Grupo 1
Grupo 1

Nossa road trip começou no dia 1º de novembro de 2019, uma sexta-feira à tarde, minha esposa, minhas duas cachorras e eu, iniciamos nossa jornada de 3 noites, percorrendo mais de 2.260 km de distância, saindo da província de Manitoba em direção a British Columbia, que seria nosso novo lar.

Nesse percurso, passamos por 10 cidades, até finalmente chegarmos em Vancouver, no dia 4 de novembro, em uma segunda-feira chuvosa na cidade.

Manitoba:

20180122 141343 2
The Forks - Winnipeg/MB

O nosso plano de partir em novembro, foi pensado para não ter que vivenciar mais um inverno rigoroso na cidade de Winnipeg (Manitoba), onde nós já vivíamos há mais de 2 anos. Quando saímos do Brasil direto para Winnipeg, optamos pela cidade por alguns motivos: o curso (college) que minha esposa iria estudar, o baixo custo de vida, e também porque já era uma cidade conhecida por ela, que tinha concluído o ensino médio por lá, 10 anos antes de retornar, agora casada e com um cachorro.

Na época, viemos do Brasil com nossa cachorrinha Frida, uma mini-schnauzer que nunca tinha visto neve na vida. Para fazer companhia a ela, pouco tempo depois de chegarmos ao Canadá, entramos no processo de adoção de uma outra cachorrinha, a nossa vira-latinha chamada Lola. Assim, pudemos dizer que nossa família estava completa com a chegada da nova integrante.

Quando optamos por mudar de Winnipeg, o clima de frio extremo para nós, foi um fator decisivo. Avaliamos as alternativas para a mudança e logo decidimos que deveríamos ir de carro, pois de avião seria muita burocracia para levar as duas cachorras, e também porque Lola, apesar de ser considerada de porte pequeno, excedia um pouco as limitações das companhia aéreas e para viajar e teria que ir na área de carga da aeronave. Sendo assim, a road trip de Winnipeg a Vancouver começou a ser planejada em detalhes.

Se quiser saber como viajar de avião com o seu animalzinho, leia nossa matéria aqui.

A busca de uma alternativa de viagem mais segura e confortável para nossas filhas de 4 patas, também se mostrou uma oportunidade para conhecer mais o Canadá, atravessando-o por dentro e passando por províncias e cidades que nós não conhecíamos ainda.

De Winnipeg até Vancouver, são quase 24 horas de viagem se considerarmos um trajeto ininterrupto. Porém, para aproveitar um pouco, nós resolvemos dividir essa aventura em 4 dias. O primeiro passo foi alugar um carro grande, no qual coubesse nossas malas e as cachorras com conforto e segurança para todos.

IMG 20191101 134233
Mini Van

Alugamos uma Toyota, também conhecida como mini van. O carro possuía 7 assentos, no qual 3 deles foram reservados exclusivamente para Frida e Lola. O resto das nossas coisas (malas e sacolas) foram acomodadas pelos outros bancos restantes, pelo porta malas e em qualquer outro espaço vago no carro.

Saskatchewan:

IMG 20191102 090942
Saskatchewan Legislative Building

Deixamos Winnipeg por volta de 2 da tarde, nesse dia não chovia e não estava nevando. Essa também era uma preocupação, pegar neve na estrada. Confiamos na meteorologia e demos início a nossa jornada em direção a província de Saskatchewan, no entanto, paramos no meio do caminho em um posto de gasolina ainda em Manitoba, para que as cachorras pudessem descer e se movimentar (deixo aqui a dica para quem viaja com seus pets, sobre a importância de planejar paradas estratégicas no trajeto, e assim diminuir o possível stress da viagem para os animais).

IMG 9855
Frida (a frente) e Lola tranquilas durante a viagem

A segunda parada foi chegando na cidade de Regina em Saskatchewan após aproximadamente 5 horas e meia de vigem. A estrada até lá é excelente, muito bem conservada, porém é uma reta infinita e o visual não conta com muitas atrações. São quase 6 horas passando somente por fazendas e pastos. Manitoba é uma província conhecida pela extensa área dedicada à atividade rural, e nessa viagem pudemos perceber o quanto sua paisagem é marcada por fazendas.

