Grupo 1
Grupo 1

Por que estudar no Canadá?

Um dos motivos do Canadá ser popularmente procurado para intercâmbio estudantil, é devido as suas leis de imigração, nas quais permitem esses estudantes internacionais de se tornarem elegíveis a um título de residência permanente (PR), caso os requisitos estabelecidos sejam cumpridos.

Em uma pesquisa publicada no final do ano de 2021, realizada em 55 países, apontou o Canadá como o país mais popular na opinião dos próprios estudantes internacionais. Na classificação, países como Estados Unidos, Reino Unido e Austrália aparecem em posições inferiores.

Um dos principais motivos apontados na pesquisa, para essa escolha, é a possibilidade de sucesso na busca de oportunidades de carreira dentro da área de formação. A pesquisa, realizada em um contexto pós-pandemia, revelou que mais de 80% dos estudantes entrevistados, tinham a preferência de estudar dentro do país, para experiência o intercâmbio cultural também.

Ainda segundo a pesquisa, realizada pelo ‘idp connect’, pelo menos 60% dos estudantes, no país, planejam obter a residência permanente e posteriormente o título de cidadão canadense.

Qual o caminho do Estudante a Residência Permanente?

Quando o estudante internacional atinge todos os critérios de elegibilidade e desembarca no país para cursar a graduação escolhida, de acordo com o perfil e planejamento, ele automaticamente já está no caminho para se tornar elegível a uma possível residência permanente, se for de sua vontade.

Porém, antes disso, ao obter uma permissão de estudo, também pode ser concedida uma permissão de trabalho, no qual o aluno tem autorização para trabalhar part-time, ou seja, 20 horas semanais durante o período de estudo e com a exceção de trabalho full-time durante os scheduled breaks (férias). 

Detalhamos todo os estágios que um estudante internacional deve cumprir para se tornar elegível a um programa de imigração do Canadá. Leia o artigo aqui!

O que é o PGWP?

O Post-graduation Work Permit (PGWP) é uma permissão de trabalho que o aluno tem direito de solicitar ao final de um curso pós-secundário, full-time, com duração mínima de oito meses em uma instituição elegível ao processo. A validade do PGWP será de acordo com o curso realizado, ou de até 3 anos para um curso de dois anos ou mais, dependendo do oficial que analisar o pedido.

A aplicação para o PGWP precisa, necessariamente, ser realizada em até 180 dias após o recebimento do documento oficial de conclusão do curso, que pode ser: o diploma, o transcript, ou a graduation letter emitida pela instituição.

É preciso parar de trabalhar?

Enquanto considerado aluno, ou seja, até o recebimento oficial do comunicado de conclusão do programa, a pessoa tem o direito de trabalhar até 20h semanais. Mesmo que o programa de estudo possua o componente de trabalho, o conhecido co-op, após o cumprimento do número de horas do estágio mandatório, até o recebimento oficial do documento, apenas é permitido trabalhar part-time.

Ao receber qualquer comunicado oficial, seja a Carta Oficial de Graduação, o Transcript Oficial ou até mesmo um comunicado por e-mail informando o fato, o aluno precisará parar de trabalhar. Qualquer trabalho depois desse fato é considerado indevido e poderá prejudicar o plano futuro.

Quando é possível começar a trabalhar Full-Time?

Recebendo o comunicado oficial, o então aluno deverá fazer a solicitação do PGWP dentro do prazo já mencionado aqui. A partir do dia da submissão do pedido, ele estará apto a trabalhar Full-time e esse período, também, começará a contar para a experiência canadense.

Ponto importante: Somente será possível começar a trabalhar a partir da data de submissão, desde que o aplicante tenha apresentado no momento da aplicação uma permissão de estudo válida. Caso esteja em maintained status ou restauração, somente estará apto a trabalhar a partir do recebimento do PGWP.

Como fica a situação do Cônjuge?

Para que o cônjuge tenha a oportunidade de estender a sua atual permissão de trabalho, no momento da aplicação, o aplicante do PGWP deverá apresentar uma oferta de trabalho/contrato em uma posição dentro de um dos NOCs 0, A ou B, além da apresentação de três recentes paychecks (que podem ser de uma experiência anterior e part-time).

Caso, no momento da aplicação, o aplicante ao PGWP não tenha a oferta e o cônjuge pretenda permanecer no país, a extensão como visitante será a opção. Posteriormente, cumprindo com os requisitos ele poderá solicitar novamente a permissão de trabalho.

Pontos de Atenção: Importante estar atento aos chamados "Remarks" que podem conter na permissão de trabalho do cônjuge, normalmente localizados na parte inferior do documento.

Por exemplo: No Open Work Permit do cônjuge constar uma observação indicando que o mesmo somente poderá trabalhar enquanto o aplicante principal for um aluno full-time, o mesmo terá que parar de trabalhar (mesmo que o permit ainda esteja válido) a partir do momento em que o ‘estudante formado’ receba o documento Oficial de Conclusão do programa. Para poder retornar ao trabalho, será necessário realizar a extensão deste Open Work Permit com base no PGWP do aplicante principal.

Atenção!

Durante diversas consultas de imigração realizadas nos últimos meses, aqui na Immi Canada, percebemos que muitos alunos estão sendo informados pelos colleges que eles podem trabalhar de forma full-time após o término do curso. Essa informação não é verdadeira.

Segue baixo o print do site oficial da imigração com a informação correta sobre o assunto:

pgwp fulltime

https://www.canada.ca/en/immigration-refugees-citizenship/corporate/publications-manuals/operational-bulletins-manuals/temporary-residents/study-permits/campus-work.html

Aplique para o seu PGWP com a Immi Canada!

Precisa de auxílio com sua aplicação de PGWP? Ou quem sabe nossa assessoria para a extensão da permissão de trabalho do cônjuge? 

A Immi Canada pode te assessorar com todas as suas questões a respeito dessa aplicação tão importante. Entre em contato com a nossa equipe de atendimento pelo e-mail contact@immi-canada.com

Recentemente, a imigração canadense publicou um update através de um comunicado oficial no site oficial do IRCC (Immigration, Refugees and Citizenship Canada) anunciando um novo sistema de imigração mais forte. 

A verdade é que a pandemia da Covid-19, entre os anos de 2020 e 2021, acabou afetando significativamente todo o sistema de imigração. Milhares de processos foram afetados, tendo em vista que foi instalado um lockdown mundial, onde os oficiais de imigração também tiveram que permanecer em casa.

Esse atraso significativo nos processamentos, é conhecido como ‘backlog’. No mês de março publicamos aqui em nosso blog, uma matéria da qual falamos que a imigração estava com 1.8 milhões de processos em atraso.

Nesse novo comunicado publicado no final do mês de agosto, a imigração assume que no momento, 54% dos processos estão esperando análise. objetivo é processar 80% de todos os novos pedidos dentro desses padrões, contabilizando os atrasos esperados em casos complexos.

Para isso, a imigração está adotando medidas para fortalecer e acelerar o processo imigratório no Canadá. Confira abaixo o gráfico apresentado pela imigração para conquistar essas medidas e também os dados oficiais da imigração no primeiro semestre de 2022:

Vamos analisar cada uma das informações acima:

- Contratação de novos oficiais

Para auxiliar nos processos que estão aguardando análise, a imigração contratou cerca de 1.250 novos oficiais de imigração. O objetivo é liquidar o backlog em um curto espaço de tempo curto.

- Cidadãos canadenses

O gráfico mostra o comparativo no número de residentes que se tornaram cidadãos canadenses, entre os anos de 2021 e 202. Em 2021, entre os meses de abril e julho, foram 35 mil novos cidadãos. Já em 2022, entre o mesmo período de abril a julho, foram mais de 116 mil pessoas com a cidadania canadense.

