Grupo 1
Grupo 1
Cheguei no Canadá, e agora? Primeiras impressões no país

Cheguei no Canadá, e agora? Primeiras impressões no país

20 de Abril de 2022

Imigrar para o Canadá como profissional autônomo

No primeiro trimestre de 2022, a Imigração Canadense (IRCC) recebeu mais de 108 mil novos residentes permanentes no Canadá vindos de todas as partes do mundo. Esse número faz parte da meta revelada no começo do ano pelo ministro da imigração, Sean Fraser, que almeja receber 147 mil novos imigrantes no primeiro quarto deste ano.

Hoje nós vamos conhecer a história de 3 desses novos residentes permanentes no Canadá, que fazem parte dessa estatística revelada pelo governo. A família mineira do Ricardo, Thais e do pequeno Theo, donos do perfil @uaicanada, recém-chegados no Canadá e que irão compartilhar um pouco das primeiras impressões sobre o país.

Apesar de só terem desembarcado no mês de Abril de 2022, eles já estavam prontos para encarar essa jornada desde Agosto de 2020, quando as aplicações foram aprovadas. No entanto, todos os empecilhos, contratempos e impossibilidades causadas pela pandemia fez com que a família tivesse que adiar a viagem.

O casal mineiro é uma dupla de educadores físicos apaixonados pela dança. E foi através da dança que o casal iniciou o longo plano Canadá em Outubro de 2018. Thais era professora de Educação Física escolar e Ricardo formado e pós-graduado em Educação Física escolar, no entanto dedica a carreira como professor de dança de salão internacional.

“Aplicamos como Self Employed através da dança.”. 

E com a pandemia em alta, aeroportos fechados, e medidas restritivas adotadas no mundo, o casal teve bastante tempo desde a aprovação do processo imigratório até o dia da viagem. 

“A pandemia atrapalhou muito. Recebemos o guia de ‘Welcome to Canada’ em Janeiro junto com os exames médicos. Em março começou a pandemia. Ficamos presos no Brasil os 2 anos seguintes!”.

Esse lockdown acabou sendo uma fase de treinamento para a vida canadense que estava por vir. Nessa fase de transição, o casal até compartilhou moradia com a sogra como conta Ricardo: 

“Tivemos bastante tempo para planejar, devido ao processo ser mais longo. Vendemos o apartamento, Thaís pediu demissão do trabalho. Porém a pandemia atrapalhou tudo e tivemos que morar com as nossas mães durante longos 2 anos. O que ajudou MUITO na nossa aproximação, compreensão, resiliência como casal e como família. Aprendemos a aceitar muitas adversidades e lidar melhor com as frustrações ao longo do processo de espera. No final da penúltima semana vendemos o carro.”.

Família e amigos reunidos no aeroporto

A ideia de imigrar para o Canadá, veio após uma visita exploratória feita por Ricardo com o objetivo de estudar inglês no país em 2017. O casal já tinha explorado alguns países, mas foi Vancouver que a família escolheu como lar. E eles descrevem essas primeiras impressões ao chegar:

“Já tínhamos experiência de viagem internacional, então o Canadá não foi muito diferente do que esperávamos. Mas ainda assim, Thaís estudou e se preparou para essa mudança.  Com relação ao frio, já havíamos vivenciado temperaturas baixas, porém viver em temperaturas baixas é diferente. Preparar a cabeça para viver longos períodos é uma coisa que estamos fazendo.”.

Ricardo, Thaís e Theo

E eles não vieram sozinho, o pequeno Theo de 6 anos de idade, também embarcou nas aventuras na neve. Para facilitar a adaptação do filho e organizar sua rotina, o casal começou a preparação para tudo que a criança fosse precisar durante o período de lockdown na casa da sogra.

