Grupo 1
Grupo 1

Em janeiro de 2022 foi publicado o novo Relatório de Cidadania Mundial. O relatório, divulgado pelo site CS Global Partners, fornece aos cidadãos globais soluções para os melhores países para se viver com base na classificação de qualidade de vida e nos mais altos padrões de vida. 

Ao contrário de outros relatórios que baseiam a cidadania apenas em viagens sem visto, o World Citizenship Report ilustra quais são as melhores cidadanias do mundo com base em vários fatores detalhados considerados em alta pelos cidadãos globais.

No ano de 2022, o Canadá aparece no ranking geral na oitava posição. O relatório é construído levando em consideração os seguintes fatores: Proteção e Segurança, Oportunidade de Economia, Qualidade de Vida, Mobilidade Global e Liberdade Financeira.

Metodologia aplicada a pesquisa

A metodologia exclusiva usada para o relatório baseia-se na pesquisa externa abrangente para avaliar 187 jurisdições nos cinco principais motivadores da cidadania classificados como os mais destacados pelos cidadãos globais.

A melhor cidadania para Proteção e Segurança: O motivador de segurança e proteção mede o grau em que a cidadania pode oferecer maior segurança e proteção ao cidadão, considerando sua potencialidade para permitir a fuga de uma situação de conflito. Os dados coletados para este motivador destacam alguns dos países mais seguros do mundo.

Dos 100 pontos possíveis, o Canadá se destacou com 92, sendo uma das notas mais altas adquiridas, ficando atrás apenas de Nova Zelândia, Islândia, Suíça e Noruega.

A melhor cidadania para negócios: A oportunidade econômica e o motivador de negócios mede a capacidade geral de uma nação de expandir suas riquezas, o conforto material e outros benefícios essenciais de uma economia forte e disponível a todos os seus cidadãos. Este motivador apresenta algumas cidadanias melhores para negócios ao redor do mundo.

Nessa categoria, o Canadá aparece na 6ª posição empatado com a Tailândia com 80 pontos. Países como Singapura, Estados Unidos e Hong Kong se destacaram nessa categoria.

A melhor cidade avaliando qualidade de vida: O motivador da qualidade de vida mede e classifica o avanço do nível de desenvolvimento de uma nação distinta em termos de sua capacidade de fornecer aos seus cidadãos uma alta qualidade levando em consideração o bem-estar pessoal, opções culturais e sociais.

Empatados com os Estados Unidos, o Canadá pontuou 87 ficando na quarta posição. Houve um empate técnico na primeira posição entre 5 países da Europa, entre eles: Suíça, Noruega e Dinamarca.

A melhor cidadania para liberdade financeira: O motivador de liberdade financeira mede a capacidade de uma jurisdição de fornecer um ambiente favorável e estável para o registro e desempenho de empresas, bem como a detenção de bens pessoais e empresariais.

Essa foi a categoria em que o Canadá obteve sua menor pontuação, com apenas 76 pontos, empatado com os Emirados Árabes.

A melhor cidadania para viajar: O motivador global de mobilidade e viagens mede o número de jurisdições diferentes que os cidadãos podem acessar sem visto com uma determinada cidadania. Ter passagem para um número maior de destinos pode melhorar muito a capacidade de um indivíduo acessar oportunidades e experiências exclusivas em novas regiões e mercados.

O Canadá aparece nessa categoria com 86 pontos, ficando no top 10 da lista.

Passaporte Canadense na lista dos melhores do mundo

A pesquisa 2022 feita pela ‘Henley Passport Index’ revela a classificação original e oficial de todos os passaportes do mundo de acordo com o número de destinos que seus titulares podem acessar sem visto prévio.

Em 2022 o passaporte canadense alcançou a sétima posição, subindo uma posição em comparação ao ano de 2021. A pesquisa analisou 199 passaportes que podem viajar por 227 países do mundo. Nesse último ano, o país teve um acréscimo de 60 novos países com entrada garantida sem a necessidade de uma autorização oficial.

O passaporte canadense tem entrada garantida em 185 países ao redor do mundo. Nos outros 42 países da pesquisa, o país necessita de um visto para entrada. Os países Japão e Singapura estão empatados na primeira posição com a permissão de entrada em 192 países.

Ranking final dos melhores países do mundo para viver

Confira abaixo o gráfico que revela a posição final e oficial dos 20 países que melhor pontuaram na pesquisa, classificando o Canadá na 8ª posição:

Canadá na lista das 100 melhores cidades do mundo em 2021

Já a pesquisa realizada pela Organização Best Cities em 2021 revelou que diversas cidades do Canadá estão na lista das melhores cidades para se viver no mundo. O ranking avalia cada cidade qualificada em seis categorias: Lugar, Produto, Programação, Pessoas, Prosperidade e Promoção. O desempenho das 100 principais cidades é avaliado para o resultado final.

No resultado final, Toronto é a cidade canadense melhor classificada, ficando em 18º lugar. A seguir vem Vancouver em 46º lugar, Montreal em 48º e Calgary em 49º. Ainda na lista, mas em posições mais baixas estão a capital Ottawa, em 84º lugar, e a cidade de Edmonton, em 86º.

Se você sonha em viver no Canadá, entre em contato com nossa equipe. O nosso atendimento inicial é totalmente gratuito. Aproveite para tirar todas as suas dúvidas e começar a se planejar melhor. O nosso email é: contact@immi-canada.com

Toronto recebe o título da melhor cidade do mundo para mulheres de negócios

Em uma recente pesquisa realizada e publicada pela Bloomberg Businessweek, uma revista norte-americana sobre negócios, revelou que a cidade de Toronto lidera o ranking das melhores cidades no mundo para mulheres que desejam construir uma carreira profissional.

 A publicação analisou 15 cidades ao redor do mundo, classificando os melhores lugares para se ter qualidade de vida e onde mulheres podem desenvolver suas carreiras.

Veja abaixo o ranking oficial das cidades:

Aspectos analisados na pesquisa feita pela Bloomberg

Para chegar ao resultado final, cinco fatores principais foram levados em consideração: 

A análise pondera igualmente os fatores analisados para formar uma classificação geral.

As cidades foram escolhidas com base em seu papel nos negócios globais e na atratividade para o talento global. Mais de 3.000 mulheres com idades entre 18 e 60 anos foram entrevistadas nas 15 cidades analisadas e responderam um questionário correspondente a cada um dos cinco fatores considerados.

Pontuação obtida por Toronto

Após análise dos dados, a cidade de Toronto ficou em primeiro lugar com 3,66 pontos dos 5 possíveis. A cidade de São Paulo aparece no ranking em último lugar com 2,68 pontos. O desempenho do melhor para o pior revela que as desigualdades estruturais e sociais de gênero continuam predominantes em todos os lugares.

As 15 cidades foram selecionadas por um time de jornalistas da Bloomberg que deram suas notas baseados em alguns critérios: todas as cidades listadas são grandes centros comerciais, proporcionando uma perspectiva global sobre a desigualdade de gênero, e a maioria atrai profissionais de finanças e negócios de outros lugares. O ranking não é uma lista das grandes cidades do mundo.

Para chegar ao resultado final, foi avaliado os dados públicos disponíveis de cada local. A fim de garantir um resultado mais assertivo, também foram entrevistadas pelo menos 200 mulheres trabalhadoras em cada cidade. A resposta desses questionários foi ponderada com os cinco critérios usados para análise. Também foram ouvidas mulheres que já estão no ramo dos negócios por anos, ou já aposentadas, para compartilharem suas experiências pessoais de viver e trabalhar nas cidades analisadas. Após toda essa combinação de análises, a Bloomberg chegou ao resultado final.

Ponto fraco da cidade de Toronto: Transporte

A cidade de Toronto garantiu a liderança por ter obtido alta pontuação nos quesitos igualdade e boas avaliações em maternidade e riqueza, mas a pontuação sobre mobilidade foi ruim, resultado que pode refletir os problemas de tráfego e uma rede de metrô considerada envelhecida. Outras capitais globais e centros de negócios, incluindo Sydney e Cingapura - em segundo e terceiro respectivamente- , pontuaram alto em um ou dois pilares, mas falharam em oferecer proteção e oportunidade simultaneamente.

