Grupo 1
Grupo 1

Se posicionar no mercado de trabalho canadense é uma das principais preocupações de quem deseja viver permanentemente no Canadá.

É importante ressaltar que para conseguir se inserir no mercado de trabalho, primeiro é necessário que a pessoa possua uma permissão de trabalho concedida pela imigração canadense.

Também é importante seguir à risca as determinações desta permissão. Se for uma permissão aberta de trabalho, significa que a pessoa não está vinculado a um empregador especifico, neste caso pode trocar de posição a qualquer momento. 

Como conseguir uma permissão de trabalho?

Esta é uma versão de amostra do study/work permit do Canadá

Existem algumas maneiras de conseguir uma permissão de trabalho no Canadá. Podemos listar algumas das opções possíveis para conseguir o tão sonhado e desejado Work Permit:

Outra categoria é o Open Work Permit, e assim como o nome diz, é uma permissão de trabalho aberta, ou seja, a permissão não está vinculada com nenhuma empresa em específico. Mas tudo dependerá se você é ou não elegível a este tipo de Permissão de Trabalho.

Para saber mais sobre o assunto, leia o artigo completo aqui em nosso blog.

Já tenho a permissão e agora?

Com a devida permissão oficial do Canadá para trabalhar, agora o candidato deve se preparar para as etapas que consistem na contratação de um novo funcionário. É importante se atentar que o mercado de trabalho e a forma como as empresas recrutam os candidatos são um pouco diferentes dos métodos utilizados no Brasil.

Para te deixar mais preparado para esse momento, nós conversamos novamente com a nossa parceira Gabriela Bevilacqua, profissional de RH e criadora da Maple Road, empresa que ajuda os brasileiros a se posicionarem no mercado canadense.

Em nossa primeira conversa aqui no blog, nós conversamos sobre como os candidatos podem se destacar no mercado de trabalho. Agora nós vamos estender esse nosso bate-papo apresentando formas práticas para preparar o currículo, assim como a Cover Letter. Sendo essa uma carta na qual o candidato se apresenta e apresenta suas intenções para a empresa.

Em nossa entrevista, Gabriela revela qual é a melhor formatação de currículo, como funciona o trabalho dos recrutadores e os programas utilizados para filtrar os candidatos, e dicas imperdíveis para uma cover letter de impacto.

Confira a entrevista na íntegra abaixo:

1. Qual a diferença do currículo no Canadá para o Brasil?

- O curriculo canadense tem no máximo 2 paginas, nãao contém  informações pessoais (idade, nascimento, nacionalidade, religiao, sexo). E deve ser otimizado para a vaga.Deve ter um headline (cabeçalho) com todas as qualificações importantes e adequadas para a vaga que está aplicando de forma bem resumida e voltado com o objetivo de preencher a vaga que está aplicando. 

2. Quais são as melhores técnicas para fazer um currículo canadense, levando em consideração que as empresas utilizam um sistema no RH para filtrar os currículos, utilizando palavras-chave?

- O ATS (applicant tracking system) faz uma pré triagem dos currículos dos candidatos. A empresa configura o sistema para caçar as palavras-chaves que ela quer ver no currículo e na cover letter. Quanto mais palavras-chaves colocar, maior as chances de ter os documentos analisados. É um sistema simples onde a maioria das empresas de médio e grande porte utilizam. Por isso é importante otimizar o currículo e a cover letter para cada vaga que for aplicar. É recomendado utilizar essas palavras-chaves de 10 a 15% do total do resume (currículo).

3. Como poderíamos descrever o objetivo de uma Cover Letter, já que essa carta não existe no Brasil?

- A cover letter é uma carta de apresentação. Ela vem primeiro, antes do resume. Ela mostra para o empregador o porquê você tem as qualificações e competências necessárias para aquela vaga. É importante personalizar a cover letter antes de aplicar para cada vaga.

4. Como produzir uma cover letter corretamente?

Primeiramente fazer uma pesquisa sobre a empresa. Colocar porque o candidato se alinha aos valores da empresa, como os valores se conectam com os seus valores, e como a vaga se alinha com você. Colocar um parágrafo com uma conquista profissional mais relevante para aquela posição, e agradecer e se colocar à disposição do empregador para uma futura conversa. É uma carta personalizada onde você vai dizer o que você tem a oferecer a empresa baseado no seu background.

5. Porque é importante ter pessoas como boas referências para as vagas de emprego?

- É importante criar e manter conexões profissionais em toda e qualquer experiência obtida, porque os empregadores vão pedir algumas referências profissionais. Então o candidato pode passar o nome e telefone de um colega de trabalho ou de um supervisor. É importante criar e manter um relacionamento onde você passar, pois no Canadá é de praxe pedir carta de referência, às vezes duas, às vezes três, depende da empresa. Quem está no Brasil e não tem referência, a sugestão é pedir uma carta de referência do seu empregador no Brasil e fazer uma tradução juramentada. Ao final da entrevista você já pode deixar sua carta com o empregador ou esperar quando ele pedir. Se você for proativo e deixar a carta no final da entrevista, pode contar muitos pontos.

6. Quais dicas você daria para quem é chamado para sua primeira entrevista no Canadá? Como se preparar?

- Preparação é a chave do sucesso, precisa se preparar e entender porque a pessoa foi chamada para vaga. Toda vez que o empregador abre uma vaga ele tá querendo solucionar um problema interno, então porque você foi chamado? qual o seu ponto forte? Tem que se preparar para isso, para solucionar um problema e entender que tipo de profissional eles estão buscando.
No Canadá é muito comum que eles façam perguntas de cunho situacional, para você descrever uma situação ocorrida no passado, dizer uma ideia que você teve, um projeto que você desenvolveu, se teve conflito com seu gerente. Dizer um momento da vida que você tomou uma iniciativa. Todas essas situações que você tenha que descrever no passado, lembrar do passado, você precisa usar a metodologia chamada STAR (SITUATION TASK ACTION AND RESULT). Nela você irá descrever a ação tomada por você e qual foi o resultado do projeto, da ideia, ou qualquer situação relacionada ao passado.

Como a Maple Road pode te ajudar?

- A Maple Road treina os candidatos para a entrevista de emprego. Você receberá um material prático, com exercícios e você será treinado por eles, para obter as melhores respostas. É um treinamento ao vivo.

Eles produzem seu currículo, cover letter e todo perfil no linkedin de forma estratégica para que você alcance seus objetivos de trabalho. Também é ensinado como otimizar seu resumo e carta de apresentação para cada vaga de forma simplificada. Também auxiliam em como navegar pelo linkedin e como fazer networking através da plataforma.

Você pode ter uma consulta gratuita agendando pelo link: https://maple-road.ca/products/pre-consultation

Se você deseja obter uma permissão de trabalho no Canadá, entre em contato com a nossa equipe. O atendimento inicial com nossa equipe é gratuito. O nosso e-mail é: contact@immi-canada.com

Conheça a profissão Doula no Canadá

Um dos momentos mais importantes na vida de um casal, e para todos da família, é a chegada de um novo membro, um bebê. Essa também é uma fase delicada que traz muitos questionamentos e até mesmo medo. E tudo pode se agravar quando essa família está longe da sua rede de apoio, e ainda vivendo em outro país.

A profissão de doula é reconhecida e recomendada pela Organização Mundial da Saúde (OMS). É uma profissão que traz humanização na hora do parto. Além de oferecer suporte, apoio, informações e preparo para a gestante, companheiro e familiares, acaba se tornando uma relação de empatia e companheirismo que começa no início da gravidez e se estende até as primeiras semanas do recém-nascido.

Para aqueles brasileiros que desejam viver e constituir uma família no Canadá, saiba que a profissão de doula existe no país e vem cada vez mais ganhando adeptos dos serviços oferecidos. Na província de British Columbia, são em torno de seis doulas brasileiras atendendo casais de brasileiros. 

Nós conversamos com uma dessas doulas que prestam serviço em Vancouver. A doula brasileira Clara Marreiros vem se destacando na cidade com seus serviços, e está se preparando para lançar - em breve - uma mentoria para que doulas que estejam no Brasil e desejam trabalhar no Canadá, cheguem no país preparados para o mercado de trabalho.

Realizamos uma entrevista com Clara, que nos contou sua trajetória do Brasil até o Canadá. Ela nos contou como chegou ao país, como se encantou pelo Canadá, porque decidiu permanecer e como começou na profissão. Ela também vai detalhar como é o serviço das doulas no Canadá, como é o sistema hospitalar para as grávidas no Canadá, e vai também nos contar o parto mais emocionante que ela acompanhou em Vancouver.

Confira abaixo essa entrevista exclusiva para a Immi Canada:

Conta um pouco da sua jornada do Brasil até o Canadá. Como foi o seu processo de imigração?

Eu sou do Rio de Janeiro. Vim para Vancouver em 2017 por 4 meses para estudar inglês. No final do curso, decidi que não queria voltar para o Brasil e sim permanecer no Canadá. Com isso, optei por estudar em um college privado, onde por 2 anos fiz o curso de ‘hospitality management’. No entanto, o status de residente permanente só veio em 2019 através do Spousal Sponsorship.

Como foi o recomeço no mercado de trabalho do Canadá?

