Grupo 1
Grupo 1

Imigrar para o Canadá como profissional autônomo

No primeiro trimestre de 2022, a Imigração Canadense (IRCC) recebeu mais de 108 mil novos residentes permanentes no Canadá vindos de todas as partes do mundo. Esse número faz parte da meta revelada no começo do ano pelo ministro da imigração, Sean Fraser, que almeja receber 147 mil novos imigrantes no primeiro quarto deste ano.

Hoje nós vamos conhecer a história de 3 desses novos residentes permanentes no Canadá, que fazem parte dessa estatística revelada pelo governo. A família mineira do Ricardo, Thais e do pequeno Theo, donos do perfil @uaicanada, recém-chegados no Canadá e que irão compartilhar um pouco das primeiras impressões sobre o país.

Apesar de só terem desembarcado no mês de Abril de 2022, eles já estavam prontos para encarar essa jornada desde Agosto de 2020, quando as aplicações foram aprovadas. No entanto, todos os empecilhos, contratempos e impossibilidades causadas pela pandemia fez com que a família tivesse que adiar a viagem.

O casal mineiro é uma dupla de educadores físicos apaixonados pela dança. E foi através da dança que o casal iniciou o longo plano Canadá em Outubro de 2018. Thais era professora de Educação Física escolar e Ricardo formado e pós-graduado em Educação Física escolar, no entanto dedica a carreira como professor de dança de salão internacional.

“Aplicamos como Self Employed através da dança.”. 

E com a pandemia em alta, aeroportos fechados, e medidas restritivas adotadas no mundo, o casal teve bastante tempo desde a aprovação do processo imigratório até o dia da viagem. 

“A pandemia atrapalhou muito. Recebemos o guia de ‘Welcome to Canada’ em Janeiro junto com os exames médicos. Em março começou a pandemia. Ficamos presos no Brasil os 2 anos seguintes!”.

Esse lockdown acabou sendo uma fase de treinamento para a vida canadense que estava por vir. Nessa fase de transição, o casal até compartilhou moradia com a sogra como conta Ricardo: 

“Tivemos bastante tempo para planejar, devido ao processo ser mais longo. Vendemos o apartamento, Thaís pediu demissão do trabalho. Porém a pandemia atrapalhou tudo e tivemos que morar com as nossas mães durante longos 2 anos. O que ajudou MUITO na nossa aproximação, compreensão, resiliência como casal e como família. Aprendemos a aceitar muitas adversidades e lidar melhor com as frustrações ao longo do processo de espera. No final da penúltima semana vendemos o carro.”.

Família e amigos reunidos no aeroporto

A ideia de imigrar para o Canadá, veio após uma visita exploratória feita por Ricardo com o objetivo de estudar inglês no país em 2017. O casal já tinha explorado alguns países, mas foi Vancouver que a família escolheu como lar. E eles descrevem essas primeiras impressões ao chegar:

“Já tínhamos experiência de viagem internacional, então o Canadá não foi muito diferente do que esperávamos. Mas ainda assim, Thaís estudou e se preparou para essa mudança.  Com relação ao frio, já havíamos vivenciado temperaturas baixas, porém viver em temperaturas baixas é diferente. Preparar a cabeça para viver longos períodos é uma coisa que estamos fazendo.”.

Ricardo, Thaís e Theo

E eles não vieram sozinho, o pequeno Theo de 6 anos de idade, também embarcou nas aventuras na neve. Para facilitar a adaptação do filho e organizar sua rotina, o casal começou a preparação para tudo que a criança fosse precisar durante o período de lockdown na casa da sogra.

“ Pesquisamos bastante e assistimos muitos vídeos de perfis com filhos no Canadá. Isso ajudou muito. Com relação à escola, nós pesquisamos ainda no Brasil qual seria a escola do Theo. Entramos em contato, enviamos todos os papéis pedidos por eles e o Theo foi confirmado como aluno ainda no Brasil. Olhamos o site da escola, vimos a grade de horário e os vídeos da escola no Twitter. Nos apaixonamos por tudo, e ainda no Brasil. Inclusive fizemos todo o percurso do nosso apartamento até a escola pelo street view mais de 1 vez.”.

Outro fator que o casal organizou ainda no Brasil foi a questão do trabalho. Ambos desembarcaram no Canadá com oportunidade de trabalho garantida. Eles não iniciaram sua trajetória na área de formação, eles se preparam durante esse tempo de espera para as novas funções. Ricardo pode contar com ajuda da cunhada, que já residia em Vancouver, como ele conta:

“Em 2021, Thaís começou a fazer cursos na área de TI, e no final de 2021 começou a trabalhar em uma empresa Canadense como Web Developer. Ela arrumou emprego ainda no Brasil. Isso ajudou TUDO! Conseguimos alugar apartamento e escola do Theo. Eu já tinha uma proposta, através do noivo da irmã da Thais. Ele trabalha aqui como Soldador e quando estávamos no Brasil ele conversou com o chefe dele e conseguiu uma vaga na empresa pra mim. Eu fiz um curso de solda no Brasil para me qualificar melhor para a vaga. Fiz também cursos de operador de máquinas, pensando em diversificar as possibilidades de emprego por aqui.”.

No momento eles estão em fase de adaptação às novas culturas, clima, rotina e estilo de vida. A família planeja explorar bastante todas as opções de passeios e cultura que a província de British Columbia oferece e com tempo ir conhecendo todas as partes do Canadá.

Toda essa rotina da família é contada e documentada através de fotos e vídeos pelo canal no youtube ‘Uai Canadá', onde também há conteúdo no instagram com o objetivo de se aproximarem daqueles amigos e familiares que ficaram no Brasil sanando um pouco da saudade:

“No YouTube a ideia é contar de forma mais detalhada alguns episódios específicos. Além de ajudar e incentivar outras pessoas a acreditarem nos seus sonhos. Sonhamos 5 anos com o Canadá e o sonho finalmente virou realidade. Mostrar a importância do planejamento e perseverança. Contar como foi nosso processo e como serão nossos passeios. Fizemos vídeos de Belo Horizonte também, para as pessoas conhecerem nossas origens. O YouTube funciona como um registro fixo de pontos importantes da nossa vida. Desde o Brasil até nossa vida no Canadá.”.

Portanto, para acompanhar essa família mineira no Canadá, basta procurar nas redes sociais pelo @uaicanada e se divertir e torcer por Ricardo, Thais e Theo nessa nova vida como residentes permanentes no país.

E caso você deseje mais informações sobre como imigrar para o Canadá sendo profissional autônomo (self employed), entre em contato com nossa equipe e agende uma consulta com nossa consultora de imigração licenciada pelo RCIC. Como eles mesmo pontuaram, é de extrema importância ter um planejamento consistente.

Nosso contato é: contact@immi-canada.com ou pelas redes sociais @immicanada

E se liga, no dia 26 de Abril de 2022, iremos realizar uma LIVE com a participação da família Uai Canadá. O bate-papo vai rolar a partir das 4pm (Vancouver), 7pm (Toronto) e 8pm (Brasília) no instagram da Immi Canada (@immicanada)

Veja como levar seu PET para o Canadá

O Canadá é um dos países mais procurados do mundo no quesito imigração, por diversos motivos. Atualmente, são mais de 80 processos de imigração que podem atender a todos os perfis e idades.

Com sua população majoritariamente composta de imigrantes de todos os cantos do mundo, o país recebe por ano uma enorme quantidade de novos residentes, sendo temporários ou permanentes, que escolhem viver no país com toda a família. E para muitos, os animais de estimação também fazem parte da família e também são incluídos no processo de imigração.

É possível sim incluir seu pet no seu plano Canadá, e para isso é preciso seguir algumas etapas específicas que envolvem regras das companhias aéreas, documentação necessária emitida pelo Ministério da Agricultura, o cartão de vacinação, além das medidas específicas nas bolsas de transporte. 

E quando essa mudança de vida inclui dois cachorrinhos e um bebê? Esse é o caso da Jessica Baeza, de 29 anos, original de Mauá, em São Paulo, que chegou na província de Ontario em novembro de 2021 com mala, cunha e muitas bolsas para seus 3 filhotes. 

Estabelecendo o Plano Canadá

O plano de viver no Canadá surgiu após ela ter realizado um intercâmbio, sozinha, em 2013 na cidade de Vancouver. No entanto, somente em 2019 - após o nascimento da primeira filha - que ela e o esposo decidiram se mudar em definitivo, pegando todos os familiares e amigos de surpresa, afinal a filha tinha acabado de nascer, e ambos tinham uma vida estável no Brasil.