- Permissão de trabalho emitida

Em relação às emissões das permissões de trabalho no comparativo de 2021 para 2022, também houve um acréscimo significativo. Entre janeiro e julho de 2021, foram emitidas 112 mil permissões de trabalho. Em 2022, no mesmo período de janeiro a julho, foram 349 mil permissões de trabalho emitidas pela imigração.

- Permissão de estudo finalizadas

O gráfico acima aponta os dados comparativos entre os anos de 2021 e 2022 no quesito permissões de estudo finalizadas pela imigração canadense. Em 2021, foram 306 mil permissões finalizadas entre janeiro e julho. Já em 2022, no mesmo período de janeiro a julho, o número de permissões emitidas foi de 360 mil. Um aumento discreto no comparativo.

- Novos residentes permanentes no Canadá

O gráfico acima apresenta os números oficiais da imigração, no qual no ano de 2021 foram 405 mil novos residentes permanentes no Canadá. Em 2022, com dados coletados no dia 22 de agosto, a imigração já aprovou mais de 300 mil pedidos de residência permanente no Canadá. Sendo esse número maior que o total de 2021. A meta para 2022 é de no mínimo 431 mil novos residentes permanentes. O conhecido PR.

Dados adicionais da imigração em relação ao backlog

O Governo do Canadá investiu 85 milhões de dólares no órgão de imigração para que novas medidas fossem tomadas para reverter a situação do backlog. Dentro das medidas adotadas estão: contratação de nova equipe de processamento, e investimento tecnológico para o processamento e para o portal online.

O IRCC está gerenciando mais de 1 milhão de aplicações em espera. Em 2021, foram finalizadas 1,7 milhão de aplicações.

Em 22 de abril de 2022, o Ministro da Imigração anunciou medidas para lidar com a escassez de mão de obra no Canadá, incluindo:

- A retomada dos sorteios do Express Entry em julho de 2022;

- Nova política temporária que dará aos recém-formados internacionais com status temporário expirando a oportunidade de permanecer no Canadá por mais tempo;

- Extensão da política pública temporária que permite que estrangeiros no Canadá como visitantes solicitem uma autorização de trabalho específica do empregador sem precisar deixar o Canadá até o final de fevereiro de 2023;

- Mudanças na política beneficiando aqueles que solicitaram residência permanente por meio da via de residente temporário para residente permanente (TR to PR) em 2021.

Você tem interesse em imigrar para o Canadá? Entre em contato com nossa equipe pelo e-mail: contact@immi-canada.com

O nosso atendimento inicial é totalmente gratuito.

O ano de 2021, ainda afetado pela pandemia, foi um ano mais positivo para a imigração canadense comparado ao ano de 2020, onde houve o fechamento das fronteiras e a chegada de novos residentes foi impossibilitada.

Com dados revelados pela própria imigração (IRCC) os brasileiros se destacaram na lista dos países que mais receberam permissões para o Canadá. Tanto aqueles que conseguiram uma permissão temporária de trabalho, como o visto de trabalho, como aqueles brasileiros que se tornaram residentes permanentes do país.

No total, em 2021, a imigração canadense recebeu mais de 401 mil novos residentes permanentes. Em Fevereiro foi revelado o Plano de Imigração para os próximos três anos. 

Os números revelam a quantidade de novos residentes permanentes que o país almeja receber nos anos de 2022, 2023 e 2024. Para os próximos três anos, o governo deseja receber 1.329.520 novos imigrantes dentro dos programas de imigração nas categorias: econômica, família, refugiados e humanitários.

Os números anuais divulgados são:

- 2022: 431.645

- 2023: 447.055

- 2024: 451 mil

Relatório com os 10 países que mais exportaram cidadãos em 2021

Confira abaixo a lista com os dez países que mais  exportaram seus cidadãos para se tornarem residentes permanentes no Canadá:

1º - India: 96,660

2º - China: 24,995

3º - Philippines: 13,310

4º - Nigéria: 12,500

5º - France: 10,510

6º - United States: 9,525

7º - Brazil: 9,270

8º - Iran: 8,930

9º - Pakistan: 6,625

10º - South Korea: 6,590

Como podemos perceber, foram 9.270 aplicantes como nacionalidade brasileira, que se tornaram residentes permanentes no Canadá. Isso representa 2.9% do total. Em 2020, mesmo com a pandemia, o Brasil configurava a nona posição, sendo que apenas 3.695 brasileiros se tornaram residentes. Os dados atuais apontam que em 2022, já somam 4.110 novos residentes brasileiros.

Brasileiros com permissão de trabalho no Canadá

Os Programas de Mobilidade Internacional incluem todos os pedidos de permissão de trabalho no Canadá que não exigem uma LMIA (Labour Market Impact Assessment) sendo esse um documento que os empregadores canadenses devem apresentar antes de poder contratar alguns trabalhadores estrangeiros que comprovem que o trabalhador terá um impacto neutro ou positivo na economia . 

Nessa categoria, o Brasil aparece na oitava posição nas listas dos dez mais na categoria Permissão de Trabalho em 2021.

Imigrar através do estudo

Um dos caminhos mais procurados para imigração canadense, é através da obtenção de uma permissão de estudo, onde o aplicante pode chegar ao país para cursar uma graduação de ensino superior, pós-graduação, doutorado ou mestrado.

E a escolha do Canadá não é por acaso, pois o país é um dos únicos do mundo que oferece a possibilidade de obtenção de uma residência permanente, sendo esse o motivo do país ter recebido o título de de país mais popular entre os estudantes estrangeiros.

Quando o estudante internacional atinge todos os critérios de elegibilidade e desembarca no país para cursar a graduação escolhida, de acordo com o perfil e planejamento, ele automaticamente já está no caminho para se tornar elegível a uma possível residência permanente, se for de sua vontade.

Quero imigrar para o Canadá, e agora?

Os imigrantes têm papel fundamental no fortalecimento da economia e na geração de emprego no Canadá.

Segundo dados oficiais do site de estatística do país, em 2021, 21,5% da população do país é formada por imigrantes do mundo inteiro.

Se deseja saber mais sobre o passo-a-passo para imigrar para o Canadá, clique aqui!

Para conversar com a nossa equipe, entre em contato pelo e-mail: contact@immi-canada.com

A província de Ontario divulgou esta semana os resultados das nomeações enviadas em 2021 pelo Programa Provincial de Ontario (OINP).

Segundo os resultados apurados no sistema OINP de 2021, a demanda pelo OINP continua forte, apesar do impacto da pandemia de COVID-19.

Em 2021, foram emitidas 8.350 nomeações. Adicionalmente, 250 nomeações foram enviadas para aqueles que eram classificados com o NOC C para trabalhadores menos qualificados. O OINP cumpriu a sua quota total de nomeações em 2021.

A província também enviou 400 vagas adicionais que foram preenchidas antes do final do ano. Com isso, o OINP conseguiu nomear 9.000 indivíduos em 2021.

As indicações de 2021 foram emitidas sob os seguintes streams, veja a tabela abaixo:

As 20 principais ocupações indicadas pela OINP em 2021. Confira o NOC abaixo:

NOC 2173 Software engineers and designers

NOC 124 Advertising,marketing and public relations managers

NOC 1111 Financial auditors and accountants

NOC 2174 Computer programmers and interactive media developers

NOC 6311 Food service supervisors

NOC 7511 Transport truck drivers

NOC 2172 Database analysts and data administrators

NOC 1122 Professionaloccupations in business management consulting

NOC 601 Corporate sales managers

NOC 213 Computer and information systems managers

NOC 1121 Human resources professionals

NOC 122 Banking, credit and other investment managers

NOC 2175 Web designers and developers

NOC 1112 Financial and investment analysts

NOC 1241 Administrative Assistants

NOC 2147 Computer engineers(except software engineers and designers)

NOC 1215 Supervisors, supply chain, tracking and scheduling co-ordination occupations

NOC 6322 Cooks

NOC Other administrative services managers

NOC 4163 Business development officers, marketing researchers, consultants

Em 2021, o OINP teve um alto número de nomeações em ocupações relacionadas à tecnologia. Aproximadamente 25% de todas as indicações foram para indivíduos que citaram experiência de trabalho ou uma oferta de emprego em uma ocupação de alta tecnologia (TI), incluindo:

- Engenheiros e designers de software;

- Programadores de computador;

- Desenvolvedores de mídia interativa;

- Analistas de sistemas de TI;
- Consultores de tecnologia.

