço: SGAS 915 Edifício Advance 2, Sala S1.22, Brasilia, DF

www.raomd.com.br,

Telefone: +55 61 3245 3133 / +55 61 99981 3013, / +55 61 99985 9647

Spoken Languages: English, Portuguese

Cidade: Brasilia

Nome: Francisco Airton BORGES DE OLIVEIRA

Endereço: SGAS 915 Edifício Advance 2, Sala S1.22,Brasilia, DF

www.raomd.com.br

Telefone: +55 61 3245 3133 / +55 61 99981 3013, / +55 61 99985 9647

Spoken Languages: English, Portuguese

Cidade: Curitiba

Nome: Silvia Gusso Scremin

Endereço: Instituto Forlanini de Pneumoradiologia - Rua Pedro Ivo, 318 Centro

Telefone: (55 41) 3224 6422 / (55 41) 3224 2399 / 8805

Spoken Languages: English, Italian, Portuguese, Spanish

Cidade: Curitiba

Nome: Eloa Gusso

Endereço: Instituto Forlanini de Pneumoradiologia -Rua Pedro Ivo 318, Centro

Telefone: + 55 (41) 32246422

Spoken Languages: English, French, Portuguese

Cidade: Fortaleza

Nome: Dirk Schreen

Endereço: Dr Dirk Schreen, Rua Carlos Vasconcelos 879, Meireles, Ceará,

Telefone: (55 85) 32612926

Spoken Languages: English, German, Portuguese

Cidade: Porto Alegre

Nome: Antonio Euclides Vidal Pozzer

Endereço: Rua Santo Antonio, 277 conj. 203 - Independencia

Telefone: 55 51 3311 7757

Spoken Languages: English, Spanish

Cidade: Recife

Nome: Paulo ALMEIDA

Endereço: Paulo de Almeida, Rua da Fronteiras, 127. Sala 402, Edifício Centro Médico 1, Boa Vista

Telefone: (55 81) 3423 1825 / (55 81) 3231 0104

Spoken Languages: English, Portuguese, Spanish

Cidade: Rio de Janeiro

Nome: Ronaldo Galdino Campos

Endereço: Av. Nossa Sra. De Copacabana, 492 - 2º andar

Telefone: (55 21) 2548-9966 / (55 21) 2255-9966

Spoken Languages: English, French, Portuguese, Spanish

Cidade: Rio de Janeiro

Nome: Alexandre Buescu

Endereço: Rua Barao de Lucena, 48-2° andar, Sala 7

Telefone: (55 21) 2527-3477 / 21 99948-4711 (mobile)

Spoken Languages: English, French, Portuguese, Romanian, Spanish

Cidade: Rio de Janeiro

Nome: Cristina Coelho da Rocha

Endereço: Dr. A. Buescu Medical Office,

Rua Barao de Lucena, 48-2 andar, Sala 7, Botafogo,

Telefone: + 55 (21) 2527-3477 / 21 99948-4711 

Spoken Languages: English, French

Cidade: Salvador

Nome: Luiz Augusto Biscaia

Endereço: Cento Medico Cardio Pulmonar, Rua Ponciano de Oliveira 157, Rio Vermelho, Bahia

Telefone: (55 71) 3203-2222 / (55 71) 3203-2200

Spoken Languages: English, Portuguese

Cidade: Sao Paulo

Nome: Andrea LEITE

Endereço: International Medical Services,

Rua Sergipe 441, conj 111, 11 andar, Sao Paulo

Telefone: + 55 (11) 36630404 / + 55 (11) 36619522

Spoken Languages: English, French, Italian, Portuguese, Spanish

Cidade: Sao Paulo

Nome: Ana Maria MISAEL DA SILVA

Endereço: IB VALDEMAR ANDERSEN, Rua Antonio de Macedo Soares 1902 , Campo Belo Sao Paulo

Telefone: + 55 (11) 55435086 / 55 11 98415-2175 / + 55 (11) 5092 6458

Cidade: São Paulo

Nome: Adriana ZATTA

Endereço: IB VALDEMAR ANDERSEN, 1902, Rua Antonio de Macedo Soares, Campo Belo

Telefone: + 55 (11) 55435086 /  55 11 98415-2175

Spoken Languages: English, Portuguese

Cidade: São Paulo

Nome: Dankwart Schreen

Endereço: Cemoi Centro Medico Ltda and Hospital Israelita Albert Einstein, Avenida Albert Einstein, 627, Block A1, Consult. 114 A - 1º andar

Telfone: (55 11) 2151-5114

Spoken Languages: English, French, German, Portuguese

Cidade: São Paulo

Nome: Joao Jorge Leite

Endereço: International Medical Services, Rua Sergipe 441, conj 111, 11º andar,

www.examemedicovisto.com,

Telefone: (55 11) 3661-9522 / (55 11) 3663-0404

Spoken Languages: English, French, Portuguese

- Veja aqui a lista dos Médicos autorizados aqui!:

Veja como funciona a análise do exame médico mandatório na imigração canadense

Uma das regras de elegibilidade para muitos processos e programas/ imigratórios, é a apresentação de um exame médico realizado por clínicas e médicos parceiros da imigração.

Se o aplicante apresentar alguma patologia que necessite de cuidados médicos, a aplicação pode acabar sendo negada. Isso porque haverá um cálculo sobre o valor que será gasto pelo sistema de saúde do Canadá para tratar esse aplicante, sendo ele aspirante a residente temporário ou para se tornar residente permanente.

Para que o processo siga a análise, o aplicante que necessitará de tratamento precisará atender aos valores da tabela ‘Excessive Demand Cost Threshold’, no qual o Governo do Canadá irá calcular o valor limite de quanto custará essa demanda extra na saúde do país. A decisão final é feita pelo oficial que estiver analisando a aplicação. Se o valor necessário para tratamento for maior que o limite estabelecido, pode levar a negativa.

A última atualização desta tabela foi feita em 2018, onde o limite de custo é de CAD $99.060 ao longo de 5 anos (ou CAD $19.812 por ano). Esse valor é considerado por pessoa. Não é levado em conta a necessidade de serviços de educação especial, serviços de reabilitação social e vocacional e serviços de apoio pessoal como parte da decisão e do cálculo. A imigração também não avalia se haverá a necessidade de dependentes para esses serviços.

Os oficiais de imigração que processam as aplicações, se baseiam nas informações fornecidas pelo médico que realizou o exame médico e pelos médicos que estiverem tratando a saúde do aplicante. 

Essas informações servem para determinar o diagnóstico médico, o prognóstico (como sua condição de saúde provavelmente mudará no futuro) e os serviços sociais e de saúde que poderão ser utilizados. O custo é calculado dentro de uma janela de 5 anos.

Para ler o documento oficial explicativo da imigração acesse esse site!

Ficou dúvidas sobre o assunto? Entre em contato com a nossa equipe. O nosso atendimento inicial é totalmente gratuito. Mande mensagem por Inbox ou pelo e-mail: contact@immi-canada.com

A imigração canadense está com o pool aberto para o Work Holiday Visa. Esse é um programa de imigração que oferece ao aplicante uma permissão de trabalho temporária para 35 países. 

O Brasil não está listado entre os países que possuem acordo bilateral com o Canadá, no entanto, se o candidato brasileiro tiver uma segunda nacionalidade, pode se tornar elegível para as vagas que são limitadas. No momento, em Agosto de 2022, há uma boa chance para os que possuem nacionalidade portuguesa e italiana.

O Working Holiday Visa é parte do Programa International Experience Canada (IEC),

juntamente com o Young Professionals e o International Co-op (Internship). O programa é uma alternativa para quem deseja trabalhar dentro do país, com a permissão válida de 12 ou 24 meses, dependendo do país da aplicação.