Com um plano estabelecido, Jessica pontua que a única questão que os fariam desistir do Canadá seria se os cachorros não pudessem acompanhar a viagem. E ai começou a aventura para se mudar de país. O plano estabelecido entre Jessica e Natã (seu esposo) estabelecia que ele iria realizar uma pós-graduação e ela teria uma permissão aberta de trabalho (open work permit). Ainda no Brasil, o casal resolveu fazer a viagem separados, isso porque a filha do casal ainda estava atendendo ao ano letivo na creche. Com isso, Natã viajou primeiro para o Canadá, no mês de agosto, e Jéssica iria na sequência, no mês de novembro.

O plano foi estabelecido também para dar tempo de conseguir reservar o voo que pudesse embarcar os dois cachorros. Segundo as regras de viagem para pets na companhia aéra (Air Canada), determina que só podem ser transportados 4 animais em um voo. Quando o animal de estimação - dentro da bolsa de viagem - pesa até 10 kg, é permitido que ele viaje na cabine, posicionado embaixo do assento do passageiro. Segundo as regras, só é permitido um animal por passageiro. Mas como a filha já tinha completado 2 anos de idade, já é obrigatório que a criança tenha seu próprio assento. Dessa forma, foi possível garantir a viagem dos dois cachorros.

Foi preciso comprar uma bolsa de transporte que fosse de acordo com as regras emitidas pela cia aérea. A taxa por animal é de 100 dólares canadenses. Também foi preciso cumprir uma série de regras estabelecidas no Brasil e no Canadá.

Regras para transportar um animal de estimação na aeronave

Para transportar um animal de estimação em uma viagem internacional, será preciso emitir um documento chamado o CVI (Certificado Veterinário Internacional). Esse documento é fornecido pelo Sistema de Vigilância Agropecuária Internacional (Vigiagro) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. 

Para conseguir o documento, é necessário agendar uma consulta no órgão que fica nos aeroportos internacionais, levando: 

- Atestado veterinário do pet (validade de dez dias);

- Carteira de vacinação;

- Requerimento para Fiscalização de Animais de Companhia;

É importante que a entrevista com o órgão seja realizada em uma data próxima a viagem, pois o documento tem validade de dez dias. 

O atestado de saúde deve conter dados completos do proprietário (com endereço no Brasil), dados completos do animal, dados de vacinação, datado no dia do exame clínico, assinado em azul e carimbado pelo Médico Veterinário atendendo os requisitos para o Canadá, emitido dentro dos 10 dias antes do embarque. Uma vez enviado a solicitação de

emissão de CVI para a ferramenta, pode demorar até 72 horas, se a documentação estiver correta e ainda deve-se obter a chancela física em uma Unidade VIGIAGRO, portanto, se previna e calcule que a solicitação de emissão seja o quanto antes possível.

O médico veterinário deve se assegurar que o animal está com a vacina antirrábica em dia, mas os dados da imunização deverão ser anexados à parte.

O comprovante de vacinação deve conter os dados completos do proprietário e do animal, dados da vacina (data de aplicação e data do reforço necessário, nome da vacina, fabricante, validade vacina e lote). Portanto, se for usada carteirinha de vacina, deve ser anexada a frente e o verso. A vacina de raiva tem validade de acordo com fabricante e país de origem. 

Certificado Online

A ferramenta de e-CVI (Certificado Veterinário Internacional eletrônico) possibilita ao usuário a solicitação do mesmo e anexação de documentos comprobatórios necessários à certificação. Trata-se de um canal oficial de comunicação com o Serviço Público Federal.

As exigências para o Canadá podem ser verificadas no link específico para Canadá:

https://www.gov.br/agricultura/pt-br/assuntos/vigilancia-agropecuaria/animais-estimacao/sair-dobrasil/canada-site-mapa-word-fev-20.pdf

O site para cidadão solicitar a emissão do e-CVI: https://www.gov.br/pt-br/servicos/viajar-para-outro-pais-com-seu-cao-ou-gato

Bolsa de Transporte

Cada companhia aérea terá sua própria especificação para as medidas aceitas nas bolsas de transporte, tanto para quem vai levar o animal na cabine, como para aqueles que  embarcarem um cachorro de porte médio ou grande, na área de bagagens da aeronave. 

Importante ressaltar que somente animais acima de 12 semanas de idade, e completamente desmamados, são permitidos embarcarem. 

Também é recomendado olhar qual aeronave (Boeing) que realizará a viagem, pois as especificações para as bolsas de transporte podem ser diferentes. Veja abaixo as especificações da Air Canada:

Comportamento dos animais durante o voo

Como Jessica iria realizar a viagem com uma criança e dois cachorros sozinha, ela optou por escolher um voo noturno que fosse direto, sem escala. A veterinária dos pets recomendou usar alguns fitoterápicos calmantes para que a viagem fosse tranquila. Porém, ela optou por dar umas gotinhas do remédio ‘dramin’, o que garantiu que ambos dormissem relaxados durante as dez horas de voo.

Gastos para viajar com os pet no avião

Resumo da experiência

Jessica conta que se preparou bastante para a viagem com os três. Ela avisou a companhia no Brasil que iria precisar de auxílio com o transporte dos três, pois ela não estava viajando com um carrinho de bebê no qual sua filha pudesse se locomover no aeroporto. 

A companhia aérea, ainda no Brasil, cedeu uma cadeira de rodas, na qual Jéssica foi sentada com a filha e os cachorrinhos no colo, sendo auxiliada pelos funcionários. Já no aeroporto do Canadá, em Toronto, ainda em época de pandemia e com restrições, houve uma falta de suporte da companhia aérea. O que a salvou foi o apoio de outros brasileiros que estavam no mesmo voo e puderam auxiliá-la durante todos os processos de desembarque no país (imigração, vigilância sanitária e bagagens)..

Mas ela é bem enfática ao dizer que “nunca mais” viajaria sozinha com os cachorros e a filha, mas não se arrepende de nada. A única dica que ela deixa, para alguém que possa estar na mesma situação, é levar o carrinho da bebê como auxílio. Pois assim seria possível posicionar a criança, e um dos animais no compartimento inferior do carrinho, facilitando sua locomoção dentro dos aeroportos, para que as questões burocráticas fossem mais tranquilas, tendo em vista que faltou um suporte no Canadá, devido ao período de pandemia e todas as restrições que estavam em vigor.

Se você deseja imigrar ou visitar o Canadá, entre em contato com nossa equipe.Nosso email é: contact@immi-canada.com

O Halloween canadense, é celebrado no dia 31 de outubro, assim como também é nos Estados Unidos e alguns outros países. É um dia que marca a única noite do ano em que, de acordo com as antigas crenças celtas, os espíritos e os mortos podem passar para o mundo dos vivos. Muitas pessoas dão festas e as crianças podem pedir doces ou fazer travessuras na vizinhança.

Halloween canadense: Uma data levada a sério

O dia das bruxas é bastante comemorado e levado a sério na maior parte das cidades canandenses. É uma grande dia e a maioria das famílias participam, e decoraram tanto o lado de fora quanto o de dentro das casas com artigos relacionados ao halloween.  É comum as pessoas se fantasiarem e também participarem de festas e concursos. 

Apesar do halloweeen canadense ser comemorado no dia 31 de outubro, diversos lugares promovem eventos em datas próximas. Os artigos de caracterização, os enfeites e as decorações são sempre associados as temáticas de bruxas, fantasmas e monstros.

Fantasias típicas do halloween canadense

Fantasias típicas do halloween canadense

Os símbolos do halloween canadense são diversos e incluem abóboras, gatos pretos, morcegos e aranhas, além de figuras como esqueletos, bruxas, feiticeiros e fantasmas, além de cenários como cemitérios e casas assombradas. As cores que são predominantes são o laranja, o preto e o roxo.

Também existem tipos especiais de alimentos relacionados à festa das bruxas. Doces em pacotes decorados com símbolos de halloween, maçãs caramelizadas, tortas de pipoca, milho e abóbora assada são alguns exemplos de alimentos consumidos na data.

As melhores festas do halloween canadense. 

As três cidades que se destacam durante o halloween canadense são Toronto, Vancouver e Montreal. 

Toronto é o palco de várias atrações, festas e passeios temáticos relacionados a datas, como a Legends of Horror que acontece na Casa Loma e o tour The Haunted Walk com variadas fantasias e locais lendários.

Legends of Horror 

Legends of Horror

Em Vancouver, o evento mais esperado acontece em uma das principais ruas de Downtown, a Granville St, onde estão localizados vários bares, restaurantes e boates. Durante as comemorações de Halloween no Canadá, essa rua é fechada para receber um desfile de pessoas fantasias. Além do evento Playland Hallowed Eves, que transforma o parque em mal assombrado.

Playland Hallowed Eves

Playland Hallowed Eves

Já em Montreal, as fantasias mais encontradas nas ruas durante o dia das bruxas são as de zumbi e doentes macabros. Com atrações para todas as idades, essa cidade prepara diversas atrações, algumas delas é que tanto o Bord’elle  e o Farsides, em Old Montreal, estão participando da mania do Houd Six, promovendo suas próprias festas de Halloween no domingo, 31 de outubro.