Em São Paulo, apenas 10% das mulheres consideraram a cidade um local seguro para se viver. Desigualdade no ambiente de trabalho, o machismo cultural, e os baixos salários oferecidos às mulheres, fizeram com que a cidade fosse ranqueada em último lugar.

Mais oportunidade de imigração em 2022 para empreendedores em Ontario

O governo de Ontario divulgou em dezembro de 2021 um plano para recrutar 100 empreendedores internacionais para iniciar ou expandir os negócios nas regiões fora da Grande Toronto (GTA) onde houve um impacto negativo com a perda de emprego durante a pandemia.

O objetivo é gerar mais empregos locais em diversos setores incluindo: tecnologia da informação, ciências da vida (biotecnologia por exemplo) e na área de turismo, proporcionando novos investimentos para as cidades que muitas vezes não são o foco dos empreendedores.

Através desse projeto, que terá duração de dois anos, os empresários internacionais poderão comprar ou abrir novas empresas, contratar trabalhadores locais e impulsionar o crescimento econômico em novas comunidades. Cada empresário selecionado deverá investir um mínimo de 200 mil dólares em seus negócios, gerando pelo menos 20 milhões para a economia de Ontário.

Desde a sua criação o Entrepreneur Stream do OINP só teve duas nomeações. Sendo assim, esse novo projeto apoiará melhor os empreendedores que se candidatarem, ajudando a conectá-los com oportunidades de negócios que melhor atendam às suas demandas.

Até o momento, em 2021, mais de 100 mil imigrantes obtiveram o status de residente permanente na província de Ontario. Apenas 8.600 foram nomeados através do OINP. Para preencher essa escassez de mão de obra na província, impulsionando o crescimento econômico, o ministro McNaughton pediu ao governo federal para dobrar esse número no ano de 2022.

Mercado de trabalho no Canadá para os brasileiros

Uma das preocupações de quem decide se mudar para o Canadá, é com relação  a sua recolocação no mercado de trabalho. São muitas dúvidas e incertezas na hora  de planejar essa mudança, e uma das questões mais frequentes é sobre como se preparar para o mercado de trabalho canadense.

Para aqueles que vêm para o Canadá com propósito de trabalhar, precisam ter uma permissão e trabalho (work permit).  Nós já falamos aqui no blog sobre a permissão de trabalho aberta, que pode ser concedida ao cônjuge de um estudante internacional, ou ao próprio estudante quando conclui o seu programa de estudo e aplica ao PGWP – Post Graduation Work Permit, e também sobre a permissão de trabalho fechada, que é concedida a um trabalhador internacional, que recebeu uma oferta de emprego de um empregador canadense que estava previamente autorizado a contratar estrangeiros através do processo de LMIA – Labour Market Impact Assessment.

Então para que você possa conhecer melhor sobre todas as categorias de autorização de trabalho no Canadá, assim como compreender melhor suas regras e condições, clique aqui.

Se você deseja compreender melhor como a sua experiência de trabalho no Canadá pode abrir portas para um futuro processo de residência permanente fale com a nossa equipe, nosso atendimento inicial não tem custo algum, basta enviar um email para contact@immi-canada.com

O Halloween canadense, é celebrado no dia 31 de outubro, assim como também é nos Estados Unidos e alguns outros países. É um dia que marca a única noite do ano em que, de acordo com as antigas crenças celtas, os espíritos e os mortos podem passar para o mundo dos vivos. Muitas pessoas dão festas e as crianças podem pedir doces ou fazer travessuras na vizinhança.

Halloween canadense: Uma data levada a sério

O dia das bruxas é bastante comemorado e levado a sério na maior parte das cidades canandenses. É uma grande dia e a maioria das famílias participam, e decoraram tanto o lado de fora quanto o de dentro das casas com artigos relacionados ao halloween.  É comum as pessoas se fantasiarem e também participarem de festas e concursos. 

Apesar do halloweeen canadense ser comemorado no dia 31 de outubro, diversos lugares promovem eventos em datas próximas. Os artigos de caracterização, os enfeites e as decorações são sempre associados as temáticas de bruxas, fantasmas e monstros.

Fantasias típicas do halloween canadense

Fantasias típicas do halloween canadense

Os símbolos do halloween canadense são diversos e incluem abóboras, gatos pretos, morcegos e aranhas, além de figuras como esqueletos, bruxas, feiticeiros e fantasmas, além de cenários como cemitérios e casas assombradas. As cores que são predominantes são o laranja, o preto e o roxo.

Também existem tipos especiais de alimentos relacionados à festa das bruxas. Doces em pacotes decorados com símbolos de halloween, maçãs caramelizadas, tortas de pipoca, milho e abóbora assada são alguns exemplos de alimentos consumidos na data.

As melhores festas do halloween canadense. 

As três cidades que se destacam durante o halloween canadense são Toronto, Vancouver e Montreal. 

Toronto é o palco de várias atrações, festas e passeios temáticos relacionados a datas, como a Legends of Horror que acontece na Casa Loma e o tour The Haunted Walk com variadas fantasias e locais lendários.

Legends of Horror 

Legends of Horror

Em Vancouver, o evento mais esperado acontece em uma das principais ruas de Downtown, a Granville St, onde estão localizados vários bares, restaurantes e boates. Durante as comemorações de Halloween no Canadá, essa rua é fechada para receber um desfile de pessoas fantasias. Além do evento Playland Hallowed Eves, que transforma o parque em mal assombrado.

Playland Hallowed Eves

Playland Hallowed Eves

Já em Montreal, as fantasias mais encontradas nas ruas durante o dia das bruxas são as de zumbi e doentes macabros. Com atrações para todas as idades, essa cidade prepara diversas atrações, algumas delas é que tanto o Bord’elle  e o Farsides, em Old Montreal, estão participando da mania do Houd Six, promovendo suas próprias festas de Halloween no domingo, 31 de outubro.

Mania Hound Six

Mania Hound Six

Para jovens e adultos, alguns parques de diversões de várias cidades canadenses se transformam em um verdadeiro filme de terror com zumbis que correm atrás de você com motosserras.

Quer saber mais sobre o halloween canadense? Visite também o nosso artigo:  O que fazer no halloween no Canadá?

A origem do Halloween

De acordo com a origem celta do halloween, em tempos  pré-cristãos, muitas pessoas acreditavam que espíritos do submundo e fantasmas de pessoas mortas podiam visitar o mundo dos vivos. Os celtas acreditavam que esses espíritos podiam fazer mal os vivos ou levá-los de volta ao submundo. Para evitar isso, as pessoas começaram a se vestir como fantasmas e deixavam suas casas. Eles esperavam que isso confundisse os fantasmas e espíritos.

 Alguns séculos depois, as tradições do Halloween foram trazidas para o Canadá por imigrantes irlandeses e escoceses. O Halloween agora é celebrado em vários outros países, incluindo Estados Unidos, Reino Unido, Irlanda e Austrália.

No passado, as noites de domingo não eram um momento apropriado para  as comemorações de halloween em alguns lugares. Algumas cidades só começaram a manter suas celebrações oficiais de dia das bruxas aos domingos em meados dos anos 2000, em vez de mudá-las para um sábado se a data fosse um domingo.

O que está aberto ou fechado? 

É importante lembrar que 31 de outubro não é feriado. Algumas organizações podem organizar festas de halloween, mas isso geralmente não atrapalha os negócios normais. 

Os serviços de transporte público funcionam em horários regulares. Se as pessoas estiverem dirigindo pela vizinhança no final da tarde ou à noite, é importante estar especialmente atento às crianças, especialmente as que usam fantasias escuras, que podem não estar familiarizadas com as condições do tráfego.

Se você não quiser se sentir de fora, procure uma loja de fantasias e capriche no visual para o dia 31 de outubro!

Não se esqueça de nos acompanhar nas nossas redes sociais:

Instagram: @immicanada

Facebook: Immi Canada

Linkedin: Immi Canada

Twitter: @immicanada

E continue acompanhando nosso blog, temos diversas postagens relacionadas com o Canadá e imigração para o Canadá.