Quando obtive a permissão de trabalho, comecei a trabalhar na área que havia me formado em Vancouver. Mas para me inserir no meio da área de doulas, comecei a me divulgar com serviço de babá. Em 2019 decidi fazer um curso de doula e assim comecei a criar meu networking com as doulas locais. Nesse primeiro momento, conciliei o serviço de babá com o início da carreira de doula, que é uma profissão autônoma no Canadá. Até eu conseguir me manter somente como doula, mantive o trabalho de babá.

Você ouviu muitos relatos sobre como funciona a maternidade de modo geral no Canadá? Essa diferença de alguma forma te assustou?

Ouvia dizer que o atendimento obstétrico canadense era de qualidade e eficiente. Com exames, opções gratuitas pelo plano de saúde, podendo escolher entre parteira, obstetra, parto hospitalar ou domiciliar. Essa parte é mais avançada que no Brasil. Fiquei bem feliz com a realidade do Canadá. 

Pode explicar como é o seu trabalho na prática no Canadá?

O serviço de doula é contratado de forma privada, não tem cobertura do plano de saúde. Cada doula tem seu pacote de serviços. Eu ofereço  2 consultas no pré-natal, onde vou até a cliente, conversar com o casal, para traçar o planejamento do parto (local). Explico as opções que o país oferta (parteira, obstetra, parto em casa ou no hospital). É um serviço com bastante informação. 

O diferencial do acompanhamento das doulas, é porque os obstetras fazem consultas muito rápidas e objetivas. Então nós doulas servimos como suporte durante toda gestação, trazendo todas as informações para a hora do parto, com dicas, e até curso pré-natal focado no preparado mental, com técnicas de terapia comportamental cognitiva e até hipnose. 

Tudo para que a gestante entenda que o parto é mais um evento emocional do que o físico, pois o emocional pode afetar na hora do parto. Os dois encontros são presenciais e eu me mantenho disponível durante toda gestação para tirar dúvidas e oferecer suporte por vídeo ou chamada.

Eu estou presente em tempo integral para o parto, a partir de 38 semanas, me coloco de plantão esperando a hora do parto. A gestante vai saber identificar quando está entrando em trabalho de parto, pois nós doulas ensinamos durante as consultas pré-natais. Depois acontece duas consultas pós parto para ensinar como cuidar de um bebê recém-nascido, como eles se comportam, a amamentação e a saúde mental da gestante no puerpério que fica bastante debilitada pela variação dos hormônios. Essa é uma forma de acompanhar a saúde mental da nova mãe, para evitar a depressão pós parto.

O meu atendimento acaba quando o bebê completar 6 semanas de vida do bebê.

Antes da cliente me contratar, há uma entrevista para verificar a compatibilidade da gestante /família comigo, para que esse entrosamento entre nós esteja afiada.

É uma profissão regulamentada no Canadá? Para trabalhar precisa validar o diploma?

Não é regulamentada, qualquer um pode realizar o curso e trabalhar. Há uma associação de doulas em BC (bcdoulas.org) onde tem informações sobre a área na província. Há como conseguir partos voluntários dentro dessa associação. 

Eu oriento a fazer o curso no Canadá, mesmo que já seja a profissão da pessoa no Brasil. Isso é uma dica que serve para entender os métodos canadense de exercer a profissão, assim como aprender as terminologias utilizadas pelos médicos e hospitais do Canadá. 

Como a cultura canadense hospitalar enxerga seu trabalho como doula?

Somos bem recepcionados, os profissionais do hospital entendem e respeitam a profissão. Pois as doulas exercem também um papel de suporte emocional, além do físico. Eles entendem a importância da doula. 

Nós podemos também trabalhar em parceria com as parteiras (midwives) quando há os partos em casa.

Em ambos os casos, nós somos bem-vindas. Quando vamos para o parto, ficamos tempo integral com a gestante. Diferente dos profissionais de saúde que costumam estar somente na hora de realizar o parto mesmo.

Existem muitas doulas no Canadá? Qual a nacionalidade da maioria?

Em BC são em torno de 6 doulas brasileiras. No Canadá a maioria é canadense mesmo, mas há doulas da Espanha, Argentina, México e etc..

Como foi sua primeira experiência de parto no Canadá?

A primeira foi com um casal brasileiro, onde a gestante necessitou de uma cesárea pois o bebê estava em posição inversa chamada de pélvica ( bumbum direcionado para saída e não a cabeça). Foi durante a pandemia, onde eu não pude entrar no centro cirúrgico, então o trabalho foi voltado para trazer muita informação para a gestante sobre a situação do seu parto, durante o pré natal, e sobre a forma que aconteceria a cesariana. Estive presente no pós parto para auxiliar nos cuidados com o bebê, com a amamentação e etc…

Qual foi o parto mais emocionante no Canadá?

Todos são extremamente lindos e amorosos por ser uma nova vida. É um momento muito intenso e muito emocionante. 

Teve um parto que eu participei que foi muito mágico por conta da família. Foi domiciliar, a gestante estava preparada, era sua primeira gestação, estava esperando serena e preparada. Os pais(futuros avós)  estavam presentes, e o pai da gestante estava com medo de não aguentar ver a filha no processo de parir. A mãe da gestante estava segurando a filha pelas mãos, afagando a cabeça, todo um clima de carinho e segurança. No meio do parto até o fim, o pai entrou no quarto (ele estava nervoso e tinha se isolado na casa). Quando viu a cena da filha dando a luz, todos começaram a chorar de emoção com aquele momento. Então essa experiência dos pais participando no parto da filha foi marcante. No final o pai ainda agradeceu por eu ter desmistificado o que ele achava que era um parto (dor e sofrimento).

Qual dica você deixa para as gestantes brasileiras morando no Canadá e que escolhem pelo acompanhamento de uma doula?

Aconselho que os brasileiros procurem uma doula brasileira para que a conexão seja mais direta. Para que a gestante possa ficar tranquila, em paz, confortável com a própria língua e familiarizada com a cultura. No momento do parto, é importante que a gestante esteja tranquila, e é interessante que ela evite ter que pensar e se expressar em inglês no momento do parto, eu acredito que seja o mais indicado.

Fala um pouco mais do seu trabalho, seus projetos e deixa seus contatos para quem tiver interesse em saber mais sobre a profissão no Canadá.

Quem quiser me contratar como doula, pode me seguir no Instagram @clara.marreiros. No link na bio tem um formulário onde a gestante pode selecionar as datas. Como resido em Vancouver, a paciente precisa estar morando em Vancouver também.

Também dou um curso de hypnobirthing, um curso ao vivo de 5 aulas que foca na anatomia e fisiologia do parto, com muitas informações para o acompanhante pode dar suporte para a gestante na hora do parto. A próxima turma inicia-se no dia 3 de maio. Todas as informações estão disponíveis no site oficial (claramarreiros.com)

Com a escassez de doulas brasileiras em Vancouver, estarei criando uma mentoria para quem deseja se tornar uma profissional da área no Canadá. Um curso para quem está no Brasil e deseja vir para o Canadá atuando como doula. Quem chegar no Canadá, também terá suporte em Vancouver presencial, com orientações de como se manter e crescer na área.

E se você precisa de assessoria para vistos e permissões para o Canadá, entre em contato com a Immi Canada. O nosso atendimento inicial é totalmente gratuito. Nosso email é: contact@immi-canada.com

Trabalhar no Canadá: Entrevista com a Gabriela da Maple Road Consulting

Um dos fatores de extrema importância ao começar a estruturar o “Plano Canadá”, é pensar em como será a portabilidade da experiência de trabalho adquirida no seu país de origem no Canadá.

Muitas pessoas utilizam o termo ‘subemprego’, de forma pejorativa, para se referir aos tipos de mão de obras que estão dispostos a exercer enquanto novos residentes no Canadá.Isso pode acontecer, por não haver uma pesquisa completa para se preparar para chegar no país conquistando uma oportunidade de emprego dentro da sua área de atuação. Nada impede também de começar do zero e criar uma nova carreira. Para todos os casos, buscar informações e contatos é fundamental.

Entender as diferenças culturais também é importante para se posicionar estrategicamente e conquistar boas oportunidades. No entanto, como fazer isso antes de estar presencialmente no país? 

Foi por ter vivido na pele essa dificuldade, e ter se sentindo despreparada para encarar o mercado de trabalho canadense, que a Gabriela Bevilacqua, profissional de RH, decidiu facilitar a vida de pessoas recém-chegadas ao Canadá, para que elas possam se preparar de modo efetivo. E foi assim que surgiu a empresa ‘Maple Road Consulting’ com objetivo de ajudar as pessoas a conquistarem uma carreira.

Confira abaixo uma excelente entrevista com a recrutadora, que vai contar como conquistou seu primeiro emprego no país, como foi a decisão de abrir uma empresa para ajudar brasileiros a conquistar uma carreira, quais são as dicas para se destacar no mercado de trabalho e como anda o mercado de trabalho no Canadá para os brasileiros.