IMG 9497
Parada na estrada a caminho de Regina/SK

Chegando em Regina, fomos conhecer a cidade dando uma volta de carro, sem um roteiro definido. Pesquisamos quando chegamos, quais eram os principais pontos turísticos e fomos em direção a eles. Quando terminamos o passeio por Regina já tinha anoitecido então resolvemos parar para dormir em um hotel na região e retomar nossa viagem no dia seguinte. Como não tínhamos feito reserva em nenhum hotel, fomos procurar um quarto para dormir entre as opções de hotel ao longo da estrada. Essas opções de hospedagem, em estabelecimentos com os quartos próximos à rodovia e menos opções de entretenimento, são conhecidos como moteis por aqui. Uma alternativa que costuma ser mais barata e prática para quem precisa somente de um local para dormir por uma ou duas noites.

IMG 20191101 224117
Fachada do Motel 6

Encontramos o Motel 6, que aceitava animais, e cobrava uma tarifa de $20 a mais pela hospedagem com as cachorras. No total pagamos $80 para dormir nesse hotel, com direito a café da manhã no dia seguinte. O quarto era bem simples, mas confortável, o que rendeu uma boa noite de sono a todos.

IMG 9429
Quarto do hotel em Regina

Amanhecemos com a temperatura de -6 graus e seguimos em direção a Calgary. No caminho, paramos na cidade de Maple Creek ainda em Saskatchewan, para abastecer e para as cachorrinhas andarem um pouco. Foram mais 7 horas de viagem de Regina até chegar em Calgary, e o visual da estrada se manteve muito semelhante durante todo o percurso. Continuávamos dirigindo em linha reta por entre a paisagem de pastos e plantações.

Se você se identifica com esse estilo de vida e deseja trabalhar em áreas rurais no Canadá, não deixe de conferir o programa de imigração rural. Acesse nossa matéria e confira quais são os critérios de elegibilidade para o programa Rural and Northern Immigration Pilot

Alberta:

IMG 20191103 131055
Downtown – Calgary

Quando chegamos em Calgary, na província de Alberta, por volta das 7 da noite, nos deparamos com uma cidade super moderninha e que em nada nos lembrava Winnipeg. Calgary tinha um ar de cidade grande, bem diferente do clima intimista e pacato de toda a província de Manitoba. Seguimos em direção a casa de uma amiga que nos hospedou por uma noite. Nessa noite, aproveitamos para colocar os assuntos em dia e passear pelo bairro da nossa anfitriã, para que nossas cachorras pudessem dar uma volta e também socializar com a outra cachorrinha que morava na casa. Essa parte do plano não deu muito certo, pois volta e meia elas se estranhavam. Mas esta é a vantagem de uma road trip, nossa parada não duraria mais que uma noite e nossa anfitriã de quatro patas não ficaria incomodada por muito tempo.

Na manhã seguinte, após o café da manhã, voltamos para a estrada. Mas antes, resolvemos dar uma volta de carro pela cidade e parar em alguns pontos turísticos para conhecer e tirar algumas fotos para guardar de lembrança.

735D078A CB11 41D7 AAB0 85721558DD77
Peace Bridge (Calgary)
00000IMG 00000 BURST20191103125821488 COVER
Wonderland Sculpture (Calgary)

E quando voltamos para a estrada, parecia que tínhamos começado uma nova viagem em um outro país. O cenário mudou completamente. Agora sim, nos deparamos com a paisagem semelhante as que víamos nas fotos de nossas pesquisas sobre road trips no Canadá. A começar pela presença da neve ao longo da estrada. Não estava nevando forte, mas já suficiente para nos fazer aumentar a atenção e a precaução na estrada. De Calgary, nós partimos em direção a Banff, cidade turística ainda na província de Alberta, conhecida pela suas paisagens de lagos e montanhas, dignas de cartão postal.

IMG 9666
Estrada Calgary – Banff

Foi uma das experiências mais lindas que nós já tivemos. A sensação de dirigir e ir passando pelas montanhas rochosas enormes, cobertas de neve, foi indescritível.  Até chegar em Banff levamos aproximadamente 1 hora e meia.

IMG 9626
Acostamento da estrada Calgary – Banff

Para saber mais informações sobre a viagem de Calgary para Banff, clique aqui.

Banff - AB:

IMG 20191103 154733
Frida e Lola na placa de entrada de Banff

Descemos do carro e já fomos tirar uma foto na placa de entrada da cidade. Chovia e nevava no momento, mas nada disso influenciou para que ficássemos menos impressionados com a beleza do lugar. Como ainda era dia, fomos dar uma volta para conhecermos a linda cidadezinha de Banff e de lá, partimos para conhecer o Lake Louise, outro cartão postal muito famoso do Canadá.