Saiba como alugar um imóvel no Canadá depois do visto aprovado. Esta é a hora de se organizar para o embarque e para tão esperada “mudança para o Canadá”. Entretanto, depois de ter os documentos de viagens e passagens garantidos, o newcomer, como é conhecido todo recém-chegado ao país, vai precisar se lançar em um novo desafio: a busca da moradia no novo país.

E esse assunto envolve diversas dúvidas, pois para quem ainda está no Brasil, fica mais difícil entender exatamente como funciona o mercado imobiliário no Canadá. Quais são as regras, exigências, preços, melhores áreas, espaço do imóvel, processo de locação, além do desafio de encontrar o endereço que atenda todas as suas necessidades.

Cada perfil vai exigir uma demanda de imóvel específica. Um casal com filhos, por exemplo, pode procurar por locações com mais cômodos, um estudante que venha sozinho pode optar por compartilhar um imóvel com outra pessoa, um casal solteiro pode se identificar com o estilo Studio (mais conhecido como ktinet no Brasil), e muitos outros fatores determinantes na hora da escolha do imóvel.

Para te ajudar a entender de uma vez por todas como funciona o mercado imobiliário no Canadá, nós preparamos este conteúdo com informações valiosas para que você possa compreender como funciona este processo no país.

Primeiro passo:

O primeiro passo para a locação de um imóvel, começa com a coleta de documentos necessários para apresentação na hora de assinar um contrato ou oferta de aluguel.

O proprietário do imóvel, ou a imobiliária responsável pela administração, de forma geral pedem a comprovação documentada que o aplicante possui renda, vínculo empregatício, uma boa referência, histórico de crédito no país e entender que a pessoa vai se comprometer a zelar pelo imóvel. As exigências podem variar conforme o tipo de imóvel, tipo de contrato de aluguel e quanto ao perfil do proprietário ou empresa administradora do imóvel.

O histórico de crédito é uma pontuação que você passa a acumular conforme realiza transações de compra, gastos nos cartões de crédito canadense, pagamento de seus compromissos financeiros entre outras questões do seu comportamento financeiro que podem influenciar na definição da sua capacidade de crédito pelas instituições financeiras do Canadá.

De forma geral, esse histórico é construído com o tempo de residência no país, conforme você vai realizando transações bancárias, pagando contas (luz, água, cartão de crédito etc). Contas pagas em dia, faz com que a sua pontuação se mantenha alta. Atrasos ou negligência, podem diminuir a sua pontuação.

Nós já detalhamos em nosso blog, como construir um histórico de crédito no Canadá, para acessar esse conteúdo clique aqui.

O que fazer quando se é um recém-chegado no país?

Para comprovação de renda, alguns imóveis podem aceitar sua comprovação financeira do seu país de origem.

Em casos mais comuns, de forma geral, é exigido que o novo inquilino pague pelo menos 2 aluguéis adiantados para entrar no imóvel, um corresponde ao primeiro e outro corresponde ao último aluguel do contrato. Os aluguéis costumam iniciar com contratos de um ano, renováveis conforme o desejo do inquilino após a data de vencimento do contrato.

Com toda documentação pronta, agora é hora de escolher a região que você deseja morar.

Caso você necessite de ajuda para conseguir um imóvel ainda no Brasil, indicamos o serviço da empresa parceira Bed 4 Student.

Escolhendo a região:

A escolha do bairro/região que você deseja morar é muito importante na hora de tomar uma decisão, por diversos fatores que precisam ser levados em consideração.

Família com filhos em idade escolar: O governo canadense entende que a melhor escola do seu filho é aquela que se encontra nas redondezas da sua residência. Você não escolhe a escola que seu filho irá estudar, o governo direciona seu filho para uma escola levando em consideração, principalmente, o seu endereço. Portanto, se você tem preferência por uma escola específica, é preciso estar atento a essa regra para garantir que conseguirá matricular o seu filho na instituição de ensino desejada.

Para saber mais sobre educação infantil no Canadá, acesse esse link.

Se você não pretende ter veículo próprio logo que chegar, ou usar o carro para as suas atividades do dia a dia, também é preciso levar em consideração se a região possui serviços que facilitem a sua rotina como: facilidade de acesso ao transporte público, mercado, comércio, segurança, proximidade com o trabalho ou lazer. A escolha do lar precisa combinar com as suas prioridades individuais ou da sua família.

Uma dica bem legal para saber como são os serviços na região que você vai morar, é utilizar o site Walk Score. Neste site você digita o endereço exato do imóvel e ele aponta como está a disponibilidade de transporte e serviços para sua região. O site estabelece uma pontuação máxima de 100 pontos para localidades mais bem abastecidas e consideradas convenientes pela acessibilidade. Vale consultar para não ficar em dúvida quanto a estes aspectos.

O orçamento disponível também é um fator a ser considerado, já que cada bairro terá um valor de aluguel distinto.

Buscando um imóvel:

Não é uma regra, mas o comum é que os anúncios sejam publicados com pelo menos 45 - 30 dias de antecedência da data de disponibilidade do imóvel para a entrada do novo inquilino.

Caso você se interesse por um determinado imóvel, você fará um agendamento de visitação, podendo disputar o interesse com outras pessoas também, que inclusive podem estar visitando o apartamento ao mesmo tempo que você.

Por isso, o fator tempo deve ser levado em consideração na procura por um imóvel. Para garantir que você possa visitar e escolher um imóvel que melhor se adeque ao seu perfil e ao seu orçamento, é importante planejar e começar as buscas com pelo menos 1 mês de antecedência da data que você deseja mudar.

Não é muito comum uma pessoa visitar um apartamento e conseguir uma data de mudança nos dias seguintes. Geralmente, os contratos são programados para começar sempre no primeiro dia do mês. Mas há exceções, e a pessoa vai precisar contar com o fator sorte se desejar mudar de imediato.

Existem alguns sites mais conhecidos no Canadá para buscar por um imóvel, sendo os mais populares: Facebook Marketplace, Rentals, Realtor, PadMapper, entre outros.

Mas é importante ficar atento à veracidade dos anúncios. Como dica, sugerimos que não adiantem pagamento para aluguel de imóveis que não visitaram ou não tem proposta formal estabelecida. O mercado online é muito bom para dar uma ideia de preço, condições do imóvel e até para um primeiro contato, mas também pode esconder algumas pegadinhas. Cheque sempre as referências do responsável pelo anúncio para evitar qualquer surpresa indesejável.

Você também pode contar com um auxílio de um corretor regulamentado. Quando isso acontece este serviço não costuma ser remunerado para que o profissional busque o imóvel e agende as visitas para você. Porém, alguns exigem que você assine com eles um contrato de exclusividade, onde somente eles poderão fazer ofertas para imóveis em seu nome e representar as suas propostas de aluguel. Ambas as partes precisam cumprir as condições deste contrato, se for assinado.

O corretor normalmente é remunerado pelo proprietário ou responsável pelo aluguel do imóvel quando você decide alugar. Por isso, contar com essa ajuda profissional pode ser de grande auxílio nesta fase. Mas fique atento, é importante ter certeza da idoneidade do profissional e buscar referências com alguém que já tenha usado os seus serviços antes de decidir por sua contratação.

Uma curiosidade sobre a visitação de um imóvel: Pode ser que você visite um imóvel com os moradores ainda vivendo dentro do local. Essa prática é considerada normal no país, afinal, as pessoas costumam cumprir o contrato até o último dia permitido. Nestes casos, normalmente o responsável pela visitação ao local pede que você não registre fotos ou toque nos pertences pessoais do atual morador.

Assinatura de contrato:

Por que o primeiro passo na hora de procurar um local para morar é garantir os documentos necessários para locação?