Conheça a Gabriela Bevilacqua, profissional de RH e criadora da Maple Road Consulting

Trabalho em RH desde os meus 20 anos! Tive a oportunidade de crescer profissionalmente nesta carreira e meu último trabalho no Brasil foi como Consultora de RH. Sempre estive envolvida com a área de recrutamento, gerenciamento de equipes e carreiras dentro das organizações.  Ao chegar no Canadá, iniciei o processo para me certificar como profissional de RH e dentro de 1 ano, recebi a designação profissional chamada de CPHR, após passar por provas e comprovação de experiência. E isso me abriu muitas portas pois me envolvi diretamente com a Associação de Profissionais de RH do Canadá e participei do programa de mentoria deles, tendo a oportunidade de ser mentorada por uma profissional de RH muito experiente. Entrei no mercado de trabalho daqui como RH Generalista/ Recrutador em uma empresa multinacional de logística e assim, após adquirir experiência e conhecimento em como funciona os dois lados da mesa (Recrutador e Candidato) iniciei o processo de abrir a Maple Road Consulting.

O surgimento da Maple Road Consulting, uma empresa para auxiliar brasileiros a conquistar um trabalho no Canadá

A ideia de criar a Maple Road surgiu da dificuldade que passei como imigrante recém-chegada, pois antes de tirar a certificação e fazer alguns cursos, eu não conseguia entender o porque não estava sendo chamada para empregos dentro da minha área de atuação.

Após trabalhar como recrutadora, e entender como o processo seletivo canadense funciona, passei a pensar e acreditar firmemente que meus conhecimentos adquiridos poderiam ajudar muitos imigrantes brasileiros como eu, a conseguir o primeiro emprego de forma mais rápida e efetiva.

Em 2020 conheci o Chris, que na época desempenhava a mesma função que eu em uma empresa candense e convidei-o para se juntar a mim, e assim, abrimos a Maple Road.  Eu sabia que a experiência dele em recrutamento, comunicação ímpar e habilidade em criar conexões com pessoas, seriam fundamentais para ajudar imigrantes a entrarem no mercado de trabalho e/ ou avançarem em suas carreiras.

E passamos desde então a prover serviços de escrita de documentos profissionais e treinamento para entrevistas de emprego com a grande vantagem de eu ser brasileira e ele canadesene, pois ao compartilhar nossa expertise, trazemos muitos resultados positivos para aqueles que nos procuram.

Após pandemia, como está o mercado de trabalho no Canadá nesse momento?

O mercado de trabalho candense está extremamente aquecido e a tendência é se manter assim pelos próximos anos, segundo relatório da WorkBC. A questão é que há muitos candidatos se questionando sobre esses índices, pois ainda encontram dificuldade em ser chamados pelas empresas. A verdade é que candidatos a emprego, principalmente imigrantes, precisam entender as nuances culturais do mercado de trabalho canadense e se adaptar a elas.

Técnicas para conquistar um trabalho no Canadá

Antes de começar a procurar por vagas, é importante que esteja com seus documentos prontos (Resume e Carta de Apresentação) escritos de forma efetiva e dentro do modelo canadense.  O perfil de Linkedin também deve estar ativo e escrito em inglês. Após essa primeira fase, em que você está com todos os seus documentos de aplicação em mãos e sabe como adaptá-los para cada vaga, comece a usar o Linkedin para criar e aumentar conexões com outros profissionais que estão exercendo funções que se assemelham ao que você busca. Ao se conectar com eles, você pode perguntar sobre a indústria/ empresa em que trabalham ou sobre sua carreira e assim, ganhar mais informações sobre o mercado de trabalho dentro de sua área de atuação. Esta estratégia ajuda a aumentar suas chances de ser visto por outros profissionais, que podem no futuro te recomendar para uma vaga. O uso do LinkedIn como ferramenta de networking é extremamente importante pois além de poder aplicar para vagas, os recrutadores também entram em contato com os candidatos pela plataforma.  Além do LinkedIn, tem o Indeed que hoje é um dos maiores portais de vagas do Canadá.

Como um ‘novato’ conquista o primeiro emprego no país?

Comece primeiramente mapeando todas as tarefas que você desempenha muito bem e então trace os tipos de cargos e indústrias/setores que deseja trabalhar, pois quando se tem uma estratégia e um foco um pouco mais definido, fica mais fácil de comunicar para as pessoas ao redor o que se está buscando exatamente. Use seus primeiros contatos no país para estabelecer sua rede de networking, que pode variar desde o gerente de banco até vizinhos e amigos. Lembre- se de falar sobre sua principal expertise e objetivos profissionais (evite falar: “estou buscando qualquer coisa”) pois soa muito vago para quem ouve e provavelmente, a  pessoa que escutar, não vai conseguir te ajudar.

Vale também destacar que buscar trabalhos voluntários podem ser muito eficazes pois contam como experiência de trabalho candense, geram referências profissionais no país e facilitam a integração com a comunidade e cultura local.

As carências no mercado de trabalho do Canadá

Profissionais da área de saúde, tecnológica e do setor de serviços em geral, sempre são profissionais em alta demanda. Quanto às características de perfil, a adaptabilidade se destaca bastante, pois é um mercado de trabalho muito multicultural e ter disponibilidade em ouvir e se comunicar sem preconceitos com outras nacionalidades e diferentes opiniões, é sem dúvida um característica que as empresas buscam bastante. Mencionaria também a habilidade em aprender rápido e se comunicar com clareza.

Como construir um currículo de trabalho

No curriculo Canadense não tem foto, endereço completo (com CEP, nome de rua), não faz menção a nacionalidade, data de nascimento, sexo e/ou idade. O currículo também é bem compacto (máximo de 2 folhas) e deve ser completamente otimizado para a vaga na qual esteja aplicando e anexado juntamente com a Carta de Apresentação (Cover Letter).

Domínio na língua inglesa abre ou fecha portas?

Não existe inglês perfeito, portanto não deixe de aplicar para vagas por insegurança com o idioma. Lembre-se sempre que o Canadá é um país composto por imigrantes. Porém, cabe aqui ressaltar, que é preciso que estude o idioma, pois ao comparecer a uma entrevista de emprego é importante conseguir se comunicar com clareza sobre suas principais experiências profissionais, resultados alcançados, objetivos entre outros assuntos. Sem dúvida, quanto mais domínio você tiver no idioma, melhores oportunidades você terá.

A importância do networking na construção de uma carreira profissional no Canadá

É muito importante estabelecer networking! Assim que chegar ao Canadá e ao longo de toda sua carreira profissional. O “fazer” networking não termina quando você começa a trabalhar, pelo contrário, criar e manter relações profissionais com outras pessoas é a receita para o seu sucesso profissional. 

O networking é uma relação de troca. O maior erro cometido ao estabelecer conexões é quando uma das partes só fala sobre si. Por isso, sempre pergunte, demonstre interesse e procure ver no que você pode ajudar a pessoa que está se conectando com você, seja através de um evento presencial ou mensagens pelo LinkedIn. Procure manter o contato. Lembre-se que vivemos em uma sociedade relacional e no Canadá não é diferente!

Dicas para quem está a procura do primeiro emprego no Canadá

Amplie ao máximo que puder sua rede de contatos, saiba que tipos de vagas buscar, pois quanto mais você orientar sua busca, melhores e mais efetivos serão seus resultados. Escreva seus documentos profissionais - Currículo, Carta de Apresentação e perfil de LinkedIn de acordo com o mercado de trabalho canadense, sabendo sempre como adaptar estes documentos para as vagas e não deixe de aprimorar o inglês!

Mas eu diria mesmo é para ter determinação e não desistir de aplicar para as vagas, mesmo quando receber feedbacks negativos, continue aplicando e fazendo uma autoanálise sobre como pode melhorar. Não desista nunca de seus objetivos profissionais, pois o Canadá é um país de muitas oportunidades e a jornada do imigrante pode ser difícil no começo, mas ela é recompensadora! Acredite em você!

Maple Road

Para conhecer mais sobre a Maple Road Consulting, acesse o site: https://maple-road.ca/ e nas redes sociais pelo @mapleroadconsulting

E se você deseja obter uma permissão de trabalho para poder construir uma carreira no Canadá, entre em contato com a nossa equipe. O atendimento inicial é totalmente gratuito. Nosso email é: contact@immi-canada.com

As projeções para o mercado de trabalho no Canadá pós-pandemia.

A pandemia mundial do coronavírus trouxe diversos impactos no Canadá, e um dos setores mais afetados foi o da economia. O país basicamente sustenta sua base econômica através do seu sistema de imigração, que permite novos imigrantes a desembarcarem no país, muitos com permissão de trabalho, para que o país possa não só renovar sua população que anualmente se aposenta, mas também para se manter.

Por isso, atualmente existem mais de 80 programas de imigração, espalhados entre as 10 províncias e 3 territórios do Canadá. O país se destaca dos demais, quando analisado o quesito intercâmbio estudantil, por permitir que seja uma porta de entrada ao aplicante para adquirir uma residência permanente após a conclusão do curso. Outra vantagem é que durante os intervalos estabelecidos (férias), o aluno que possui uma permissão de estudo - não se aplica aos estudantes de pathway - pode trabalhar durante tempo integral, durante o ano letivo, é permitido o trabalho em meio período. Essa regra se aplica a instituições de ensino designadas pelo governo.

Todas essas vantagens têm em vista o crescimento econômico do país. Geralmente, quando a uma aplicação de uma permissão de estudo, o aluno chega ao país com o cônjuge, tendo esse o direito de obter uma permissão de trabalho, se cumprir com os pré-requisitos exigidos pela imigração.