Mania Hound Six

Mania Hound Six

Para jovens e adultos, alguns parques de diversões de várias cidades canadenses se transformam em um verdadeiro filme de terror com zumbis que correm atrás de você com motosserras.

Quer saber mais sobre o halloween canadense? Visite também o nosso artigo:  O que fazer no halloween no Canadá?

A origem do Halloween

De acordo com a origem celta do halloween, em tempos  pré-cristãos, muitas pessoas acreditavam que espíritos do submundo e fantasmas de pessoas mortas podiam visitar o mundo dos vivos. Os celtas acreditavam que esses espíritos podiam fazer mal os vivos ou levá-los de volta ao submundo. Para evitar isso, as pessoas começaram a se vestir como fantasmas e deixavam suas casas. Eles esperavam que isso confundisse os fantasmas e espíritos.

 Alguns séculos depois, as tradições do Halloween foram trazidas para o Canadá por imigrantes irlandeses e escoceses. O Halloween agora é celebrado em vários outros países, incluindo Estados Unidos, Reino Unido, Irlanda e Austrália.

No passado, as noites de domingo não eram um momento apropriado para  as comemorações de halloween em alguns lugares. Algumas cidades só começaram a manter suas celebrações oficiais de dia das bruxas aos domingos em meados dos anos 2000, em vez de mudá-las para um sábado se a data fosse um domingo.

O que está aberto ou fechado? 

É importante lembrar que 31 de outubro não é feriado. Algumas organizações podem organizar festas de halloween, mas isso geralmente não atrapalha os negócios normais. 

Os serviços de transporte público funcionam em horários regulares. Se as pessoas estiverem dirigindo pela vizinhança no final da tarde ou à noite, é importante estar especialmente atento às crianças, especialmente as que usam fantasias escuras, que podem não estar familiarizadas com as condições do tráfego.

Se você não quiser se sentir de fora, procure uma loja de fantasias e capriche no visual para o dia 31 de outubro!

Não se esqueça de nos acompanhar nas nossas redes sociais:

Instagram: @immicanada

Facebook: Immi Canada

Linkedin: Immi Canada

Twitter: @immicanada

E continue acompanhando nosso blog, temos diversas postagens relacionadas com o Canadá e imigração para o Canadá.

O Halloween no Canadá é celebrado na noite do dia 31 de outubro, onde é conhecido como a noite do dia das bruxas. A data tem origem celta, pré-cristianismo, onde as pessoas acreditavam que os espíritos e fantasmas de pessoas mortas poderiam visitar o mundo dos vivos na noite de 31 de outubro.

Atualmente, o Halloween é o segundo feriado de maior sucesso comercial no país, perdendo apenas para o natal. Fantasias, decorações, doces, gravuras em abóboras e assistir a um filme de terror são elementos presentes na celebração da data.

A tradição na noite de Halloween, principalmente entre as crianças, é se fantasiar e passar de porta em porta, em uma área próxima a sua residência, recolhendo doces. Em geral, as crianças perguntam: trick or treat, que significa “doces ou travessuras”. O objetivo é que as crianças consigam arrecadar a maioria de doces possíveis, e caso o morador não tenha nenhum tipo de doce para distribuir, estará sujeito a algum tipo de prenda.

Participação da UNICEF no Halloween canadense

No Canadá, a UNICEF tem um papel importante agregado a data. Por muitos anos, o Halloween foi a primeira introdução para as crianças canadenses às doações filantrópicas.

Crianças acompanhadas dos pais voluntariados, em nome da organização, na noite de Halloween recolhem doações em dinheiro para a instituição. Essa tradição continua presente, no entanto, nos dias de hoje ela é realizada de forma online. Todo o valor arrecadado é direcionado para crianças com necessidades no mundo todo.

Para conhecer melhor esse projeto, basta acessar o site: https://www.unicef.ca/en/halloween-walk-a-thon

Lugares Incríveis - Halloween pelo Canadá

Em 2021, em decorrência da pandemia do COVID-19, o Canadá tem recomendado fortes precauções ao sair de casa para brincar o Halloween. O uso da máscara não pode ser esquecido, e está sendo recomendando evitar o contato físico na distribuição dos doces.

Nós separamos algumas atividades, pelas províncias do Canadá, para quem já está no país e procura por opções para se divertir com a família e amigos no Halloween.

Vale lembrar que todas as opções listadas estão seguindo as regras para que a diversão seja feita em segurança, de acordo com as instruções locais de saúde pública de cada província.

Separamos algumas opções assustadoras para curtir o Halloween pelo Canadá, confira:

Ottawa – Scape Room (Serial Killer Charade)

Toronto – Zoombie Drive-thru

Que tal passar o Halloween preso dentro de uma cabine nos meios da montanha, enquanto você procura por vítimas de um serial killer?

Essa é a proposta assustadora do jogo Scape Room – Serial Killer Charade. O objetivo do jogo é escapar da sala em 1 hora, antes que o assassino em série retorne ao local.

O endereço é 1860 Bank Street, Ottawa/ON. O ingresso custa $25,66 e pode ser adquirido pelo site: https://www.roomescapeottawa.com/

Vancouver – Playland Hallowed Eves

Toronto – Zoombie Drive-thru

Parque de diversões com temática de Halloween?

Esta experiência voltada para a família incluirá personagens assustadores ao vivo, decoração de Halloween e muitas travessuras. É cobrado um valor de $44.50. Os ingressos devem ser adquiridos online através do site: https://www.pne.ca/hallowed-eves/

Alberta – Halloween Spooktacular

Comemore o Halloween com uma diversão assustadora para toda a família no Halloween Spooktacular. Crianças e adultos acompanhantes são convidados a se fantasiar e travessuras em toda a Heritage Village do Grande Prairie Museum neste Halloween. Os ingressos estão disponíveis em intervalos de 30 minutos por apenas US $ 2 por criança de 0 a 12 anos. Os ingressos devem ser adquiridos com antecedência e estão disponíveis no widget de inscrição online.

Mais informações, acesse: https://www.travelalberta.com/us/events/halloween-spooktacular-16233/

Calgary – Ghost Tours

Já pensou em realizar uma tour mal assombrado por Calgary?

Andar pelos bairros mais antigos de Calgary e ouvir verdadeiras histórias de fantasmas dos especialistas é possivelmente uma das maneiras mais assustadoras de passar uma noite nesta temporada de Halloween. Calgary Ghost Tours irá levá-lo por Inglewood, centro da cidade, Kensington ou mesmo Banff nas noites de sexta, sábado e alguns domingos. Ele também oferece um tour de pub onde seu guia o leva a dois dos bares mais assombrados de Calgary. Este ano, 31 de outubro é reservado para passeios em Inglewood começando no Rosso Coffee.

Datas:  Várias datas de setembro até o início de novembro de 2021
Custo: Compre seus ingressos online e economize. Ingressos a partir de $ 20
Onde: Vários locais.

Para maiores informações, acesse:  calgaryghostwalks.com

Toronto – Pumpkins After Dark

Nesta temporada de Halloween, testemunhe magníficas obras de arte da abóbora - 5.000 abóboras esculpidas à mão, criando mais de 100 esculturas, exibidas entre uma série de abóboras todas iluminadas após o anoitecer. 

Pumpkins After Dark é uma noite inesquecível de diversão e encantamento para toda a família! 

Para adquirir seu ingresso, acesse: https://pumpkinsafterdark.com/ontario/buy-tickets/

Saskatchewan – Nightmare Avenue Haunted House

A Nightmare Avenue é uma casa assombrada anual dedicada a proporcionar a experiência mais assustadora que você possa imaginar. Você pode obter seus sustos em Neuanlage Saskatchewan - a apenas 30 minutos de Saskatoon. A inscrição é gratuita, mas são aceitas doações.

Para maiores informações, acesse: www.facebook.com/Nightmare-Avenue -Haunted-House

Winnipeg – Halloween Takeover

Winnipeg – Halloween Takeover

O museu de Manitoba, na cidade de Winnipeg, preparou uma programação de Halloween especial para a família.

O museu vai dispor de atividades como: Caça ao tesouro assustadora, exploração das galerias do museu, um show assustador no planetário, e além do ritual para recolher doces ou travessuras.

Para maiores informações sobre o evento, acesse: https://manitobamuseum.ca/event/halloween-takeover/all/

Não se esqueçam de nos acompanhar nas nossas redes sociais para mais dicas de lugares incríveis no Canadá.
Nosso Instagram: @immicanada
Nosso Facebook: Immi Canada

E continuem acompanhando nosso blog, temos diversas postagens relacionadas com o Canadá e imigração para o Canadá.