O OINP continua atendendo às necessidades do mercado de trabalho para as profissões qualificadas. Em 2021, cerca de 15% dos nomeados pela província tinham experiência de trabalho em um comércio especializado, com mais de 800 nomeações feitas pelo programa Employer Job Offer: Foreign Worker and Employer Job Offer: In-Demand Skills streams. As profissões mais qualificadas dos indicados foram: caminhoneiros de transporte, cozinheiros, maquinistas e inspetores de usina, carpinteiros e pedreiros.

O OINP também nomeou profissionais de saúde para lidar com a escassez de mão de obra nos cuidados de saúde. O programa nomeou mais de 100 profissionais de saúde em 2021, incluindo aproximadamente 50 profissionais de apoio pessoal.

Em 2019, o OINP se comprometeu a realizar um piloto de dois anos (2020–2021) para apoiar os empregadores em três comunidades piloto, fora da área da Grande Toronto, para alavancar o OINP para direcionar mão de obra qualificada que não está disponível localmente. Desde o seu lançamento durante a pandemia em 2020, o piloto obteve grande sucesso com mais de 226 indicações. No início de 2022, a OINP processará as inscrições restantes e deverá atingir a meta de 300 indicações para o piloto de dois anos.

O programa também superou sua meta de 5% para a imigração francófona, emitindo 5,3% ou 480 indicações para indivíduos com alto nível de proficiência na língua francesa. A maioria dos candidatos francófonos recebeu indicações no programa French-Speaking Skilled Worker stream e no Human Capital Priorities stream.

Brasil, na 5ª posição de país que mais recebeu nomeações em 2021

Os indicados da OINP em 2021 vieram de mais de 130 países diferentes, com o maior número de indicações feitas para candidatos da Índia e da China.

O Brasil ficou na 5ª posição de país que mais recebeu nomeações em 2021 com 210 nomeações pela província.

Confira a tabela abaixo com os 10 países:

Em 2021, o OINP nomeou indivíduos com ofertas de emprego de mais de 2.200 empregadores em todos os setores de Ontário. Pelo menos 39% dos indicados já tinham uma oferta de emprego em Ontário antes da indicação.

Embora o objetivo do programa seja atender às necessidades dos empregadores e estar disponível durante todo o ano, o OINP continua experimentando uma demanda substancial por seus fluxos em 2021, superando em muito sua alocação anual de indicações.

Se você deseja imigrar para o Canadá através da província de Ontario e do programa OINP, entre em contato com a nossa equipe para verificar sua elegibilidade. E caso venha a receber uma ITA (Invitation to Apply) nós também podemos te auxiliar.

Nosso atendimento inicial é totalmente gratuito. contact@immi-canada.com

A Imigração canadense atualizou sua tabela de valores que devem ser comprovados para imigrar para o Canadá através do Express Entry.

Essa nova tabela já está em vigor desde 27 de Junho de 2022.

Se você tem um perfil cadastrado no Express Entry, é importante revisar o seu perfil para garantir que com essa atualização você continue sendo elegível para os sorteios.

Ao atualizar essa informação, não haverá mudanças na data e hora em que o perfil foi cadastrado. Essa informação é importante pois ao realizar um sorteio, caso haja empate entre os candidatos, será chamado aquele que cadastrou o perfil completo primeiro.

A comprovação financeira é a forma como o aplicante irá demonstrar para a imigração canadense que possui renda suficiente para se estabelecer no Canadá. Essa comprovação é feita após o candidato receber um convite para aplicação (ITA) através do Express Entry. Será necessário apresentar documentos que comprovem a existência dessa renda.

Comprovação individual e família

Todos os que aplicam à uma categoria de imigração econômica no país, que esteja dentro do EE, devem comprovar os fundos necessários para que o aplicante principal e sua família possuam recursos suficientes para se sustentar financeiramente ao desembarcar no Canadá como residentes permanentes. 

Este valor é calculado pelo governo como uma base para o primeiro ano, que é um período de adaptação para que os novos moradores se estabeleçam, familiarizem-se com o clima e cultura, encontrem trabalho, etc.

A quantia de dinheiro necessária para sustentar a sua família - se for o caso - depende da quantidade de membros na família que acompanharão nesse processo. Para calcular o tamanho de sua família, você deve incluir:

- você mesmo;

- seu cônjuge ou parceiro;

- seus filhos dependentes e

- filhos dependentes do seu cônjuge

É importante que seja incluído o cônjuge ou filhos dependentes, mesmo que sejam residentes permanentes ou cidadãos canadenses. E mesmo se eles não forem para o Canadá com você.

Nova tabela de comprovação 2022

Com a nova atualização, quem chegar sozinho ao país, por exemplo, terá de provar ter uma quantia equivalente a CAD$13,310. Se vier acompanhado pelo cônjuge o valor que deve ser apresentado é o de $16,570.

Para conferir os valores completos, confira a tabela abaixo:

Quem deve comprovar os fundos?

Dentro do Express Entry, as categorias Federal Skilled Worker Program e Federal Skilled Trades Program são obrigatórias para apresentar essa comprovação de renda.

Não é necessário comprovar renda se o aplicante estiver elegível para a categoria Canadian Experience Class. Caso o aplicante também tenha uma oferta de emprego válida, mesmo se estiver elegível pelo Federal Skilled Worker Program ou pelo Federal Skilled Trades Program. Nesse caso é necessário que a aplicação tenha o suporte de um LMIA.

Com essa nova atualização, a imigração canadense sugere que todos os aplicantes mantenham as informações financeiras atualizadas em seu perfil. Pois o sistema do Express Entry pode identificar que você está qualificado para mais de um programa. 

Como comprovar renda?

Para comprovar renda à imigração canadense, é importante ressaltar que, para a aplicação para processos de imigração, não é permitido um sponsor, como é aceitável nos vistos para residência temporária, que é o caso de turismo e estudo. Nenhum programa permite que, para provar os valores mínimos para o departamento de imigração canadense, sejam adicionados patrocinadores ao processo. A prova deve vir exclusivamente do aplicante, juntamente com o cônjuge, se for o caso.

Segundo o IRCC, os valores devem estar prontamente disponíveis, ou seja, não são aceitos bens imóveis, empresas ou automóveis como parte da renda necessária. O departamento pede extratos bancários (caso algum valor alto, fora da movimentação comum, tenha entrado na conta nos últimos meses, deve-se justificar ao governo, para que não haja suspeita de pedido de empréstimo ou fraude)  comprovante de investimentos, etc.

Para a imigração, o IRCC exige cartas das instituições financeiras onde o candidato possui valores aplicados ou conta bancária. Este documento é feito pelo gerente do seu banco e deve:

- Ser impresso em papel timbrado da instituição financeira;

- Incluir as informações de contato do aplicante (nome completo, endereço, número de telefone e endereço de email);

- Listar as dívidas pendentes, caso haja faturas de cartão de crédito em aberto com compras parceladas ou empréstimos;

- Incluir, para cada conta e banco: número da conta, data em que a mesma foi aberta, o saldo atual de cada conta, o saldo médio dos últimos seis meses.