IMG 9733
Lake Louise/AB já congelado

Para ler outro relato de uma road trip de Winnipeg até Calgary, clique aqui.

Para nosso azar, o clima não cooperou, a chuva e neve continuaram a cair, e quando chegamos ao lago, já estava anoitecendo, e o lago já estava com uma camada espessa de neve por cima.

As cachorras começaram a dar sinal de cansaço e fome, então decidimos voltar para a estrada e procurar um hotel para dormimos, e assim finalizar a viagem no dia seguinte. No entanto, a neve começou a cair mais forte, e já era a noite, e cada vez mais foi ficando difícil e preocupante dirigir naquelas circunstâncias, no qual a única iluminação eram aquelas do chão da rodovia.

IMG 20191103 204904
Hotel de estrada – Super 8 (Golden/BC)

Seguimos viagem o máximo que deu, até chegarmos à cidade de Golden, já na província de British Columbia - BC, quando resolvemos parar por lá mesmo, para comer e dormir. Como tivemos uma experiência agradável e segura nos hotéis de beira de estrada até então, fomos em em busca de mais um deles. E acabamos passando a noite no Super 8, que aceitava cachorros e não cobrava taxa extra por isso, além de incluir o café da manhã em sua diária. Dessa vez, o hotel tinha toda aquela estética apresentada nos filmes americanos. O quarto era pequeno, mas bem confortável e com aquecedor. Todos nós dormimos muito bem.

IMG 9842
Quarto do hotel Super 8

Na manhã seguinte, após o café da manhã, voltamos para a estrada para então finalizarmos a nossa road trip. Já era segunda-feira, 4 de novembro, e já estávamos bem cansados, porém muito animados que finalmente estávamos próximos de Vancouver.

British Columbia - BC:

A chuva e a neve tinham dado uma trégua e então pegamos estrada em direção a cidade de Malakwa, onde paramos para almoçar, deixar as cachorras darem uma volta e relaxar um pouco antes de voltar para concluir a nossa viagem. A estrada continuava em excelentes condições de preservação e muito bem sinalizada. Foi a parte mais bonita de toda a viagem. Viajar pelas montanhas, passando pelas diversas cidadezinhas, acompanhar o trem passando ao lado e ver diversos lagos espalhados pelo caminho, sem dúvida foi uma experiência incrível.

IMG 4505
Trem viajando por BC

Depois que abastecemos, seguimos em direção a Maple Rigde em BC. Foram mais 4 horas e meia de viagem, super tranquila com rodovias bem sinalizadas. E quando foi chegando o entardecer, um pôr do sol deslumbrante surgiu no horizonte nos dando as boas-vindas a nossa nova cidade.

IMG 9916
Pôr do sol ao chegar em Vancouver

Levamos 3 noites e 4 dias para chegar ao nosso destino. Quando saímos de Winnipeg, nosso plano inicial seria de alugar um imóvel de temporada em Vancouver por 15 dias, até termos tempo de conhecer a cidade e achar um apartamento para alugarmos em definitivo. E por isso que fomos parar na cidade de Maple Ridge. Uma cidadezinha em BC, que fica a mais ou menos 50 minutos do centro de Vancouver.

Nós não sabíamos que era tão afastado assim do centro, porém não tínhamos outra alternativa. Chegamos ao nosso destino, descarregamos o carro, demos uma volta com Frida e Lola, para que elas pudessem andar um pouco e desestressar da longa viagem. E logo pegamos o carro e voltamos para a estrada em direção ao centro de Vancouver, pois tínhamos que ir até o aeroporto para devolver o carro alugado.

Essa road trip foi umas das experiências mais incríveis que nós já vivemos em 3 anos de Canadá. E com certeza nós iremos repetir mais vezes, em outras estações do ano. Foi uma alternativa excelente para poder trazer os cachorros sem que houvesse o trauma de uma aeronave, e também se tornou uma opção financeiramente mais em conta para nossa mudança. Afinal, se fossemos de avião teríamos que arcar com: passagens, passagens cachorros e pagar excesso de bagagem pelos itens que trouxemos.

Despesas

Nossas despesas nessa viagem foram de aproximadamente $200 para gasolina, $140 de hotel, $60 de alimentação na estrada e alugamos a mini van por $680. Quando calculamos a logística aérea, somente a passagem de avião para uma pessoa estava custando em média $400.