É uma permissão que é concedida apenas para os 35 países que possuam um acordo bilateral de mobilidade juvenil com o Canadá. Um dos critérios de elegibilidade é ter entre 18 a 30 anos, sendo que alguns países a idade limite pode chegar a 35 anos.

O Brasil não está listado entre os países, no entanto a aplicação ainda é possível através de Organizações Reconhecidas (RO) listadas pelo Canadá. As RO’s são organizações de serviço que oferecem trabalho e apoio em viagens aos jovens, podendo ser sem fins lucrativos, com fins lucrativos ou educacionais. Caso possua outra nacionalidade além da brasileira, consultar a lista de países listados no acordo.

Outros fatores de elegibilidade são: 

- Ter segunda nacionalidade;

- Ter um passaporte com validade que contemple todo o prazo de estadia no Canadá (O Canadá não emite vistos ou permissões com validade superior a do passaporte);

- Ter entre 18 a 30 anos (podendo chegar a 35 anos);

- Comprovar um mínimo de CAD$2.500, com foco em cobrir as despesas iniciais no país;

- Apresentar um Seguro-Saúde, com validade de acordo com a estadia no Canadá (será necessária a apresentação desse seguro na entrada do país);

- Ser admissível no Canadá;

- Possuir passagens de volta ao seu país de origem, ou comprovar que possui condições financeiras para tal;

- Não ter acompanhantes (dependentes nesse processo).

Essa permissão não dá direito a aplicação do cônjuge, sendo uma permissão individual, no entanto, a pessoa contemplada com o holiday visa, poderá aplicar para um Open Work Permit para o seu acompanhante, após o primeiro dia de trabalho dentro do Canadá, se o cargo exercido for dentro de um Noc 0, A ou B, com a permissão de trabalho superior a 6 meses.

Para essa aplicação é necessário abrir um perfil no International Experience Canada Portal (IEC). As diferenças deste programa, comparado ao Express Entry, é que os candidatos elegíveis são selecionados aleatoriamente a cada sorteio realizado pela imigração. Após receber a carta para aplicação, o governo dá um prazo de 20 dias para comprovação de todos os documentos exigidos na criação do perfil. Nesse programa não há somatória de pontos para se tornar elegível.

Confira abaixo alguns dos países que o aplicante pode ter uma segunda nacionalidade e o número de vagas disponíveis no momento. Dados conferidos e atualizados dia 19/08/2022: 

Alemanha: 965 vagas disponíveis

Austrália: vagas ilimitadas

Áustria: 35 vagas disponíveis

Bélgica: 386 vagas disponíveis
Croácia: 183 vagas disponíveis

Dinamarca: 126 vagas disponíveis

Espanha: 112 vagas disponíveis
Estonia: 44 vagas disponíveis

França: 55 vagas disponíveis

Hong Kong: 15 vagas disponíveis

Inglaterra: 542 vagas disponíveis

Irlanda: 4.983 vagas disponíveis

Itália: 72 vagas disponíveis

Japão: 2.014 vagas disponíveis

Nova Zelândia: 1.009 vagas disponíveis
Polônia: 99 vagas disponíveis

Portugal: 992 vagas disponíveis
República Tcheca: 164 vagas disponíveis
Suécia: 343 vagas disponíveis

Se você possui uma segunda nacionalidade em um desses países listados, e deseja obter o Work Holiday Visa, entre em contato com a nossa equipe por Inbox ou por email: contact@immi-canada.com

Quando a escolha é o estudo fora, invariavelmente o Canadá entra na lista dos prováveis países. O país já foi eleito diversas vezes um dos melhores destinos do mundo para estudantes internacionais, é o local com uma das melhores qualidades de vida do mundo e é famoso pela sua segurança, saúde, educação e também pelos seus programas de imigração e por ser multicultural.

Em uma pesquisa realizada no final de 2021 em 55 países ao redor do mundo, aponta o Canadá como o país mais popular na escolha dos estudantes internacionais. Dois a cada cinco estudantes têm o país como primeira opção para obter um título de graduação em ensino superior. Na classificação, países como Estados Unidos, Reino Unido e Austrália aparecem em posições inferiores.

Um dos fatores determinantes para a escolha do Canadá pelos estudantes internacionais, é a possibilidade de obter o título de residente permanente no país. Os dados apontam que 60% das pessoas que estudam no país planejam obter a residência permanente e posteriormente o título de cidadão canadense.

A possibilidade de conseguir a residência permanente no país, após a conclusão do curso, é o diferencial que destaca o Canadá dos demais países do mundo que oferecem intercâmbio estudantil. 

SDS - Visto de Estudo mais rápido

O SDS - Student Direct Stream é um visto de estudo no qual a imigração tenta processar em um prazo de 20 dias corridos. No entanto,  algumas aplicações levam um pouquinho mais de tempo.

Para que seja processado mais rápido, dentro desse stream, o aplicante deve colher a biometria o mais cedo possível e atender a todos os requerimentos de elegibilidade.

Para os brasileiros interessados nesse visto de estudo, será necessário também um visto de visitante ou um eTA para entrada no país.

Países elegíveis a permissão de estudo acelerada

O SDS é um visto de estudo que só está disponível em determinados países, no qual o aplicante deve residir legalmente em um dos países listados abaixo, confira:

- Antígua e Barbuda

- Brasil

- China

- Colômbia

- Costa Rica

- Índia

- Marrocos

- Paquistão

- Peru

- Filipinas

- Senegal

- Saint Vincent and the Grenadines

- Trinidad e Tobago

- Vietnã

Se você mora em qualquer lugar que não seja um dos países listados acima (mesmo que seja cidadão de um dos países acima), você deve se inscrever por meio do processo regular de solicitação de permissão de estudo e não pelo SDS.

Elegibilidade para o SDS

- Ter uma carta de aceitação de uma instituição designada pelo Governo do Canadá;

- Viver fora do Canadá quando aplicar;

- Provar que foi pago o primeiro ano completo do curso;

- Exame médico realizado antes da aplicação do SDS;

- Atestado de nada consta policial antes da aplicação;

- Equivalência acadêmica traduzida;

- Realizar um teste de proficiência em inglês ou francês. Para a prova de inglês, o CLB exigido no mínimo é 6 ou mais cada um das categorias (fala, escrita, leitura e escuta) ou mínimo de 7 em todas as categorias em francês;

- Comprovação financeira (GIC) no valor de CAN$10,000

Comprovação financeira -  GIC (Guaranteed Investment Certificate)

O GIC é um investimento canadense que tem uma taxa de retorno garantida por um período fixo de tempo. Muitos bancos no Canadá oferecem GICs. 

O banco que trabalha com o GIC deve:

1. Confirmar que você comprou um GIC fornecendo uma das seguintes comprovações:

- uma carta de atestado;

- um certificado GIC;

- uma confirmação de Direções de Investimento ou;

- uma confirmação do Saldo do Investimento;

2. Manter o GIC em uma conta de investimento ou de estudante que você não pode acessar até chegar ao Canadá;

3. Fazer a confirmação da sua identidade antes de liberar quaisquer fundos para você;

4. Liberar os fundos para você fornecendo:

- um montante fixo inicial assim que você se identificar na chegada ao Canadá;

- o restante dos recursos em parcelas mensais ou bimestrais de 10 a 12 meses;

Se o seu banco ou GIC não atender a esses critérios, você não poderá se inscrever por meio do Student Direct Stream.

Instituições financeiras GIC

Confira a lista com as instituições financeiras (bancos) que são elegíveis ao GIC:

- Bank of Beijing

- Bank of China

- Bank of Montreal (BMO)

- Bank of Xian Co. Ltd.

- Canadian Imperial Bank of Commerce (CIBC)

- China Everbright Bank

- DesjardinsFootnote1

- Habib Canadian Bank

- HSBC Bank of Canada

- ICICI Bank

- Industrial and Commercial Bank of China

- RBC Royal Bank

- SBI Canada Bank

- Scotiabank

- Simplii Financial

- TD Canada Trust

*Bank of Montreal (BMO), Scotiabank e o TD Canada Trust são as instituições mais utilizadas pelos clientes da Immi Canada que aplicaram pelo SDS.