Sem imigrantes, país teve queda direta na economia

A pandemia trouxe um baque grande ao país. Os quase dois anos que o país teve que manter suas fronteiras fechadas, impossibilitou a chegada de novos imigrantes, impactando diretamente na economia e no mercado de trabalho. As regras estabelecidas durante o lockdown, ao mesmo tempo que não permita o cidadão se expor ao perigo do vírus, demandou que o governo investisse em programas de ajuda financeira tanto para a população quanto para o mercado de trabalho (empresários, empresas de pequeno,médio e grande porte) e para empresários autônomos. Todos obtiveram, em circunstâncias diferentes, um aporte financeiro do Canadá.

Essa segurança financeira proporcionada pelo governo, junto com todas as mudanças que a pandemia trouxe para a vida de todos, fizeram com que houvesse uma grande mudança no mercado de trabalho. Muitos passaram a considerar novas possibilidades de carreira e abandonaram seus antigos cargos e funções.

Pesquisa de mercado na pandemia

Mercado de Trabalho

O mercado de trabalho pós-pandemia no Canadá aponta para uma nova realidade no país. Dados foram levantados por um relatório que sugere que os empregadores estão procurando candidatos com habilidades que não eram tão relevantes antes de 2020, incluindo experiência em atendimento ao cliente virtual e adesão de seguros.

O relatório 2022 divulgado pela empresa de recursos humanos Randstad Canada aponta que o fator COVID-19 não é o único fator que afeta as prioridades do empregador ao contratar novos trabalhadores.

Fatores como: pressões econômicas, a demanda e exigência das preferências dos clientes, mercados competitivos e requisitos regulamentares também forçaram as empresas a se tornarem mais eficientes e reavaliarem seus modelos de negócios.

Mudanças no mercado de trabalho

Ainda segundo a pesquisa, a escassez de trabalhadores com habilidades específicas estava crescendo antes mesmo de 2020, sendo que com o COVID-19 apenas intensificou o fardo. Ao longo de 2021 muitos empregadores em diversos setores lutaram para preencher vagas abertas, fazendo com que os candidatos qualificados tenham uma boa chance de conseguir os empregos que mais desejam.

A pesquisa realizada pela Randstad Canada aponta que as novas mudanças e adaptações afetarão o mercado de trabalho no futuro próximo incluindo a mudança para o trabalho remoto e híbrido e a necessidade de requalificar ou aprimorar as qualificações de trabalho existentes, à medida que as necessidades dos consumidores e dos negócios evoluam.

Há uma percepção onde tanto os líderes empresariais quanto os trabalhadores querem que as opções híbridas e remotas permaneçam disponíveis, mesmo que os mercados encontrem estabilidade e um novo normal seja estabelecido. Mas o novo normal não será uma cópia modelada do mundo anterior ao COVID-19. Muitos empregos não existem da mesma forma que existiam antes. Isso está levando a uma necessidade de treinamento cruzado ou requalificação da equipe existente.

Top 15 profissões em demanda no Canadá

Mercado de Trabalho

A projeção para  2022 é que os empregos com maior demanda sejam em uma variedade de setores, e o motivo da alta demanda será variada. No ano de 2020 a demanda variou entre cargos de saúde à cargos de logística. A pandemia e outros fatores de mercado desempenham um papel decisivo nas ofertas de empregos disponíveis este ano. 

Veja a lista dos empregos que poderão ser  tendências para o ano:

1. Key Account Manager

2. Developer

3. Marketing Manager

4. Registered Nurse

5. Driver

6. Customer Service Representative

7. Welder

8. Engineer

9. Accountant

10. Cloud architect

11. HR manager

12. Electrician

13. IT project manager

14. Mechanical Engineer

15. Accounting Clerks

Funções com crescimento rápido em 2022

A pesquisa da empresa Randstad também apontou habilidades como orçamento, contabilidade e controle de qualidade se tornando “de suma importância” para os empregadores que tentam administrar um negócio de sucesso durante e no pós-pandemia.

Segundo o relatório, os profissionais mais procurados para 2022 serão os representantes de atendimento ao cliente (customer service), vendedores e especialistas em agendamento, além de cargos orçamentários e na área contábil.

A lista completa da Randstad Canada das funções de crescimento mais rápido para 2022 inclui:

1. Customer service representatives

2. Scheduling specialists

3. Sales representatives

4. Cleaning specialists

5. Repair and maintenance workers

6. Budgeting specialists

7. Project management

8. Quality control specialists

9. Administrative assistants

10. Accountants

10 Profissões com melhores salários em 2022

Mercado de Trabalho

Os salários estão aumentando em vários setores devido a fatores como escassez de habilidades, rápido crescimento após o aumento de vagas e as paralisações causadas pelo COVID-19.

A ambição dos candidatos ao aplicar para uma vaga de emprego confiantes e sem medo de negociar melhores salários são indicativos analisados nesta pesquisa. 

Descubra alguns dos empregos mais bem pagos em 2022 abaixo:

1. Software Developer / Software Engineer

2. Financial Controller

3. Plant Manager

4. Application Programming Manager

5. Marketing Director

6. Business Development Manager

7.Cloud Architect

8. IT Operations Manager

9. Electrical Engineer

10. Construction Project Manager

Buscando uma vaga no mercado de trabalho no Canadá

Uma característica no Canadá, é que os recrutadores buscam expertises e não se concentram em avaliar somente o título da sua experiência profissional ou a sua profissão declarada no currículo.

O recrutador no Canadá quer saber se você é capaz de cumprir com os pré-requisitos determinantes para ocupar a vaga. Há uma valorização considerável da sua experiência prática em comparação aos títulos académicos que possui.

Para buscar uma vaga, é mais eficiente que o candidato procure por termologias ou habilidades específicas à função que vai exercer e não somente pelo título do cargo.

Passos importantes para se colocar no mercado

Mercado de Trabalho

- Currículo/Resume

- Carta de apresentação / Cover Letter

- Referência

- Entrevista de emprego

Currículo: Aqui chamado de Resume; Os modelos de currículo canadense, seguem uma forma mais simples e objetiva,  na maioria das vezes contém apenas uma página. Também é muito importante que você inclua a data de início e término da experiência profissional, desta forma o empregador pode avaliar o seu tempo de experiência em cada função exercida.

Com relação às informações pessoais, não é necessário colocar a data de nascimento ou idade, gênero, estado civil e informar se tem filhos ou não. Conforme relatamos acima, os recrutadores buscam por conhecimentos, habilidades e experiências  estas informações não revelam esses atributos do candidato. 

Carta de Apresentação: Mais conhecida como Cover Letter; Essa carta é única e direcionada aquela vaga e empresa que o candidato está pleiteando. Nessa carta você pode se apresentar, e dizer porque você é o candidato correto para preencher a vaga de trabalho.

Referência: É um passo muito importante e requisitado para a maioria dos candidatos. Você precisa indicar alguém que possa atestar as qualificações indicadas no seu currículo. A depender da vaga, essa referência pode ser um antigo empregador, ou até mesmo alguém próximo de seu círculo de contato/networking.

Entrevista: Se você conseguiu chegar até a fase final, na entrevista de emprego pessoalmente ou por videoconferência, é porque a empresa já te considera apto a ocupar aquela vaga. Os canadenses levam muito a sério o horário marcado para os compromissos, portanto evite ao máximo o atraso. A pontualidade do candidato também é avaliada pelo recrutador.

O governo canadense possui um banco de dados oficial com diversas vagas publicadas diariamente, e sendo atualizadas com bastante frequência. Sendo esse site o mais recomendado para uma busca inicial. Esse site é chamado de Job Bank Canada.

Sites para busca de oportunidades

No entanto, existem outras dezenas de sites para busca de vagas de emprego, selecionamos alguns abaixo, a dica é pesquisar não só pelo título da profissão, assim como pela nome da empresa, e algumas palavras-chave do cargo que deseja exercer:

https://www.jobbank.gc.ca/home

www.linkedin.com

www.indeed.com

Lista de sites para quem deseja obter um trabalho remoto:

http://weworkremotely.com/

http://flexjobs.com/

http://workingnomads.co/

http://jobspresso.co/

No post de hoje será abordado os efeitos econômicos da pandemia de COVID-19 quando o assunto é oportunidade de trabalho no Canadá em 2021. As empresas canadenses estão sendo pressionadas a encontrar trabalhadores, já que a escassez de mão-de-obra continua paralisando alguns setores.

Desde as grandes empresas até as pequenas afirmam estar lutando para encontrar funcionários. Isso tem feito os empregadores oferecerem mais incentivos para atrair trabalhadores qualificados como: salários mais altos, bônus e horários flexíveis.

A falta de mão de obra qualificada nos setores

Uma pesquisa publicada pelo Banco de Desenvolvimento de Negócios do Canadá (BDC) relata que 64 por cento das empresas canadenses afirmam que a escassez de mão de obra tem limitado o crescimento. E, de acordo com a Statistics Canada , havia 731.900 vagas de trabalho no Canadá em 2021, a partir do segundo trimestre. Os dados revelam que essas vagas podem ser vistas em todas as províncias, com os maiores aumentos em Quebec, Ontário e BC. No geral, a Deloitte Canadá afirma que 30,3% das empresas canadenses estão relatando escassez de mão de obra.

Muitas empresas ainda relutam para retornar à capacidade de trabalho durante a pandemia da COVID-19. Confira os dados sobre os setores com o maior número de vagas de trabalho no Canadá em 2021.