Quando pensamos em Brasil, sabemos que o valor do salário mínimo é nacional e, em 2021, ele está em R$ 1.100,00 por mês. Também é praticamente acordado por toda a população e verídico que o recebimento de um salário dificilmente vai cobrir todas as despesas de uma pessoa, quem dirá um casal ou família com filhos. Embora este valor seja estabelecido pelo governo federal, alguns estados brasileiros seguem uma tabela própria que pode variar de acordo com a profissão. O salário mínimo no Canadá é completamente o oposto.

As leis são um pouco diferentes para o salário mínimo no Canadá. Pra começar, o valor do salário mínimo não é calculado por mês e sim por hora. É importante deixar claro que não somente o pagamento mínimo é calculado por hora, mas todos os salários dos trabalhadores canadenses e a média de ganhos geralmente é anual. Além disso, a quantia ganha é diferenciada em cada província e a localidade que estabelece quanto vai custar cada hora.

Salário Mínimo no Canadá

salario minimo no Canada

Abaixo preparamos uma lista das províncias e cada salario mínimo, acrescentando também quanto ele irá aumentar e quando. Ressaltando que, segundo a lei federal, todos os trabalhadores regulamentados no Canadá não podem receber pagamentos menores que o mínimo (o que pode variar em algumas províncias, de acordo com a profissão).

Desde outubro deste ano, o pagamento mínimo na província está fixado em $15 CAD por hora.

O valor mínimo por hora, está em $15,20 CAD.

Na província o mínimo que  trabalhador recebe por hora é $11,95 CAD. A região realizou o reajuste em outubro deste ano.

O salário mínimo em vigor é de $12,75 por hora, ou seja, aumentou $0,25 CAD em outubro deste ano.

A hora hoje está fixada em $11,75 CAD.

Com um pagamento mais alto, a província tem um mínimo por hora de $16,00 CAD e o aumento é feito anualmente em abril de cada ano.

O menor valor por hora que um trabalhador pode receber na província é de $15,20, atualmente. Este salario entrou em vigor em 1 de outubro de 2021 e a localidade não possui uma lei em vigor que estabelece um aumento anual.

Em todo 1o de abril de cada ano o salário mínimo em Nova Scotia passa por um reajuste de acordo com o Índice de Preços do Consumidor. Atualmente ele é de $12,95 por hora.

O pagamento por hora de Ontário está fixado em $14,35, com a confirmação desde outubro deste ano. Porém, devido ao alto custo de vida na província.

Para a região, o pagamento mínimo é de $13,00 CAD por 60 minutos.

O salario mínimo da região é de $13,50 a hora.

O mínimo em vigor é de $11,81 por 60 minutos, com o reajusto realizado desde de outubro deste ano. O valor é reajustado anualmente.

A província tem seu salario mínimo ajustado em todos os meses de abril de cada ano, de acordo com o Índice de Preços do Consumidor. Hoje ele está em $15,20 por hora.

O Canadá possui a maioria das suas leis fixadas e regulamentadas pelas províncias, com o governo federal apenas traçando alguns parâmetros básicos e diretrizes. Com o salário mínimo e custo de vida não é diferente. É importante lembrar que cada localidade possui preços de itens básicos bem diferentes, que podem impactar bastante no orçamento de cada um.

Além dos dados e valores citados acima, eles podem variar de acordo com a profissão. Em algumas províncias, por exemplo, o mínimo de quem trabalha ganhando gorjetas (como garçons, assistentes de garçons, bartender, taxista, cabeleireiro e pessoas que servem bebidas alcóolicas no geral) pode ser menor que o mínimo estabelecido.

Salário mínimo no Canadá e média salarial por província

Levando em consideração que a maioria dos canadenses ganham mais que o salário mínimo estipulado por hora, trazemos abaixo a média anual ganha em cada província, por família. De acordo com o Retail Council of Canada e com o Statistics Canada, os dados mais atualizados são de 2019 e foram levados em consideração na pesquisa famílias de casais com ou sem filhos e também de pais e/ou mães solteiros.

Tendo em vista os valores de salários e custos de vida, o aplicante já pode decidir, com base em seu orçamento e estilo de vida, qual é a melhor província para morar no Canadá e trazer a família. Lembrando sempre que é importante estar atualizado com as informações e ter o auxílio de um profissional de imigração no processo, que pode traçar um perfil baseado em cada candidato e suas expectativas. A Immi Canada fornece este e outro serviços, para saber mais acesse https://www.immi-canada.com ou mande um e-mail para contact@immi-canada.com.

Fontes:
https://www.retailcouncil.org/quickfacts/minimum-wage
https://work.alberta.ca/employment-standards/minimum-wage.html
http://www2.gov.bc.ca/gov/content/employment-business/employment-standards-advice/employment-standards/factsheets/minimum-wage
http://www.gov.mb.ca/labour/standards/doc,minimum-wage,factsheet.html
http://www.aesl.gov.nl.ca/minimumwage/minimum_wage_consultation.pdf
http://www2.gnb.ca/content/dam/gnb/Departments/petl-epft/PDF/es/FactSheets/MinimumWageOvertime.pdf
http://nu-lsco.ca/faq-s
https://www.ece.gov.nt.ca/en/services/employment-standards/frequently-asked-questions
https://www.labour.gov.on.ca/english/es/pubs/guide/minwage.php
https://www.princeedwardisland.ca/en/news/minimum-wage-rises-1125-hour
http://www.cnt.gouv.qc.ca/en/wages-pay-and-work/wages
https://www.saskatchewan.ca/business/employment-standards/wages-and-pay/minimum-wage-and-minimum-call-out-pay
http://www.community.gov.yk.ca/es.html

Um estudo feito por uma companhia mundial de seguro, com sede na cidade de Berlim, divulgou uma lista com as 50 melhores cidades no mundo para os cachorros.

O Canada aparece três vezes na lista com as cidades de Toronto, Montreal e Vancouver. Diversos dados foram analisados e usados como comparativo para chegar ao resultado final publicado.

O estudo foi baseado e dividido em três categorias principais: Infraestrutura; Custo; Regulação e propriedade. A lista com as melhores cidades leva em consideração os seguintes fatores:

Infraestrutura:

- População per capita

- Veterinários

- Pet Stores (lojas)

- Restaurantes Dog-friendly

- Hotéis Dog-friendly

- Parques de cachorro

Custo:

- Custo durante o tempo de vida do pet

Regulação e propriedades:

- Índice de abandono de animais por ano

- Multas por falta de limpeza das necessidades dos animais em espaço público

- Containers (lixo orgânico) para despejar dejetos animais

Resultado da pesquisa:

O índice das melhores cidades para cães de 2020 compara e analisa as condições para cães em 50 das principais cidades amigas de cães em todo o mundo. O estudo não reflete "as melhores e as piores" cidades para cães, mas, em vez disso, avalia o ambiente favorável aos cães nessas cidades com base em fatores relacionados à posse de cães.

Após avaliação e usando um critério de somas de pontos, as cidades de Montreal, Vancouver e Toronto representam o Canadá na lista das 50 melhores cidades para os cachorros.

The Dogs Fountain - St Lawrence Market district of Toronto

Dentro do Canadá, Toronto foi a cidade que recebeu a maior pontuação, aparecendo na lista na 9ª posição.

A capital de Ontário, teve um bom desempenho no que diz respeito ao baixo número de abandonos por ano e ao grande número de lojas de animais existentes. Sua pontuação mais baixa foi para a quantidade de restaurantes que aceitam cães e para o número de cachorros por população per capita (1.000 habitantes).

Lafontaine Park - Montreal

Montreal aparece na lista na 16ª posição com destaque para o baixo índice de cães abandonados por ano e pelo bom número de pet shops (lojas) disponíveis. A cidade tem a maior taxa de cães por 1.000 pessoas dentre as três cidades canadenses listadas.

A terceira cidade canadense listada na 23º posição é Vancouver.

Ambleside Park - West Vancouver/BC

Assim como Toronto e Montreal, a cidade teve um bom desempenho quando avaliado o índice de cachorros abandonados por ano. Vancouver também se destaca nos quesitos hotéis que aceitam cães, porém obteve uma fraca pontuação quando analisado os restaurantes que aceitam animais de estimação.

Vancouver também tem uma pontuação baixa quando analisado o número de cães por 1.000 peessoas. Sendo a mais baixa das três cidades canadenses no ranking.

Veja abaixo o ranking com as 10 melhores cidades do mundo para os cachorros:

  1. São Francisco - Estados Unidos
  2. Seattle – Estados Unidos
  3. Tel Aviv - Israel
  4. Praga – República Checa
  5. Hamburgo – Alemanha
  6. Barcelona - Espanha
  7. Warsaw - Polônia
  8. Chicago – Estados Unidos
  9. Toronto - Canadá
  10. Lisboa – Portugal
    16. Montreal - Canadá
    23 - Vancouver - Canadá

Para acessar o gráfico, as notas e a lista oficial com as 50 melhores cidades para os cachorros, acesse a página oficial onde a pesquisa foi publicada.