Todas as informações foram tiradas do site oficial da imigração canadense:

https://www.canada.ca/en/immigration-refugees-citizenship/services/immigrate-canada/express-entry/documents/proof-funds.html

Se você precisa de auxílio com essa parte do seu processo, ou qualquer outra etapa do seu processo, entre em contato com a nossa equipe pelo e-mail: contact@immi-canada.com

O nosso atendimento inicial é totalmente gratuito.

Um dos caminhos mais procurados para imigração canadense, é através da obtenção de uma permissão de estudo, onde o aplicante pode chegar ao país para cursar uma graduação de ensino superior, pós-graduação, doutorado ou mestrado.

E a escolha do Canadá não é por acaso, pois o país é um dos únicos do mundo que oferece a possibilidade de obtenção de uma residência permanente, sendo esse o motivo do país ter recebido o título de de país mais popular entre os estudantes estrangeiros.

Quando o estudante internacional atinge todos os critérios de elegibilidade e desembarca no país para cursar a graduação escolhida, de acordo com o perfil e planejamento, ele automaticamente já está no caminho para se tornar elegível a uma possível residência permanente, se for de sua vontade.

Porém, antes disso, ao obter uma permissão de estudo, também pode ser concedida uma permissão de trabalho, no qual o aluno tem autorização para trabalhar part-time, ou seja, 20 horas semanais durante o período de estudo e com a exceção de trabalho full-time durante os scheduled breaks (férias). 

Visto de Estudante

Para qualquer curso de até 180 dias, não é necessário a solicitação de visto de estudos. O interessado pode ir com eTA ou visto de turismo (veja no site oficial do governo clicando aqui mais detalhes a respeito) e durante este período o estudante e nem seu acompanhante podem trabalhar. Já para quem quer fazer qualquer curso de mais de seis meses, o visto e a permissão de estudos são necessários. Para solicitar, primeiramente o aluno deve ter uma carta de aceitação da instituição de ensino escolhida.

As instituições possuem exigências diferentes, portanto esta é uma questão que deve ser vista com a university ou college (clique aqui para ver a diferença entre os tipos de escolas). Com a Letter of Acceptance (LOA) em mãos, está na hora de aplicar para o visto. O processo pode ser feito no site do governo e possui algumas particularidades e documentos que devem ser apresentados. Todo este processo pode ser conferido nos links postados acima.

Para se matricular em um college ou university, o aluno internacional deve escolher entre uma das instituições de ensino entre as Designated Learning Institutions.

Veja também: Canadá recebe título de melhor lugar para estudantes internacionais 

Você também pode gostar de ler: Impacto dos estudantes internacionais no mercado de trabalho no Canadá

PGWP (post-graduation work permit)

O Post-graduation Work Permit nada mais é do que uma permissão de trabalho que o aluno tem direito de pedir ao final de um curso pós- secundário, full-time, com duração mínima de oito meses em uma instituição elegível ao processo. Este direito é uma oportunidade de ficar mais um período em terras canadenses, desde que sejam cumpridas todas as regras vigentes, sendo algumas relativas à instituição de ensino e outras ao aluno. O cônjuge do estudante também pode ter direito a este benefício, porém, para isso, existem algumas restrições que vamos explicar ao longo do artigo.

Um estudante internacional, depois de formado em uma instituição de ensino pós-secundária e que estão na lista de Designated Learning Institutions (DLI) do governo federal (clique aqui para saber quais são elas), tem direito de aplicar ao PGWP, desde que aluno e instituição cumpram as normas estabelecidas na legislação vigente. Lembrando que, caso o estudante opte por cursar um degree em uma universidade privada, ele também terá direito a permissão de trabalho após a conclusão. 

O PGWP é um visto de trabalho aberto, dando a permissão ao portador de trabalhar por um período de oito meses a três anos, variando conforme o tempo do curso. Porém, ele deve ser full-time, com duração mínima de oito meses, em uma instituição de ensino pública (ou um programa de degree caso o curso seja realizado nas particulares). Portanto, após a conclusão dos estudos, esta é uma excelente oportunidade para buscar colocação na área, pois é permitido trabalhar em período integral, visto que durante os estudos o concedido é de, no máximo, 20 horas semanais, ou seja, part-time no período das aulas e full-time (a partir de 30 horas semanais) apenas durante os breaks oficiais previstos no programa de estudo.

Isto vai depender do período de duração do seu curso. Segundo o site do Immigration, Refugees and Citizenship Canada (IRCC), que estabelece este tipo de norma. Para estudantes de línguas, independentemente do período, não é permitido o trabalho part-time durante o curso e o aluno não é elegível ao PGWP após o término, não importando o tempo de duração do programa. Também não é apto a aplicar quem fez um curso de menos de oito meses de duração, mesmo que seja uma pós-graduação em uma DLI.

Os que fizerem um programa de oito meses ou um ano receberão um PGWP equivalente ao período de estudos. O IRCC dá o exemplo de que, se seu curso foi de oito meses, o visto de trabalho após o término deve ser emitido com a validade de oito meses. Já para aqueles que escolhem um programa de dois anos ou mais, o PGWP será de até três anos de duração. O departamento de imigração do território ainda ressalta que o tempo máximo para o visto de trabalho aberto é de três anos, mesmo que o aluno tenha cursado mais anos de estudo no país. 

Mas aqui cabe um detalhe: leve em consideração que este período não é 100% fechado. A partir da análise dos seus documentos, o oficial de imigração pode dar mais ou menos tempo, desde que não excedam os três anos máximos, baseado em análises pessoais e justificativas encontradas no processo.

Aqui vai uma informação importante: a aplicação para o PGWP precisa, necessariamente, ser realizada em até 180 dias após o recebimento do documento oficial de conclusão do curso (que pode ser o diploma, o transcript ou a graduation letter emitida pela instituição). Cada pessoa pode solicitar o PGWP somente uma vez na vida. Por isso é importante pensar bem após o término do curso. 

PR - Residente Permanente

Após a conclusão do curso e da obtenção do PGWP, chegou o momento de dar o próximo passo, a busca pela residência permanente no Canadá.

Nesse momento, é analisado o perfil do candidato para verificar por qual programa melhor se enquadra. Ao finalizar o curso, com o PGWP o aplicante adquire experiência de trabalho e dessa forma vai se qualificando para os programas de imigração.

Uma opção pode ser o Canadian Experience Class. Esse programa é administrado pela plataforma do Express Entry, sendo o sistema mais rápido para conseguir a residência permanente no Canadá. A elegibilidade para esse programa começa com 1 ano de experiência de trabalho qualificada no Canadá - nos últimos 3 anos -, proficiência de língua, idade, e nível de educação.

Para saber tudo sobre o CEC, leia aqui! 

O aplicante também pode se tornar elegível para outra categoria do Express Entry, o Federal Skilled Worker Program. Nesse programa, a experiência de trabalho adquirida fora do Canadá é levada em consideração, além de outros critérios da imigração

Outra porta de entrada pode ser pelos programas provinciais. O estudante internacional pode se tornar elegível ao PR pelo programa provincial na província que ele se formou.

Também é possível ser selecionado aleatoriamente. Ao cadastrar o perfil no pool do Express Entry, o candidato pode selecionar as províncias das quais ele tem interesse de se estabelecer, e por elas receber um convite para aplicação. 

Análise de Perfil do Express Entry

Caso o aplicante decida dar entrada em seu processo de residência permanente, é importante que seu perfil seja cadastrado de forma correta na plataforma do Express Entry.

Pensando neste cenário onde você escolha em aplicar por conta própria o seu processo, nós desenvolvemos um novo serviço onde você poderá fazer tudo do seu jeito, mas contando com a revisão da Immi Canada.

O serviço de ‘Revisão de Perfil do Express Entry’ é uma revisão geral no perfil que você cadastrou na plataforma do Express Entry.