Recomendo muito para quem mora no Canadá, tem cachorro e se preocupa com esse trauma que uma viagem de avião pode gerar no animal, a road trip como uma alternativa a ser considerada no seu planejamento de viagem, o carro acaba sendo mais confortável do que as caixinhas de viagens para animais. Existem diversas opções de paradas nas estradas, com estrutura para você alimentar, passear e desestressar o seu bichinho e você ainda tem a oportunidade de ver essa beleza exuberante das paisagens do Canadá.

Se você ainda não mora no Canadá, mas curtiu o relato dessa viagem, e está planejando a sua, procura a gente que nós podemos te auxiliar na aplicação do seu visto de visitante ou autorização de viagem para o país. Nosso email é contact@immi-canada.com

-

Retomando a carreira no Canadá

Uma das preocupações de quem decide se mudar para o Canadá, é com relação  a sua recolocação no mercado de trabalho.

São muitas dúvidas e incertezas na hora  de planejar essa mudança, e uma das questões mais frequentes é sobre como se preparar para o mercado de trabalho canadense.

Para  falar sobre o assunto, nós contamos com a colaboração da Mariana Coimbra, consultora de carreira e fundadora da empresa Get the Job Canada, especializada em ajudar brasileiros recém chegados ao país, a compreender a cultura de trabalho canadense e a se recolocar profissionalmente neste mercado.

Quem pode trabalhar?

O primeiro passo é compreender que para trabalhar no Canadá você precisa estar autorizado pela imigração canadense por se enquadrar em uma das categorias de vistos e permissões que permitem o aplicante a legalmente no país. Vamos falar um pouco sobre cada uma destas categorias e suas regras e condições.

Caso a sua vinda para o Canadá seja para cursar um college ou universidade, como estudante internacional de um programa pós-secundário,  considerado full-time, com duração mínima de 8 meses e em uma instituição reconhecida pela imigração canadense, você poderá trabalhar por até 20 horas semanais com sua permissão de estudante. Trabalhar mais do que as 20 horas por semana, só é permitido ao estudante nos intervalos previamente programados no seu curso, que podem ser os conhecidos como “summer breaks” (intervalo de verão) ou outros períodos sem aulas regulares previstos no seu programa de estudo. Para saber mais sobre visto de estudante e permissões de trabalho para o estudante, acesse esse artigo no nosso blog.

Para aqueles que vem para o Canadá com propósito de trabalhar, precisam ter uma permissão e trabalho (work permit).  Nós já falamos aqui no blog sobre a permissão de trabalho aberta, que pode ser concedida ao cônjuge de um estudante internacional, ou ao próprio estudante quando conclui o seu programa de estudo e aplica ao PGWP – Post Graduation Work Permit, e também sobre a permissão de trabalho fechada, que é concedida a um trabalhador internacional, que recebeu uma oferta de emprego de um empregador canadense que estava previamente autorizado a contratar estrangeiros através do processo de LMIA – Labour Market Impact Assessment.

Então para que você possa conhecer melhor sobre todas as categorias de autorização trabalho no Canadá, assim como compreender melhor suas regras e condições, clique aqui.

Com o entendimento e definição dobre qual será a sua autorização de trabalho, agora o planejamento pode se voltar para a recolocação no mercado de trabalho no Canadá. E quando comparamos com o processo de recolocação profissional em outros países, como o Brasil, por exemplo, notamos que existem diferenças em diversos aspectos como: estruturação do currículo ou resumé, a importância de anexar uma uma carta de apresentação, as ferramentas de pesquisa de vagas e até o jeito de se comportar durante uma entrevista, seja ela presencial ou online.

Aliás, a primeira diferença que podemos abordar  é a pré-entrevista antes de um contato presencial.

Muitos recrutadores no Canadá costumam estabelecer contato com o candidato antes de um encontro presencial. É comum que o candidato  passe por algumas fases durante o recrutamento. Podendo ser a primeira uma entrevista inicial por telefone, ou até mesmo um pequeno questionário para que o setor de recursos humanos (RH) ou o responsável pelo processo seletivo, consiga fazer uma avaliação inicial dos candidatos e identificar os perfis que seguirão para a próxima etapa.

Buscando uma vaga

Porém, antes de tudo  é necessário buscar uma vaga de emprego que se adeque às suas expectativas profissionais. 