Se você pretende morar no Canadá e quer trazer com você o seu pet, leia nosso artigo no qual contamos tudo o que você precisa saber para viajar com um animal de estimação a bordo.

E continue nos acompanhando pelas nossas redes sociais, pois diariamente temos conteúdo sobre o Canadá. Inclusive, recentemente publicamos algumas regras que os donos de pet têm que seguir ao chegar no Canadá com o seu animalzinho. Você pode acessar essa postagem por aqui!

Nossa redes sociais:
Instagram: @immicanada
Facebook: www.facebook.com/immigratenow/

Saiba como alugar um imóvel no Canadá depois do visto aprovado. Esta é a hora de se organizar para o embarque e para tão esperada “mudança para o Canadá”. Entretanto, depois de ter os documentos de viagens e passagens garantidos, o newcomer, como é conhecido todo recém-chegado ao país, vai precisar se lançar em um novo desafio: a busca da moradia no novo país.

E esse assunto envolve diversas dúvidas, pois para quem ainda está no Brasil, fica mais difícil entender exatamente como funciona o mercado imobiliário no Canadá. Quais são as regras, exigências, preços, melhores áreas, espaço do imóvel, processo de locação, além do desafio de encontrar o endereço que atenda todas as suas necessidades.

Cada perfil vai exigir uma demanda de imóvel específica. Um casal com filhos, por exemplo, pode procurar por locações com mais cômodos, um estudante que venha sozinho pode optar por compartilhar um imóvel com outra pessoa, um casal solteiro pode se identificar com o estilo Studio (mais conhecido como ktinet no Brasil), e muitos outros fatores determinantes na hora da escolha do imóvel.

Para te ajudar a entender de uma vez por todas como funciona o mercado imobiliário no Canadá, nós preparamos este conteúdo com informações valiosas para que você possa compreender como funciona este processo no país.

Primeiro passo:

O primeiro passo para a locação de um imóvel, começa com a coleta de documentos necessários para apresentação na hora de assinar um contrato ou oferta de aluguel.

O proprietário do imóvel, ou a imobiliária responsável pela administração, de forma geral pedem a comprovação documentada que o aplicante possui renda, vínculo empregatício, uma boa referência, histórico de crédito no país e entender que a pessoa vai se comprometer a zelar pelo imóvel. As exigências podem variar conforme o tipo de imóvel, tipo de contrato de aluguel e quanto ao perfil do proprietário ou empresa administradora do imóvel.

O histórico de crédito é uma pontuação que você passa a acumular conforme realiza transações de compra, gastos nos cartões de crédito canadense, pagamento de seus compromissos financeiros entre outras questões do seu comportamento financeiro que podem influenciar na definição da sua capacidade de crédito pelas instituições financeiras do Canadá.

De forma geral, esse histórico é construído com o tempo de residência no país, conforme você vai realizando transações bancárias, pagando contas (luz, água, cartão de crédito etc). Contas pagas em dia, faz com que a sua pontuação se mantenha alta. Atrasos ou negligência, podem diminuir a sua pontuação.

Nós já detalhamos em nosso blog, como construir um histórico de crédito no Canadá, para acessar esse conteúdo clique aqui.

O que fazer quando se é um recém-chegado no país?

Para comprovação de renda, alguns imóveis podem aceitar sua comprovação financeira do seu país de origem.

Em casos mais comuns, de forma geral, é exigido que o novo inquilino pague pelo menos 2 aluguéis adiantados para entrar no imóvel, um corresponde ao primeiro e outro corresponde ao último aluguel do contrato. Os aluguéis costumam iniciar com contratos de um ano, renováveis conforme o desejo do inquilino após a data de vencimento do contrato.

Com toda documentação pronta, agora é hora de escolher a região que você deseja morar.

Caso você necessite de ajuda para conseguir um imóvel ainda no Brasil, indicamos o serviço da empresa parceira Bed 4 Student.

Escolhendo a região:

A escolha do bairro/região que você deseja morar é muito importante na hora de tomar uma decisão, por diversos fatores que precisam ser levados em consideração.

Família com filhos em idade escolar: O governo canadense entende que a melhor escola do seu filho é aquela que se encontra nas redondezas da sua residência. Você não escolhe a escola que seu filho irá estudar, o governo direciona seu filho para uma escola levando em consideração, principalmente, o seu endereço. Portanto, se você tem preferência por uma escola específica, é preciso estar atento a essa regra para garantir que conseguirá matricular o seu filho na instituição de ensino desejada.

Para saber mais sobre educação infantil no Canadá, acesse esse link.

Se você não pretende ter veículo próprio logo que chegar, ou usar o carro para as suas atividades do dia a dia, também é preciso levar em consideração se a região possui serviços que facilitem a sua rotina como: facilidade de acesso ao transporte público, mercado, comércio, segurança, proximidade com o trabalho ou lazer. A escolha do lar precisa combinar com as suas prioridades individuais ou da sua família.

Uma dica bem legal para saber como são os serviços na região que você vai morar, é utilizar o site Walk Score. Neste site você digita o endereço exato do imóvel e ele aponta como está a disponibilidade de transporte e serviços para sua região. O site estabelece uma pontuação máxima de 100 pontos para localidades mais bem abastecidas e consideradas convenientes pela acessibilidade. Vale consultar para não ficar em dúvida quanto a estes aspectos.

O orçamento disponível também é um fator a ser considerado, já que cada bairro terá um valor de aluguel distinto.

Buscando um imóvel:

Não é uma regra, mas o comum é que os anúncios sejam publicados com pelo menos 45 - 30 dias de antecedência da data de disponibilidade do imóvel para a entrada do novo inquilino.

Caso você se interesse por um determinado imóvel, você fará um agendamento de visitação, podendo disputar o interesse com outras pessoas também, que inclusive podem estar visitando o apartamento ao mesmo tempo que você.

Por isso, o fator tempo deve ser levado em consideração na procura por um imóvel. Para garantir que você possa visitar e escolher um imóvel que melhor se adeque ao seu perfil e ao seu orçamento, é importante planejar e começar as buscas com pelo menos 1 mês de antecedência da data que você deseja mudar.

Não é muito comum uma pessoa visitar um apartamento e conseguir uma data de mudança nos dias seguintes. Geralmente, os contratos são programados para começar sempre no primeiro dia do mês. Mas há exceções, e a pessoa vai precisar contar com o fator sorte se desejar mudar de imediato.

Existem alguns sites mais conhecidos no Canadá para buscar por um imóvel, sendo os mais populares: Facebook Marketplace, Rentals, Realtor, PadMapper, entre outros.

Mas é importante ficar atento à veracidade dos anúncios. Como dica, sugerimos que não adiantem pagamento para aluguel de imóveis que não visitaram ou não tem proposta formal estabelecida. O mercado online é muito bom para dar uma ideia de preço, condições do imóvel e até para um primeiro contato, mas também pode esconder algumas pegadinhas. Cheque sempre as referências do responsável pelo anúncio para evitar qualquer surpresa indesejável.

Você também pode contar com um auxílio de um corretor regulamentado. Quando isso acontece este serviço não costuma ser remunerado para que o profissional busque o imóvel e agende as visitas para você. Porém, alguns exigem que você assine com eles um contrato de exclusividade, onde somente eles poderão fazer ofertas para imóveis em seu nome e representar as suas propostas de aluguel. Ambas as partes precisam cumprir as condições deste contrato, se for assinado.

O corretor normalmente é remunerado pelo proprietário ou responsável pelo aluguel do imóvel quando você decide alugar. Por isso, contar com essa ajuda profissional pode ser de grande auxílio nesta fase. Mas fique atento, é importante ter certeza da idoneidade do profissional e buscar referências com alguém que já tenha usado os seus serviços antes de decidir por sua contratação.

Uma curiosidade sobre a visitação de um imóvel: Pode ser que você visite um imóvel com os moradores ainda vivendo dentro do local. Essa prática é considerada normal no país, afinal, as pessoas costumam cumprir o contrato até o último dia permitido. Nestes casos, normalmente o responsável pela visitação ao local pede que você não registre fotos ou toque nos pertences pessoais do atual morador.

Assinatura de contrato:

Por que o primeiro passo na hora de procurar um local para morar é garantir os documentos necessários para locação?

Isso acontece pois durante a visitação, caso haja o interesse de alugar aquele imóvel, a pessoa já pode preencher a proposta formal de locação, que se aceita irá resultar no contrato. Nessa, já será pedido o contato de referências e outros dados como o valor que você vai ofertar para o aluguel (isso mesmo! O imóvel é anunciado com um valor, mas você pode fazer oferta de valores acima ou abaixo do que foi anunciado, mas saiba que este será um dos critérios para o locador levar a sua proposta em consideração). Você também determina o prazo que o locador tem para responder a sua oferta, mas caso ele aceite o que você formalizou, o contrato é considerado válido e ambas as partes precisam honrá-lo desde então.