Exame médico

Todos os brasileiros que aplicarem para a permissão de estudo deverão apresentar um exame médico junto com a aplicação.

É importante lembrar que somente consultórios e médicos autorizados pela imigração canadense poderão realizar o exame médico. Para essa aplicação, é recomendado realizar o exame com antecedência,  no qual chamamos de ‘up front’.

Para acessar a lista oficial de médicos cadastrados com parceria com a imigração canadense, clique aqui: https://secure.cic.gc.ca/pp-md/pp-list.aspx

Vai estudar no Canadá?

Se você está pensando em estudar no Canadá, dê uma olhadinha nesses artigos que publicamos recentemente aqui em nosso blog:

E caso você se enquadre em todas as regras para o SDS, o visto de estudo mais rápido, entre em contato agora mesmo com a nossa equipe.

Nossa assessoria com mais de 10 anos de experiência pode te auxiliar em todo o processo.

Nosso atendimento inicial é gratuito, entre em contato agora mesmo: contact@immi-canada.com

A Imigração canadense atualizou sua tabela de valores que devem ser comprovados para imigrar para o Canadá através do Express Entry.

Essa nova tabela já está em vigor desde 27 de Junho de 2022.

Se você tem um perfil cadastrado no Express Entry, é importante revisar o seu perfil para garantir que com essa atualização você continue sendo elegível para os sorteios.

Ao atualizar essa informação, não haverá mudanças na data e hora em que o perfil foi cadastrado. Essa informação é importante pois ao realizar um sorteio, caso haja empate entre os candidatos, será chamado aquele que cadastrou o perfil completo primeiro.

A comprovação financeira é a forma como o aplicante irá demonstrar para a imigração canadense que possui renda suficiente para se estabelecer no Canadá. Essa comprovação é feita após o candidato receber um convite para aplicação (ITA) através do Express Entry. Será necessário apresentar documentos que comprovem a existência dessa renda.

Comprovação individual e família

Todos os que aplicam à uma categoria de imigração econômica no país, que esteja dentro do EE, devem comprovar os fundos necessários para que o aplicante principal e sua família possuam recursos suficientes para se sustentar financeiramente ao desembarcar no Canadá como residentes permanentes. 

Este valor é calculado pelo governo como uma base para o primeiro ano, que é um período de adaptação para que os novos moradores se estabeleçam, familiarizem-se com o clima e cultura, encontrem trabalho, etc.

A quantia de dinheiro necessária para sustentar a sua família - se for o caso - depende da quantidade de membros na família que acompanharão nesse processo. Para calcular o tamanho de sua família, você deve incluir:

- você mesmo;

- seu cônjuge ou parceiro;

- seus filhos dependentes e

- filhos dependentes do seu cônjuge

É importante que seja incluído o cônjuge ou filhos dependentes, mesmo que sejam residentes permanentes ou cidadãos canadenses. E mesmo se eles não forem para o Canadá com você.

Nova tabela de comprovação 2022

Com a nova atualização, quem chegar sozinho ao país, por exemplo, terá de provar ter uma quantia equivalente a CAD$13,310. Se vier acompanhado pelo cônjuge o valor que deve ser apresentado é o de $16,570.

Para conferir os valores completos, confira a tabela abaixo:

Quem deve comprovar os fundos?

Dentro do Express Entry, as categorias Federal Skilled Worker Program e Federal Skilled Trades Program são obrigatórias para apresentar essa comprovação de renda.

Não é necessário comprovar renda se o aplicante estiver elegível para a categoria Canadian Experience Class. Caso o aplicante também tenha uma oferta de emprego válida, mesmo se estiver elegível pelo Federal Skilled Worker Program ou pelo Federal Skilled Trades Program. Nesse caso é necessário que a aplicação tenha o suporte de um LMIA.

Com essa nova atualização, a imigração canadense sugere que todos os aplicantes mantenham as informações financeiras atualizadas em seu perfil. Pois o sistema do Express Entry pode identificar que você está qualificado para mais de um programa. 

Como comprovar renda?

Para comprovar renda à imigração canadense, é importante ressaltar que, para a aplicação para processos de imigração, não é permitido um sponsor, como é aceitável nos vistos para residência temporária, que é o caso de turismo e estudo. Nenhum programa permite que, para provar os valores mínimos para o departamento de imigração canadense, sejam adicionados patrocinadores ao processo. A prova deve vir exclusivamente do aplicante, juntamente com o cônjuge, se for o caso.

Segundo o IRCC, os valores devem estar prontamente disponíveis, ou seja, não são aceitos bens imóveis, empresas ou automóveis como parte da renda necessária. O departamento pede extratos bancários (caso algum valor alto, fora da movimentação comum, tenha entrado na conta nos últimos meses, deve-se justificar ao governo, para que não haja suspeita de pedido de empréstimo ou fraude)  comprovante de investimentos, etc.

Para a imigração, o IRCC exige cartas das instituições financeiras onde o candidato possui valores aplicados ou conta bancária. Este documento é feito pelo gerente do seu banco e deve:

- Ser impresso em papel timbrado da instituição financeira;

- Incluir as informações de contato do aplicante (nome completo, endereço, número de telefone e endereço de email);

- Listar as dívidas pendentes, caso haja faturas de cartão de crédito em aberto com compras parceladas ou empréstimos;

- Incluir, para cada conta e banco: número da conta, data em que a mesma foi aberta, o saldo atual de cada conta, o saldo médio dos últimos seis meses.

Todas as informações foram tiradas do site oficial da imigração canadense:

https://www.canada.ca/en/immigration-refugees-citizenship/services/immigrate-canada/express-entry/documents/proof-funds.html

Se você precisa de auxílio com essa parte do seu processo, ou qualquer outra etapa do seu processo, entre em contato com a nossa equipe pelo e-mail: contact@immi-canada.com

O nosso atendimento inicial é totalmente gratuito.

Chegou no Canadá com visto de turismo, se apaixonou e quer continuar estudando ou ingressar em um programa de estudo? 

Saiba que sim, é possível desde que o seu status ainda esteja legal e com a permissão emitida ainda válida. 

Nesse artigo, vamos te contar o passo-a-passo de como realizar essa aplicação.

Primeiro, vamos esclarecer os tipos de vistos.

Tipos de Vistos de visitante

Para entrar no Canadá, é necessário ter um visto de visitante ou uma autorização eletrônica de viagem (eTA). Esses também serão os documentos elegíveis para a solicitação da permissão de estudo.

Com o eTA, é permitido permanecer no país como visitante por 24 semanas, ou seja, seis meses. Para conseguir essa autorização eletrônica, o aplicante já deve ter tido um visto canadense ou ter um visto americano válido nos últimos dez anos.

Ao chegar no Canadá e passar pela imigração, o oficial pode colocar uma etiqueta no seu passaporte. Podendo ser uma etiqueta SX-1 ou V1.

SX-1: No momento que aplicou pro visto de visitante, o aplicante deve anexar junto uma carta de aceitação de uma escola. Não significa que o status seja de estudante. É visitante com direito a estudo. Esse é um código utilizado para identificar um visitante que tem intenção de estudos, em programas inferiores a 6 meses.

V1: É um visto também com duração de seis meses. Esse visto permite múltiplas entradas no país, para aqueles que precisam visitar, seja qual for o motivo.

Para saber tudo sobre como obter uma permissão de estudos no Canadá, leia aqui!

1º passo - Ter um status legal e válido

Um detalhe importante nesse processo, é não deixar a validade da permissão expirar para solicitar uma extensão ou mudar de status, o recomendado é que o interessado em permanecer no país dê entrada no processo antes de alcançar esse prazo, de preferência, no mínimo com 15 dias de antecedência.