E aqui, também é importante conhecer um aspecto relevante nos processos seletivos do Canadá: os recrutadores buscam expertises e não se concentram em avaliar somente o título da sua experiência profissional ou a sua profissão declarada no currículo.

O recrutador no Canadá quer saber se você é capaz de cumprir com os pré-requisitos determinantes para ocupar a vaga. Há uma valorização considerável da sua experiência prática em comparação aos títulos académicos que possui.

Para buscar uma vaga, é mais eficiente que o candidato procure por termologias ou habilidades específicas à função que vai exercer e não somente pelo título do cargo.

Currículo/ Resumé

Para Mariana Coimbra da Get the Job Canada, saber estruturar o modelo de currículo deixando claro suas experiências e habilidades, é fundamental para que você consiga ser selecionado para a próxima fase do processo.

"Aqui é mais importante destacar no currículo as suas funções exercidas nas suas experiências de trabalho, ao invés do nome da empresa que você trabalhou. Escuto de muitos profissionais brasileiros: meu perfil é generalista. Na maioria das vezes, somos todos especialistas, só precisamos aprender a identificar nossas especialidades. Ache as coincidências na sua jornada profissional e coloque no papel. Quando um recrutador do Canadá te perguntar que profissional você é, nunca dê uma resposta genérica."

Os modelos de currículo canadense, seguem uma forma mais simples e objetiva,  na maioria das vezes contém apenas uma página. Também é muito importante que você inclua a data de início e término da experiência profissional, desta forma o empregador pode avaliar o seu tempo de experiência em cada função exercida.

Com relação as informações pessoais, não é necessário colocar a data de nascimento ou idade, gênero, estado civil e informar se tem filhos ou não. Conforme relatamos acima, os recrutadores buscam por conhecimentos, habilidades e experiências  estas informações não revelam esses atributos do candidato. 

Talvez o mais importante de saber, é que para cada vaga que você for aplicar, possivelmente você  terá que editar o seu currículo para melhor adequar ao que está sendo solicitado pelo empregador.

É importante ler com bastante atenção o que está sendo pedido no anúncio da vaga, e revisar o currículo para garantir que você está demonstrando que o seu perfil é aderente aos requisitos da posição anunciada.  Outra dica importante na formatação do currículo ou resumé, é a utilização de palavras-chave. Fique atento a estas palavras no anúncio da vaga e avalie se o seu currículo contém as principais.

“Ele (o recrutador) quer saber se você é a pessoa certa para aquela vaga, portanto tudo está relacionado com a forma como você se comunica no seu resumé , e a comunicação canadense é direta, ele não deixa nada nas entrelinhas. O canadense não tem a cultura de deduzir o que você fez nas suas experiências anteriores de trabalho, por isso o cargo exercido não é tão importante quanto a descrição das funções e atividades realizadas”, complementa Mariana.

Carta de apresentação

Outra diferença da cultura do mercado de trabalho no Canadá, é a carta de apresentação, geralmente exigida e esperada pelos recrutadores.

Essa carta é única e direcionada aquela vaga e empresa que o candidato está pleiteando.
Nessa carta você pode se apresentar, e dizer porque você é o candidato correto para preencher a vaga de trabalho.

Com a carta de apresentação anexada ao currículo, suas chances de seguir a diante no processo seletivo se tornam maiores, pois o responsável pelo RH da empresa vai poder selecionar os candidatos tendo mais informações compatíveis com a vaga.

Se você quer ajuda para montar sua cover letter (carta de apresentação) confira essa matéria que publicamos em nosso blog, apresentando três modelos para inspirar a criar a sua própria. Acesse clicando aqui.

Entrevista de emprego

Se você conseguiu chegar até a fase final, na entrevista de emprego pessoalmente ou por videoconferência, é porque a empresa já te considera apto a ocupar aquela vaga.

"Uma entrevista serve para a empresa te conhecer melhor, analisar seu potencial, deixar claro o que será esperado do candidato contratado.” , relata Mariana.

Os canadenses levam muito a sério horário marcado para os compromissos, portanto evite ao máximo o atraso. A pontualidade do candidato também é avaliada pelo recrutador.

“A cultura canadense é muito diferente da nossa brasileira. Você precisa estudar como o canadense se comunica que é de forma mais direta e objetiva, caso contrário, você não consegue explicar qual tipo de experiência você tem, e que tipo profissional você é.”.