Por isso é importante ter em mãos as informações e documentos que mencionamos no dia da sua visitação, pois se você gostar do imóvel e tiver a oportunidade de já fazer a sua oferta, suas chances de conseguir o imóvel desejado serão maiores.

Caso você visite um apartamento, e não tenha esses dados em mãos, a sua chance de sucesso na locação diminui, pois se um outro candidato estiver melhor preparado, pode ser que ela tenha preferência na análise da oferta.

Os contratos podem ter um período de carência de 3 meses, 6 meses, 1 ano ou 2 anos. Em alguns casos específicos, existe a opção de contratos de locação feitos mensalmente. No entanto, essa opção se torna mais comum após 1 ano de contrato entre as duas partes interessadas.

Não deixe de checar aspectos importantes das regras do imóvel antes de fazer uma oferta. Veja se o imóvel ou o condomínio aceita fumantes, se aceita animais, se permite que você hospede pessoas por determinado período de tempo, se possui garagem e se você pode colocar sua churrasqueira na varanda. Todas essas questões são exemplos de restrições que podem ser impostas no contrato.

Contrato aprovado:

Após análise da sua oferta, se esta for aceita pelo responsável pelo imóvel você deve receber uma cópia do contrato assinado e agendar a vistoria de entrega das chaves.

Existem também outros tipos de imóveis como os rental buildings, por exemplo. Nestes imóveis você costuma preencher um cadastro prévio para que os responsáveis façam uma análise do seu perfil, considerando fatores como referências e histórico de crédito, por exemplo. Se aprovado este cadastro, você deve ser chamado para assinar o contrato de locação e agendar sua vistoria.

Após a efetivação do contrato, será necessário efetuar o pagamento do security deposit (depósito de segurança), o que seria o pagamento ‘caução’ no Brasil. Esse pagamento é uma garantia que você está assegurando e confirmando seu interesse no imóvel. O valor cobrado pode variar de acordo com as exigências de cada locador.

Esse depósito é devolvido no final do contrato. No entanto, ao deixar o imóvel será feita uma vistoria e se for constatada alguma avaria, o valor correspondente ao seu reparo será descontado do depósito de segurança.

Em alguns contratos, o valor do aluguel já pode também incluir algumas utilities (seriam serviços que costumamos pagar separado no Brasil). Isso quer dizer que no valor pago mensalmente, já estejam inclusas as despesas de água, luz, aquecimento ou estacionamento, por exemplo.

Também é obrigatório que todo imóvel seja entregue ao locatário com condições imediatas de habitação. Isso quer dizer que você já deve encontrar no local, fogão, geladeira, armários e, em alguns casos, até as máquinas de lavar e secar roupa, lavadoura de louças e microondas, esses últimos não são considerados itens obrigatórios, mas você deve checar o que já consta como disponível em seu contrato. Os banheiros também precisam estar em plenas condições de uso com armário, chuveiro e/ou banheira e vaso sanitário com acento.

Para entender melhor quais são as regras estabelecidas, ao alugar a sua moradia no Canadá, basta acessar essa matéria que publicamos em nosso blog.

Imóveis Pet friendly:

Não são todos os imóveis que aceitam animais de estimação dentro do condomínio. Será preciso fazer uma pesquisa filtrando apenas os imóveis chamados de pet friendly.

As regras variam muito de província para província, mas no geral os imóveis aceitam o máximo de 2 animais (cachorro e/ou gato) por unidade. Em alguns casos só será permitido animais de porte pequeno. Tem alguns prédios que aceitam gatos mas não aceitam cachorros, por exemplo.

A verdade é que nem todos os imóveis são considerados pet friendly no Canadá. É preciso uma busca mais específica, o que pode dificultar um pouco o seu planejamento de escolha de bairro ou até mesmo condomínio.

Se o imóvel aceitar animais de estimação, será preciso pagar uma taxa chamada de pet deposit (depósito animal). Esse valor cobrado, costuma ser metade do valor total do aluguel mensal e deve ser pago na assinatura de contrato de locação do imóvel, junto com o pagamento do depósito de segurança.

Esse depósito também é devolvido ao final do contrato. No entanto, caso aconteça algum dano ao imóvel que seja causado pelo animal, o valor do reparo será descontado desse depósito.

Em geral, os imóveis pet friendly possuem um valor de aluguel um pouco mais alto, comparando com um imóvel que não aceita animais.

Tipos de residência:

Existem 5 tipos de imóveis populares no Canadá. O studio ou bachelor (mais conhecido como kitinet no Brasil), os apartamentos, townhouse, as casas e os basements.

Veja abaixo as principais diferenças entre eles:

Studios ou bachelor:

O imóvel é projetado de forma que não há paredes que dividem os ambientes no local, com exceção da área do banheiro e algumas vezes a cozinha. Costuma ter o valor de locação mais barato, por ter um espaço menor e integrado.

Apartamentos:

Um prédio pode ter apartamentos com 1, 2, 3, até 5 quartos (ou até mais). O tamanho do imóvel varia muito e muitos prédios chegam ater mais de 8 plantas de apartamentos diferentes. Pode ou não ter uma varanda. Não necessariamente a cozinha será um ambiente separado dos outros cômodos, pois é bastante popular prédio com cozinhas no estilo “americano” onde existe uma abertura direta para a sala.

Townhouses:

As townhouses são uma combinação de apartamento com casas. Olhando de fora, você classifica como se fosse uma casa, porém, elas formam um condomínio, uma ao lado da outra. Podendo ou não ter mais de um andar. A estrutura é toda feita como uma casa, porém costuma estar integrada a uma estrutura de condomínio e pode contar com uma área aberta no terraço ou no quintal. O valor de locação é mais em conta que uma casa. Você vai pagar para morar em uma casa, porém com vizinhos de porta ou andar.

Casas:

O valor para locação de uma casa no Canadá normalmente é mais alto do que um apartamento ou townhouse. Porém, a área habitável costuma ser maior e oferece mais privacidade e liberdade de uso do espaço. Mas é preciso levar em consideração também o investimento em manutenção, pois diferente das outras opções citadas acima, quando se aluga uma casa fora de uma estrutura de condomínio (o que é mais comum), você não terá um zelador que em geral faz as tarefas de limpeza e manutenção dos espaços externos. Tudo ficará sob sua responsabilidade. O fator localidade também é importante ser levado em consideração no planejamento de quem deseja viver em uma casa, pois não é em todo bairro que existe uma área habitacional de casas.

Basement:

Muitas famílias possuem nas suas casa o basement, que no Brasil conhecemos como porão. Entretanto, nos imóveis canadenses essas estruturas costumam ser bem equipadas, podendo contar com mais de um quarto, entrada completamente separada da casa principal, cozinha completa, banheiro e toda as condições desejadas em uma casa. A estrutura do basement vai variar de imóvel para imóvel, assim como o preço da sua locação. Porém, os aluguéis de basement costumam ser bem mais baratos do que de qualquer outro imóvel de mesmo tamanho. Além disso, os locatários também podem ser bem mais flexíveis nas condições para o aluguel.

Caso você venha para o Canadá com o status de estudante, e deseje avaliar a opção de aluguel de moradias para estudantes em casas de famílias locais, conhecidas como homestay, acesse esse nosso conteúdo para obter mais dicas para o seu planejamento.

O que é o Sublet?

Não é muito comum no Brasil, mas no Canadá existe – em alguns casos – a opção de você transferir o seu contrato de aluguel. Isso significa que você está autorizado a passar o seu contrato adiante, antes do fim, para uma segunda pessoa.

Dessa forma, esse novo inquilino se responsabiliza em cumprir aquele contrato em vigência até o final, podendo renovar o contrato futuramente, com a transferência do novo contrato para o seu nome.

Não são todos os prédios e/ou residências que aceitam essa condição. E também é importante ressaltar, que não há garantias para a pessoa que aceita finalizar um contrato de aluguel, pois na prática, o contrato não estará em seu nome ainda, o que não garante direitos legais sob aquele imóvel.

O sublet só é possível com prévia autorização do proprietário, ou da imobiliária responsável por administrar o imóvel.

Cuidado com os golpes:

O número de golpes relacionado a locação de imóvel não é alarmante, porém é uma realidade.

Ao procurar por um imóvel, você pode acabar encontrando uma opção incrível, com um valor imperdível. O anúncio vem com fotos do imóvel e com dados de contato da pessoa que está alugando.