Isso acontece pois durante a visitação, caso haja o interesse de alugar aquele imóvel, a pessoa já pode preencher a proposta formal de locação, que se aceita irá resultar no contrato. Nessa, já será pedido o contato de referências e outros dados como o valor que você vai ofertar para o aluguel (isso mesmo! O imóvel é anunciado com um valor, mas você pode fazer oferta de valores acima ou abaixo do que foi anunciado, mas saiba que este será um dos critérios para o locador levar a sua proposta em consideração). Você também determina o prazo que o locador tem para responder a sua oferta, mas caso ele aceite o que você formalizou, o contrato é considerado válido e ambas as partes precisam honrá-lo desde então.

Por isso é importante ter em mãos as informações e documentos que mencionamos no dia da sua visitação, pois se você gostar do imóvel e tiver a oportunidade de já fazer a sua oferta, suas chances de conseguir o imóvel desejado serão maiores.

Caso você visite um apartamento, e não tenha esses dados em mãos, a sua chance de sucesso na locação diminui, pois se um outro candidato estiver melhor preparado, pode ser que ela tenha preferência na análise da oferta.

Os contratos podem ter um período de carência de 3 meses, 6 meses, 1 ano ou 2 anos. Em alguns casos específicos, existe a opção de contratos de locação feitos mensalmente. No entanto, essa opção se torna mais comum após 1 ano de contrato entre as duas partes interessadas.

Não deixe de checar aspectos importantes das regras do imóvel antes de fazer uma oferta. Veja se o imóvel ou o condomínio aceita fumantes, se aceita animais, se permite que você hospede pessoas por determinado período de tempo, se possui garagem e se você pode colocar sua churrasqueira na varanda. Todas essas questões são exemplos de restrições que podem ser impostas no contrato.

Contrato aprovado:

Após análise da sua oferta, se esta for aceita pelo responsável pelo imóvel você deve receber uma cópia do contrato assinado e agendar a vistoria de entrega das chaves.

Existem também outros tipos de imóveis como os rental buildings, por exemplo. Nestes imóveis você costuma preencher um cadastro prévio para que os responsáveis façam uma análise do seu perfil, considerando fatores como referências e histórico de crédito, por exemplo. Se aprovado este cadastro, você deve ser chamado para assinar o contrato de locação e agendar sua vistoria.

Após a efetivação do contrato, será necessário efetuar o pagamento do security deposit (depósito de segurança), o que seria o pagamento ‘caução’ no Brasil. Esse pagamento é uma garantia que você está assegurando e confirmando seu interesse no imóvel. O valor cobrado pode variar de acordo com as exigências de cada locador.

Esse depósito é devolvido no final do contrato. No entanto, ao deixar o imóvel será feita uma vistoria e se for constatada alguma avaria, o valor correspondente ao seu reparo será descontado do depósito de segurança.

Em alguns contratos, o valor do aluguel já pode também incluir algumas utilities (seriam serviços que costumamos pagar separado no Brasil). Isso quer dizer que no valor pago mensalmente, já estejam inclusas as despesas de água, luz, aquecimento ou estacionamento, por exemplo.

Também é obrigatório que todo imóvel seja entregue ao locatário com condições imediatas de habitação. Isso quer dizer que você já deve encontrar no local, fogão, geladeira, armários e, em alguns casos, até as máquinas de lavar e secar roupa, lavadoura de louças e microondas, esses últimos não são considerados itens obrigatórios, mas você deve checar o que já consta como disponível em seu contrato. Os banheiros também precisam estar em plenas condições de uso com armário, chuveiro e/ou banheira e vaso sanitário com acento.

Para entender melhor quais são as regras estabelecidas, ao alugar a sua moradia no Canadá, basta acessar essa matéria que publicamos em nosso blog.

Imóveis Pet friendly:

Não são todos os imóveis que aceitam animais de estimação dentro do condomínio. Será preciso fazer uma pesquisa filtrando apenas os imóveis chamados de pet friendly.

As regras variam muito de província para província, mas no geral os imóveis aceitam o máximo de 2 animais (cachorro e/ou gato) por unidade. Em alguns casos só será permitido animais de porte pequeno. Tem alguns prédios que aceitam gatos mas não aceitam cachorros, por exemplo.

A verdade é que nem todos os imóveis são considerados pet friendly no Canadá. É preciso uma busca mais específica, o que pode dificultar um pouco o seu planejamento de escolha de bairro ou até mesmo condomínio.

Se o imóvel aceitar animais de estimação, será preciso pagar uma taxa chamada de pet deposit (depósito animal). Esse valor cobrado, costuma ser metade do valor total do aluguel mensal e deve ser pago na assinatura de contrato de locação do imóvel, junto com o pagamento do depósito de segurança.

Esse depósito também é devolvido ao final do contrato. No entanto, caso aconteça algum dano ao imóvel que seja causado pelo animal, o valor do reparo será descontado desse depósito.

Em geral, os imóveis pet friendly possuem um valor de aluguel um pouco mais alto, comparando com um imóvel que não aceita animais.

Tipos de residência:

Existem 5 tipos de imóveis populares no Canadá. O studio ou bachelor (mais conhecido como kitinet no Brasil), os apartamentos, townhouse, as casas e os basements.

Veja abaixo as principais diferenças entre eles:

Studios ou bachelor:

O imóvel é projetado de forma que não há paredes que dividem os ambientes no local, com exceção da área do banheiro e algumas vezes a cozinha. Costuma ter o valor de locação mais barato, por ter um espaço menor e integrado.

Apartamentos:

Um prédio pode ter apartamentos com 1, 2, 3, até 5 quartos (ou até mais). O tamanho do imóvel varia muito e muitos prédios chegam ater mais de 8 plantas de apartamentos diferentes. Pode ou não ter uma varanda. Não necessariamente a cozinha será um ambiente separado dos outros cômodos, pois é bastante popular prédio com cozinhas no estilo “americano” onde existe uma abertura direta para a sala.

Townhouses:

As townhouses são uma combinação de apartamento com casas. Olhando de fora, você classifica como se fosse uma casa, porém, elas formam um condomínio, uma ao lado da outra. Podendo ou não ter mais de um andar. A estrutura é toda feita como uma casa, porém costuma estar integrada a uma estrutura de condomínio e pode contar com uma área aberta no terraço ou no quintal. O valor de locação é mais em conta que uma casa. Você vai pagar para morar em uma casa, porém com vizinhos de porta ou andar.

Casas:

O valor para locação de uma casa no Canadá normalmente é mais alto do que um apartamento ou townhouse. Porém, a área habitável costuma ser maior e oferece mais privacidade e liberdade de uso do espaço. Mas é preciso levar em consideração também o investimento em manutenção, pois diferente das outras opções citadas acima, quando se aluga uma casa fora de uma estrutura de condomínio (o que é mais comum), você não terá um zelador que em geral faz as tarefas de limpeza e manutenção dos espaços externos. Tudo ficará sob sua responsabilidade. O fator localidade também é importante ser levado em consideração no planejamento de quem deseja viver em uma casa, pois não é em todo bairro que existe uma área habitacional de casas.

Basement:

Muitas famílias possuem nas suas casa o basement, que no Brasil conhecemos como porão. Entretanto, nos imóveis canadenses essas estruturas costumam ser bem equipadas, podendo contar com mais de um quarto, entrada completamente separada da casa principal, cozinha completa, banheiro e toda as condições desejadas em uma casa. A estrutura do basement vai variar de imóvel para imóvel, assim como o preço da sua locação. Porém, os aluguéis de basement costumam ser bem mais baratos do que de qualquer outro imóvel de mesmo tamanho. Além disso, os locatários também podem ser bem mais flexíveis nas condições para o aluguel.

Caso você venha para o Canadá com o status de estudante, e deseje avaliar a opção de aluguel de moradias para estudantes em casas de famílias locais, conhecidas como homestay, acesse esse nosso conteúdo para obter mais dicas para o seu planejamento.

O que é o Sublet?

Não é muito comum no Brasil, mas no Canadá existe – em alguns casos – a opção de você transferir o seu contrato de aluguel. Isso significa que você está autorizado a passar o seu contrato adiante, antes do fim, para uma segunda pessoa.

Dessa forma, esse novo inquilino se responsabiliza em cumprir aquele contrato em vigência até o final, podendo renovar o contrato futuramente, com a transferência do novo contrato para o seu nome.