Setores de hospitalidade e serviços de alimentação

Sem dúvida, os setores de hospitalidade e serviços de alimentação foram os alguns dos mais atingidos pela pandemia COVID-19. A Deloitte Canadá prevê que a escassez de mão de obra enfrentada por esses setores não acabará tão cedo.

De acordo com dados do Statistics Canada, o número de vagas de emprego em hotelaria e serviços de alimentação aumentou 11.600 do segundo trimestre de 2019 para 89.100 no segundo trimestre de 2021, atingindo um recorde histórico. A agência acrescentou que os atendentes de balcão de alimentos, ajudantes de cozinha e ocupações de apoio relacionadas aos setores tiveram o segundo maior aumento nas vagas de qualquer ocupação nos últimos dois anos no Canadá.

Trabalho no Canadá 2021: Setores de cuidados com a saúde e assistência social

Apesar da pandemia ter aumentado a demanda por serviços de saúde, muitos enfermeiros relatam ter deixado a profissão depois que a crise no setor da saúde, causada pela pandemia da COVID-19, tornou seus trabalhos mais difíceis e menos seguros. Este fato criou uma escassez de profissionais de saúde em certas regiões e até forçou áreas rurais a fechar temporariamente algumas unidades hospitalares.

De acordo com a Statistics Canada, os setores de cuidados com a saúde e a assistência social têm atualmente as maiores necessidades de mão de obra do que qualquer outro do país. O site revela que as vagas de emprego nestes setores aumentaram em 40.800 do segundo trimestre de 2019 para o segundo trimestre de 2021. A agência disse que os setores, atualmente, representam uma em sete vagas de emprego no Canadá.

As vagas de trabalho no Canadá em 2021 para profissionais de enfermagem tiveram o maior aumento de todas as ocupações de cuidados de saúde desde 2019, de acordo com StatCan. A agência lembra que quase metade das vagas para essa ocupação estão abertas há 90 dias ou mais.

Embora ainda não haja números firmes, há relatos de que a pandemia aumentou o esgotamento entre profissionais de enfermagem altamente treinados. Muitos deixaram a profissão, outros optaram por se aposentar mais cedo devido ao estresse causado pela crise no setor.

Setores da indústria e construção civil

O Statistics Canada relatou que houve 65,9 mil vagas de trabalho na indústria no segundo trimestre de 2021, o maior número de vagas para o setor desde o ano de 2015. O aumento se espalhou por diversos subsetores, com os maiores ganhos na indústria de alimentos, como frigoríficos e manufatura de madeiras.

O Conselho Canadense de Carne - que representa os frigoríficos e fábricas de processamento registrados federalmente do Canadá - relatou em setembro que há mais de 4.000 açougues vazios em instalações de produção de carne em todo o país, resultando em uma taxa média de vagas de trabalho de mais de 10 por cento.

O setor da construção civil também registrou um número recorde de vagas de emprego, principalmente nas áreas de alvenaria, pintura e elétrica. De acordo com a StatCan, as vagas na construção aumentaram para 62.600 no segundo trimestre de 2021, o maior número desde 2015. Carpinteiros, ajudantes de construção e operários também foram responsáveis ​​por uma grande parte do aumento nas vagas de emprego, de acordo com a agência.

Setor de comércio e varejo

As vagas de emprego no comércio varejista aumentaram para 84.300 no segundo trimestre de 2021, de acordo com a StatCan, com os maior quantidade de vagas em lojas de alimentos e bebidas, revendedores de material de construção e lojas de equipamentos de jardim.

Por ocupação, a agência disse que vendedores de varejo, estoquistas de loja, balconistas e arquivadores de pedidos estavam entre as 10 principais ocupações com o maior aumento nas vagas do segundo trimestre de 2019 para o segundo trimestre de 2021.

Trabalho no Canadá 2021: Setor de logística e caminhões

A Trucking HR Canada, uma organização nacional que trata de questões de trabalho no setor de logística e caminhões, relata que houve uma média de 18.000 vagas para motoristas de caminhões, no segundo trimestre de 2021. De acordo com seu último relatório, as empresas de logística e caminhões tinham uma taxa de desocupação de 5% no final de 2020. Em comparação, a taxa de desocupação em todas as ocupações no Canadá era de 2,7%.

A entidade afirma que os impactos do COVID-19, a falta de trabalhadores e as más condições de trabalho têm contribuído para o aumento das vagas. Esses fatores contribuíram para aumentar o número de caminhoneiros mais velhos que se aposentaram, sem motoristas novos em número suficiente para substituí-los. A Trucking HR Canada observa que a escassez de caminhoneiros continuará a colocar pressão sobre a recuperação econômica do Canadá se não for tratada rapidamente.

A Immi Canada te auxilia em todo o processo de entrada no Canadá, desde vistos temporários a aplicação para a residência permanente. Mande agora mesmo um e-mail para: contact@immi-canada.com ou saiba mais sobre os nossos serviços no site: https://www.immi-canada.com/

Seguindo a tradição anual de publicação, a empresa Randstad Canada, agência especializada em recursos humanos do país, publicou uma lista de profissões com maior demanda no Canadá em 2020, baseado em dados colhidos pela própria empresa.

No ano de 2020, o crescimento econômico permaneceu estável no Canadá, levando a ganhos constantes, mas modestos. O desemprego também permaneceu com índices baixos, assim como em 2019.

“A lista de empregos em demanda este ano é uma boa notícia para os jovens que buscam o comércio e cursos práticos”, disse Patrick Poulin, presidente da Randstad Canadá. “Embora o ensino superior seja necessário para as funções de engenharia, marketing e TI que vemos na lista, um diploma não é o único caminho para um emprego estável e bom.”. Analisa o CEO da agência.

Veja abaixo a lista pulicada com as 15 profissões em demanda no país:

1. Sales Associate – Vendedor:

Os vendedores, ou representantes de vendas, são os profissionais mais procurados no Canadá em 2020. As empresas contam com vendedores talentosos para mover os produtos das prateleiras e colocá-los nas mãos dos clientes. Os vendedores B2B (empresas que fazem negócios com o cliente e fornecedor) também são procurados.

Salário Anual: CAD$38,200 até CAD$50,600          

2. Driver – Motorista:

Motoristas de todos os tipos estão em demanda no Canadá. De motoristas de longa distância, a motoristas de entrega, a motoristas de empilhadeira. Se você sabe como dirigir um veículo comercial, suas habilidades são muito procuradas pelos empregadores. Ter uma carteira de motorista de veículo comercial ou caminhão (ou veículos maiores) te tornará muito procurado nesta ocupação.

Salário Anual: CAD$36,650 até CAD$48,600

3. Receptionist - Recepcionista:

Embora o atendimento ao cliente seja claramente um elemento importante para ser um grande recepcionista, habilidades tecnológicas básicas também são necessárias neste campo. O conhecimento dos sistemas telefônicos e dos programas de computador que registram as informações do cliente são uma parte fundamental de qualquer trabalho de recepcionista moderno.

Salário Anual: CAD$32,300 até CAD$42,600

4. Welder – Soldador:

Se você está procurando entrar em um campo de alta demanda, com muitas oportunidades de crescimento e não se importa em trabalhar com as mãos, soldagem pode ser uma carreira que vale a pena considerar.

Salário por hora: CAD$19.60 até CAD$28.50

5. Developer – Desenvolvedor:

Os desenvolvedores trabalham com tecnologia, construção de sites, aplicativos, software corporativo e qualquer outra atividade que rode em código. Portanto, não é surpresa que os desenvolvedores sejam uma das profissões mais solicitadas. O setor de tecnologia continua sendo o de crescimento mais rápido no Canadá. Embora os desenvolvedores de todos os tipos sejam desesperadamente necessários, os desenvolvedores full stack que conhecem a programação front-end e back-end são os mais solicitados.

Salário Anual: CAD$60,600 até CAD$125,200

6. Business Development Manager - Gerente de Desenvolvimento de Negócios:

Normalmente são responsáveis ​​por trazer novos negócios e desenvolver estratégias para ajudar os vendedores de sua organização a fechar negócios com novos clientes. Eles estão frequentemente envolvidos na criação de relacionamentos e na elaboração de estratégias gerais.

Salário Anual: CAD$93,500 até CAD$164,400

7. General Labourer - Operário Geral:

Os trabalhadores em geral são o pau para toda obra no mercado de trabalho canadense. Eles preenchem lacunas na força de trabalho, concluindo todas as tarefas que precisam ser feitas para manter os negócios funcionando. Da limpeza à movimentação de materiais e ao trabalho manual em geral, ser um operário em geral exige muito trabalho, determinação e capacidade para realizar tarefas fisicamente exigentes.

Salário por hora: CAD$15.20 até CAD$19.30

8. Project Manager - Gerente de Projetos:

Os gerentes de projeto são necessários em setores que vão de TI a engenharia e marketing. Quem trabalha com estas profissões normalmente têm experiência na área em que trabalham, mas também têm experiência em gerenciamento de projetos e a capacidade de lidar com projetos complexos, gerenciando orçamentos e pessoas com eficácia. Os gerentes de projetos com certificação profissional de gerenciamento de projetos são especialmente procurados em 2020.

