SER MAMÃE NO CANADÁ: COMO FUNCIONA?

Muita gente sonha em estudar, trabalhar e morar no Canadá. Muita gente também sonha em ter filhos um dia. O que acontece quando essas duas coisas se sobrepõem e o casal engravida no Canadá? Quais são os direitos do casal com relação a licença parental, planos de saúde, consultas pré-natais, e, mais importante, como funciona realizar todo o planejamento necessário para a chegada do bebê?

Nós já abordamos a questão da licença parental neste post, em que explicamos de forma detalhada a respeito de quem tem direito à licença e a respeito da duração da licença.

Nos últimos tempos também falamos sobre filhos aqui, aqui e aqui.

Desta vez, bolamos esta pequena série, com apenas dois textos, para falarmos um pouco dos assuntos que ainda não abordamos em nossos posts: a questão da gravidez, e a questão das consultas médicas.

Falamos sobre a gravidez no primeiro post desta série, que você pode conferir aqui, em que entrevistamos a futura mamãe Isana Santana. Ela nos passou um pouco sobre a sua experiência aqui no Canadá, e contou o que ela encontrou de diferenças com o que é praticado no Brasil em termos do pré-natal e do sistema de saúde em geral.

Hoje vamos falar sobre as consultas médicas em si. Como a Isana já havia mencionado no nosso primeiro post, existem muitas diferenças entre o Brasil e o Canadá no que diz respeito às consultas pré-natais. Então vamos lá!

 

Antes de mais nada, os serviços do governo

O Healthy Pregnancy Guide é um guia oferecido pela Public Health Agency of Canada especialmente para mulheres grávidas ou que estão planejando engravidar. Esse guia, disponível em PDF e também em cópias impressas, aborda muitos tópicos referentes à gestação (incluindo o período de planejamento anterior à gravidez e o período pós-parto), tais como: nutrição, atividade física, saúde emocional, e também os malefícios que podem ser causados por álcool e tabaco. Além disso, é oferecido umcalendário de 10 meses de gravidez, que serve para que a mulher mantenha um controle da gestação semana a semana. O calendário pode ser personalizado, e cada novo mês conta com informações que podem ser muito úteis a respeito dos mais variados tópicos sobre a gravidez.

O site do Governo do Canadá oferece uma seção especialmente destinada à saúde e, dentro dela, umaseção destinada à gravidez. Os assuntos abordados são vários, desde alimentação, fertilidade, nascimentos múltiplos, até doação de esperma e de óvulos – e também de embriões! É possível encontrar todas as informações referentes ao processo de doação, inclusive possíveis questões emocionais ligadas ao procedimento. A título de curiosidade, é também possível encontrar uma seção especial a respeito de como conversar com seu filho caso ele tenha sido concebido com material genético proveniente de doadores.

Existe outra seção do site que informa a respeito da vacinação, tanto na gravidez quanto para crianças. É possível encontrar uma ferramenta para verificar as datas de vacinação das crianças, já que essas regras variam de país para país, com base na província de residência e na data de nascimento da criança.

O site da Society of Obstetricians and Gynaecologists of Canada também oferece uma série de folhetos informativos a respeito da gravidez e de muitos assuntos relacionados a ela e à saúde feminina em geral.

 

E sobre as consultas médicas?

O site BabyCenter Canada pode ser uma fonte muito rica de informações a respeito da gravidez e do nascimento do bebê no Canadá. Foi lá que encontramos grande parte das informações que vamos repassar para vocês aqui, como os tão esperados detalhes sobre as consultas médicas.

Dependendo de qual serviço for disponível em sua comunidade e do que for coberto pelo plano de saúde da sua província, você poderá escolher entre realizar as consultas pré-natais com um médico de família, um obstetra ou uma midwife, a famosa parteira. Em muitas regiões do Canadá, a profissão de parteira é regulamentada, e tem como objetivo cuidar da gestação saudável, nascimento e pós-parto, através de uma abordagem holística e pessoal focando na dupla mãe-bebê, até cerca de 6 semanas após o nascimento do bebê.

Os prenatal check-ups, ou as consultas pré-natais, geralmente são realizadas na própria clínica médica ou midwifery clinic. Se tudo correr bem, a futura mamãe só irá ao hospital para realizar os exames de ultrassom e também exames especiais, caso necessário.

A respeito dos médicos, é muito provável que o mesmo médico ou midwife permaneça com você do início da gravidez até o parto. No entanto, é sempre bom perguntar ao médico como funciona caso o bebê decida nascer num momento em que o médico estiver de férias, por exemplo, ou simplesmente quando não estiver “on call”.

