Está muito frio, então é o momento de ficar mais em casa, certo? Não, não e não! Com a chegada do inverno a diversão está garantida nas diversas atividades especialmente disponíveis nesta época. Entre elas estão as pistas de patinação públicas espalhadas por toda a cidade de Toronto.

Sempre recomendo aos que por aqui estão – morando ou a passeio – a tentarem pelo menos uma vez se arriscar na patinação no gelo (ice skating), sem se apegar à idade ou a habilidade: talvez nesta tentativa a pessoa não pare mais! Portanto, é uma atração que está ao alcance de todos.

Pista de Patinação Toronto

Pista de Patinação Toronto

Aqueles que são marinheiros de primeira viagem (passei por esta experiência em 2014), para aceitar o desafio basta um pouquinho de coragem e os patins, claro, próprios ou alugados, pois espaço para praticar é o que não falta. Acreditem, por aqui há mais de 50 pistas congeladas em áreas abertas, e não é preciso pagar nada. É só chegar e aproveitar.

E ainda existem uns 40 outros lugares fechados para quem não quer deixar de deslizar no gelo mesmo em dias em que tem muita neve, por exemplo. Desta forma, quando a temperatura cai esta é a atração principal de vários parques dentre os mais de 1600 existentes por estas terras, além de demais espaços.

Meu local favorito para patinar

O cenário lindo do Harbour Front Centre (na altura do número 235 da Queens West), com o Lago de Ontário bem à frente da pista de patinação, e a CN Tower ao fundo, faz deste lugar o meu favorito para arriscar umas voltinhas no gelo. E se prepare para ver por lá pessoas levando a sério essa brincadeira, principalmente os canadenses da gema, que sempre dão um show!

O chamado “Natrel Rink”, é um pequeno lago aonde é possível andar de “pedalinho” nos dias quentes, mas que no inverno se transforma no agitado ponto de encontro da galera dos patins. No complexo é possível alugar o par do principal equipamento da prática por menos de $10, sendo que para criança é um pouco mais barato que o valor regular. E tem ainda outras locações, como a de capacete.

Para locar os materiais é necessário levar um documento de identificação válido, como o passaporte. Nos meses de novembro a março também ocorrem aulas para as pequenos, os adolescentes e até para os adultos que queiram aprender a patinar com mais confiança.

Para saber todos os detalhes desta localidade específica basta acessar o site oficial do Harbour Front.

Patinação - Harbour

Anote aí algumas dicas!

– Você gostaria de comprar um par de patins, mas a verba está curta? Já vi boas ofertas no Canadian Tire, pesquise lá. Uma outra alternativa é conferir nas unidades do Value Village (www.valuevillage.com) se tem patins seminovos, que com certeza você pagará pouquíssimos dólares por eles.

– Conforme eu já havia citado em um outro texto, no centro da cidade um dos espaços mais disputados pelos patinadores de plantão é o Nathan Phillips Square (100 Queen Street West), por isso não tem como deixar de citar novamente este lugar. Mas o legal é que com tantas opções, muitas pessoas conseguem aproveitar esta atividade no bairro em que vivem.

– Existem diversos espaços que disponibilizam aulas para quem quer iniciar a arte de patinar no gelo ou ainda se arriscar em manobras um pouco mais ousadas. Assim, sempre é válido verificar se há esta opção no Centro Comunitário perto de onde mora. Uma amiga perdeu o medo numa dessas aulas!

– A prefeitura de Toronto mantém atividades recreativas no período de inverno, o que inclui até aulas patinação artística. Toda a programação pode ser conferida no portal da cidade, o www.toronto.ca. Neste site é possível consultar ainda o mapa com os endereços das pistas de patinação públicas, e para facilitar tem até uma lista em ordem alfabética que vai de “A à Z”.

– Ainda segundo o site oficial da prefeitura, em geral as pistas de patinação ficam abertas no período das 9 às 22 horas, durante os sete dias da semana. Mas é necessário fazer as devidas confirmações para se programar melhor, pois alguns lugares tem atividades e horários um pouco diferentes.

Por isso não perca tempo e se ainda não se arriscou nos patins aproveite agora, antes que o inverno acabe!

 

Por Mônica Candido

 

Comentários Facebook