Não são todos os prédios e/ou residências que aceitam essa condição. E também é importante ressaltar, que não há garantias para a pessoa que aceita finalizar um contrato de aluguel, pois na prática, o contrato não estará em seu nome ainda, o que não garante direitos legais sob aquele imóvel.

O sublet só é possível com prévia autorização do proprietário, ou da imobiliária responsável por administrar o imóvel.

Cuidado com os golpes:

O número de golpes relacionado a locação de imóvel não é alarmante, porém é uma realidade.

Ao procurar por um imóvel, você pode acabar encontrando uma opção incrível, com um valor imperdível. O anúncio vem com fotos do imóvel e com dados de contato da pessoa que está alugando.

Em geral, a história para iludir os interessados é sempre a mesma. A pessoa teve algum compromisso emergencial fora do país, por tanto ele não pode te encontrar pessoalmente, e então é sugerido o pagamento do depósito de segurança por transferência bancária, ou até mesmo o valor do primeiro aluguel, com a promessa que as chaves do imóvel serão entregues via correio, ou estarão disponíveis na portaria do prédio.

Cuidado, infelizmente esse golpe imobiliário acontece no país. Por isso, é importante você só realizar qualquer pagamento ao assinar o contrato pessoalmente com o proprietário ou imobiliária, tendo realizado a visita prévia no local, tendo acertado todas as condições para locação e checado as referências de quem está alugando.

Se você já está decido a mudar para o Canadá, entre em contato com a gente pelo email contact@immi-canada.com que nós iremos te auxiliar nas fases iniciais deste planejamento. O primeiro atendimento com a nossa equipe é gratuito e pode ser bastante esclarecedor na sua fase de pesquisas.

Se preferir, você pode agendar uma consulta de imigração para definir qual caminho é mais adequado ao seu perfil para um futuro processo de residência permanente no país, agende diretamente pelo link: https://www.immi-canada.com/consulta/

Aproveite para compartilhar nos comentários, o que você achou dessa matéria!

Hoje iremos te convidar para um tour virtual pelo melhor de Toronto!
Você que ainda não conhece a capital da província de Ontario, a fascinante metrópole do Canadá, pode ir se ajeitar confortavelmente para realizar esse passeio virtual.

Você vai realizar um passeio pelos pontos turísticos de Toronto, por uma perspectiva totalmente nova e de tirar o fôlego.

Descubra o melhor de Toronto em uma visita virtual;

CN Tower: Com uma Live Cam instalada no topo da torre, com aproximadamente 540 metros de altura, você terá uma visão supreendente da cidade. Você pode optar por observar a cidade pela câmera posicionada no lado leste ou no lado oeste.
Ainda nesse mesmo link, você também pode dar uma olhadinha nas Cataratas de Niagara.
Assista pelo Link: https://www.earthcam.com/world/canada/toronto/cntower/?cam=cntower1

Bata Shoe Museum: Famoso e irreverente museu dedicado exclusivamente para sapatos. Com um acervo de mais de mil sapatos, você pode conhecer a história contada nos últimos 4.500 anos desse artefato que faz parte de nossas vidas.
Acesse pelo link: http://batashoemuseum.ca/whats-on-everyday-bsmfromhome/

Royal Ontario Museum: Esse que é o maior museu do Canadá, é cheio de peças de arte, culura e história natural. São mais de 45 mil opções de arte para serem observadas. Sendo alguns deles disponível um áudio guia descritivo das obras.
Acesse pelo link: https://www.rom.on.ca/en

Art Gallery of Ontario: Exposição com artes canadenses, fotografias e muito mais.
Acesse pelo link: https://ago.ca/

Casa Loma: você sabia que Toronto possui seu próprio castelo? Em um estilo gótico, foi construido em 1914 com objetivo de ser uma mansão. Faça um tour online pelo local!
Visite o site: https://casaloma.ca/experience-the-castle/

Aga Khan Museum: Museu trazendo mais da cultura mulçumana. Com artes islâmicas e iranianas.
Acesse pelo link: https://www.agakhanmuseum.org/exhibitions/museum-without-walls

Ripley's Aquarium of Canada: Esse aquário é uma atração recente em Toronto. Durante a quarentena, os visitantes podem acompanhar através de uma Live Cam, o tanque onde ficam os tubarões do aquário.
Assita pelo link: https://www.ripleyaquariums.com/canada/shark-camera/

Toronto Zoo: Por recomendação mundial, o zoológico encontra-se fechado para visitação, no entanto a rotina diária de alimentação e cuidados com os animais continua regularmente. Agora com um diferencial, todos os dias os cuidadores entram ao vivo pela página oficial do zoológico, para mostrar sua rotina de cuidados com os animais. Você pode, inclusive, votar na página e escolher qual sessão do zoológico você gostaria de assistir.
Você pode acessar pelo facebook: https://www.facebook.com/TheTorontoZoo

Esperamos que vocês gostem do passeio pelos pontos turísticos de Toronto. E caso queiram saber mais, leia essa matéria em nosso blog, onde apresentamos um pouco mais dessa linda cidade.

A província canadense de Alberta é a quarta mais populosa do país, com mais de 4 milhões de habitantes, e a mais populosa entre as três províncias das pradarias - denominação que inclui, ainda, Saskatchewan e Manitoba (saiba mais sobre Manitoba aqui). Um fato curioso sobre a região é que ela uma das duas únicas províncias que não possuem litoral. 

Alberta, cujo nome foi escolhido em homenagem à filha da Rainha Victória, Princesa Louise Caroline Alberta, se tornou uma província em 1905 e é delimitada por British Columbia a oeste, Saskatchewan a leste, Territórios do Noroeste ao norte e pelo estado americano de Montana ao sul. A capital é Edmonton, localizada no centro da província, e a maior cidade de Alberta é Calgary - que também é a terceira maior cidade do Canadá.

*Quer morar no Canadá? A Immi pode te ajudar com todo o processo! Entre em contato pelo email contact@immi-canada.com e acesse https://www.immi-canada.com/consulta/.

A província tem uma das economias mais fortes do mundo, apoiada na indústria petrolífera e, também, na agricultura e na tecnologia. Para se ter uma ideia, no ano de 2013, Alberta teve PIB per capita maior que dos Estados Unidos, da Noruega e da Suíça, e superior a qualquer província canadense. 

calgary

Alberta tem sido um destino turístico desde os primeiros dias do século XX, com atrações que incluem locais ao ar livre para esquiar, caminhar e acampar, compras locais no West Edmonton Mall (segundo maior shopping center do mundo), Calgary Stampede, festivais ao ar livre, eventos esportivos profissionais, competições esportivas internacionais como os Jogos da Commonwealth e os Jogos Olímpicos, bem como atrações mais ecléticas. Há também as naturais como o Parque Nacional Elk Island, o Parque Nacional Wood Buffalo e o Columbia Icefield.

Clima

Como a província se estende por mais de 1.200 quilômetros de norte a sul, o clima tem variações consideráveis. No entanto, de modo geral, Alberta tem verões quentes e invernos frios. 

No inverno, a temperatura média varia entre 0°C, no sudoeste, e –24°C no extremo norte. Já no verão, a temperatura durante o dia é de cerca de 21°C nos vales das Montanhas Rochosas e no extremo norte e 28°C na pradaria seca do sudeste. Quem for visitar a região nessas estações, no entanto, deve estar preparado para os picos. Na estação fria, as temperaturas podem chegar a –54°C no norte e a –46°C no sul da província. No verão, os picos de temperatura variam entre 32°C nas montanhas e mais de 40°C no sudeste de Alberta.

Apesar das temperaturas frias, a província é bastante ensolarada e o norte de Alberta recebe cerca de 18 horas de luz do dia no verão, ótimo para curtir o dia e realizar atividades ao ar livre.

calgary-canada-alberta

*Saiba mais sobre as quatro estações do ano clicando aqui.

Atrações

Alberta é uma província muito diversificada, com uma infinidade de belíssimas paisagens: montanhas nevadas, lagos cristalinos, florestas e savanas. Por isso, a região é um excelente destino para quem ama estar em contato com a natureza e praticar atividades ao ar livre, como esquiar, caminhar e acampar. 