É muito comum  visitar o Canadá, país com dois idiomas como oficiais, inglês e francês, e querer fazer uma imersão em uma das línguas.

Para o estudo de línguas, é permitido chegar ao país com o visto de visitante ou eTA (Electronic Travel Authorization), caso o programa escolhido não ultrapasse 24 semanas.

De visitante para estudante

Se o objetivo não é estudar inglês, mas sim um curso pós-secundário que pode ser um curso vocacional, graduação, pós, mestrado ou doutorado, terá que solicitar uma permissão de estudos e é possível fazer isso estando no Canadá, se você se enquadrar nos pré-requisitos para fazer o procedimento no país. 

As comprovações são praticamente as mesmas que a imigração pede para quem está no seu país de origem no momento da aplicação. Desta forma, se você está no Canadá como visitante e deseja se tornar estudante para fazer um programa que supere 24 semanas de duração, é possível realizar o processamento da sua mudança dentro do Canadá.

Para quem está no Canadá como visitante e resolveu fazer um curso pós-secundário em um college ou university, e foi aceito nesta instituição através da apresentação de um teste de proficiência na língua (que pode ser um exame oficial ou um prestado na própria escola), e demonstrando a nota exigida pela instituição escolhida. 

Aos que estão legalmente no país, cumprindo um pré-requisito do seu programa principal de estudos ainda dentro do prazo de permissão concedido na sua entrada no Canadá, no caso um pathway, o processo de solicitação de permissão será analisado dentro do país, desde que o candidato se classifique para este tipo de aplicação e tenha as comprovações necessárias.

Pathway

O pathway nada mais é do que um curso de inglês feito no Canadá com o objetivo de preparar o estudante para o college. Este caminho também pode ser um pré-requisito para ser aceito na instituição pós-secundária. 

Mas é importante ficar atento: primeiro o estudante deve receber uma LOA condicional do college, que ainda não dá direito à solicitação da permissão contemplando o período do programa principal, quando o mesmo poderá trabalhar meio período. 

Para receber a LOA definitiva e dar entrada na permissão, ele precisa atender ao nível de proficiência de inglês no pathway determinado pelo seu curso, para então solicitar a confirmação da sua aceitação para o college.

Exigência para o visto de estudo

Para o visto de estudo, aplicado através de qualquer programa com duração superior a seis meses, o estudante precisa ser aceito por uma Designated Learning Institution (DLI). Para tanto, as instituições e cursos possuem regras específicas, mas é possível que seja exigido uma cópia do passaporte, histórico e diplomas anteriores e teste de proficiência do idioma.

Com a aprovação, o aplicante recebe a Letter of Acceptance (LOA) e pode anexar os demais documentos a ela: comprovação de recursos financeiros, cópia do passaporte, carta de intenção, e documentos que comprovem possíveis vínculos com o Brasil e o formulário de aplicação. 

Perguntas frequentes sobre o tema

No dia 21 de Julho de 2022, a consultora de imigração da Immi Canada, Celina Hui junto com a gerente técnica da empresa, Deborah Calazans, realizaram uma Live no instagram da Immi Canada para responder perguntas enviadas sobre o tema. Acompanhe algumas delas abaixo:

- Posso trocar de status de visitante para estudante dentro do Canadá?

Sim, consegue sim! Desde que a permissão de visitante ainda esteja válida.

- Casal indo como turista, o cônjuge trocando o visto dentro do Canadá todos têm direito?

Sim, quando for realizar a aplicação do principal, já pode solicitar para todos, contando que estejam todos presentes no mesmo local, ou seja, no Canadá.

- Enquanto aguardo a aprovação, posso trabalhar?

Não! Enquanto estiver como visitante aguardando a aprovação do study permit, não pode trabalhar para um empregador canadense. Agora se trabalhar remotamente para outra empresa (não canadense), pode sim.

- Estando no Canadá, preciso comprovar somente um termo do college?

Não, tem que comprovar o primeiro ano. A comprovação financeira não muda com a aplicação sendo feita dentro ou fora do Canadá.

- Posso começar o processo dentro do Canadá e aguardar a resposta fora?

Não, se o processo foi aplicado dentro do país, é necessário estar aqui. Se for sair, melhor aplicar de fora.

Para conferir esse bate-papo na íntegra, acesse nosso canal no Youtube.

A Immi Canada pode te auxiliar com todo o processo de troca de status inside. Entre em contato agora mesmo com a nossa equipe. O atendimento inicial é totalmente gratuito.

Nosso e-mail é: contact@immi-canada.com

Durante o período de pandemia, no qual as fronteiras do Canadá estavam fechadas, o governo lançou algumas políticas públicas para suprir a defasagem de novos residentes permanentes no país.

Uma dessas políticas lançadas foi a liberação do Work Permit (permissão de trabalho) para aqueles que estivessem no país com o status de visitante. Essa public policy entrou em vigor em Agosto de 2020.

Essa política pública foi estendida pelo Governo do Canadá e estará em vigor até 28 de Fevereiro de 2023.

O Employer-specific work permit é uma permissão de trabalho, concedida por meio de um empregador qualificado, na qual indica:

- O nome do empregador para o qual uma pessoa pode trabalhar;

- O tempo que essa pessoa poderá trabalhar;

- O local onde uma pessoa pode trabalhar (se aplicável).

Regras de elegibilidade:

Para se tornar elegível ao 'Employer Specific Work Permit', o aplicante deve cumprir as seguintes regras de elegibilidade:

- Ter status de visitante válido (podendo ser o maintained status);

- Caso o status de visitante tenha expirado, é necessário restaurar o status primeiro antes de realizar a aplicação;

- Ter permanecido no canadá com o status válido;

- Ter uma oferta de trabalho de um empregador (employer-specific, sendo um LMIA ou LMIA-specific);

- Submeter esse pedido até 28/02/2023.

Como funciona de fato?

Para se qualificar para essa public policy - Employer Specific Work Permit - é necessário que o aplicante esteja com um status de VISITANTE válido no país. 

Com esse status, a política pública é válida para quem tem um vínculo a algum empregador, sendo através de um LMIA, ou alguns acordos internacionais.

Quem já está no Canadá e possui um Co-op Work Permit, Open Work Permit ou um PGWP não são elegíveis a essa política pública.

Dúvidas sobre essa Public Policy:

- Funciona sem LMIA?

Tem que ter um empregador dando suporte na aplicação. Por ser uma Employer-specific, a aplicação pode ser feita através de um LMIA ou se o aplicante se enquadrar em um dos acordos internacionais.

- Essa PP está válida em Quebec?

Sim, é uma public policy federal. 

- Quem entrou no Canadá com eTA, pode aplicar para essa PP?

O eTA é uma autorização eletrônica de viagem que permite a entrada no país. Uma vez dentro, é considerado com o status de visitante. Então sim, pois seu status será de visitante.

- Precisa ter visto de trabalho válido?

Essa PP é para o visitante conseguir um work permit quando se tem um empregador específico.

- O que acontece se a pessoa for demitida? Perde o Work Permit?

O permit não será retirado, mas não poderá trabalhar para nenhum outro empregador a não ser aquele vinculado à permissão. Para poder trabalhar, terá que aplicar novamente com um novo LMIA através de um novo empregador, para que depois ocorra a troca dos permits.

- A família está como visitante no país. Um aplicante possui o LMIA, o cônjuge consegue um Work Permit? E se tiver criança, consegue se matricular na escola gratuitamente?

Se o emprego for dentro dos NOCs 0, A ou B sim!

Se for NOCs C e D, o acompanhante não terá direito a permissão de trabalho. Com exceção se o aplicante tiver se encaixado dentro de um programa provincial.