Ao contratar o serviço, você terá uma consultoria online de até 40 minutos com nossos especialistas para a verificação do seu perfil e de todos os documentos cadastrados que são obrigatórios para a aplicação.

Também está incluso a tão importante análise de NOC correto do aplicante principal.  O aplicante deverá enviar previamente a comprovação da experiência de trabalho, através da carta do empregador, e nossa assessoria irá analisar e indicar o NOC compatível com a experiência apresentada no perfil do Express Entry.

Entre em contato agora mesmo com a nossa equipe. Estamos prontos para te atender, e revisar sua aplicação; contact@immi-canada.com

Cidadania canadense

Para tornar-se um cidadão canadense é preciso cumprir com algumas exigências do Immigration, Refugees and Citizenship Canada (IRCC), que são:

- Ter o PR - o primeiro passo para conseguir ser cidadão canadense é ser um residente permanente no país, ou seja, ter o cartão de Permanent Resident. Além disso, é importante ressaltar: você não pode ter nenhuma pendência como residente permanente. Ou seja, você não pode: estar sob revisão por motivos de imigração ou fraude; ter ordem para deportação; ter condições não cumpridas relacionadas ao seu status de PR (como, por exemplo, não ter participado da triagem médica, etc.);

- Estar presente no Canadá por três anos em um período de cinco - após conseguir o cartão de Permanent Resident (PR), é necessário que o residente comprove uma permanência de três anos (1095 dias), em cada cinco, no Canadá. Além disso, o período gasto no Canadá antes de obter o status de residente permanente também pode entrar nessa conta. Dessa forma, se o candidato à cidadania passou meses ou anos com visto de estudo, permissão de trabalho ou como refugiado, esse tempo pode somar ao tempo final. No entanto, existe um limite de 365 dias na categoria e as horas não são contabilizadas em tempo integral. Ou seja: a cada dois dias reais com status legal de residente temporário no país, será contado um dia para a elegibilidade da cidadania. A grosso modo, se você ficou dois anos como residente temporário, será contado um ano para a cidadania. Se você ficou um ano, serão contados seis meses.

Aqui, é importante ressaltar: o IRCC indica que os candidatos à cidadania façam a aplicação com mais de 1095 dias de presença física no país, pois, caso haja qualquer problema em relação ao cálculo, o candidato tem dias extras para compensar;

Outros critérios são levados em consideração como: imposto de renda, proficiência em inglês ou francês e conhecimentos gerais sobre o país.

Saiba que casar com um cidadão canadense não dá direito automático à cidadania. O departamento de imigração canadense alerta que pessoas casadas com cidadãos canadenses deverão seguir todos os passos determinados pelo órgão, sem qualquer tipo de tratamento especial. 

Quero ser residente no Canadá

Portanto, se você deseja se tornar um estudante internacional e posteriormente conquistar a residência permanente, nós podemos te auxiliar durante todo o processo.

Entre em contato com  nossa equipe. Aqui na Immi Canada, o atendimento inicial com nossa equipe é totalmente gratuito.

Nosso e-mail: contact@immi-canada.com

Ou pelas nossas redes sociais: @immicanada 

Os imigrantes têm papel fundamental no fortalecimento da economia e na geração de emprego no Canadá.

Segundo dados oficiais do site de estatística do país, em 2021, 21,5% da população do país é formada por imigrantes do mundo inteiro.

E o objetivo do país é receber em média 400 mil novos residentes no país por ano.

Atualmente, o sistema de imigração do Canadá consiste em mais de 80 programas imigratórios, dentre eles o Express Entry que é a principal ferramenta utilizada pelo Governo do Canadá para selecionar e convidar candidatos qualificados.

Também existem os programas de imigração feitos em cada uma das províncias do país.

Nesse post vamos falar, de maneira resumida, como funciona o sistema de imigração para o Canadá.

Tipos de Visto

Para desembarcar no Canadá, por meio terrestre ou aéreo, é necessário um visto de visitante. Caso a pessoa tenha um visto americano válido ou já tenha tido um visto canadense nos últimos dez anos, é possível solicitar uma autorização eletrônica de viagem, conhecida como Atip.

Para saber mais sobre os documentos oficiais para entrar no Canadá, acesse aqui!

Caso a pessoa deseje realizar um curso no qual a duração seja maior do que 6 meses, será necessário aplicar para uma permissão de estudo, o conhecido visto de estudante

Veja aqui como obter uma permissão de estudo no Canadá

Se o objetivo for trabalhar, também será necessário aplicar para uma permissão de trabalho. Podendo ser uma permissão fechada, caso o trabalho esteja vinculado a uma oferta de emprego, ou a permissão aberta, que permite a realização de qualquer cargo no país.

Para cada tipo de visto e permissão, terá uma regra de elegibilidade específica. O perfil do aplicante também é analisado. A decisão final é feita pelo agente de imigração que estiver encarregado de analisar o processo.

Saiba Mais: Visto de trabalho para quem está como visitante no Canadá

1º Passo! Inicie sua pesquisa

O primeiro passo para imigrar para o Canadá é a pesquisa! É fundamental entender como funciona o sistema de imigração do Canadá.

Não só os programas imigratórios, assim como pesquisar sobre o país, a cultura, o estilo de vida, as províncias, o mercado de trabalho e etc...

Para se manter completamente atualizado sobre o Canadá, em particular a imigração, você pode seguir o perfil da Immi Canada no Instagram. Temos atualizações diárias por lá!

www.instagram.com/immicanada

Para saber como imigrar pelas províncias do Atlântico, clique aqui!

2º passo - A consulta

Após estar um pouco mais informado sobre o país e a imigração, chegou a hora de você buscar assessoria de profissionais regulamentados pelo Governo do Canadá e membros do RCIC (Regulated Canadian Immigration Consultants.

O Consultor de Imigração é especialista no assunto, está sempre passando por cursos de reciclagem, importantes para mantê-lo sempre informado sobre as mudanças nas leis e programas. Ele poderá ser o seu representante perante à imigração, entrando em contato, solicitando notificações, informações, além de auxiliar em todo o processo, seja ele de Visto ou Imigratório.

Aqui na Immi Canada nossa consultora Celina Hui é regulamentada  pelo RCIC sob o registro R507191.

Durante a consulta, você terá seu perfil analisado para saber em qual programa imigratório do Canadá melhor se encaixa. Atualmente, o Canadá possui mais de 80 programas de imigração. Por isso, essa análise inicial é importante para começar a traçar um planejamento de sucesso.

O tempo da consulta é de 20 minutos. Durante esse tempo, você terá seu perfil analisado e juntos irão traçar uma estratégia para a sua aplicação de acordo com o seu perfil. Ao contratar o serviço de consulta, nossa equipe entrará em contato previamente enviando um questionário completo que deve ser preenchido pelo cliente, dessa forma, ao iniciar a consulta com nossa consultora, ela já terá estudado as principais informações sobre o seu perfil, podendo focar diretamente em estruturar um planejamento em conjunto com o cliente.

Portanto, a consulta é um passo fundamental para aqueles que desejam conquistar um visto ou permissão para o Canadá. Para agendar uma consulta com nossa consultora, entre em contato com nossa equipe pelo e-mail: contact@immi-canada.com

Ou acesse o nosso site e faça o agendamento online: ww.immi-canada.com/consulta-online

Idade para imigrar

Alguns programas imigratórios do Canadá levam em consideração a idade do aplicante. Por exemplo, o Express Entry tem em seu Comprehensive Ranking System (CRS) critérios para pontuação no quesito: entre 20 e 29 anos o aplicante tem a pontuação máxima atribuída ao fator age (idade), que é de 100 pontos. Já com 30 anos, a pontuação cai gradativamente até zerar, na idade de 45 anos.