Aqueles que curtem modernidade, no entanto, também encontram boas opções de diversão. Uma das principais delas é o West Edmonton Mall, localizado na capital da província. O shopping é o segundo maior do mundo e o maior do Canadá! Confira a lista que preparamos com as principais atrações da região:

stampede

Educação

Como se sabe, em todo o Canadá, a educação é responsabilidade de cada província e Alberta tem um sistema educacional muito bem desenvolvido - reconhecido como um dos melhores do Canadá e do mundo. 

Em Alberta, de acordo com a lei, todas as crianças devem frequentar a escola de 6 a 16 anos. A educação pública é fornecida gratuitamente para crianças e jovens com menos de 20 anos de idade, até o final do ensino secundário. 

A maior e mais antiga universidade é a Universidade de Alberta, localizada em Edmonton. Além dela, há também a Universidade de Calgary, que é a segunda maior da província. Outras importantes instituições da região são: a Universidade de Athabasca, que se concentra no ensino à distância, a Universidade de Lethbridge, a Universidade Mount Royal e a Universidade MacEwan. Essas duas últimas se tornam, cada uma, as segundas universidades públicas de Calgary e de Edmonton em 2009, respectivamente. 

alberta-filhos-escola

A província abriga, também, muitas instituições privadas pós-secundárias e há diversas opções para os alunos internacionais que desejam estudar na região - seja em instituições públicas ou privadas. 

Arte, cultura e gastronomia

Além das opções ao ar livre, Alberta tem festivais gastronômicos e culturais o ano todo e são uma ótima opção para conhecer a arte, a cultura e a gastronomia da região. Edmonton, por exemplo, tem tantos festivais que recebeu o apelido de “Festival City”. 

Muitos dos eventos já integram o calendário oficial da capital de Alberta. Tem festivais de gastronomia e de música para todos os gostos: do jazz ao country. O Taste of Edmonton é um dos mais famosos eventos de gastronomia e é realizado há mais de 30 anos, em todos os verões. Este festival reúne mais de 50 restaurantes e food trucks, além de ter diversos workshops. Cerca de meio milhão de pessoas participam anualmente. 

Outra boa pedida é o Heritage Festival, que acontece em agosto. Este festival possibilita aos participantes conhecer as tradições culinárias de outros povos e culturas. Diversas nações são representadas - incluindo do Brasil. 

Além da gastronomia, quem  curte arte e teatro tem que aproveitar o Fringe Festival. O evento reúne diversas companhias independentes e é o maior e mais antigo do gênero em toda a América do Norte. O cinema também tem seu lugar ao sol e quem ama a sétima arte pode aproveitar o Edmonton International Film Festival, que é uma mostra de cinema internacional e apresenta diversas produções independentes. 

parques canadenses

A música, é claro, não poderia ficar de fora. O principal festival musical é o Sonic Boom, que traz diversas bandas de rock alternativo. Também tem o evento Symphony Under the Sky, organizado pela Orquestra Sinfônica de Edmonton. São quatro noites temáticas, com músicas clássicas e também populares, como trilhas sonoras de filmes. Além destes tem também: o Folk Music Festival, o International Jazz Festival, o Rock Music Festival, o Blues Festival e o Latin Festival.

*O Canadá também possui uma série de comidas típicas! Confira quais são elas clicando aqui.

Imigração

Alberta também tem o seu próprio programa de imigração provincial: o Alberta Immigrant Nominee Program (AINP). O Alberta Express Entry Stream, da mesma forma que os fluxos dos programas provinciais de outras regiões, permite que a província procure candidatos que atendam suas necessidades econômicas e de mão de obra dentro do pool do sistema do governo federal. Além do fluxo via EE, há também o Alberta Opportunity Stream (AOS).

O AOS opera fora do EE e é um caminho para os candidatos que estão trabalhando em Alberta. Para ser elegível, os interessados devem ter um trabalho full time na província, em uma ocupação elegível na província, além de satisfazer os critérios mínimos de seleção nos status de residência e emprego como trabalho, idioma, educação, experiência profissional e prova de fundos (a quantia é equivalente à federal). 

Para saber tudo a respeito no AINP, clique aqui. Além disso, a Immi Canada auxilia em todo o processo de imigração provincial. Mande um email para contact@immi-canada.com e saiba mais como funcionam os nossos serviços no site: https://www.immi-canada.com/consultoria-de-imigracao-para-canada/

Maria Augusta Brandt

Manitoba, localizada na região central do Canadá, é considerada uma das três províncias das pradarias, assim como Alberta e Saskatchewan. Bastante procurada pelos imigrantes, devido às suas possibilidades de imigração pelo Manitoba Provincial Nominee Program (MPNP), a província é a única, em todo país, onde mais de 55% da população está concentrada em uma única cidade.

A localidade é a quinta mais populosa do Canadá, com 1,3 milhão de habitantes e faz fronteira com as províncias de Saskatchewan, Ontario, Nunavut e Northwest Territories. Além disso, ao sul, Manitoba tem divisas com dois estados norte-americanos: North Dakota e Minnesota.

A economia da região está baseada principalmente na agropecuária, manufatura, mineração e turismo. A capital da província é Winnipeg, sendo que cerca de 60% da população de toda Manitoba vive na cidade ou nos arredores, em sua região metropolitana. 

manitoba

*Quer morar no Canadá? A Immi pode te ajudar com todo o processo! Entre em contato pelo email contact@immi-canada.com e acesse https://www.immi-canada.com/consulta/.

Clima

A dica aqui é: se você não gosta de frio e neve (muita neve) não vá para Winnipeg no inverno. Claro que a cidade é completamente preparada para enfrentar as baixas temperaturas, mas em alguns períodos da estação os termômetros podem marcar -40 graus Celsius. Além disso, ela é a mais fria do mundo que possui mais de 500 mil habitantes.

Mais ao sul da província de Manitoba, o tempo é mais ameno, chegando aos 30º no verão e cerca de -10º no inverno. Na capital e mais ao norte, o inverno é rigoroso e o verão tem temperaturas mais tranquilas, ficando em uma média de 22 graus. 

Quem quer ir para a região da capital durante os meses de dezembro, janeiro e fevereiro, não deve esquecer de comprar ou colocar na mala roupas térmicas, acessórios, casacos quentes e botas para a neve. 

Na primavera a província, assim como as outras regiões canadenses, começa a ganhar cor com o brotar das flores e folhas das árvores. Porém, os meses de março e abril não costumam ter temperaturas altas. 

manitoba

*Saiba mais sobre as quatro estações do ano clicando aqui.

Atrações

A localidade está repleta de parques, pequenas cidades charmosas, passeios encantadores e atrações surpreendentes. Além dos museus, parques, atrações culturais e de época, Manitoba tem duas coisas que chamam muito a atenção dos turistas: aurora boreal e urso polar e eles podem ser vistos juntos. Isso mesmo!

Churchill é um dos melhores e mais seguros lugares do mundo para se ver de perto e fotografar o gigante branco, pois os ursos se encontram na região atrás de comida, migrando para a baía congelada de Hudson no inverno. Mas fique atento! Por uma questão de preservação, existe um limite de pessoas para fazer o passeio por ano e ele costuma ser baixo, então reserve com antecedência (clique aqui para verificar datas e informações). Mas fique atento: a sensação térmica na região costuma chegar a -65º, então vá muito bem protegido. Na mesma cidade a aurora boreal é uma constante no inverno.

Royal Canadian Mint

Veja abaixo algumas das principais atrações da província:

*Confira as atrações imperdíveis de Winnipeg clicando aqui e também neste link

Educação

O ano letivo no Canadá inicia em setembro, terminando, geralmente, no final de junho. Nos meses de julho e agosto acontecem as férias de verão. O Canadá não possui um órgão governamental central encarregado de monitorar e regulamentar a educação. Ao invés disso, ela é responsabilidade das províncias e territórios. Cada subdivisão possui um Departamento de Educação, que dita regras e padrões válidos para o seu sistema educacional.