Live no Instagram

No dia 3 de Março de 2022, nós realizamos uma Live com a nossa consultora licenciada de imigração, Celina HuI, e nossa gerente técnica, Debprah Calazans, na qual elas tiraram todas as dúvidas sobre essa Public Policy.

Confira esse bate-papo aqui:

https://www.instagram.com/tv/CaqTaFuBiJ7/

 E caso você se enquadre dentro das regras dessa public policy, entre em contato com a nossa equipe por Inbox ou pelo e-mail: contact@immi-canada.com

Quais são os documentos necessários para entrada no Canadá? Após o período de lockdown causado pela pandemia, essa dúvida cresceu. Nesse novo artigo iremos esclarecer quais são os documentos e qual a finalidade de cada um deles.

Para quem está no Brasil e deseja viajar para o Canadá com a função de turismo, será necessário garantir uma autorização eletrônica (eTA) ou dar entrada no pedido de visto de visitante.

Confira abaixo as diferenças e elegibilidade dos documentos:

Electronic Travel Authorization (eTA)

Oa eTA é uma autorização eletrônica de viagem. Os brasileiros elegíveis são aqueles que possuem um visto americano válido ou um visto canadense aprovado nos últimos 10 anos.

Com o eTA, o viajante só pode entrar no país por via aérea e ele é válido por cinco anos ou até o vencimento do passaporte, o que ocorrer primeiro.

Um detalhe importante é que, você pode sim viajar para os Estados Unidos tendo somente o eTA canadense e retornar ao Canadá por via terrestre, desde que os EUA seja seu destino final (que você não vá para outros países depois) e que você possua uma permissão válida para viver temporariamente no Canadá. Para os que vão a passeio, somente com eTA ou visto de turista, é possível ir aos Estados Unidos de carro, contanto que o viajante não retorne ao Canadá via terrestre (se quiser voltar por terra, precisa de uma permissão, seja ela de turista, estudo ou trabalho), retornando via aérea ou indo de lá para outro país.

Para obtê-lo basta acessar o site da imigração, preencher um formulário com a autorização e solicitação de dados, pagar uma pequena taxa pelo cartão de crédito no valor de CAD $7 e aguardar o e-mail chegar no endereço eletrônico cadastrado, o que acontece em média 48h após a aplicação.

Visto americano x Visto canadense

Antes de esclarecermos a questão dos diferentes tipos de vistos, é importante ressaltar que o visto americano e canadense são diferentes. Você não consegue entrar nos Estados Unidos tendo somente o visto canadense. Porém, você pode ter acesso ao Canadá tendo somente o visto norte-americano, mas terá, ainda assim, que solicitar o eTA. 

Além disso, apenas cidadãos canadenses, ou seja, portadores do passaporte do país, não necessitam de visto para viajar aos EUA. Qualquer imigrante, ainda que possua o PR Card, terá de solicitar o visto caso queira ir aos EUA.

Uma outra diferença marcante entre os tipos de vistos é que o americano de turista tem validade de 10 anos, independentemente da data de expiração do passaporte. É permitido entrar com o documento de viagem vencido e o visto válido, juntamente com o novo passaporte dentro do prazo de validade, desde que o viajante apresente os dois documentos.

Visto de visitante

Caso você não se enquadre nas exigências para solicitar o eTA, terá que pedir o visto de visitante, também conhecido como visto de turismo. Ele é o Visitor-1 (V-1) e concede múltiplas entradas ao portador, permitindo a estadia no país por até seis meses consecutivos, porém não dá direito a trabalho e estudo (exceto para cursos de até 24 semanas). 

A validade do visto é variável de acordo com a data do passaporte, podendo chegar a até 10 anos (o oficial de imigração também pode restringir este período, tanto o de validade quanto o de permanência, de acordo com regras e impressões de cada pacote de aplicação). 

Caso o aplicante queira permanecer por um período superior a seis meses, pode solicitar uma extensão do visto de turista ou até pedir uma permissão para outros fins.

Leia aqui: Cheguei no Canadá, e agora? Primeiras impressões no país

Visto e permissão de estudo

O visto é uma etiqueta colada no passaporte, na qual permite a entrada do estudante no país. Para permanecer no Canadá, durante o período do curso, é necessário ter a permissão, que é dada pelo oficial de imigração ainda no aeroporto. É este documento, que também é anexado ao passaporte, que determina o tempo permitido, em qual província o aluno pode estudar, se é permitido o trabalho durante o curso, dentre outros detalhes.

Basicamente existem dois tipos de visto: o S-1 e o SW-1. A definição de qual deles pedir começa com a escolha do curso por parte do aplicante. O primeiro, chamado de S-1, é concedido quando não há o requisito de estágio obrigatório para concluir o curso. Já o SW-1 é dado quando existe essa exigência, sendo os cursos chamados de Co-Op.

De maneira geral, para que um estrangeiro estude no Canadá e possa aplicar para o visto de estudante, ele precisa primeiro escolher uma instituição de ensino entre as Designated Learning Institutions. Após passar pelas etapas de seleção da escola, college ou university, o futuro estudante recebe uma Letter of Acceptance (LOA) da instituição, que é um requisito obrigatório para aplicar para o visto.

Para ler tudo sobre permissão de estudo para o Canadá, clique aqui

Diferença entre vistos e permissões para o Canadá

Existem diversas maneiras de entrar legalmente no Canadá e isso acaba gerando dúvidas. Primeiramente o seu objetivo deve estar bem definido para então iniciar o processo de pedido: eTA, vistos de turista, de estudos, para trabalho, permissões ou residência permanente.

De maneira geral, podemos dizer que existem dois tipos de visto: o temporary visa e o permanent visa. Este último concede o direito de imigrar, dando o cartão de Permanent Resident (PR Card) ao contemplado.

Falando dos vistos e permissões, é importante ressaltar que eles são diferentes. 

O visto é somente uma etiqueta no passaporte que permite ao titular do documento viajar para o Canadá e entrar no país, se o mesmo pode entrar e sair do território durante a vigência, data de expedição e vencimento e a finalidade da estadia.

A permissão é o que o nome diz. Ela é dada no momento de entrada no Canadá, pelo oficial de imigração após a primeira passagem nos guichês do aeroporto, em uma segunda checagem, que ocorre geralmente para quem vai ficar mais de seis meses por motivo de estudo ou trabalho. Não quer dizer que quem entra com um eTA ou visto de turista no Canadá possa permanecer somente seis meses. Caso o viajante mude de ideia e queira estudar, ele precisa solicitar uma permissão quando já está no país, apresentando todas as comprovações e documentos necessários. O aplicante só precisa de um novo visto caso tenha a permissão de estudo, visitante ou trabalho e queira viajar para outro país, que não os EUA, durante a sua estadia.

Documentos necessários para a Residente Permanente no Canadá

Ao se tornar residente permanente no Canadá, a pessoa terá posse de um cartão que sinaliza o novo status de imigrante no país. O chamado 'PR Card' é um documento de identidade com foto e dados pessoais. Até esse novo residente se tornar cidadão e obter um passaporte canadense, será necessário apresentar o PR Card, que é o novo documento oficial desse imigrante.

Em casos de viagem, será necessário apresentar na imigração o PR Card e o passaporte que também sinaliza o status de imigrante. Porém, caso a pessoa ainda não tenha em mãos essa carteira de identificação oficial, será necessário dar entrada no PRTD, que é um documento de viagem.

PR Card - Cartão de identificação do Residente Permanente

O título de Residente Permanente é garantido quando todo o processo é finalizado e é enviado o ECOPR (Electronic Confirmation of Permanent Residence in Canada). Sendo esse um documento anexado via e-mail confirmando sua residência permanente no Canadá. O COPR é enviado por correspondência.

Após o envio desse documento, a carteirinha de identificação do novo imigrante é enviado para a residência no endereço cadastrado. A partir desse momento, o PR Card passa a ser o documento oficial para identificação dentro do país.