Salário Anual: CAD$74,000 até CAD$134,000

9. Heavy Duty Mechanic – Mecânico:

Mecânicos “pesados” ​​fazem exatamente o que parecem fazer: eles trabalham com máquinas pesadas, garantindo que sejam cuidadas e reparadas conforme necessário. Eles costumam trabalhar na manufatura, energia ou construção, ou profissões ligadas ao setor industrial.

Salário por hora: CAD$25.20 até CAD$35.70

10. Merchandiser – Comerciante:

Se você já pisou em uma loja de varejo, já experimentou o trabalho de um comerciante. O comerciante desempenha um papel fundamental na seleção e exibição de estoque em espaços de varejo. Com o crescimento das compras online, os varejistas estão contando com os comerciantes para construir experiências de varejo positivas que façam com que os clientes continuem procurando lojas físicas.

Salário Anual: CAD$57,300 até CAD$97,100

11. Electrical Engineer - Engenheiro Elétrico:

De projetar eletrônicos a trabalhar no setor de energia e telecomunicações, as habilidades de um engenheiro elétrico têm inúmeras aplicações em nosso mundo moderno obcecado por tecnologia. Embora a maioria das disciplinas de engenharia esteja enfrentando escassez de trabalhadores, os engenheiros elétricos são particularmente procurados em 2020.

12. Accountant – Contador:

Eles supervisionam os orçamentos e gastos de indivíduos e empresas, dependendo de sua função. Existem também muitas especializações solicitadas na área de contabilidade, como folha de pagamento, contas a pagar e a receber, tributação, governo e auditoria, entre outros.

13. HR Manager - Gerente de RH:

Nos últimos anos, a taxa de desemprego do Canadá permaneceu extremamente baixa. Isso colocou em destaque a função de RH, à medida que as empresas lutam para recrutar os melhores talentos em um mercado de trabalho restrito. Os gerentes de RH são responsáveis ​​por definir a direção das políticas de RH de sua organização e garantir que os funcionários atuais estejam felizes e engajados, ao mesmo tempo em que trazem um fluxo constante de talentos para preencher novas funções.

14. Financial Advisor - Conselheiro Financeiro:

Os consultores financeiros são especialistas em dinheiro que tendem a trabalhar com indivíduos e famílias, ajudando-os a tomar decisões sobre como aproveitar ao máximo suas finanças e investimentos do dia a dia. Os consultores financeiros geralmente trabalham em bancos.

15. Registered Nurse – Enfermeiras:

A população idosa do Canadá está crescendo, colocando uma pressão sobre o sistema de saúde. O setor de saúde no Canadá sofre de falta crônica de pessoal. Isso levou a uma necessidade desesperada de pessoas paras as profissões de médicos e enfermeiros. Enfermeiros registrados preenchem as lacunas no sistema de saúde do Canadá, fornecendo suporte geral aos pacientes, auxiliando os médicos e garantindo que os pacientes recebam um alto nível de atendimento.

Lembrando que para trabalhar no Canadá, você precisará possuir uma autorização de trabalho, conhecida como Work Permit. Para obter esta autorização você precisa aplicar para o pedido do visto de trabalho para o Canadá.

Para saber mais sobre como imigrar para o Canadá, acesse este link e também clique aqui para ler o artigo que fizemos sobre o programa que mais leva estrangeiros ao país, o Express Entry.

Caso tenha interesse em obter mais informações sobre os tipos de permissões e trabalho no Canadá, entre em contato pelo e-mail contact@immi-canada.com

Nossa primeira consultoria é totalmente gratuita.

O que você precisa saber sobre educação infantil no Canadá?

Faz parte do planejamento para viver no Canadá com a família, a busca por informações sobre o sistema educacional no país. Muitos sabem que há diferenças quando comparamos com o sistema brasileiro, mas nem todos sabem exatamente o que esperar e como preparar os filhos para essa nova realidade em um novo país.

Em uma visão geral, quando os pais procuram se informar sobre educação infantil no Canadá, há uma ausência de informações confiáveis, assim como excesso de informações sem referência, tornando esse momento de adaptação e criação dos filhos em um novo contexto, algo mais desafiador.

E por isso resolvemos conversar com as educadoras e especialistas da Master Parentes, Bárbara Gritti e Debora Goldstein, sobre como funciona a educação infantil no Canadá e um pouco também sobre a profissão de educador no país.

Abaixo você vai conferir na íntegra, a entrevista que nós realizamos com as profissionais. Adiantando uma boa notícia para quem deseja seguir carreira na educação infantil no Canadá, é que você não precisa ter um diploma de pedagogia no Brasil para atuar nessa área no país.

Então acompanhe o nosso bate-papo e tire todas as suas dúvidas sobre educação infantil no Canadá, assim como a profissão de educador no país.


Qual idade indicada para a criança começar a ir para escola?

A idade escolar no Canadá começa aos 4 anos em algumas províncias e 5 em outras. A criança precisa fazer 4 anos antes de 31 de dezembro. O ano escolar vai de setembro ao final de junho, então se seu filho faz 4 anos em janeiro ele só começará o ano escolar em setembro (já com 4 anos). Se seu filho faz 4 anos no dia 30 de dezembro, ele irá começar as aulas em setembro deste mesmo ano (aos 3 anos).

São 2 anos de Kindergarten, o primeiro ano chamamos de Junior Kindergarten e o segundo ano de Senior Kindergarten. Antes disso, se os pais quiserem que a criança estude, eles precisam procurar um Child Care.

O Child Care é dividido em 3 estágios: Nursery (berçário), Toddler (entre 18 meses a 2 anos e meio) e Preschool (2.5 a 4 anos). As escolas públicas oferecem o Kindergarten, mas os Child Centers são pagos.  

Como escolher a escola?

As escolas estão relacionadas ao bairro que você vai morar. Então, se você quiser determinada escola, precisa escolher uma casa em um bairro onde essa escola atenda. Uma referência para quem quer procurar casa baseado nas escolas, existe o site do Fraise Institute onde eles listam as notas das escolas por províncias.

Obviamente, isso sozinho não responde a qualidade da escola, mas pode ajudar a selecionar suas pesquisas de casa.

Como funciona a matrícula? É gratuito? Quais são os documentos necessários?

Tudo é gratuito a partir do Kindergarten! Você precisa ir até o município escolar, levar o comprovante de residência, passaporte, visto, certidão de nascimento da criança, certidão de casamento dos pais e carteira de vacinação (não precisa ter tradução juramentada). Caso você queira matricular em uma escola católica (que também é publica) é preciso levar também o comprovante de batismo da criança ou de um dos pais.

Clique aqui para saber mais sobre como realizar matrícula nas escolas de BC e Ontario.

Residentes temporários e permanentes podem matricular os filhos?

Sim, porém desde que os pais tenham os vistos de estudo ou trabalho.

Visto de turismo não permite que a criança estude nas escolas publicas. Se a família possuir visto de turismo, será necessário pagar mensalidade para os filhos como “international student” (em tornos de 12 a 15 mil dólares ao ano).

Clique aqui para saber mais sobre as regras de vistos e permissões de estudo.

Algum pré-requisito para crianças estrangeiras?

Ter status válido no Canadá. Os pais também precisam ter, pelo menos visto de estudo ou trabalho para matricula regular de seus filhos.

Clique aqui para saber mais sobre os documentos importantes na solicitação do visto de estudante.

Como funciona a adaptação de crianças que não falam inglês ou francês?

O início é difícil, mas pelo que temos visto, após 3 meses a criança já começa a se adaptar. Os pais ficam mais ansiosos e preocupados, por isso precisam tomar cuidado para não passar essa angústia para os filhos. Quanto mais informações de como funciona a escola e conversas com o professor sobre a rotina escolar, melhor para a criança.

Claro que depende muito do temperamento de cada um, mas até a criança entender o básico da língua local, ela vai ficar um pouco perdida. Entretanto as escolas estão 100% preparadas. Algumas oferecem uma pulseira com fotos para a criança mostrar o que ela precisa (banheiro, água, etc).

Outras já tem alunos que falam português e os professores ajudam a conectá-los. Todas as escolas oferecem o ESL (English as a Second Language) para crianças a partir do grade 1. Antes disso, a criança será alfabetizada em inglês ou francês (Kindergarten).

Todos os alunos estrangeiros têm aula (em horário escolar) com a professora de ESL. Não tem custo extra. Aliás, não pagamos nenhum tipo de material (livros, cadernos, lápis.). Todo material escolar é responsabilidade da escola.

Algumas escolas exigem uniforme (caso de algumas escolas católicas e escolas particulares). O horário escolar varia entre 8h30 às 3h30. Cada escola tem um horário diferente, fazem isso para conciliarem os ônibus escolares, que a propósito, são gratuitos, mas as regras de elegibilidade para o aluno utilizar o transporte público variam conforme o seu school board e o sistema de transporte da sua região.

Durante o período de aula, a escola oferece 2 a 3 intervalos. E em cada período o aluno tem o tempo para lanchar, sendo que um dos lanches inclui o almoço. No caso das escolas e não Child Centers, as refeições devem ser providenciadas pelos pais que preparam as lancheiras diariamente para as crianças. As refeições nos Child Cares são providenciadas por eles mesmo. Algumas escolas oferecem o “pizza day” 1 vez por semana ou a cada 15 dias. A pizza é escolhida pelos pais no início do ano letivo e pago anualmente.