Todas as escolas de educação básica localizadas na província precisam seguir padrões impostos pelo Departamento de Educação de Manitoba. Atendimento escolar é compulsório para todas as crianças e adolescentes com seis anos de idade, até a conclusão do segundo grau ou até os dezesseis anos de idade.

Manitoba possui quatro universidades: a Universidade de Manitoba é a maior da província e está localizada em Winnipeg. Outras são a Universidade de Winnipeg, em Winnipeg, a Universidade de Brandon, em Brandon, e o Colégio Universitário de St. Boniface, em St. Boniface, um subúrbio de Winnipeg. A província possui 38 bibliotecas públicas, dos quais 21 estão localizadas em Winnipeg.

No que diz respeito aos alunos internacionais, a localidade está repleta de instituições de ensino que aceitam os estudantes, que podem ser tanto públicas como privadas. 

estudantes internacionais

*Saiba mais sobre child care na província de Manitoba clicando aqui

Arte, cultura e gastronomia

Assim como as outras regiões canadenses, Manitoba também é multicultural e cosmopolita, abrigando pessoas de todos os países, raças e etnias em suas terras. Por isso a gastronomia é variada, sendo que os habitantes e viajantes encontram de um tudo, principalmente na capital, Winnipeg.

Por ser uma região com um inverno rigoroso, no verão as cidades possuem diversos festivais, feiras com temas e gastronomia variada, bares com pátios, música ao vivo, dentre outras. Winnipeg é uma cidade muito cultural: os fãs de teatro, não podem deixar de participar do festival, conhecido como Fringe Festival, o Folklorama é um evento em que permite o contato e a interação com a gastronomia, dança e cultura de diversos países. E ainda, para os amantes de música, uma boa pedida pode ser o Jazz Festival.

Já no inverno diversas são as regiões para ski e esportes da estação e, além disso, muitos são os lagos que congelam e ficam abertos para o público patinar.

*O Canadá também possui uma série de comidas típicas! Confira quais são elas clicando aqui.

Imigração

Em novembro de 2017 Manitoba anunciou uma série de mudanças e melhorias para o processo de imigração da localidade, o Manitoba Provincial Nominee Program (MPNP). Por ser uma região em desenvolvimento e possuir um processo de imigração provincial menos burocrático que as demais províncias, Winnipeg, que é a capital, atrai cada vez mais brasileiros com a intenção de imigrar. 

Para saber tudo a respeito no MPNP, clique aqui e acesse este artigo: https://www.immi-canada.com/manitoba-novo-programa-de-imigracao/

*A Immi Canada auxilia em todo o processo de imigração provincial. Mande um email para contact@immi-canada.com e saiba mais como funcionam os nossos serviços no site: https://www.immi-canada.com/consultoria-de-imigracao-para-canada/

Fabíola Cottet

Hoje em conhecendo as províncias canadenses iremos falar de British Columbia, a terceira maior província canadense em área e em população, ficando atrás apenas de Quebec e de Ontario. Localizada na região oeste, essa província, cuja capital é Victoria, abriga 52 cidades, incluindo Vancouver - uma das principais cidades do Canadá. 

*Quer morar no Canadá? A Immi Canada pode te ajudar com todo o processo! Entre em contato pelo e-mail contact@immi-canada.com e acesse https://www.immi-canada.com/consulta/.

British Columbia fica entre as montanhas rochosas e o Oceano Pacífico, e faz divisa com os Territórios de Yukon, Alberta e os Territórios do Noroeste, no Canadá. No entanto; a província também tem fronteiras compartilhadas com os Estados Unidos, nos seguintes estados: Alasca, Washington, Idaho e Montana. 

Clima

A região costeira é a mais ensolarada do Canadá, com temperaturas mais moderadas ao longo do ano. Há forte queda de neve em todos os terrenos montanhosos, que propiciam belos cenários e pistas para os praticantes de esportes de inverno. 

british columbia

Em Vancouver - a maior cidade da província - mesmo no verão as temperaturas não são tão altas, com médias de 22°C. O inverno é gelado e as temperaturas podem se aproximar de 0°C. 

*Saiba mais sobre as quatro estações do ano clicando aqui.

Atrações

BC é recheada de pontos turísticos e muitos parques e reservas naturais. Ao todo, são 141 reservas ecológicas e 35 parques marinhos provinciais. Além disso; British Columbia abriga sete parques nacionais

glacier-bc

British Columbia tem muitas atrações culturais, esportivas artísticas e turísticas. É um lugar ideal para quem gosta de praia e praticar atividades como ciclismo, golfe e, até mesmo, velejar. O snowboard e esportes de neve fazem sucesso quando a temperatura cai e observar as baleias é um dos passeios mais procurados na província. Confira abaixo a lista com as principais:

capilano-bridge

Educação

Primeiramente; em todo o Canadá, a educação é responsabilidade de cada província, portanto; não há um ministério ou um órgão federal responsável pelo sistema educacional do país.  Em BC, as crianças de 5 a 18 anos frequentam programas do jardim da infância ao 12º ano do ensino médio em escolas do ensino fundamental ou médio. Diversas escolas oferecem serviços de apoio aos alunos cuja primeira língua não é o inglês, por intermédio de programas de curta e longa duração. Logo, os filhos de estrangeiros podem ser matriculados em escolas da província, desde que sejam cumpridos alguns requisitos. Saiba mais a respeito neste link.

Antes de mais nada; a província também é aberta para os estudantes internacionais. Por isso; todos os anos British Columbia é uma das principais escolhas de alunos estrangeiros, seja para estudo do idioma inglês ou para cursar o ensino superior e demais programas de qualificações disponíveis. 

estudo-british-columbia

Arte, cultura e gastronomia

Primordialmente; da mesma maneira que as outras províncias canadenses, British Columbia é marcada pela diversidade cultural. No entanto, essa característica da província reflete na arte, na cultura e na gastronomia da região consideradas bastante diversificadas. Ainda assim; em Vancouver é possível encontrar restaurantes com culinária de diversos países do globo. E, por falar nisso, na primavera e no outono a cidade abriga três festivais gastronômicos de dar água na boca:

Além destes festivais em Vancouver, há também o Richmond Night Market, em Richmond, um mercado noturno anual realizado durante todos os finais de semana dos meses de verão. 

A região de BC também abriga diversos museus, galerias de arte e espaços culturais, entre os quais: Vancouver Opera, Museum of Anthropology, The Royal British Columbia Museum, Phoenix Theatre, Victoria Art Galleries, e muitos outros. 

provincias

*O Canadá também possui uma série de comidas típicas! Confira quais são elas clicando aqui.

Imigração

Normalmente, quem chega a BC se apaixona pelo local e pela cultura e não quer mais retornar ao país de origem. E, com isso, vem o desejo de imigrar para a região. Além do programa federal Express Entry (EE), há também o British Columbia Provincial Nominee Program (BC PNP), que busca profissionais qualificados para atender à demanda do mercado de trabalho da região.

No entanto; como os programas de outras regiões do Canadá, o sistema de imigração provincial de BC é complexo, com diversas subcategorias existentes dentro de divisões maiores. Logo, cada uma delas possui exigências de comprovações financeiras, experiência de trabalho, requisitos de fluência no inglês, proximidade com o território, educação, dentre outras particularidades. 

*Veja mais detalhes do processo de imigração para British Columbia acessando este link.  Além disso; a Immi Canada auxilia em todo o processo de imigração provincial. Mande agora um e-mail para contact@immi-canada.com e saiba mais como funcionam os nossos serviços no site: https://www.immi-canada.com/consultoria-de-imigracao-para-canada/.

Maria Augusta Brandt

Calgary, Vancouver e Toronto estão entre as 10 cidades mais habitáveis do mundo, segundo o ranking Economist Intelligence Unit’s Global Liveability Index for 2019. As três cidades - que estão entre as maiores do Canadá - ocupam a quinta, sexta e sétima posição, respectivamente. Toronto ficou empatada com Tóquio no sétimo lugar. Em primeiro lugar ficou a capital austríaca, Vienna, pelo segundo ano consecutivo. Ao todo, foram analisadas 140 cidades em todo o mundo.

