A área de Engenharia é muito ampla e abrange os profissionais do segmento da Construção Civil, Mecânica, Elétrica, Informação, entre diversas outras. Mas afinal, quais engenheiros que o Canadá mais precisa atualmente? Para tentar responder a esta pergunta, trazemos alguns dados divulgados a partir de uma pesquisa elaborada pela empresa “Randstad Canada” que atua com diferentes serviços focados em recursos humanos e gestão de carreira.

O mercado canadense

Com a queda acentuada nos preços do petróleo nos últimos dois anos, que é o mais importante recurso natural do país, o setor de engenharia de um modo geral sentiu o impacto: porém, as perspectivas neste campo se mantém bem otimistas este ano. Neste cenário, um fato importante que deve ser levado em conta é que foi constatado que muitos engenheiros estão perto de se aposentar nesta parte da América do Norte, o que representa oportunidades para quem ainda está longe de parar de trabalhar e para os jovens que estão iniciando neste mercado.

Os mais procurados!

A pesquisa apontou que os profissionais que atuam com Automação estão entre os primeiros da lista daqueles com boas oportunidades durante todo o ano de 2017, assim como os que trabalham com Softwares, inclusive com foco em desenho e prototipagem. Engenheiros Mecânicos e Elétricos também são bastante procurados. Mas isso não significa que a Construção Civil, por exemplo, também não esteja aquecida em determinadas partes do Canadá. No momento de concorrer a uma vaga, quem tem uma especialização e uma certificação profissional reconhecida no país (P.Eng), pertence ao grupo com uma taxa alta de empregabilidade (lembrando que trata-se de uma profissão regulamentada, com exigências diferentes em cada província).

Demanda

Segundo a Randstad, atualmente o país possui cerca de 250 mil engenheiros e um recrutador leva em média 49 dias para conseguir contratar o profissional ideal para a sua posição em aberto. Ontário e Quebec lideram o ranking das províncias com mais oportunidade para os engenheiros. Já Alberta, por exemplo, é uma localidade cujo mercado é essencialmente orientado pelo petróleo e gás, portanto, quando a economia melhora nesse segmento, automaticamente mais empregos são gerados por lá, e vice-versa.

As áreas que hoje mais absorvem os trabalhadores qualificados nos vários campos da Engenharia são a Manufatura, Serviços profissionais (como consultorias, por exemplo), empresas do segmento de Atacado, Construção, Gestão de Resíduos, Administração Pública, Mineração, Petróleo e Gás, e também o Varejo.

Confira a média de aplicantes do segmento de Engenharia em relação a cada vaga aberta nas principais cidades canadenses (Randstad, 2017):

Toronto – 32 aplicantes por vaga (44 mil candidatos)

Vancouver – 22 aplicantes por vaga (16 mil candidatos)

Montreal – 26 aplicantes por vaga (31 mil candidatos)

Calgary – 86 aplicantes por vaga (24 mil candidatos)

Edmonton – 73 aplicantes por vaga (12 mil candidatos)

Ottawa – 74 aplicantes por vaga (24 mil candidatos)

Quebec City – 2 aplicantes por vaga (500 candidatos)

Halifax – 23 aplicantes por vaga (2.200 candidatos)

Quanto o assunto é a média de salário, Calgary ainda aparece como o local em que os engenheiros, em geral, recebem um pagamento superior em relação às outras sete cidades. Assim, considerando os valores recebidos pelos profissionais por ano e em dólares canadenses, temos os seguintes números:

Toronto – de $51 mil a $101 mil anuais

Vancouver – de $51 mil a $101 mil anuais

Montreal – de $46 mil a $88 mil anuais

Calgary – de $63 mil a $119 mil anuais

Edmonton – de $60 mil a $117 mil anuais

Ottawa – de $54 mil a $107 mil anuais

Quebec City -de  $37 mil a 86 mil anuais

Halifax – de $50 mil a $110 mil anuais

Quer saber mais a respeito da área de Engenharia no Canadá e quais os profissionais mais procurados no país? Então não deixe de ler também os textos:

Engenharia – Profissões regulamentadas no Canadá (Série)

Quais são os “Canada’s Best Jobs 2017”???

 

 

Fonte: https://www.randstad.ca/hot-jobs/engineering-jobs-in-demand/

 

 

Comentários Facebook
The following two tabs change content below.

Monica

Muito prazer! Eis aqui uma jornalista que ama viajar, conhecer novas pessoas e compartilhar experiências: vivendo e aprendendo, sempre. A primeira conexão São Paulo - Toronto ocorreu em maio de 2014.