Uma vez a cada 2 meses a escola realiza os treinamentos de “fire drill” (retirada de incêndio) e o “lock down” (caso a escola esteja sofrendo algum perigo). Estes treinamentos são bem comuns por aqui, onde as crianças são preparadas para qualquer tipo de incidente. Uma criança estrangeira que não está acostumada a essa rotina, pode se assustar com o barulho do alarme, e com a movimentação, mesmo sendo treinamento. Por isso, quanto mais informações sobre a rotina escolar, melhor para a adaptação dos pais e filhos.

Qual as diferenças do ensino no Canadá para o brasileiro?

O Canadá enxerga a criança como cidadã e de responsabilidade do governo. Por isso, irão educar o seu filho para se tornar um bom cidadão. A autonomia das crianças no Canada é 100% encorajada e isso pode assustar um pouco os pais brasileiros que não estejam acostumados a esta metodologia de educação.

Raspar o seu prato de comida no final da refeição e vestir sozinho o traje de neve para brincar do lado de fora aos 3 nos de idade é completamente normal. Uso do banheiro também é ensinado cedo pois uma criança de 4 anos de idade não vai ter ajuda para ir ao banheiro na escola. Isso porque os professores não irão tocar no seu filho, evitando assim qualquer tipo de exposição ou risco de abuso.

Desde os 3 anos de idade, o estudante da educação infantil no Canadá aprende sobre senso de comunidade, respeito e criatividade. Apostilas não existem. As escolas usam bastante o “play to learn”, onde as crianças aprendem brincando. Começando pelo kindergarten, os alunos são misturados na sala de aula entre Junior e Senior kindergarten. Assim, os mais velhos ajudam os mais novos e os mais novos aprendem com os mais velhos.

Trabalhos sociais são encorajados desde pequenos e raramente os alunos levam lição para casa (claro que existem exceções).

A escola por aqui pensa muito na formação do cidadão, e dá oportunidade igual para que as preferências das crianças sejam “testadas” e conhecidas desde cedo. Assim, naturalmente, o adolescente estará mais próximo de trabalhar com aquilo que gosta.

Por isso, não existe um estudo tão “forte” focado no vestibular (já que isso nem existe por aqui). Os 2 últimos anos de ensino médio (high school) “qualificam” um aluno para o ensino superior.

De forma geral, a população canadense preza por qualidade de vida. Todos querem ter uma profissão, mas como as necessidades básicas da população daqui são atendidas também pelo exercício de profissões que não exigem ensino superior, as pessoas trabalham na maioria das vezes, em rotinas menos exaustivas, mudam de carreira quando não estão felizes, e celebram o final de semana sem medo do que os outros vão pensar.

A educação no Canadá obviamente reflete este pensamento. No entanto, quando se trata de ensino superior, muitas vezes o choque para os estudantes é grande, por que o nível de exigência para a formação de profissionais qualificados é alto!

Clique aqui para saber mais sobre as leis canadenses: maioridade e regras para crianças.

Como se tornar um educador infantil no Canadá?

Você precisa fazer o curso de Early Childhood Education - ECE. A duração do curso é de 2 anos, ou você pode optar pelo intensivo com duração de 1 ano (com muito mais matérias por bloco letivo).

Durante o estudo, o estudante de ECE fará três estágios obrigatórios onde passará 2 dias por semana durante 12 semana em um child care centre ou kindergarten de escolas públicas. O local de estágio muda a cada bloco de aulas.

Quando se formar, o educador precisa se registrar no órgão regulamentador de educadores, como o College of ECE no caso da província de Ontário. Isto é obrigatório. O educador também precisa ter curso de primeiros socorros e reanimação cardiopulmonar. Este curso normalmente tem 2 dias de duração e precisa ser renovado a cada 2 anos.

Além disso, o educador precisa ter o atestado de antecedentes criminais (do Canadá) e de vacinação em dia. Você não pode ser educador ou professor no Canadá com o seu curso de pedagogia do Brasil, mas pode trabalhar como assistente.

Clique aqui para saber mais sobre os órgãos reguladores provinciais / territoriais do Canadá.

Qual a diferença entre um educador e um assistente?

Pode acontecer de um Child Care Centre contratar uma pessoa sem o curso de ECE (Early Childhood Education) ou experiência na área. Essa pessoa normalmente será registrada como educator assistant.

A função do assistente é diferente do educador, existem várias responsabilidades que o assistente não pode ter, como por exemplo, planejar as atividades dos alunos. No entanto o assistente pode ajudar com afazeres da rotina, como troca de fraldas, alimentação, e ajudar o educador em outras demandas.

Existe também diferença salarial entre educadores e assistentes.

Um educador pode trabalhar em day care também?

O mais comum é um educador conseguir emprego é em um Child Care Centre (Day Care). O educador também pode trabalhar no Kindergarten de escolas públicas e católicas.

No entanto, é importante saber que conseguir um emprego em escolas públicas não é tão fácil, as vezes a espera para conseguir uma vaga de educador pode levar anos, mesmo após ter sido selecionado em um processo de recrutamento. Os educadores normalmente começam trabalhando como educadores substitutos em escolas aleatórios do distrito/município até que uma oportunidade no quadro fixo apareça.

Clique aqui para saber mais sobre daycare, as creches, no Canadá.

Existe alguma restrição? (idade ou gênero)?

Não existe restrição de gênero na profissão. É bem comum mulheres que trabalham nesta área, mas também é muito bem vinda a presença de homens nesta carreira.

Quanto a idade, normalmente o educador precisa ter no mínimo 18 anos, que é a idade mínima para alguém poder se formar como educador. Não existe idade máxima! Amamos o Canadá, qualquer um pode começar uma nova carreira à qualquer idade, e se aposentar só quando desejar.

Qual a média salarial de um educador?

Um educador recém formado vai receber por volta de $16 por hora em um child care (o que pode variar, já que o salário mínimo no Canadá segue uma regulamentação provincial). Porém, um educador pode chegar à $20 por hora em seu primeiro emprego, dependendo do local onde irá trabalhar. Quando inicia em uma escola pública, o salário costuma ser maior, iniciando em $25 por hora.

Em child cares, o educador normalmente trabalhará o ano inteiro, com duas semanas de férias. Em escolas públicas ou particulares normalmente o educador não trabalhará no verão e nos breaks de março e das festas de fim de ano.

É importante ter em mente que o educador trabalha sendo pago por hora, então quando não trabalha, também não recebe o seu salário.

Um educador pode subir de cargo dentro da escola?

Sim! Em escolas públicas ou particulares isso não acontecerá, mas um educador pode se tornar um supervisor ou diretor de um child care centre. No entanto, é importante ter em mente que a função de educador é uma carreira a longo prazo.

Normalmente o cargo de supervisão ou diretor é de apenas 1 ou 2 pessoas por local, então, as oportunidades de promoção vertical em emprego podem ser menores.

Ser educador está muito ligado à paixão e vocação. O prazer em sala de aula e de estar diariamente com crianças deve ser sua motivação principal. Nossa experiência nos mostra que é um trabalho onde diariamente você encerrará o dia cansado, mas como aquela sensação de que valeu a pena. A recompensa é imediata e normalmente vem dos sorrisos, abraços que você receberá dos seus alunos.

-

Se você é pai e mãe, e acabou de chegar ao Canadá e sente que precisa de ajuda na adaptação do seu filho na educação infantil no Canadá, não deixe de procurar as responsáveis pela Master Parents (Barbara Gritti e Debora Goldstein). Você pode entrar em contato com as educadoras pelo site oficial da empresa ou pelas redes sociais. (www.masterparents.com.br - Instagram e Facebook - @Masterparents).

E se você precisar de suporte com aplicação de vistos e permissões da sua família, fale com a gente. Nosso atendimento inicial na Immi Canada não tem custo algum, basta enviar um email para contact@immi-canada.com

-

O mercado de trabalho canadense está bastante aquecido. De acordo com dados publicados recentemente pelo jornal O Globo,  o país teve geração de emprego recorde nos últimos 12 meses, com a criação de 471.300 vagas de trabalho. Sem dúvida um reflexo da economia do Canadá, que apresentou o maior crescimento entre os países do G7 - grupo que reúne as economias mais industrializadas do mundo. 

Apenas em agosto deste ano, foram criados 81.100 novos empregos. O número, além de ser quatro vezes superior às 20 mil vagas que eram previstas pelos analistas do mercado financeiro, é impressionante: agosto de 2019 foi sétimo melhor mês para a geração de empregos desde 1976. 

Com o mercado aquecido e os incentivos dados à imigração pelo governo canadense - o que não significa que o processo é simples ou fácil -, o True North se tornou um dos destinos mais procurados pelos brasileiros que querem sair do Brasil. 

mercado-de-trabalho

* O governo canadense mantém um site completo e atualizado, com anúncio de vagas e cadastro de currículos, o Job Bank. Acesse clicando aqui.

E os profissionais qualificados podem, sim, ser contratados em terras canadenses, desde que atendam aos requisitos dos programas de imigração. É importante ressaltar que, para trabalhar legalmente no território, é necessária uma permissão para tal - chamada de work permit - que pode ser obtida de diversas maneiras: 

* Saiba mais sobre o LMIA clicando aqui.

mercado-de-trabalho

* Entenda melhor sobre estudo e trabalho aqui e, também, sobre o PGWP neste link.

