O desejo de muitos brasileiros, principalmente mediante a situação que o país enfrenta, é sair do país. Um dos principais destinos é, invariavelmente, o Canadá. Diariamente nos deparamos com matérias da busca incansável do Canadá por imigrantes qualificados que se encaixem nos requisitos que eles procuram. Além disso, em 2016 a Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) elegeu a região da América do Norte como uma das cinco melhores do mundo para se viver.

Mas, por que o Canadá quer imigrantes? Bom, a resposta para esta pergunta não é única, ela engloba uma série de fatores e características do país de primeiro mundo. Um dos principais motivos pode ser a equação que envolve uma boa qualidade de vida, uma população envelhecida, demanda por profissionais mais jovens para movimentar a economia e oferta de emprego nas mais diversas áreas.

Em 2016, segundo dados do Statistcs Canada, 1.358 brasileiros viraram residentes permanentes do país. No final do ano passado o governo canadense anunciou que neste ano (2017), o crescimento esperado para o número de imigrantes aceitos no país seria de cerca de 25% se comparado com 2016. O montante deve chegar aos 300 mil, número maior que os cerca de 243 mil admitidos no ano passado.

Além dos brasileiros que tiveram a residência permanente, os números do Citizienship and Imigration Canada (CIC) mostram que 92,4 mil brasileiros, entre janeiro de 2016 e setembro do mesmo ano, deram entrada em algum tipo de visto para residir temporariamente no país. Desse número, cerca de 90% tiveram seus pedidos aprovados. Este número cresceu 10% com relação a 2015, além de estar progredindo pelo terceiro ano consecutivo.

Canada imigrantes

De 2010 a 2016, somente os brasileiros fizeram 550 mil pedidos de algum tipo de de visto para residência temporária, que inclui vistos de estudante e permissões de trabalho. Segundo o governo canadense, o Brasil é o quarto país que mais solicita este tipo de permissão, ficando atrás somente da China, Índia e México. Entre janeiro e setembro do ano passado, o número total de aplicações para residência temporária no Canadá chegou aos dois milhões, cerca de 15% a mais do que no mesmo período de 2015.

Grande número de idosos x taxa de natalidade

Um dos motivos do país ser aberto à imigração, é a idade média da sua população. A The World Factbook, com pesquisa e dados de 2015, estimou a idade média de homens canadenses em 41,6 anos, enquanto a de mulheres é de 43,1 anos. Para se ter ideia de como este número é alto, no Brasil o número de anos da maioria da população fica em cerca de 31,2, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE).

Outro dado importante é que o número de pessoas com mais de 65 anos no Canadá é de 18% da população total, enquanto as crianças entre 0 e 14 anos somam somente 15,5%. Esse é um dos grandes motivos da procura por imigrantes. O governo estima que a quantidade de pessoas idosas no país tende a crescer, na contramão da taxa de natalidade, que é de 1,59 filhos por mulher, que tende a diminuir. Todos estes dados, quando cruzados, fazem com que a procura por imigrantes qualificados cresça, pois além dos estrangeiros injetarem dinheiro na economia, sendo que os preços são maiores na maioria dos serviços para não residentes permanentes, eles suprem a demanda por mão de obra qualificada e em idade produtiva.

Falta de mão de obra qualificada

O Canadá é o segundo maior país do mundo e tem belezas naturais, um padrão de vida considerado acima da média, uma grande quantidade de recursos da natureza, belas cidades mas, em contrapartida, falta gente. Para se ter uma ideia, segundo o Statistics Canada, no território inteiro vivem cerca de 3,5 pessoas por quilômetro quadrado. Nos EUA vivem 29,1 no mesmo espaço e no Japão, 334 habitantes ocupam a área.

Juntando todos estes fatores, algumas áreas sofrem mais com a falta de mão de obra do que outras, são elas: construção civil, profissionais de TI, programação e tecnologia em geral, médicos, enfermeiros, recursos humanos, finanças em geral e área alimentícia (para mais informações sobre ofertas de emprego nas províncias canadenses, clique aqui).

Por todos os motivos listados, o Canadá precisa de mais imigrantes. Mas é sempre importante alertar que o país não recruta e nem seleciona nenhuma nacionalidade específica e todos devem passar por algum dos processos de imigração oferecidos. Invariavelmente, eles envolvem uma série de documentos e comprovações e o candidato deve apresentar proficiência em inglês ou francês, ou carta de aceitação em escolas de idiomas, prova de recursos financeiros, graduação acadêmica e uma série de outros documentos.

Outro fator importante a se levar em consideração quando a escolha da família é mudar de país, é o clima, a cultura e a adaptação. O Canadá é um país com um clima e com costumes bastante diferentes dos brasileiros. Por isso é aconselhável a ajuda de um agente de imigração especializado e muita pesquisa para preparar-se para o inverno rigoroso com dias mais curtos, e um verão intenso com dias longos, além de outras particularidades e diferenças (para saber mais clique aqui).

Fontes:
http://www.statcan.gc.ca/daily-quotidien/150929/dq150929b-eng.htm
http://www.suapesquisa.com/paises/canada/populacao.htm
http://www.ibge.gov.br/home/

Fabíola Cottet

Comentários Facebook
The following two tabs change content below.

Fabiola Cottet