 

O primeiro prenatal check no Canadá

Geralmente a mulher vai ao médico assim que suspeita que pode estar grávida, não é? É assim também no Canadá, onde o médico de família pode acompanhar a sua gravidez até bem perto do momento do parto, quando então você será encaminhada para um obstetra, que pode oferecer um acompanhamento mais especializado e focado no parto que está prestes a acontecer.

A maioria dos médicos e midwives no Canadá preferem ver a paciente durante a primeira consulta pré-natal entre a 8ª e a 11ª semana de gestação, porque o dating ultrasound, ou ultrassom com a finalidade de estabelecer o tempo da gravidez, apresenta resultados mais confiáveis dentro deste período.

Formulários para preencher e muitas perguntas detalhadas durante a consulta são essenciais durante essa primeira visita ao médico ou à midwife, que irá estabelecer um quadro detalhado do seu histórico médico, assim como do seu parceiro (ou parceira) e dos familiares. Perguntas comuns nesse momento, além dos históricos de doenças e se a mulher tem ou não outros filhos, dizem respeito ao estilo de vida, já que, caso um dos parceiros fume, por exemplo, será preciso estabelecer planos de tratamento para parar de fumar. Outra questão importante abordada nessa consulta diz respeito às opções de parto, ou seja, se os pais preferem dar à luz em um hospital ou em casa, por exemplo.

 

Os ultrassons

Os exames de ultrassom no Canadá geralmente são realizados por profissionais que possuem umcertificate ou um diploma de um curso pós-secundário em ultrassonografia médica. Esses profissionais são chamados de sonographers. Em casos especiais, o ultrassom é realizado por um médico especializado em medicina embrionária, com treinamento em ultrassonografia.

O sonographer não irá interpretar os resultados do ultrassom, diferente do que acontece no Brasil. Em vez disso, esses resultados serão encaminhados para um radiologista, que irá interpretá-los e então encaminhá-los para o seu médico de família, obstetra ou midwife. Portanto, você só fica sabendo dos resultados na sua consulta de retorno com o médico.

Quanto ao sexo do bebê, é possível saber a partir da 18ª semana, mas somente se a posição do bebê for favorável. Alguns hospitais têm uma política de não revelar o sexo, justamente por ser um procedimento passível de erros, já que é difícil de constatar. Se você deseja saber o sexo do bebê, é uma boa ideia verificar com o médico a respeito das políticas do hospital recomendado.

Não existe uma regra a respeito da quantidade de ultrassons, pois os procedimentos serão indicados pelo médico ou midwife de acordo com a evolução de cada paciente. Mesmo assim, a quantidade de ultrassons é muito pequena, sendo limitada em 2 ou, em alguns casos, 3 desses exames durante toda a gravidez.

Assim, geralmente se tem um primeiro ultrassom, como já mencionamos, que é o dating ultrasound, feito em torno da 10ª ou 13ª semana de gestação. O próximo seria o ultrassom morfológico, feito entre a 18ª e a 22ª semanas de gestação. Aqui será possível verificar se tudo está bem com o bebê, e se ele e a placenta estão se desenvolvendo direitinho. E é isso. Pode ser que seja indicado um terceiro ultrassom, para verificar a saúde dos bebês caso sejam gêmeos, ou então caso existam problemas durante a gravidez ou em gestações anteriores. Se tudo estiver saudável, o monitoramento continuará a ser feito através de exames físicos, de urina e de sangue. A lista de itens que podem ser verificados através do exame de sangue você pode encontrar aqui, e exames adicionais, assim como exames específicos para detectar possíveis condições genéticas e congênitas tanto na mãe quanto no bebê, podem ser indicados se houver necessidade, ou por pedido da paciente, ou uma cominação dos dois.

 

Links interessantes e informações para contato:

The Healthy Pregnancy Guide
1 800 O-Canada (1-800-622-6232)
Public Health Agency of Canada
Ottawa, Ontario K1A 0K9
TTY: 1-800-926-9105
Website

The Society of Obstetricians and Gynaecologists of Canada (SOGC)
780 Echo Drive   Ottawa, ON   K1S 5R7
Tel: (800) 561-2416 or (613) 730-4192
E-mail: [email protected]
Facebook: sogc.org
Twitter: SOGCorg
Website

Sobre viajar enquanto se está grávida

Mais informações sobre gravidez, trabalho e licença parental

Para saber mais sobre as diferentes opções de parto

Comentários Facebook
The following two tabs change content below.