Confira abaixo a tabela oficial:

Veja como Funciona as 3 categorias do Express Entry

Mas o que fazer caso o candidato interessado em imigrar e tenha mais de 40 anos?

Há formas do candidato melhorar o seu perfil e fortalecer alguns requisitos que possam balancear os pontos perdidos pela idade. A proficiência nas línguas nativas do país pode ser um desses fatores. Caso o candidato, por exemplo, consiga comprovar NCLC 7 (b2-7) em francês pode agregar mais de 40 pontos ao candidato. Conseguir uma pontuação CLB 7 em inglês também ajuda o candidato. Em alguns casos, como no Canadian Experience Class (CEC), a depender do NOC aplicado pelo candidato, o CLB exigido pode ser CLB 5 ou 7.

O fator de experiência de trabalho (high skills) dentro do Canadá, com duração de pelo menos 1 ano em NOCs 0 - A ou B, também pode ser um diferencial importante para aqueles que vão aplicar e já estão acima dos 40 anos de idade. Os candidatos com formação acadêmica canadense conseguem somar entre 15 a 30 pontos a esses candidatos.

Outra forma de imigração seria através dos programas provinciais específicos de cada província, sendo que a exigência de muitos deles é menos rígida e alguns sem restrições de idade para aplicação. O nível de proficiência de inglês exigido costuma ser menor também. 

Teste de proficiência

Existem dois testes de língua inglesa cujas as notas são aceitas pela imigração como comprovação do conhecimento, são o IELTS e o Celpip (ambos precisam ser o General Training). 

Vale lembrar que as pessoas que possuem o conhecimento em Francês devem fazer os exames do TEF ou o TCF para obter os devidos pontos.

O IELTS avalia as habilidades de ouvir (listening de 30 minutos), ler e interpretar (reading de 60 minutos), escrever (writing de 60 minutos) e falar (o speaking dura em média de 11 a 14 minutos) em Inglês, numa prova cujo tempo total é de 2 horas e 45 minutos.

O CELPIP também atribui notas para as mesmas competências do IELTS (escutar, leitura, escrita e fala). Neste caso, os candidatos realizam todos os componentes do exame através de um computador, no tempo máximo de três horas. Desta maneira, a interação é feita via máquina, com um fone de ouvido e tudo sendo gravado.

Para saber mais, veja aqui!

Comprovação de renda

Se você vai estudar, será necessário comprovar que você possui renda suficiente para pagar o curso e se manter no país durante a sua estadia.

Para cursos com duração superior a 1 (um) ano, será necessário comprovar, pelo menos, o valor referente ao primeiro ano do curso + despesas.

Não, não é necessário que você tenha toda a quantia em conta. O valor necessário a ser comprovado pode ser feito por meio de uma combinação de contas e documentos, como: Extratos Bancários de uma Conta-Corrente, Saldos de um Investimento e/ou Poupança, Imposto de Renda, Contracheques/Holerites e afins.

*Importante ressaltar que é solicitado os 3 últimos extratos e Contracheques/Holerites.

Caso você não tenha comprovado por meios próprios a quantia necessária, você poderá inserir uma pessoa que será totalmente ou parcialmente responsável financeiramente pelas suas despesas. Pode ser pai, mãe, tio, tia e, muitas vezes, até mesmo um amigo.

Essa pessoa terá de enviar toda a documentação financeira solicitada, além da cópia de um documento de identificação e uma carta atestando que ela será a sua custeadora.

Exame Médico

Uma das fases dos processos de visto e imigratório é a realização dos exames médicos solicitados pela imigração canadense. Qualquer estadia que supere as 24 semanas, obrigatoriamente os solicitantes terão de realizar os exames São raros os casos que não se solicitam os exames médicos.

Os exames médicos são realizados com os médicos que estão devidamente cadastrados com a imigração canadense, já que eles terão de ter acesso ao Sistema do CIC para inserir os resultados, esses que serão analisados por um oficial da imigração.

Normalmente é solicitado, além de um check-up geral (Medição da pressão, escuta dos pulmões e coração), são feitos exame de urina, sangue e RX do tórax.

O valor médio é de R$600 por aplicante.

Quer imigrar para o Canadá? Entre em contato conosco por e-mail:contact@immi-canada.com

O atendimento inicial com nossa equipe é totalmente gratuito.

Como foi o primeiro sorteio do ano do Express Entry

No dia 6 de Julho de 2022 aconteceu o primeiro sorteio do ano da plataforma do Express Entry.

O Express Entry é a principal ferramenta utilizada pelo Governo do Canadá para selecionar e receber novos residentes permanentes no país.

Por ano, são estabelecidos um número de convites que deverão ser emitidos para os aplicantes cadastrados dentro da plataforma. Esse número é dividido entre todas as categorias de imigração que fazem parte do Express Entry.

Para o ano de 2022, a imigração canadense almeja enviar 431.645 convites para os candidatos cadastrados na plataforma do Express Entry e em outros programas imigratórios do Canadá.

Confira abaixo o Plano de Imigração para 2022 divulgado oficialmente pelo Governo do Canadá:

Categoria Economica: Federal High Skilled, Federal Economic Public Policies, Federal Business, Economic Pilots (Caregivers; Agri-Food Pilot; Rural and Northern Immigration Pilot; Economic Mobility Pathways Project), Atlantic Immigration Program, Provincial Nominee Program e Quebec Skilled Workers and Business

- Nessa categoria estão previstas 241.850 emissões de convites para aplicação em 2022.

Categoria Família: Spouses, Partners and Children e Parents and Grandparents.

- Nessa categoria estão previstas 105 mil emissões de convites para aplicação em 2022.

Categoria Refugiados e pessoas protegidas: Protected Persons in Canada and Dependents Abroad, Resettled Refugees - Government-Assisted, Resettled Refugees - Privately Sponsored e Resettled Refugees - Blended Visa Office-Referred.

- Nessa categoria estão previstas 76.545 emissões de convites para aplicação em 2022.

Categoria Humanitário e outros: Total Humanitarian & Compassionate and Other.

- Nessa categoria estão previstas 8.250 emissões de convites para aplicação em 2022.

A Volta dos sorteios

Na última quarta-feira, 6 de Julho de 2022, aconteceu o retorno do sorteio do Express Entry após uma longa pausa causada pela pandemia.

Nesse primeiro sorteio do ano, foram emitidos 1.500 convites para aplicação para aqueles candidatos cadastrados que possuíam 557 pontos ou mais.

Esse sorteio englobou as três categorias do Express Entry; Canadian Experience Class, Federal Skilled Worker e Federal Skilled Trades.

O sorteio teve uma pontuação bastante alta, e poucos números de convites emitidos. O que já era esperado para esse retorno.

A categoria Federal Skilled Worker Program (FSWP) não tinha um sorteio desde dezembro de 2020. Já o último draw dentro do CEC (Canadian Experience Class) aconteceu em setembro de 2021.

A promessa do ministro da imigração, Sean Fraser, é que essas aplicações serão processadas em no máximo 6 meses. No momento, a imigração canadense trabalha para diminuir o chamado ‘backlog’, ou seja, o número de processos parados esperando análise.

Até o último relatório emitido pela imigração, ainda constavam mais de 1 milhão de aplicações esperando análise. Com essa grande quantidade, o governo montou uma força tarefa para conseguir diminuir esse número em um tempo recorde.

Espera-se que os próximos sorteios do Express Entry aconteçam como antigamente, com uma janela de espaço de 15 dias entre eles.

Não dá para prever com certeza, mas a tendência da imigração quando há uma pausa nos sorteios, é de começar com uma nota de corte alta e com o passar dos sorteios essa nota irá diminuindo gradativamente. Mas não temos uma confirmação sobre essa periodicidade. Tanto o órgão de imigração (RCIC) quanto o próprio Sean Fraser, anunciaram a volta dos sorteios dando a entender que os sorteios acontecerão sem uma nova pausa prevista.