Mercado de trabalho

A taxa de desemprego no Canadá é bem mais baixa quando comparamos com outros países, como o Brasil, por exemplo. E também se percebe com mais frequência a diversidade nos ambientes de trabalho. É comum ver equipes formadas por profissionais acima de 60 anos e jovens no seu primeiro emprego, exercendo a mesma função e atuando de forma equiparada na empresa. A equidade de gênero também é uma premissa forte no mercado de trabalho canadense, onde a maioria das grandes e médias empresas tem programas específicos para garantir a igualdade de direitos e oportunidades aos seus empregados.

Nós publicamos aquecido no Canadá, para acessar este conteúdo basta clicar aqui.

E quando se pensa na experiência de trabalho como uma oportunidade de aumentar suas chances de imigrar para o Canadá, é importante ressaltar que toda experiência de trabalho adquirida  fora do Canadá, pode ser utilizada para somar pontos em diversos processos imigratórios, desde que seja de no mínimo um ano full-time (pelo menos 30 horas de trabalho por semana) ou equivalente, realizada nos últimos 10 anos (anteriores a submissão do processo), em uma função qualificável ao processo de residência permanente que está aplicando.

Pedimos a Mariana Coimbra, da empresa Get the Job Canada, que atua no mercado canadense desde 2017, para revelar dicas importantes na hora do planejamento para se recolocar no mercado de trabalho.

“O passo mais importante no seu planejamento de carreira tem que ser o posicionamento de mercado. Muitas vezes brasileiros com experiência profissional e habilidades super relevantes não conseguem a oferta de trabalho porque não se posicionaram de maneira competitiva”.

Segue abaixo uma lista feita pela Mariana, com dicas sobre o que refletir e levar em consideração nessa etapa do planejamento, antes de iniciar a preparação do seu currículo e te ajudar a se posicionar no mercado de trabalho canadense:

- Quem é você no mercado de trabalho canadense?

- Quais as habilidades e competências você adquiriu ao longo da sua carreira?

- Qual o nome da sua atual posição no Canadá?

- Quais certificações necessárias para exercer a sua profissão?

- Quais os conhecimentos essenciais solicitados pelo mercado?

- Quais as terminologias usadas no mercado?


Sites para procurar vagas de emprego no Canadá

Com a Ajuda da mariana da Get the Job Canadá, preparamos essa lista de sites populares no Canadá para busca de oportunidades de emprego. Não se esqueça de incluir na sua busca habilidades específicas através do uso de palavras-chaves:

https://www.jobbank.gc.ca/home

www.linkedin.com

www.indeed.com

Lista de sites para quem deseja obter um trabalho remoto:

http://weworkremotely.com/

http://flexjobs.com/

http://workingnomads.co/

http://jobspresso.co/

Se você precisar de ajuda na preparação do seu currículo ou uma consultoria individual de carreira, entre em contato com a Mariana Coimbra, CEO da Get the Job Canada. Você pode falar com ela através do site oficial: http://www.getthejobcanada.com/ e também pelo Instagram @getthejobcanada

E se você já encontrou a tão sonhada vaga de emprego no Canadá e precisa aplicar para o visto ou permissão e trabalho, não deixe de falar com a gente. Ou se você deseja compreender melhor como a sua experiência de trabalho no Canadá pode abrir portas para um futuro processo de residência permanente fale com a nossa equipe, nosso atendimento inicial não tem custo algum, basta enviar um email para contact@immi-canada.com

Estamos na semana do trabalho voluntário no Canadá. A semana nacional do voluntariado é uma oportunidade de reconhecer o impacto positivo do serviço voluntário para construir comunidades sólidas e ser parte da força que transforma o mundo. Atualmente sao aproximadamente 13 milhões de pessoas que prestam serviço voluntário no país.

A semana nacional do voluntariado foi criado em 1974 e vem crescendo mais a cada ano com milhares de projetos e eventos agendados anualmente. Podendo ser feito de modo online, em escritório, nas comunidades, ou nos bancos alimentares (organizações para doações de alimentos).

No país, a prática do serviço voluntário não remunerado é bastante comum trazendo benefícios para ambos lados. Para quem pratica o serviço, pode ser uma excelente oportunidade de aprender coisas novas, potencializar o currículo adquirindo novas experiências, criar networking, ajudar a comunidade dentre outros fatores positivos como a prática do bem para quem precisa.

