Desde o ano de 2015, milhares de pessoas conseguiram imigrar para o Canadá por intermédio do Express Entry (EE). Trata-se de uma ferramenta online a qual o governo canadense unificou programas e processos, com o objetivo de facilitar a inclusão de informações dos candidatos interessados na residência permanente no país. Portanto, este é o caminho para se cadastrar no “Federal Skilled Worker Program”, “Federal Skilled Trades Program”, e no “Canadian Experience Class” o qual vamos explicar com mais detalhes.

Antes, vale lembrar que algumas províncias também estão conectadas ao EE, ou seja, é possível aplicar para residir em Ontário e British Columbia, por exemplo, a partir de regras vinculadas ao Express Entry. Isso não ocorre com Quebec, que possui um sistema próprio.

express entry

O Express Entry

Em resumo, o Express Entry é um sistema baseado em pontos e para conquistá-los é necessário atender aos critérios mínimos de um dos programas de imigração vigente. Para saber se você está habilitado ou não para fazer um perfil no EE são levados em conta os anos de experiência de trabalho dentro e fora do país, a sua formação acadêmica, proficiência em inglês e/ou francês, entre outros requisitos.

A somatória de cada um dos itens gera uma pontuação final, os candidatos qualificados irão para um ranking onde uma nota de corte determina quem receberá o convite para aplicar para a residência permanente. Os selecionados deverão apresentar os documentos que comprovam o que foi declarado ao se cadastrar, para enfim obter o documento de Permanent Resident (PR).

O “Canadian Experience Class”

Dentro deste sistema do EE existe o “Canadian Experience Class”, o programa econômico o qual os trabalhadores estrangeiros que obtiverem uma experiência profissional no Canadá podem se habilitar para imigrar. Aqueles que se graduarem em uma instituição pública “post-secondary”, e posteriormente solicitarem o PGWP (Post Graduation Work Permit), também fazem parte do grupo de pessoas que poderão trabalhar nas empresas canadenses e se qualificar.

Para tanto, alguns dos requisitos mínimos são:

– Ter pelo menos 12 meses de experiência de trabalho no Canadá legalmente em tempo integral (full-time), o que representa um tempo mínimo de 30 horas semanais, ou 1.560 horas no total e remunerado.

 

– Aqueles que atuarem como “part-time”, precisam provar o período equivalente. Por exemplo, apresentar a comprovação de que trabalhou 15 horas por semana durante 24 meses, o que equivale às mesmas 1.560 horas exigidas. A experiência profissional de um estudante durante o período de curso não é contabilizada.

 

– O cargo exercido deve ser classificado no “National Occupational Classification”, ou NOC, como sendo 0 (funções de Gestão), A (ocupações de nível profissional) ou B (trabalhos técnicos/especializados). Esta experiência é válida para os trabalhadores que atuaram nos últimos três anos antes da inclusão dos dados no EE. Mais detalhes sobre os NOCs você confere clicando aqui.

– Você pode ter tido vários NOCs, por tanto que sejam todos High Skilled (0,A ou B) e pode ter vários empregadores.

– Freelance, Self-Employed ou Subcontractor essas experiências infelizmente não são contabilizados dentro do Express Entry, assim como o tempo de trabalho durante o off campus work permit, co-op e ou férias não são contabilizada dentro do Express Entry como experiência profissional.

– Para o Canadian Experience Class não é necessário apresentar a comprovação financeira.

– É necessário atender os níveis mínimos de proficiência em inglês e/ou francês; em inglês é exigido o “Canadian Language Benchmark”, o CLB 7 para trabalhos NOC 0 ou A, e CLB 5 para NOC B .

Escolaridade

Não há requisitos mínimos quanto ao nível de escolaridade do candidato dentro do “Canadian Experience Class”, mas há pontos extras para quem possui um certificado ou diploma canadense. Também pontuam os estrangeiros que comprovarem o período de estudos fora do Canadá, por intermédio da validação de diploma/certificados.

É importante saber que…

Conforme já citamos, a província de Quebec não utiliza o Express Entry como porta de entrada para os seus processos de imigração, sendo assim, eles selecionam os trabalhadores qualificados por intermédio de um sistema próprio. Para saber mais a respeito das regras vigentes nesta localidade basta clicar aqui.

E vale lembrar também que você pode saber se é elegível ou não para um dos programas canadenses vinculados ao EE a partir de uma ferramenta online, clique e confira! Aproveite para ler o texto “10 regras importantes do Express Entry”.

Precisa de ajuda para aplicar para o Express Entry? Conte com a Immi Canada!

Comentários Facebook