Em geral, a história para iludir os interessados é sempre a mesma. A pessoa teve algum compromisso emergencial fora do país, por tanto ele não pode te encontrar pessoalmente, e então é sugerido o pagamento do depósito de segurança por transferência bancária, ou até mesmo o valor do primeiro aluguel, com a promessa que as chaves do imóvel serão entregues via correio, ou estarão disponíveis na portaria do prédio.

Cuidado, infelizmente esse golpe imobiliário acontece no país. Por isso, é importante você só realizar qualquer pagamento ao assinar o contrato pessoalmente com o proprietário ou imobiliária, tendo realizado a visita prévia no local, tendo acertado todas as condições para locação e checado as referências de quem está alugando.

Se você já está decido a mudar para o Canadá, entre em contato com a gente pelo email contact@immi-canada.com que nós iremos te auxiliar nas fases iniciais deste planejamento. O primeiro atendimento com a nossa equipe é gratuito e pode ser bastante esclarecedor na sua fase de pesquisas.

Se preferir, você pode agendar uma consulta de imigração para definir qual caminho é mais adequado ao seu perfil para um futuro processo de residência permanente no país, agende diretamente pelo link: https://www.immi-canada.com/consulta/

Aproveite para compartilhar nos comentários, o que você achou dessa matéria!

Registro necessário para quem pretende trabalhar no Canadá

O Social Insurance Number, o SIN, é um registro de seguro social,, exigido pelo Governo Canadense que possibilita aos empregadores daqueles que são autorizados a trabalhar legalmente no Canadá, que recolham os impostos adequados e registrem as informações trabalhistas do empregado. Além da permissão de trabalho o work permit (veja mais informações aqui) ou study permit para estudantes autorizados a trabalhar (veja mais sobre a autorização de trabalho para o estudante nesta matéria que publicamos), o residente temporário do Canadá também precisa ter o SIN number, que alguns diriam que equivale ao seu CPF do Brasil.

O SIN possui nove dígitos e tem como objetivo fiscalizar os trabalhadores e cobrar os devidos impostos dos empregadores. O número de identificação para o cidadão canadense e/ou residente permanente geralmente inicia com o número 7, já para o residente temporário costuma iniciar com o número 9. No Canadá, todo trabalhador deve possuir o SIN, sendo esse documento pessoal e intransferível, e trabalhar sem a posse de um SIN é considerado ilegal no país.

É necessário obter um SIN para ter acesso aos programas e benefícios do governo.

Como obter?

Uma das formas para adquirir o SIN é se dirigindo a um escritório do Service Canada Centre e ter em mãos documentos com foto, comprovação de endereço e sua permissão de trabalho ou estudo. A solicitação é gratuita e na mesma hora você receberá o número de registro do seu SIN.

A validade do SIN está associada ao período da sua permissão de trabalho ou estudo no Canadá. Se você estender sua permanência no país, lembre-se que também terá de renovar o seu SIN number assim que tiver sua nova permissão.

Aplicação Online

Uma outra forma de solicitar o documento, ou até mesmo realizar a sua renovação, durante este período em que os postos de atendimento do Service canada encontram-se fechados, é pelo site oficial do governo.

Para aplicação online, serão necessários os seguintes documentos:

  1. Um documento válido que comprove a sua identidade e o seu status legal no Canadá;
  2. Um segundo documento que comprove sua identidade;
  3. Comprovação de endereço;

Caso o nome indicado no primeiro ou secundo documento for diferente do seu nome atual, será necessário prover mais documentos atualizados. Se for o caso, uma certidão de casamento que comprove a mudança de nome nos documentos.

Digitalização dos documentos

Todos os documentos mandatórios para aplicação devem ser digitalizados e legíveis. O documento apresentado deve conter todas as informações da frente e verso.

É obrigatório que os documentos submetidos a aplicação estejam em inglês ou francês. Portanto, é necessário a tradução juramentada dos documentos, caso estejam em português.

 Documentos necessários

Cidadãos canadenses: É obrigatório a apresentação de um dos documentos listados; Certidão de nascimento ou certificado de cidadania canadense.

Residentes permanentes: Documento de confirmação de residência permanente, acompanhada do passaporte. Após um 1 ano da confirmação, será necessário utilizar o PR card. Também é aceito identidade da província (podendo ser a carteira de motorista).

Residentes temporários: Permissão de trabalho ou estudo (Work ou Study permit) que comprove que você está autorizado a trabalhar no país legalmente.

Para saber todos os critérios de elegibilidade para aplicação do SIN online, você pode conferir a página oficial do governo acessando o link: https://www.canada.ca/en/employment-social-development/services/sin/applicants-guide.html

Documento Confidencial

É importante lembrar que o SIN é um documento privado e confidencial. Você só deve passar os números do seu documento quando estiver em uma contratação de emprego, ou quando um responsável do governo solicitar a confirmação dos números.

Caso o seu caia em mãos de terceiros e for usado de maneira equivocada, você poderá ter alguns contratempos com o governo, como cobranças adicionais de taxas ou até mesmo a dificuldade de obter crédito. Além de poder ser bloqueado para receber benefícios do governo, e até mesmo o dinheiro do imposto de renda.

Se o documento for perdido ou roubado, o Service Canada não emitirá um novo SIN, a não ser que haja uma comprovação de que o SIN foi usado de forma fraudulenta.

Caso você perca o documento, e você não souber os números do SIN, você pode consultar na sua declaração de imposto de renda, nos seus recibos de impostos (T4s), no seu registro de emprego, ou você pode solicitar seu SIN ao seu empregador.

Quanto custa?

Não há taxa para solicitar ou renovar um Número de Seguro Social (SIN).

Para solicitar gratuitamente o SIN basta acessar a página: https://www.canada.ca/en/employment-social-development/services/sin/apply.html

Esse conteúdo foi útil para você?

Deixe a gente saber nos comentários e lembre-se de compartilhar esse post com seus contatos que também buscam essa informação.

Listamos 10 lugares para acampar no verão canadense.

Uma das atividades mais populares durante a estação de verão no Canadá, são os acampamentos nos parques nacionais do país. É uma programação que além de trazer o lado divertido de acampar - em família ou com amigos - em uma barraca, ou em um trailer, também te possibilita de conhecer e explorar toda a beleza natural e selvagem do Canadá.

É uma forma de conhecer a natureza através de trilhas, cachoeiras, lagos, praias, montanhas, tudo isso enquanto você também desfruta do seu acampamento.

Durante essa fase de pandemia do Covid-19, todos os parques nacionais do Canadá tiveram que se readaptar e implementar regras que seguem as orientações da Organização Mundial de Saúde. Por tanto, antes de planejar o seu passeio no Canadá, verifique o site oficial do local onde você deseja realizar o acampamento, para verificar as normas adotadas durante esse período.

TIPOS DE CAMPING

No Canadá são comuns dois tipos de camping: Frontcountry Camping e Backcountry Camping;

- Frontcountry Camping:

É a opção que traz mais conforto as pessoas que querem acampar. Aqui você pode ir com o seu carro até o local de acampamento, e a infraestrutura do local oferece mais comodidade como banheiros, bares, áreas recreativas, campos de golfe e até eletricidade pode estar disponível.

- Backcountry Camping:

Essa opção não oferece comodidades. Aqui você terá que fazer trilha para chegar ao local reservado para acampar, por esse motivo, geralmente essa opção é mais tranquila, trazendo a possibilidade da pessoa desfrutar de um ambiente mais calmo e silencioso.

Listamos abaixo 10 parques canadenses onde vocês poderão acampar com segurança escolhendo entre ter comodidade ou acampar de uma forma mais aventureira.

1. Gulf Islands National Park Reserve – BC

A Reserva é um refúgio tranquilo, facilmente acessível a partir de Victoria e Vancouver.

Sente-se em volta de uma fogueira no seu acampamento dentro da floresta. Faça um piquenique e explore as praias de areia branca de Sidney Spit ou visite East Point para quem saber ter a sorte de ver águias, focas e até mesmo baleias.

Para conhecer mais o parque e saber todas as atrações disponíveis, acesse o site oficial: https://www.pc.gc.ca/en/pn-np/bc/gulf

2. Glacier National Park – BC

Com mais de 400 geleiras e algumas áreas de avalanche mais ativas do Canadá, a neve é ​​um negócio sério no Parque Nacional Glacier. No entanto, a situação muda quando chega o verão.

Conecte-se com o lado mais gentil do parque nos meses de verão, quando acampamentos tranquilos com um incrível sistema de trilhas e escalada.

Para conhecer mais o parque e saber todas as atrações disponíveis, acesse o site oficial: https://www.pc.gc.ca/en/pn-np/bc/glacier

3. Waterton Lakes National Park– AB

Esse parque fica localizado a 3 horas de distância de Calgary. Dentro do parque você vai poder andar a cavalo, caminhar, fazer trilhas e até mesmo fazer canoagem. 