“ Pesquisamos bastante e assistimos muitos vídeos de perfis com filhos no Canadá. Isso ajudou muito. Com relação à escola, nós pesquisamos ainda no Brasil qual seria a escola do Theo. Entramos em contato, enviamos todos os papéis pedidos por eles e o Theo foi confirmado como aluno ainda no Brasil. Olhamos o site da escola, vimos a grade de horário e os vídeos da escola no Twitter. Nos apaixonamos por tudo, e ainda no Brasil. Inclusive fizemos todo o percurso do nosso apartamento até a escola pelo street view mais de 1 vez.”.

Outro fator que o casal organizou ainda no Brasil foi a questão do trabalho. Ambos desembarcaram no Canadá com oportunidade de trabalho garantida. Eles não iniciaram sua trajetória na área de formação, eles se preparam durante esse tempo de espera para as novas funções. Ricardo pode contar com ajuda da cunhada, que já residia em Vancouver, como ele conta:

“Em 2021, Thaís começou a fazer cursos na área de TI, e no final de 2021 começou a trabalhar em uma empresa Canadense como Web Developer. Ela arrumou emprego ainda no Brasil. Isso ajudou TUDO! Conseguimos alugar apartamento e escola do Theo. Eu já tinha uma proposta, através do noivo da irmã da Thais. Ele trabalha aqui como Soldador e quando estávamos no Brasil ele conversou com o chefe dele e conseguiu uma vaga na empresa pra mim. Eu fiz um curso de solda no Brasil para me qualificar melhor para a vaga. Fiz também cursos de operador de máquinas, pensando em diversificar as possibilidades de emprego por aqui.”.

No momento eles estão em fase de adaptação às novas culturas, clima, rotina e estilo de vida. A família planeja explorar bastante todas as opções de passeios e cultura que a província de British Columbia oferece e com tempo ir conhecendo todas as partes do Canadá.

Toda essa rotina da família é contada e documentada através de fotos e vídeos pelo canal no youtube ‘Uai Canadá', onde também há conteúdo no instagram com o objetivo de se aproximarem daqueles amigos e familiares que ficaram no Brasil sanando um pouco da saudade:

“No YouTube a ideia é contar de forma mais detalhada alguns episódios específicos. Além de ajudar e incentivar outras pessoas a acreditarem nos seus sonhos. Sonhamos 5 anos com o Canadá e o sonho finalmente virou realidade. Mostrar a importância do planejamento e perseverança. Contar como foi nosso processo e como serão nossos passeios. Fizemos vídeos de Belo Horizonte também, para as pessoas conhecerem nossas origens. O YouTube funciona como um registro fixo de pontos importantes da nossa vida. Desde o Brasil até nossa vida no Canadá.”.

Portanto, para acompanhar essa família mineira no Canadá, basta procurar nas redes sociais pelo @uaicanada e se divertir e torcer por Ricardo, Thais e Theo nessa nova vida como residentes permanentes no país.

E caso você deseje mais informações sobre como imigrar para o Canadá sendo profissional autônomo (self employed), entre em contato com nossa equipe e agende uma consulta com nossa consultora de imigração licenciada pelo RCIC. Como eles mesmo pontuaram, é de extrema importância ter um planejamento consistente.

Nosso contato é: contact@immi-canada.com ou pelas redes sociais @immicanada

E se liga, no dia 26 de Abril de 2022, iremos realizar uma LIVE com a participação da família Uai Canadá. O bate-papo vai rolar a partir das 4pm (Vancouver), 7pm (Toronto) e 8pm (Brasília) no instagram da Immi Canada (@immicanada)

Comentários Facebook
Categorias
Posts mais acessados
Siga-nos!
120 mil
likes
+600
seguidores
53 mil
seguidores
13,9 mil
inscritos
+20 mil
cadastrados
Grupo 1
CONTATO
contact@immi-canada.com
VANCOUVER: +1 (604) 684-0530
TORONTO: +1 (647) 351-5800
Redes sociais
Caminho 139
cartmagnifiercrosslist