PRTD - Permanent Resident Travel Document

O ‘Permanent Resident Travel Document’ (PRTD) é um documento de viagem obrigatório para aqueles que se tornam residentes permanentes no Canadá, e estão em viagem fora do país sem o PR Card em mãos.

Podendo ser por motivos do PR Card estar com data expirada, ou perda, furto, ou por não ter recebido ainda o documento de identificação de residência. Para retomar ao Canadá será necessário apresentar esse documento (PRTD), seja pela entrada por voo, trem, ônibus ou barco.

A aplicação para o PRTD só pode ser realizada por quem estiver fora do país. Enquanto a renovação do PR Card só pode ser feita dentro do Canadá. Caso você planeje uma viagem e seu PR Card esteja com a data de expiração próxima a data de embarque, a imigração recomenda que a renovação seja feita antes da viagem. O PR Card só pode ser enviado para um endereço dentro do país.

Para a aplicação do PRTD será necessário:

-Provar suas real identidade

-Confirmar seu status de Residente Permanente

-Record of Landing (documento com data da última entrada no país)

Ao realizar a aplicação para esse documento temporário, será preciso enviar o passaporte para que o PRTD seja anexado ao documento. Também é necessário enviar uma fotocópia (não o original) de todos os documentos originais de identidade e imigratórios.

Ainda ficou com dúvidas sobre o assunto? Ou precisa de auxílio para o seu visto ou permissão? Entre em contato com a nossa equipe pelo e-mail: contact@immi-canada.com

Quer imigrar para o Canadá? Conheça a província de Manitoba

Manitoba, localizada na região central do Canadá, é considerada uma das três províncias das pradarias. A localidade é a quinta mais populosa do Canadá, com 1,3 milhão de habitantes.

A província faz fronteira com as províncias de Saskatchewan, Ontario, Nunavut e Northwest Territories. Além disso, ao sul, Manitoba tem divisas com dois estados norte-americanos: North Dakota e Minnesota.

A capital da província é Winnipeg, sendo que cerca de 60% da população de toda Manitoba vive na cidade ou nos arredores, em sua região metropolitana. 

Uma das principais características da província são suas baixas temperaturas durante a estação de inverno. Os termômetros em Manitoba costumam ser os mais frios do Canadá. A temperatura média pode chegar a - 30ºC durante toda a estação, podendo chegar a -40ºC. No entanto, no verão as temperaturas sobem e podem esquentar até os 35ºC.

A capital - Winnipeg - é rodeada de pequenos e grandes lagos, nomeados como as praias da província, sendo uma atividade muito popular durante o verão. No inverno, a cidade de Churchill é muito procurada por ser o lar dos ursos polares. Por lá, também costuma ser o local favorito para apreciar as auroras boreais. 

Veja alguma das atrações da província:

- Assiniboine Park and Zoo (Winnipeg)

- Canadian Museum for Human Rights (Winnipeg)

- Gimli & the Icelandic Festival of Manitoba (Lake Winnipeg)

- Grand Beach Provincial Park (Lake Winnipeg)

- National Riding Mountain Park (Onanole)

- Royal Canadian Mint (Winnipeg)

- The Forks (Winnipeg)

Para saber mais sobre a província de Manitoba, leia esse artigo aqui em nosso blog: Winnipeg: 20 atrações e pontos turísticos imperdíveis

Como imigrar para o Canadá através do MPNP

O Manitoba Provincial Nominee Program (MPNP) procura recém-formados, trabalhadores qualificados, empresários e suas famílias com a intenção e capacidade de se estabelecer com sucesso e estabelecer-se economicamente em Manitoba como residentes permanentes. 

Skilled Workers Stream:

O Skilled Workers Stream é baseado nas necessidades dos empregadores de Manitoba. A província seleciona trabalhadores internacionais treinados e experientes que possuam as habilidades necessárias no mercado de trabalho local. 

Para ser elegível a essa categoria é necessário ter um emprego contínuo de longo prazo na província, em tempo integral (full-time), após ter completado pelo menos seis meses de emprego contínuo com o mesmo empregador, sendo um trabalhador estrangeiro temporário ou um estudante internacional graduado.

Dentro dessa categoria, existem dois caminhos: Skilled Workers in Manitoba e Skilled Workers Overseas.

-Skilled Workers in Manitoba:

Essa categoria é para trabalhadores qualificados em Manitoba, que possuam uma forte conexão com a província por meio de emprego contínuo, educação e treinamento, experiência de trabalho e proficiência no idioma oficial. O programa busca candidatos aptos para fazer uma contribuição imediata e contínua para a economia de Manitoba.

-Skilled Workers Overseas:

O Skilled Workers Overseas nomeia candidatos que demonstrem uma conexão estabelecida com Manitoba por meio de:

- Apoio de familiares ou amigos;

- Educação na província ou experiência de trabalho na província;

- Ter um ITA (invitation to apply) recebido diretamente do MPNP.

International Education Stream

Essa categoria é para graduados em Manitoba, fornecendo aos estudantes internacionais que se formam na província e atendem as demandas do mercado de trabalho. 

Dentro dessa categoria existem três caminhos possíveis: Career Employment Pathway, Graduate Internship Pathway e International Student Entrepreneur Pilot.

Career Employment Pathway:

O Career Employment Pathway oferece caminhos de nomeação mais rápida para estudantes pós-secundários que se formam e encontram emprego de longo prazo em Manitoba, em uma ocupação em demanda relacionada com sua formação. 

Os critério de elegibilidade são:

- Ter uma graduação, nos últimos 3 anos, em uma instituição designada da província, sendo o curso de no mínimo 1 ano, 2 semestres, curso full-time.

- CLB 7

- Ter uma job offer full time (oferta em trabalho em tempo integral) - nos NOCs 0,A ou B - com 1 ano de contrato publicado nas lista de ocupações em demanda, que seja de acordo com o programa cursado na província.

- Comprovação financeira (6 meses) de acordo com a tabela LICO (Low Income Cut-Off) ou ter um emprego com contrato longo e posição full-time.

- Residir em Manitoba e demonstrar que deseja permanecer na província.

Graduate Internship Pathway:

O Graduate Internship Pathway oferece caminhos de indicação mais rápidos para estudantes internacionais de mestrado e doutorado por meio de estágios que contribuem para a inovação da indústria em Manitoba. Os graduados que concluíram um estágio Accelerate ou Elevate com a Mitacs em Manitoba podem se inscrever no MPNP imediatamente após a formatura, tenham ou não uma oferta de emprego.

Critérios de elegibilidade:

- Ter completado um mestrado ou doutorado em Manitoba nos últimos 3 anos;

- CLB 7;

- Ter um Mitacs completo em Elevate ou Accelerate (estágio);

- Comprovação financeira (6 meses) de acordo com a tabela LICO (Low Income Cut-Off) ou ter um emprego com contrato longo e posição full-time;

- Residir em Manitoba e demonstrar que deseja permanecer na província;

International Student Entrepreneur Pilot:

Essa categoria é para estudantes internacionais que tenham o propósito de empreender em Manitoba. O International Student Entrepreneur Pilot fornecerá a até 20 estudantes internacionais que se formaram em Manitoba a oportunidade de buscar empreendedorismo em vez de emprego. Uma vez que o candidato cumpra as condições do seu Business Performance Agreement, ele é indicado para residência permanente.