* Entenda melhor o Open Work Permit clicando aqui.

Quer trabalhar no Canadá? A Immi Canada está sempre disposta a te auxiliar da melhor maneira possível Agende sua consulta de imigração. Entre em contato conosco pelo site www.immi-canada.com/loja-virtual/ ou mande um email para contact@immi-canada.com.

Fontes: 

https://oglobo.globo.com/economia/crise-que-crise-no-canada-geracao-de-emprego-tem-melhor-resultado-em-16-anos-23931690

https://www.canada.ca/en/immigration-refugees-citizenship/services/work-canada/permit.html

Maria Augusta Brandt

Sem dúvida, o Express Entry (EE) é o principal programa de imigração do governo canadense. O EE é um sistema de imigração econômica, que abriga três categorias onde você pode preencher seu perfil: o Canadian Experience Class, o Federal Skilled Worker Class e o Federal Skilled Trades Class.

Neste sistema, os candidatos são elegíveis para aplicar em uma das categorias mencionada através de  um sistema de pontos. Para participar, é necessário que o aplicante preencha um perfil - ao fim do preenchimento do perfil, o sistema emite a pontuação do aplicante. Os candidatos são selecionados de acordo com essa pontuação em rodadas de sorteios que são realizadas, em média, a cada quinze dias. A cada rodada os candidatos que atingem a pontuação mais alta - levando em consideração a pontuação de corte de cada sorteio - são convidados a aplicar para a tão sonhada residência permanente. É importante ressaltarmos, também, que a data em que o candidato criou o perfil é um critério eliminatório, isso quer dizer que: se dois candidatos atingem a mesma pontuação, aquele cujo perfil foi criado mais tarde, será eliminado.

O ranking do sistema é baseado em: idade, formação, experiência profissional, proficiência no idioma (inglês e/ou francês), trabalho dentro do NOC, de acordo com as classificações do governo canadense (saiba mais sobre as classificações e trabalho no Canadá aqui), informações do cônjuge, convite provincial, oferta de emprego e ter experiência de estudo no país. No caso do estudo, é importante lembrarmos que não é qualquer programa de estudo que soma pontos ao perfil no EE (confira aqui quais programas de estudo são aceitos para o EE). Quantos mais pontos o aplicante conseguir atingir, obviamente melhor será a colocação dele dentro do ranking e maiores são as chances de receber a Invitation to Apply (ITA). 

perfil-ee

O máximo de pontos que o candidato pode atingir é 1200 (há uma diferença na pontuação de uma pessoa solteira e uma pessoa casada, no quesito aplicante principal. Saiba mais aqui). De acordo com os últimos cortes, o ideal é estar entre 450 e 500 pontos, mas acima dos 400 já é uma ótima colocação com grandes chances de receber o Invitation to Apply (ITA). No último draw do programa (18/09/2019) a nota de corte foi 462 e foram emitidas 3.600 ITAs (nas redes sociais da Immi Canada, nós publicamos as notas de corte dos draws sempre que eles acontecem, acompanhe nosso Instagram e Facebook). 

Infelizmente, não é tão fácil atingir uma pontuação entre 400 e 500. Além disso, devido a todos os critérios, documentos e procedimentos é sempre bom ter o auxílio de um consultor de imigração regulamentado pelo governo canadense (a Immi Canada oferece essa consultoria e acompanhamento, para mais informações basta mandar um email para contact@immi-canada.com).

Como melhorar a pontuação? 

Quando o candidato aplica para o Express Entry, o perfil fica válido dentro do site da imigração por um ano. Durante todo este período, o aplicante participa das rodadas de sorteio do EE. Caso o candidato tenha o perfil ativo e insira alguma informação que vai adicionar mais pontos ao perfil, a pontuação é atualizada automaticamente. E o contrário também acontece. Ou seja, o candidato também pode perder pontos de forma automática, no sistema. Por exemplo: se o aplicante faz aniversário e entra na faixa etária em que a pontuação começa a cair, os pontos são descontados automaticamente. 

perfil

Para fazer a atualização do perfil, basta acessar a sua conta no site da imigração canadense (clique aqui para acessar) e fazer as alterações à medida que sua situação for mudando. Se você fizer uma nova prova de proficiência, ou se formar em outro curso, por exemplo, basta editar esses fatores no seu perfil. Existem algumas formas de melhorar a pontuação, que são: 

ingles

*Saiba mais sobre a proficiência nos idiomas oficiais aqui.

casais

Quer viver no Canadá? A Immi Canada está sempre disposta a te auxiliar da melhor maneira possível Agende sua consulta de imigração. Entre em contato conosco pelo site www.immi-canada.com/loja-virtual/ ou mande um email para contact@immi-canada.com.

Fontes: 

https://www.canada.ca/en/immigration-refugees-citizenship/corporate/publications-manuals/express-entry-system-technical-briefing.html

https://www.canada.ca/en/immigration-refugees-citizenship/services/immigrate-canada/express-entry/eligibility/federal-skilled-workers.html

https://www.canada.ca/en/immigration-refugees-citizenship/services/immigrate-canada/express-entry/eligibility/skilled-trades.html

https://www.canada.ca/en/immigration-refugees-citizenship/services/immigrate-canada/express-entry/eligibility/canadian-experience-class.html

https://www.canada.ca/en/immigration-refugees-citizenship/services/immigrate-canada/express-entry/submit-profile.html

http://www.gazette.gc.ca/rp-pr/p1/2016/2016-11-12/html/notice-avis-eng.html#na1

https://www.canada.ca/en/employment-social-development/services/foreign-workers/unamed.html

Maria Augusta Brandt

Você é um profissional autônomo e tem vontade de imigrar para o Canadá? Dentre os mais de 50 programas de imigração existentes no país, há um destinado exclusivamente para autônomos, é o Self-employed Persons Program. No entanto, não basta ser um profissional liberal, é preciso preencher alguns requisitos, entre os quais a profissão exercida: o programa é disponibilizado apenas para áreas de atuação específicas. 

Portanto, para ser elegível, de modo geral é necessário que você tenha experiência relevante e passível de comprovação em atividades culturais ou esportivas - e, é claro, tenha vontade de continuar atuando nessas áreas no Canadá. Além da experiência, o candidato precisará provar o tempo de atuação. Então, é preciso que o aplicante tenha, no mínimo, dois anos exercendo tais atividades no período de cinco anos anteriores à data de aplicação. Outra área que é aceita para aplicação no programa é o gerenciamento de fazendas. Se você tiver experiência neste ramo você pode se candidatar pelo Self-employed Persons Program. 

Para ser elegível, o candidato precisa atingir uma pontuação em um score específico para o programa. No entanto, diferente do Express Entry (principal programa federal de imigração), não há um ranking. Basta que o candidato atinja a marca de 35 pontos (o máximo de pontos possível é 100). 

A pontuação de cada candidato é determinada a partir de cinco critérios, que são:

Educação

O limite de pontos possíveis nesta categoria é de 25 pontos. A pontuação aumenta conforme o nível de ensino do aplicante. Se o candidato tiver doutorado ou Ph.D na profissão, pode atingir o score máximo. 

Experiência

Nesta categoria o máximo é de 35 pontos. Quanto mais experiência na área, melhor e mais pontos o candidato obtém. Para chegar aos 35 pontos o candidato precisa ter exercido atividade autônoma cultural ou esportiva durante todo os últimos cinco anos anteriores à data da sua aplicação. 

Idade

O limite é de 10 pontos para este critério. A pontuação cresce conforme a idade, chegando ao pico de idade entre 21 e 49 anos, para obter a pontuação máxima. Acima dos 49 anos, a pontuação começa a diminuir conforme os anos aumentam. 

Fluência em inglês e/ou francês

Se o trabalhador autônomo tiver proficiência em inglês e francês, ele atinge o limite de 24 pontos deste critério. O número varia de acordo com a nota no teste de fluência em inglês (IELTS e CELPIP) e em francês (TEF).

Adaptabilidade

Neste critério para o programa de profissionais autônomos, o limite é de seis pontos e depende da adaptabilidade e do nível de graduação do cônjuge. Outros fatores que também podem gerar pontuação são: se você ou seu cônjuge tem parentes vivendo legalmente no Canadá; e, também, se um dos dois já trabalhou ou estudou no país.

Outra questão importante é estar atento aos documentos necessários para comprovar as informações fornecidas ao departamento de imigração no momento da aplicação. Os profissionais autônomos deverão anexar provas de trabalho, tais como recibos, notas fiscais, alvarás ou até mesmo cartas de empresas ou de clientes para os quais prestou serviços.

Além disso, não esqueça: todos os documentos deverão ser traduzidos por tradutor juramentado. Por isso, quando for realizar a aplicação, é fundamental já estar com todos os documentos em mãos, organizados e prontos para envio. 

A Immi Canada pode te ajudar no processo de aplicação para o Self Employed. Entre em contato com nossa equipe de especialistas através do email contact@immi-canada.com.

Fonte: https://www.canada.ca/en/immigration-refugees-citizenship/services/immigrate-canada/self-employed.html.

Maria Augusta Brandt

Grupo 1
CONTATO
contact@immi-canada.com
VANCOUVER: +1 (604) 684-0530
TORONTO: +1 (647) 351-5800
Redes sociais
Caminho 139
cartmagnifier