A dica aqui é explorar o parque logo de manhã cedo, pois é quando os animais selvagens estarão mais ativos. Por lá você pode avistar ursos, veados e carneiros.

Para conhecer mais o parque e saber todas as atrações disponíveis, acesse o site oficial: https://www.pc.gc.ca/en/pn-np/ab/waterton

4. Riding Mountain National Park – MB

Tourists in Riding Mountain National Park, Manitoba, Canada

Localizado a 3 horas de distância de Winnipeg, esse parque conta com mais de 400 km de trilhas.

Esse é o local perfeito para quem gosta de acampar com conforto. Por lá, você vai poder apreciar jardins de flores inglesas, praias de areia, restaurantes, acomodações e lojas.

Para conhecer mais o parque e saber todas as atrações disponíveis, acesse o site oficial: https://www.pc.gc.ca/en/pn-np/mb/riding

5. Grasslands National Park – SK

Esse parque fica a 5 horas de distância tanto de Regina como de Saskatoon. Esse parque é composto por formações geológicas surpreendentes.

Existem duas partes no Grasslands National Park; não deixe de visitar os dois. O West Block irá surpreendê-lo com suas colinas e a chance de ver o um bisão; o East Block tem uma paisagem com formações incomuns, onde muitos fósseis de dinossauros já foram encontrados.

Para conhecer mais o parque e saber todas as atrações disponíveis, acesse o site oficial: https://www.pc.gc.ca/en/pn-np/sk/grasslands

6. Banff National Park – AB

Banff já é uma região conhecida pelas montanhas rochosas e pelos seus belos lagos de água turquesa.

No parque você pode fazer trilhas, andar de bicicleta ou simplesmente caminhar em um pavimento que atravessa os arredores do parque.

Para conhecer mais o parque e saber todas as atrações disponíveis, acesse o site oficial: https://www.pc.gc.ca/en/pn-np/ab/banff

7. Georgian Bay Islands National Park – ON

Esse parque, oferece excelentes oportunidades para caminhadas, camping e passeios de barco. Por lá você vai poder nadar, fazer trilha, canoagem e andar de caiaque.

Esse parque fica localizado a 2 horas de distância da região metropolitana de Toronto.

Para conhecer mais o parque e saber todas as atrações disponíveis, acesse o site oficial: https://www.pc.gc.ca/en/pn-np/on/georg

8. Bruce Peninsula National Park – ON

Localizado a 4 horas de distância de Toronto, esse passeio inclui espetaculares falésias, águas azul-turquesa cristalinas, antigos recifes de coral e até cavernas do mar.

Para não perder a chance de curtir tudo que o parque pode oferecer, traga seu binóculo e câmera para ver a diversidade de orquídeas, plantas e pássaros do parque.

Para conhecer mais o parque e saber todas as atrações disponíveis, acesse o site oficial: https://www.pc.gc.ca/en/pn-np/on/bruce

9. Cape Breton Highlands National Park – NS

Localizado a 5 horas e meia da cidade de Halifax, é conhecido por suas montanhas espetaculares e por seus penhascos íngremes, onde do topo, ao final de uma trilha, você pode observar a incrível paisagem desse parque.

Para conhecer mais o parque e saber todas as atrações disponíveis, acesse o site oficial: https://www.pc.gc.ca/en/pn-np/ns/cbreton

10. Gros Morne National Park – NL

Esse parque é especial, por ser considerado um Patrimônio Mundial da UNESCO. Com cachoeiras, praias arenosas e enseadas marinhas.

A dica para quem for acampar por lá, é sempre observar o céu totalmente estrelado ao anoitecer.

Para conhecer mais o parque e saber todas as atrações disponíveis, acesse o site oficial: https://www.pc.gc.ca/en/pn-np/nl/grosmorne

Para mais dicas e programações para o verão canadense, não deixe de conferir nosso blog: Acesse aqui!

Hoje em conhecendo as províncias canadenses iremos falar de British Columbia, a terceira maior província canadense em área e em população, ficando atrás apenas de Quebec e de Ontario. Localizada na região oeste, essa província, cuja capital é Victoria, abriga 52 cidades, incluindo Vancouver - uma das principais cidades do Canadá. 

*Quer morar no Canadá? A Immi Canada pode te ajudar com todo o processo! Entre em contato pelo e-mail contact@immi-canada.com e acesse https://www.immi-canada.com/consulta/.

British Columbia fica entre as montanhas rochosas e o Oceano Pacífico, e faz divisa com os Territórios de Yukon, Alberta e os Territórios do Noroeste, no Canadá. No entanto; a província também tem fronteiras compartilhadas com os Estados Unidos, nos seguintes estados: Alasca, Washington, Idaho e Montana. 

Clima

A região costeira é a mais ensolarada do Canadá, com temperaturas mais moderadas ao longo do ano. Há forte queda de neve em todos os terrenos montanhosos, que propiciam belos cenários e pistas para os praticantes de esportes de inverno. 

british columbia

Em Vancouver - a maior cidade da província - mesmo no verão as temperaturas não são tão altas, com médias de 22°C. O inverno é gelado e as temperaturas podem se aproximar de 0°C. 

*Saiba mais sobre as quatro estações do ano clicando aqui.

Atrações

BC é recheada de pontos turísticos e muitos parques e reservas naturais. Ao todo, são 141 reservas ecológicas e 35 parques marinhos provinciais. Além disso; British Columbia abriga sete parques nacionais

glacier-bc

British Columbia tem muitas atrações culturais, esportivas artísticas e turísticas. É um lugar ideal para quem gosta de praia e praticar atividades como ciclismo, golfe e, até mesmo, velejar. O snowboard e esportes de neve fazem sucesso quando a temperatura cai e observar as baleias é um dos passeios mais procurados na província. Confira abaixo a lista com as principais:

capilano-bridge

Educação

Primeiramente; em todo o Canadá, a educação é responsabilidade de cada província, portanto; não há um ministério ou um órgão federal responsável pelo sistema educacional do país.  Em BC, as crianças de 5 a 18 anos frequentam programas do jardim da infância ao 12º ano do ensino médio em escolas do ensino fundamental ou médio. Diversas escolas oferecem serviços de apoio aos alunos cuja primeira língua não é o inglês, por intermédio de programas de curta e longa duração. Logo, os filhos de estrangeiros podem ser matriculados em escolas da província, desde que sejam cumpridos alguns requisitos. Saiba mais a respeito neste link.

Antes de mais nada; a província também é aberta para os estudantes internacionais. Por isso; todos os anos British Columbia é uma das principais escolhas de alunos estrangeiros, seja para estudo do idioma inglês ou para cursar o ensino superior e demais programas de qualificações disponíveis. 

estudo-british-columbia

Arte, cultura e gastronomia

Primordialmente; da mesma maneira que as outras províncias canadenses, British Columbia é marcada pela diversidade cultural. No entanto, essa característica da província reflete na arte, na cultura e na gastronomia da região consideradas bastante diversificadas. Ainda assim; em Vancouver é possível encontrar restaurantes com culinária de diversos países do globo. E, por falar nisso, na primavera e no outono a cidade abriga três festivais gastronômicos de dar água na boca:

Além destes festivais em Vancouver, há também o Richmond Night Market, em Richmond, um mercado noturno anual realizado durante todos os finais de semana dos meses de verão. 

A região de BC também abriga diversos museus, galerias de arte e espaços culturais, entre os quais: Vancouver Opera, Museum of Anthropology, The Royal British Columbia Museum, Phoenix Theatre, Victoria Art Galleries, e muitos outros. 

provincias

*O Canadá também possui uma série de comidas típicas! Confira quais são elas clicando aqui.

Imigração

Normalmente, quem chega a BC se apaixona pelo local e pela cultura e não quer mais retornar ao país de origem. E, com isso, vem o desejo de imigrar para a região. Além do programa federal Express Entry (EE), há também o British Columbia Provincial Nominee Program (BC PNP), que busca profissionais qualificados para atender à demanda do mercado de trabalho da região.

No entanto; como os programas de outras regiões do Canadá, o sistema de imigração provincial de BC é complexo, com diversas subcategorias existentes dentro de divisões maiores. Logo, cada uma delas possui exigências de comprovações financeiras, experiência de trabalho, requisitos de fluência no inglês, proximidade com o território, educação, dentre outras particularidades. 

*Veja mais detalhes do processo de imigração para British Columbia acessando este link.  Além disso; a Immi Canada auxilia em todo o processo de imigração provincial. Mande agora um e-mail para contact@immi-canada.com e saiba mais como funcionam os nossos serviços no site: https://www.immi-canada.com/consultoria-de-imigracao-para-canada/.

Maria Augusta Brandt

Grupo 1
CONTATO
contact@immi-canada.com
VANCOUVER: +1 (604) 684-0530
TORONTO: +1 (647) 351-5800
Redes sociais
Caminho 139
cartmagnifier