Critérios de elegibilidade:

- Um plano de negócios faz parte da aplicação;

- Você deve gerenciar o negócio como gerente sênior diariamente a partir do local de negócios em Manitoba por pelo menos 6 meses antes da nomeação, enquanto estiver com uma permissão de trabalho temporária válida, de acordo com os requisitos do Business Performance Agreement (BPA);

- Ter pelo menos 51% de participação na empresa;

- CLB 7;

- Ter completado um curso full-time em Manitoba que seja de pelo menos 2 anos de duração; 

- Experiência de estudos e trabalhos fora do Canadá será considerado;

- Ter entre 21 a 35 anos;

- Ter uma permissão de trabalho válida ou PGWP no momento da aplicação;

- Ter morado continuamente em Manitoba desde a graduação;

- Mostrar a intenção de continuar residindo na província após a nomeação;

- Comprovação financeira líquida equivalente a tabela LICO para um período de 12 meses.

Business Investor Stream

O Business Investor Stream (BIS) permite que Manitoba recrute e nomeie investidores de negócios qualificados e empreendedores de todo o mundo que tenham a intenção e a capacidade de iniciar ou comprar negócios em Manitoba.

Existem duas categorias dentro desse sistema:

- The Entrepreneur Pathway: Para aplicantes buscando abrir um negócio em Manitoba;

- Mínimo de três anos de experiência de trabalho em tempo integral nos últimos cinco anos como proprietário de uma empresa ativa ou trabalhando em uma função de gerenciamento sênior de uma empresa de sucesso.

- Donos da empresa devem ter 1 terço da propriedade para se qualificar

- CLB 5

- Ter um investimento mínimo é de CAD $250.000 para empresas situadas na Região Metropolitana de Winnipeg.

- O investimento mínimo é de CAD $150.000 se uma empresa estiver situada fora da Região Metropolitana de Winnipeg.

- The Farm Investor Pathway: Para aqueles que têm intenção de se estabelecer e gerenciar uma atividade agrícola (farm operation);

- Mínimo de três anos de experiência em propriedade e operação de fazenda, comprovada por documentos verificáveis.

- Investimento de pelo menos CAD$ 300.000

para estabelecer um negócio agrícola na zona rural de Manitoba.

- Não há exigência de teste de proficiência de língua, no entanto, o candidato pode ser convocado para uma entrevista em inglês ou francês.

- Você deve demonstrar adaptabilidade, especificamente relacionada a habilidades agrícolas práticas, conhecimento técnico e experiência em práticas agrícolas baseadas em tecnologia que serão transferidas diretamente para a atual indústria de produção agrícola primária de Manitoba.

Como imigrar para o Canadá?

Essa é uma série que estamos apresentando em nosso Blog: Como Imigrar para o Canadá através dos Programas Províncias. Você pode acessar os artigos, já publicados, das outras províncias nos links abaixo:

Imigrar para o Canadá através de Alberta

Imigrar para o Canadá através das Províncias do Atlântico

- Imigrar para o Canadá através de British Columbia
E se você deseja imigrar para o Canadá entre em contato com nossa equipe de atendimento para tirar todas as suas dúvidas. O nosso atendimento inicial é totalmente gratuito. Nosso email é: contact@immi-canada.com

Conhecendo a Província de British Columbia

Carinhosamente conhecida como BC, a província é a terceira maior do Canadá em área e em população, estimando-se mais de 1.8 milhões de habitantes, ficando atrás apenas de Quebec e de Ontario. Localizada na região oeste, essa província, cuja capital é Victoria, abriga 52 cidades, incluindo Vancouver - uma das principais cidades do Canadá. 

BC é recheada de pontos turísticos e muitos parques e reservas naturais. Ao todo, são 141 reservas ecológicas e 35 parques marinhos provinciais. Além disso, British Columbia abriga sete parques nacionais: Gulf Islands, Gwaii Haanas e Sítio Patrimonial Haida, Kootenay, Monte Revelstoke, Pacific Rim, Yoho e Glacier.

Muitos dos que decidem ir morar no Canadá escolhem BC como destino, por diversos motivos: a economia do local cresce, em média, 3% ao ano, existem várias empresas com demanda por profissionais, suas incríveis belezas naturais, dentre outros fatores.

Como o clima é mais ameno no Canadá, por ser uma província marítima no Pacífico, as temperaturas são mais moderadas. Sendo esse - também - um fator de escolha quando se quer fugir do frio intenso que circula na maior parte do país.

Imigrar para o Canadá através do Programa Provincial de BC

O BC PNP é o Programa Provincial de British Columbia, destinado aos trabalhadores qualificados ou estudantes recém-graduados, que possuem habilidades, nível de escolaridade e/ou experiências que possam atender a demanda de ocupações em BC.

Este programa possui uma grande variedade de caminhos para que um aplicante possa se tornar elegível para uma futura residência permanente no país. O programa pode ser através do Express Entry ou fora dele.

No dia 10 de março de 2022 a província de British Columbia atualizou algumas das regras do programa províncial. 

As diferenças entre o Processo Via Express Entry ou NON-Express Entry?

Exceto a Categoria Entry Level and Semi-Skilled (NOCs C ou D), todas as demais poderão ter a etapa Federal via Express Entry ou NON-EE. A opção por qual caminho seguir na etapa federal deverá ser feita antes do início do processo do BC PNP. No entanto, quando cada uma será indicada?

Via Express Entry: No caso do Express Entry, o candidato terá que, ser também, elegível em abrir um perfil no sistema, cumprindo com todos os requisitos mínimos, seja pelo programa do Federal Skilled Worker, Canadian Experience Class ou Federal Skilled Trades. Os quais deverão ser comprovados no momento da etapa federal.

Via NON-EE: No caso do NON-EE, todos os aplicantes não-elegíveis a abrir um perfil no Express Entry terão que optar por esse caminho, assim como os aplicantes da Categoria Entry Level e Semi-Skilled (nesse caso, obrigatoriamente). No entanto, o aplicante pode, por opção própria, preferir seguir dessa forma por não querer, por exemplo, realizar o

teste de proficiência, realizar comprovação financeira (FSW e FST).

Veja as principais categorias do programa: Immigration categories (Non-EE):

• Skills Immigration – Skilled Worker

• Skills Immigration – Health Authority

• Skills Immigration – International Graduate

• Skills Immigration – International Post-Graduate

• Skills Immigration – Entry Level and Semi-Skilled

Veja as principais categorias do programa: Express Entry BC categories (via EE):

Express Entry BC – Skilled Worker

Express Entry BC – Health Authority

Express Entry BC – International Graduate

Express Entry BC – International Post-Graduate

Conheça as Etapas do Programa

Abaixo uma timeline de como os processos são analisados pela imigração canadense. 

Via Express Entry:

- Criação do Perfil no Express Entry

- Criação do Perfil no BC PNP

- Recebimento ITA do BC PNP

- Aplicação Pós-ITA no BC PNP

- Recebimento Nomeação (Se aprovado)

- Aplicação Pós-ITA EE

- Recebimento Residência Permanente

Via NON-EE:

- Criação do Perfil no BC PNP

- Recebimento ITA do BC PNP

- Aplicação Pós-ITA no BC PNP

- Recebimento Nomeação (Se aprovado)

- Aplicação Etapa Federal (PR)

- Recebimento da Residência Permanente

Nas categorias International Post-Graduate e Health Authority não tem o passo de recebimento de ITA. Nestes casos, a pessoa, sendo elegível, pode abrir o perfil, já enviando os documentos, e se for aprovado, já recebe a nomeação. Pula uma etapa, digamos assim.  

A Oferta de Trabalho

Para algumas categorias, o aplicante dependerá de uma oferta de trabalho de um empregador da província. Além disso, aos que dependem desta oferta, é importante ressaltar que estarão vinculados à empresa até o fim do processo de residência permanente.