- #CheersToVolunteers

A organização Volunteer Canada criou esse ano a hashtag #CheersToVolunteers para homenagear a todos os voluntários do país. Também foi criado uma imagem animada com mãos aplaudindo para que você possa divulgar publicamente em suas redes sociais o seu apoio a todos que prestam serviço voluntário do Canadá.

Semana do voluntário 2020

- É preciso visto de trabalho para realizar serviço voluntário?

Qualquer pessoa com permissão válida para estar no Canadá pode realizar um trabalho voluntário. Mas atenção, se você não tem autorização para trabalhar no Canadá o trabalho voluntário só poderá ser realizado em uma condição não remunerada e em uma instituição que atue exclusivamente com voluntários, sem outros empregados em seu quadro funcional. Saiba mais sobre essas orientações na matéria que já publicamos no nosso blog anteriormente, clicando aqui!

Abaixo nós listamos dezenas de opções de lugares onde você pode aplicar para trabalho voluntário no Canadá:

- Serviços voluntários pelo Canadá:

Para se candidatar a trabalhos voluntários no Canadá, acesse o site Volunteer Canada que conta com diversas opções separados por categoria como:

·        Volunteer Safety

·        National Volunteer Week (NVW) - Virtual

·        Sector Advocacy

·        Sector Governance and Operations

·        Corporate Community Engagement

·        Public Health

·        Mental Health Supports

- Canadian Red Cross (Cruz Vermelha do Canadá):

Para esse trabalho, você receberá um treinamento para aprender de forma segura como prover primeiros socorros para pessoas afetadas por uma emergência ou desastre. Você também será treinado para praticar o suporte emocional para pessoas que perderam seu lar e procuraram a cruz vermelha por ajuda. Nesse irá trabalhar com a sua comunidade, mas também pode ser solicitado para ajudar um outro local.

A Cruz Vermelha oferece 5 opções de trabalho voluntário para você escolher e aplicar, são eles:

·        Emergency Response Team (ERT) Responder

·        Emergency Response Team (ERT) Supervisor

·        Emergency Response Team (ERT) Site Manager

·        Personal Disaster Assistance (PDA) Responder

·        Personal Disaster Assistance (PDA) Supervisor

Para mais informações e para aplicar para o serviço voluntário da cruz vermelha canadense, acesse o site: https://www.redcross.ca/volunteer/help-canadians-affected-by-emergencies-and-disasters

- Serviço Voluntário Online:

Você também optar por fazer serviços voluntário de modo online. Listamos abaixo algumas opções categorizado por algumas províncias;

- Alberta:

Volunteer Airdrie;

Volunteer Connector;

Volunteer Victoria; (na barra de pesquisa do site procure por Virtual/Remote)

- BC:

Vantage Point; (nas opções avançadas escolha a opção ‘Virtual’)

Volunteer Connector; (procure por Work Remotely)

- Ontario:

Volunteer Action Centre of Waterloo Region;

Pillar Nonprofit Network - London, ON; (clica em ‘ Virtual Volunteering’)

Volunteer MBC  - Mississauga-Brampton-Caledon; (selecione a opção ‘virtual’ embaixo da localização)

Volunteer Ottawa;

Volunteer Toronto; (São mais de 100 opções, procure por  “position type” e selecione a “Volunteer from Home”.

- Serviços voluntários nas províncias:

Outros sites para serviço voluntariado nas províncias do Canadá:

Volunteer Central

Volunteer Strathcona (Alberta)

Vantage Point (BC)

Volunteer Halton (ON)

Jebenevole.ca ( Quebec)

Volunteer Connector  (Saskatchewan)

Volunteer Bénévoles Yukon (Yukon)

Nós conversamos com os professores de inglês, especialistas em preparação para o exame IELTS, Aline e Arnaldo Mehedin da escola I am in Canada para trazer dicas de como se preparar para o IELTS em casa.

O que é o IELTS?

Primeiro é importante entender que o IELTS é um exame, sendo geralmente um dos mais solicitados pelas instituições internacionais de educação para classificar a proficiência na língua inglesa dos estudantes. Nesse exame é avaliado a fala, a escrita, a leitura e a escuta do candidato.