Pontuação no EE

A nota de corte do primeiro sorteio do ano do Express Entry foi considerada bastante alta, 557 pontos.

Em nossa LIVE realizada em nossas redes sociais (@immicanada) no dia 7 de Julho, a nossa consultora de imigração licenciada, Celina Hui, fez uma simulação de como seria o perfil desses candidatos que obtiveram essa nota no pool do Express Entry.

Chegamos a uma simulação de 551 pontos da seguinte forma:

Perfil do candidato: solteiro, até 29 anos de idade, com mestrado no Canadá, atingiu o CLB 10, tem no mínimo 1 ano de experiência no Canadá e mais 3 anos de experiência de trabalho fora do Canadá;

Nessa simulação, não foi considerado se o candidato obtinha LMIA ou irmãos no país, onde poderia acrescentar mais pontos a esse candidato.

Se você deseja rever esse nosso bate-papo, acesse aqui: https://www.instagram.com/p/CfukRuMhz5y/

Confira abaixo um rápido histórico das pontuações definidas na história dos sorteios do Express Entry:

- A pontuação mais alta no Express Entry foi em 30 de Maio de 2018 - 902 pontos (provincial apenas);

- A pontuação mais baixa foi em 13 de Fevereiro de 2021 - 75 pontos para o Canadian Experience Class;

- Já na categoria Federal Skilled Trades, em 24 de Setembro de 2018 a pontuação mais baixa foi de  284 pontos;

- O último sorteio do Canadian Experience Class aconteceu no dia 14 de Setembro de 2021 onde a pontuação foi de 462 pontos;

- Já o último sorteio do Express Entry - até o momento - para os programas provinciais, aconteceu no dia 22 de Junho de 2022 onde a nota de corte foi 752 pontos. 

Recebi o convite, e agora?

Caso você venha a receber um convite para aplicação nos próximos sorteios, conhecido como ITA (Invitation to Apply), ou tenha recebido nesse primeiro sorteio, nós podemos te auxiliar.

Nós criamos o serviço de Revisão do Perfil do Express Entry.

O serviço é uma revisão geral no perfil que você cadastrou na plataforma do EE. Ao contratar o serviço, você terá uma consultoria online de até 40 minutos com nossos especialistas para a verificação do seu perfil e de todos os documentos cadastrados que são obrigatórios para a aplicação.

Também está incluso a tão importante análise de NOC correto do aplicante principal.

Entre em contato conosco pelo e-mail: contact@immi-canada.com

Feliz aniversário!

Hoje, 1º de Julho, é uma data muito especial para nós. Não só porque hoje é celebrado o Canada Day, em todo o Canadá, mas também porque a Immi Canada comemora 10 anos de história.

Não por acaso iniciamos a nossa jornada no dia que o Canadá também celebra a sua condição como nação. O feriado de 1º de Julho celebra o dia em que o Ato Constitucional de 1867 foi assinado, estabelecendo a formação do Canadá há 155 anos.

A Immi Canada foi pioneira no serviço de assessoria para vistos e permissões para o Canadá, focado no público brasileiro. A nossa consultora licenciada pelo RCIC, Celina Hui, já soma mais 16 anos de experiência em processos junto à imigração canadense, e durante todo esses anos de trabalho, já realizou mais de 12 mil consultas para planejamento imigratório, apoiando mais de 10 mil famílias no seu sonho de mudar para o país.

"A Immi Canada é fruto de muito trabalho, mas acima de tudo, atribuo o sucesso da empresa aos valores de honestidade e transparência que sempre guiaram as nossas relações com o mercado. O fato de colocarmos os interesses dos clientes sempre à frente dos nossos interesses econômicos, nos permitiu conquistar um local de respeito junto ao nosso público", afirma Celina Hui.

Vistos e Processos para o Canadá

A Immi Canada trabalha com processos de vistos de estudante, trabalho e turismo. Nossa assessoria também é especializada nos processos de permissão para trabalho, e também os processos de residência permanente e cidadania.

A nossa consultora de imigração licenciada, Celina Hui, é a única com autorização da província de Saskatchewan que atende em português. 

Os processos de imigração para Quebec tendem a seguir regras de elegibilidade específicas, da qual exigem que os consultores de imigração possuam uma licença específica para atuar na cidade.

A Immi Canada não possui essa licença de Quebec, no entanto nós podemos auxiliar com a parte federal dos processos imigratórios, assim como podemos te assessorar com os processos temporários, como um visto de visitante ou estudante para esta província.

Para os processos de residência permanente, prestamos assessoria completa para o aplicante principal e o cônjuge se houver. E com a volta dos sorteios do Express Entry a partir deste mês de Julho de 2022, nós criamos um serviço para facilitar a organização dos aplicantes.

O serviço de ‘Revisão de Perfil do Express Entry’ é uma revisão geral no perfil que você cadastrou na plataforma do Express Entry.

Ao contratar o serviço, você terá uma consultoria online de até 40 minutos com nossos especialistas para a verificação do seu perfil e de todos os documentos cadastrados que são obrigatórios para a aplicação.

Também está incluso a tão importante análise de NOC correto do aplicante principal.  O aplicante deverá enviar previamente a comprovação da experiência de trabalho, através da carta do empregador, e nossa assessoria irá analisar e indicar o NOC compatível com a experiência apresentada no perfil do Express Entry.

Diferença entre visto e permissão para o Canadá

Muitas pessoas confundem os termos visto e permissão, sendo que ambos são usados e têm finalidades distintas nas regras de viagem e imigração no país. Abaixo vamos explicar a definição de cada um, assim como a autorização eletrônica de viagem, que é diferente do visto e das permissões;

- O que é Visto?

O Visto é a etiqueta emitida junto à aprovação dos pedidos realizados fora do Canadá como, por exemplo, os aplicados no Brasil e colocada no passaporte do aplicante. O objetivo do visto (Etiqueta) é permitir o embarque da pessoa ao Canadá. Ou seja, o visto permite o embarque ao país.

Os vistos são classificados de acordo com a sua finalidade, e são diferenciados por siglas, confira as principais siglas dos vistos:

V-1 = Turista (Permanência até 6 meses no país);

SX-1 = Apesar de no Visto (etiqueta) constar “Student”, esse é um Visto de

Turista, porém com apresentação de uma Carta de Aceitação de um curso

de curta duração (Até 24 semanas);

S-1 = Estudo (Para quaisquer cursos acima de 24 semanas);

SW-1 = Estudo (Nível superior) com estágio obrigatório (Chamado Co-op);

W-1 = Trabalho (Seja acompanhando o Cônjuge Estudante ou por meio de

uma Oferta de Trabalho previamente aprovada

- O que é Permissão?

A Permissão é o documento (em papel) emitido na entrada do Canadá, por um oficial da Fronteira. Ou, no caso de processo de extensão da estadia, ele é o documento emitido pelo escritório de Imigração dentro do Canadá e encaminhado por correio. O objetivo da Permissão (documento avulso emitido) é permitir a permanência da Pessoa no Canadá, durante todo o seu prazo de validade. As permissões são, em geral, emitidas apenas para os aplicantes que irão permanecer acima de 6 meses no Canadá. Porém, o oficial de imigração tem total soberania em emiti-lo quando julgar necessário.

- Como funciona o eTA?

Os requisitos para pedir o eTA são: Ter um Visto Americano, de qualquer tipo, válido ou já ter tido um Visto Canadense nos últimos 10 anos.

O Electronic Travel Authorization, é, assim como nome diz, a autorização eletrônica de viagem, a ser solicitado para quem tem

a intenção de vir ao Canadá como turista por até 6 meses (se pretender permanecer mais tempo, é necessária a extensão). O eTA tem a mesma função do visto de turista, para os que desejam viajar ao Canadá por via aérea (com essa autorização só é permitida a entrada no país por avião).