*Exceto para a Categoria International Post-Graduate*

Requisitos Gerais para o Empregador

O Empregador, também, terá que cumprir com os requisitos exigidos pela província:

1. Estar permanentemente estabelecido como um empregador em situação regular em BC, operando há, pelo menos, 1 ano (ou 2 anos se via Categoria Entry Level and Semi-Skilled) e cumprir com uma das seguintes estruturas de negócio:

• Incorporated ou extra-provincially registered OU

• registered as a limited liability partnership in B.C. OU

• an eligible public sector or non-profit employer

2. Possuir um número mínimo, em BC, de empregados (devidamente registrado na folha de pagamento) em regime de contratação full-time e com prazo indeterminado, dependendo da região de localização:

• Se localizado dentro da Greater Vancouver, pelo menos, 5 empregados;

• Se localizado fora da Greater Vancouver, pelo menos, 3 empregados.

Na regra atualizada em 10 de março de 2022, autoriza a empresa a ter dois empregados contratados em regime part-time, e juntos somem, pelo menos, 30h semanais, para considerar essa contratação como um funcionário full-time.

3. Ter um histórico de bom local de trabalho e práticas de negócios, financeiramente bem estabelecido e cumprindo com todas as práticas legais, exigidas pelo Governo de British Columbia. 

4. Assinar, originalmente, a Declaração de Empregador, confirmando que cumpre com todos os requisitos. A declaração deve ser preenchida por um superior direto, membro do RH da Empresa e/ou CEO.

5. Atender aos requisitos de recrutamento do mercado de trabalho interno. Ou seja, que a empresa fez todos os esforços necessários para a contratação de um residente permanente ou cidadão canadense, antes de contratar o empregado estrangeiro. Dependendo do cenário, deverão ser apresentados às vagas anunciadas por, pelo menos, 14 dias.

6. A Oferta de Trabalho deverá ser para uma ocupação full-time (mínimo de 30 horas por semana) e para uma posição com prazo indeterminado. Isso significa, pelo menos, 1 ano (365 dias) de duração, restando ainda, no momento da aplicação, no mínimo, 120 dias corridos.

7. O salário da oferta deverá ser, pelo menos, o mediano da Província de BC, não considerando comissões, Bônus, Gorjetas e afins. A pesquisa pelo salário deverá ser feita tendo como base o Job Bank.

Entenda como funciona a elegibilidade para cada uma das categorias:

Skilled Worker

- Job Offer de um Empregador em BC, para uma ocupação Full-time, em um dos NOCs 0, A ou B, por tempo Indeterminado e com salário de acordo, pelo menos, com o mediano da província;

- Se a oferta em uma ocupação NOC B, comprovar, no mínimo, CLB 4, na proficiência do Inglês ou Francês;

- Dois anos de experiência profissional, nos últimos 10 anos, em um NOC 0, A ou B, podendo ter sido adquirida no Canadá ou fora. ;

- O salário anual da Oferta deverá atender ao valor mínimo da Tabela do Low-Income Cut-Off –LICO de acordo com o número de membros da família.

Health Authority

*Esse stream foi renomeado em março de 2022, antes era conhecido como ‘Health Care Professional’. 

- Job Offer de uma Autoridade Pública de Saúde em BC, para uma ocupação Full-time, por tempo Indeterminado, com salário de acordo, pelo menos, com o mediano da província em uma das ocupações listadas pelo programa.

- Comprovar, no mínimo, CLB 4, na proficiência do Inglês ou Francês;

- Dois anos de experiência profissional, nos últimos 10 anos, em um NOC diretamente relacionado ao da Oferta. Se a ocupação exigir uma licença específica, o documento deverá ser apresentado.

- O salário anual da Oferta deverá atender ao valor mínimo da Tabela do Low-Income Cut-Off –LICO de acordo com o número de membros da família.

A partir da nova atualização do programa, o candidato nessa categoria ‘pula uma etapa’ no seu processo. A pessoa, sendo elegível, pode abrir o perfil, já enviando os documentos, e se for aprovado, já recebe a nomeação. 

International Graduate

- Ter completado um Degree ou Diploma ou Certificado, de no mínimo, 8 meses de duração, em uma instituição pública ou no caso das privadas, que tenha concedido um degree ao final, nos últimos 3 anos (seguindo os mesmos requisitos do PGWP);

- Job Offer de um Empregador em BC, para uma ocupação Full-time, em um dos NOCs A ou B, por tempo Indeterminado e com salário de acordo, pelo menos, com o mediano da província;

- Se a oferta em uma ocupação NOC B, comprovar, no mínimo, CLB 4, na proficiência do Inglês ou Francês;

- O salário anual da oferta deverá atender ao valor mínimo da Tabela do Low-Income Cut-Off –LICO de acordo com o número de membros da família.

Para esta categoria, como requisito mínimo, não é exigida experiência anterior, no entanto, se possuir, concederá pontos adicionais.

Com essa nova atualização em 2022, mesmo que o aplicante tenha estudado em uma instituição canadense, se ele tiver um oferta de trabalho no NOC 0, o único caminho de aplicação fica sendo pelo Skilled Worker.

International Post- Graduate

- Ter completado um Mestrado ou Doutorado, nos últimos 3 anos, em uma Instituição Elegível, de nível pós-secundário em British Columbia. O programa, obrigatoriamente, precisa ter sido realizado em uma das seguintes áreas: Agriculture; agriculture operations and related science; biological and biomedical sciences; computer and information sciences and support services; engineering; engineering technology and engineering-related fields; health professions and related program; mathematics and statistics; natural resources conservation; physical sciences.

- Capacidade e Intenção de viver e trabalhar em BC sendo uma declaração feita por meio de uma Carta de Intenção;

Para esta categoria não existe a necessidade de uma oferta de trabalho, assim como não há realização de Draws. Cumprindo com os requisitos, o aplicante receberá automaticamente o ITA.

Entry Level and Semi-Skilled (Incluindo emprego na Northeast Development Region)

- Job Offer de um Empregador em BC, para uma ocupação Full-time, em um dos NOCs C ou D (exceto Caregiver), por tempo Indeterminado e com salário de acordo, pelo menos, com o mediano da província;

- Estar empregado e atualmente trabalhando há, pelo menos, 9 meses consecutivos para o empregador da oferta, em uma das ocupações elegíveis (Exceto se trabalhando na Northeast Development Region, onde poderá ser em qualquer ocupação dentro dos NOCs C ou D, excluindo Caregiver);

- Comprovar, no mínimo, CLB 4, na proficiência do Inglês ou Francês;

- O salário anual da oferta deverá atender ao valor mínimo da Tabela do Low-Income Cut-Off –LICO de acordo com o número de membros da família;

- Possuir, no mínimo, ensino médio completo. Já no caso dos Long-haul truck drivers, possuir, também, B.C. Class 1 driver’s licence, air brake endorsement e quaisquer outras certificações exigidas.

No caso dos Motoristas de Carreta, além dos 9 meses, obrigatoriamente, precisam comprovar 2 anos de experiência nos últimos 3.

Categoria BC PNP TECH

Apesar de possuir um Draw Específico, o BC PNP Tech é uma lista de 29 ocupações elegíveis (NOCs) dentro da área de tecnologia, as quais darão ao aplicante um prazo de processamento acelerado. No entanto, ainda assim, é mandatório se qualificar para uma das categorias listadas anteriormente nesta matéria.

Para conferir a lista na íntegra com as 29 ocupações listadas acesse o Site Oficial da Província de BC.

Essa é uma série que estamos apresentando em nosso Blog: Como Imigrar para o Canadá através dos Programas Províncias. Você pode acessar os artigos, já publicados, das outras províncias nos links abaixo:

- Imigrar para o Canadá através de Alberta

- Imigrar para o Canadá através das Províncias do Atlântico
E se você deseja imigrar para o Canadá entre em contato com nossa equipe de atendimento para tirar todas as suas dúvidas. O nosso atendimento inicial é totalmente gratuito. Nosso email é: contact@immi-canada.com

Grupo 1
CONTATO
contact@immi-canada.com
VANCOUVER: +1 (604) 684-0530
TORONTO: +1 (647) 351-5800
Redes sociais
Caminho 139
cartmagnifier