O índice da EIU considera mais de 30 fatores qualitativos e quantitativos, abrangendo cinco categorias amplas, ponderadas da seguinte forma: estabilidade (25%), saúde (20%), cultura e meio ambiente (25%), educação (10%) e infraestrutura (20% ).

cidades-habitaveis

- Estabilidade: aqui é avaliada a prevalência do crime e a ameaça de terror, conflito militar ou agitação civil;

- Cuidados de saúde: a avaliação aqui se concentra na disponibilidade e qualidade dos cuidados de saúde públicos e privados, medicamentos de venda livre e outros indicadores gerais de cuidados de saúde;

- Cultura e meio ambiente: aqui é avaliada a classificação de temperatura e clima; o nível de corrupção; restrições sociais ou religiosas; comida e bebida; e outros componentes sociais;

- Educação: nesta categoria é avaliada a disponibilidade e a qualidade da educação pública e privada; 

- Infraestrutura: é feita uma  avaliação da qualidade das estradas, transporte público, disponibilidade de moradias e outros questões relacionadas ao assunto. 

Se uma cidade obtém classificação 100 em uma categoria específica, significa que as condições são ideais. No entanto, se a classificação for 01, significa que a situação é considerada intolerável. 

*Veja mais informações sobre a qualidade de vida no Canadá neste artigo completo que fizemos a respeito, clicando neste link.

As cidades mais habitáveis do mundo, em 2019: 

1 - Vienna, Austria

2 - Melbourne, Australia

3 - Sydney, Australia

4 - Osaka, Japan

5 - Calgary, Canada

6 - Vancouver, Canada

7 - Toronto, Canada

7 - Tokyo, Japan

9 - Copenhagen, Denmark

10 - Adelaide, Australia

calgary-canada

As cidades menos habitáveis do mundo, em 2019:

1 - Damascus, Syria

2 - Lagos, Nigeria

3 - Dhaka, Bangladesh

4 - Tripoli, Libya

5 - Karachi, Pakistan

6 - Port Moresby, Papua New Guinea

7 - Harare, Zimbabwe

8 - Douala, Cameroon

9 - Algiers, Algeria

10 - Caracas, Venezuela

Programas provinciais

Se você deseja viver em uma das três cidades mais habitáveis do Canadá, segundo o ranking EIU, saiba que, além do Express Entry, cada uma delas conta com seus próprios programas provinciais

- Calgary, Alberta - Alberta Immigrant Nominee Program (AINP);

- Vancouver, British Columbia -  British Columbia Provincial Nominee Program (BC PNP);

- Toronto, Ontario -  Ontario Immigrant Nominee Program (OINP).

*Saiba mais a respeito da imigração através dos PNPs clicando aqui.

Se você deseja viver em uma dessas cidades e aplicar para um processo de residência permanente, seja nos programas provinciais ou no Express Entry, nós podemos te ajudar. A Immi Canadá está sempre disposta a te auxiliar com profissionais e da melhor maneira possível. Entre em contato conosco pelo site www.immi-canada.com/loja-virtual/ ou mande um email para contact@immi-canada.com.

Fontes: 

https://www.reuters.com/article/us-global-cities-ranking/vienna-holds-off-melbourne-to-top-eiu-ranking-of-most-liveable-cities-idUSKCN1VO2TZ;

https://edition.cnn.com/travel/article/worlds-most-livable-cities-2019-trnd/index.html;

https://edmontonjournal.com/news/national/calgary-vancouver-toronto-in-eiu-ranking-of-most-liveable-cities/wcm/dad0b1c2-a573-4505-a8d3-ceced77c9581;

https://www.alberta.ca/ainp.aspx;

https://www.welcomebc.ca/immigrate-to-b-c/b-c-provincial-nominee-program;

https://www.ontario.ca/page/ontario-immigrant-nominee-program-oinp.

Maria Augusta Brandt

Congresso "Mudando para o Canadá" - Cada vez mais brasileiros buscam oportunidades de estudo e trabalho em solo canadense. Não é para menos: o Canadá, além de ser um dos países com melhor qualidade de vida em todo mundo, é uma nação aberta à imigração e que acolhe imigrantes de diversas partes do globo. 

Mas, para morar em outro país, não basta apenas ter muita vontade. É preciso se organizar, planejar e, principalmente, aplicar para o tipo de visto correto ou se candidatar ao programa de imigração adequado para o seu perfil – entre os mais de 50 programas oferecidos no True North. Explicar e tirar as dúvidas dos interessados em viver em terras canadenses é o principal objetivo do congresso “Mudando para o Canadá”, que vai acontecer em seis cidades brasileiras: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Fortaleza, Recife e Belém. 

Pela primeira vez neste formato no Brasil, o evento vai reunir instituições educacionais e especialistas de diferentes áreas e que vão trazer informações relevantes para que os participantes tomem as decisões corretas no Plano Canadá. O congresso vai reunir em único lugar tudo o que é preciso saber para atingir o objetivo de morar no Canadá. Durante o evento, os participantes também poderão conversar com os especialistas e tirar todas as dúvidas sobre o processo de imigração

Entre os principais temas abordados nas palestras estão: planejamento financeiro, estudo no Canadá, programas de imigração, mercado imobiliário e mercado de trabalho. 

congresso

*Quer saber mais sobre o mercado de trabalho no Canadá? Acesse este link.

Celina Hui, consultora de imigração regulamentada pelo RCIC (Regulated Canadian Immigration Consultants) e proprietária da Immi Canada, fará uma palestra sobre os programas de imigração para terras canadenses, além de explicar sobre a aplicação para o Express Entry (programa federal de imigração), processos provinciais, visto e permissões temporárias de estudo e trabalho e mitos e verdades sobre a imigração para o Canadá.

celina-hui

*Saiba mais informações a respeito do Express Entry clicando aqui.

O congresso também terá a participação de Nicholas Oliveira, consultor de intercâmbio e gerente comercial da 3RA Intercâmbio, que vai abordar o funcionamento do sistema educacional canadense, explicar as formas de ingresso às instituições de ensino do país, programas de estudo e trabalho, entre outras questões fundamentais para quem planeja estudar no Canadá.

Promovido pela Immi Canada e a 3RA Intercâmbio, o congresso contará ainda com a presença de escolas de inglês canadenses – ILSC Education Group, Ilac International Language Academy of Canada, Quest Language Studies e Inlingua Vancouver – além dos colleges Centennial, Humber, Seneca, Toronto School of Management, VGC International College, Niagara College Canada, George Brown e KPU. As empresas Get The Job e Bed 4 Student também são parceiras do evento. 

palestra

O congresso “Mudando para o Canadá” acontece durante um dia em cada cidade participante, sempre das 13h às 22h30, entre os dias 25 de setembro e 09 de outubro. Há dois tipos de ingressos para o evento: o simples, que dará acesso à feira; e o ingresso completo, que permite ao participante assistir às palestras da Immi Canada, 3RA Intercâmbio e Mercado de Trabalho, além de ter acesso à feira e às palestras da tarde. 

A programação completa e os ingressos estão disponíveis aqui: http://www.mudandoparaocanada.com/.


Cidades participantes:

- 25/09 | Rio de Janeiro 

Novotel Botafogo | Condomínio do Edifício Praia de Botafogo | Praia de Botafogo, 330 – Botafogo

- 28/09 | São Paulo

À definir local.

- 01/10 | Belo Horizonte

Holiday Inn BH | Rua Professor Moraes, 600 – Savassi

- 05/10 | Recife

Hotel Atlante Plaza | Av. Boa Viagem, 5426 - Boa Viagem

- 07/10 | Fortaleza

Seara Praia Hotel | Av. Beira Mar, 3080 - Meireles

- 09/10 | Belém

Radisson Hotel Belém | Av. Cmte. Brás de Aguiar, 301-321 – Nazaré

Maria Augusta Brandt

Grupo 1
CONTATO
contact@immi-canada.com
VANCOUVER: +1 (604) 684-0530
TORONTO: +1 (647) 351-5800
Redes sociais
Caminho 139
cartmagnifier