Com o eTA também é possível realizar cursos de curta duração (até 6 meses). O custo da aplicação é de 7 dólares canadense.

A importância de um consultor de imigração licenciado

O sistema de imigração canadense possui mais de 80 programas imigratórios, dentre eles também os programas provinciais

Cada programa tem sua própria elegibilidade e um perfil direcionado para um público específico, podendo ser por exemplo; para estudantes internacionais, trabalhadores, empresários, profissionais da área da saúde, e também oportunidades para quem tem mais de 40 anos e etc…

A melhor forma de verificar sua elegibilidade para um dos diversos programas imigratórios do Canadá, é através de uma  consulta inicial com um consultor de imigração licenciado, no qual irá analisar detalhadamente seu perfil, esclarecer todas as dúvidas e traçar estratégias para o seu planejamento.

O objetivo da consulta é te preparar para o processo e em conjunto traçar o melhor momento para iniciar a sua aplicação.

Portanto, se você precisa de uma assessoria para estabelecer corretamente o seu plano, agende uma consulta de 20 minutos conosco. De forma objetiva e prática iremos traçar o seu caminho para o Canadá.

A consulta pode ser marcada pelo endereço:

Após nossa consulta, você terá 12 meses para receber o valor pago em forma de desconto no seu processo de Residência Permanente. Nos processos temporários, são 10% de desconto.

Promoção 10 anos de Immi Canada

Para celebrarmos esses DEZ ANOS em grande estilo, temos uma grande promoção com excelentes descontos.

Vamos te dar 15% de desconto em diversos processos imigratórios para o Canadá.

Confira a nossa promoção incrível, com os valores promocionais, arrastando para o lado:

1 - Express Entry 

De CAD$ 5.000 por 4.250

*Assessoria completa para todos os aplicantes da família.

2 - BC Provincial Nominee Program (BC PNP) - paper based 

De CAD$  6.334 por 5.383

*Assessoria completa para todos os aplicantes da família.

3 - Ontario Immigrant Nominee Program (OINP)- paper based

De CAD$  6.445 por 5.478

*Assessoria completa para todos os aplicantes da família.

4 - LMIA (Labour Market Impact Assessment)

De CAD$  5.223 por 4.439

5 - PR Package 

De CAD$  9005 por 765

6 - Revisão de perfil Express Entry 

De CAD$  500 por 425

7 - Revisão spousal sponsorship -

De CAD$  1.667 por 1.416

8 - Revisão pós ITA 

De CAD$  1.667 por 1.416

Para garantir o seu desconto entre em contato agora mesmo com a nossa equipe: contact@immi-canada.com

Venha comemorar o aniversário da Immi Canada com esses super descontos exclusivos!

*Promoção válida até 31 de Julho de 2022.

ATENÇÃO: Os descontos são para processos que envolvem submissão e representação legal da nossa consultora.⠀

Agradecimento

E neste momento de celebração, queremos agradecer a cada um que nos permitiu fazer parte da sua história no Canadá. É um privilégio compartilhar os sonhos de milhares de pessoas. Aprendemos muito com cada oportunidade que tivemos, nosso sentimento de gratidão transborda e desejamos que ele contagie cada um que nos acompanha, seja através da contratação dos nossos serviços ou através dos conteúdos que publicamos nas nossas redes.

"Também sou muito grata a todos que estiveram comigo nessa caminhada e a cada cliente que confiou em mim e na Immi Canada, nos permitindo fazer parte da sua história. É simplesmente indescritível o sentimento de ver alguém realizando o seu sonho e conquistando o seu objetivo. Esse é o combustível diário para seguirmos na certeza de que vale a pena enfrentar todos os desafios que enfrentamos até aqui.", agradece a CEO da Immi Canada, Celina Hui.

Seguimos com o compromisso de aproximar você do seu plano Canadá. 

Nosso e-mail para contato é: contact@immi-canada.com

Durante o período de pandemia, no qual as fronteiras do Canadá estavam fechadas, o governo lançou algumas políticas públicas para suprir a defasagem de novos residentes permanentes no país.

Uma dessas políticas lançadas foi a liberação do Work Permit (permissão de trabalho) para aqueles que estivessem no país com o status de visitante. Essa public policy entrou em vigor em Agosto de 2020.

Essa política pública foi estendida pelo Governo do Canadá e estará em vigor até 28 de Fevereiro de 2023.

O Employer-specific work permit é uma permissão de trabalho, concedida por meio de um empregador qualificado, na qual indica:

- O nome do empregador para o qual uma pessoa pode trabalhar;

- O tempo que essa pessoa poderá trabalhar;

- O local onde uma pessoa pode trabalhar (se aplicável).

Regras de elegibilidade:

Para se tornar elegível ao 'Employer Specific Work Permit', o aplicante deve cumprir as seguintes regras de elegibilidade:

- Ter status de visitante válido (podendo ser o maintained status);

- Caso o status de visitante tenha expirado, é necessário restaurar o status primeiro antes de realizar a aplicação;

- Ter permanecido no canadá com o status válido;

- Ter uma oferta de trabalho de um empregador (employer-specific, sendo um LMIA ou LMIA-specific);

- Submeter esse pedido até 28/02/2023.

Como funciona de fato?

Para se qualificar para essa public policy - Employer Specific Work Permit - é necessário que o aplicante esteja com um status de VISITANTE válido no país. 

Com esse status, a política pública é válida para quem tem um vínculo a algum empregador, sendo através de um LMIA, ou alguns acordos internacionais.

Quem já está no Canadá e possui um Co-op Work Permit, Open Work Permit ou um PGWP não são elegíveis a essa política pública.

Dúvidas sobre essa Public Policy:

- Funciona sem LMIA?

Tem que ter um empregador dando suporte na aplicação. Por ser uma Employer-specific, a aplicação pode ser feita através de um LMIA ou se o aplicante se enquadrar em um dos acordos internacionais.

- Essa PP está válida em Quebec?

Sim, é uma public policy federal. 

- Quem entrou no Canadá com eTA, pode aplicar para essa PP?

O eTA é uma autorização eletrônica de viagem que permite a entrada no país. Uma vez dentro, é considerado com o status de visitante. Então sim, pois seu status será de visitante.

- Precisa ter visto de trabalho válido?

Essa PP é para o visitante conseguir um work permit quando se tem um empregador específico.

- O que acontece se a pessoa for demitida? Perde o Work Permit?

O permit não será retirado, mas não poderá trabalhar para nenhum outro empregador a não ser aquele vinculado à permissão. Para poder trabalhar, terá que aplicar novamente com um novo LMIA através de um novo empregador, para que depois ocorra a troca dos permits.

- A família está como visitante no país. Um aplicante possui o LMIA, o cônjuge consegue um Work Permit? E se tiver criança, consegue se matricular na escola gratuitamente?

Se o emprego for dentro dos NOCs 0, A ou B sim!

Se for NOCs C e D, o acompanhante não terá direito a permissão de trabalho. Com exceção se o aplicante tiver se encaixado dentro de um programa provincial.

Live no Instagram

No dia 3 de Março de 2022, nós realizamos uma Live com a nossa consultora licenciada de imigração, Celina HuI, e nossa gerente técnica, Debprah Calazans, na qual elas tiraram todas as dúvidas sobre essa Public Policy.

Confira esse bate-papo aqui:

https://www.instagram.com/tv/CaqTaFuBiJ7/

 E caso você se enquadre dentro das regras dessa public policy, entre em contato com a nossa equipe por Inbox ou pelo e-mail: contact@immi-canada.com

Grupo 1
CONTATO
contact@immi-canada.com
VANCOUVER: +1 (604) 684-0530
TORONTO: +1 (647) 351-5800
Redes sociais
Caminho 139
cartmagnifier