No entanto, Aline alerta para o fato de que a pessoa só deve começar a estudar para o IELTS, em casa, se ela já tiver um bom nível de inglês. “É importante que fique bem claro que, se a pessoa que quer fazer o IELTS não estiver, pelo menos, no nível Upper Intermediate (Intermediário Superior), ela não deveria estar preocupada, neste momento, em aprender a estrutura do IELTS, mas sim em aumentar seu conhecimento e melhorar seu nível de Inglês. Se o nível dela não for suficiente ainda para conseguir tirar proveito de um preparatório de IELTS, ela deve continuar estudando em casa, com professores particulares ou em escolas até que chegue no nível mínimo necessário.”.

Mas caso você já tenha um bom domínio da língua inglesa, existe algumas táticas de estudos que podem ser aplicadas para treinar a gramática e o vocabulário em casa, mas Aline reforça: “Tem como se preparar para o IELTS sozinho em casa sim, porém as partes de Speaking e de Writing ficarão em falta, o que pode prejudicar de verdade o desempenho no exame.”.

Otimizando seu tempo estudando

Mas se você quer otimizar seu tempo durante esse período de autoisolamento mundial, é importante você estudar e entender como funciona o exame do IELTS. O Cambridge Language Assessment, o IDP Australia e o British Council, que são os produtores e organizadores do IELTS, oferecem todas as informações sobre os exames em seus sites, além de algumas amostras de testes. Você têm vários modelos, dá para fazer várias partes diferentes do exame porém é difícil encontrar simulados completos disponíveis gratuitamente, pois a parte de Speaking e de Writing terão que ser corrigidas e avaliadas por uma pessoa e não somente através de um gabarito, como é o caso do Reading e do Listening.

Há também vários materiais muito bons disponíveis no mercado, como os livros especiais de IELTS de Cambridge e da Barron's, muito fáceis de serem encontrados em livrarias online, não precisa nem sair de casa para comprá-los.

Além disso, há vários canais disponíveis no YouTube com muita informação sobre os exames, exemplos de sessões de Speaking, dicas, entre outras coisas.

Aline acredita que é essencial estabelecer uma rotina e um plano de estudos para alcançar resultados mais promissores: “Se você está realmente se preparando para o IELTS, tenha planos de estudo de médio e curto prazo e organize seus estudos dentro destes prazos, pois isso fará com que você tenha disciplina e foco, já que sabe exatamente que caminho seguir, o quanto já percorreu e o que falta estudar até o dia da sua prova. Mas não se esqueça: pare de superestimar o seu nível de Inglês e de subestimar o nível de dificuldade do exame, seja realista e mantenha a disciplina, isso é imprescindível.”.

7 dicas para o dia-a-dia

Para se manter imerso na língua inglesa, é importante que você adapte sua rotina para essa língua, trazendo toda o seu cotidiano para o inglês. Confira 7 dicas incríveis que a professora Aline separou para que você possa ir praticando o inglês de casa:

- Mude a língua do sistema operacional do seu celular e no seu computador

- Mude a língua em todas as suas redes sociais;

- Procure por um amigo por correspondência online para praticar a sua escrita, você pode procurar no Google por e-pal ou penpal, há vários sites do tipo disponíveis;

- Crie o hábito de assistir somente séries, filmes e vídeos com as legendas em Inglês;

- Ouça muitas músicas em inglês, acompanhe-as com as letras, cheque e anote vocabulário e estruturas novas;

- Ouça podcasts em inglês, há muitos podcasts ótimos disponíveis;

- leia muito em inglês: livros, blogs, revistas, jornais, qualquer coisa;

Material complementar para estudo online

Por fim, segue abaixo uma lista de sites recomendados pela professora Aline Mehedin para aqueles que desejam iniciar o seu preparo para o IELTS do conforto de casa. Confira a lista:

https://ielts.britishcouncil.org/FAQ.aspx#question'1'

https://www.idp.com/global/ielts/

https://www.ielts.org/

https://www.cambridgeenglish.org/exams-and-tests/ielts/

https://takeielts.britishcouncil.org/

Há também vários materiais de excelente qualidade disponíveis no mercado, como os livros especiais de IELTS da Cambridge e da Barron's, muito fáceis de encontrar em livrarias online, sendo assim você não precisa nem sair de casa para comprá-los.

Além disso, há vários canais disponíveis no YouTube com muita informação sobre os exames, exemplos de sessões de Speaking, dicas, entre outras coisas. Alguns deles são:

https://www.youtube.com/user/IELTSOfficial/videos

https://www.youtube.com/user/EnglishTeacherEmma/search?query=ielts

https://www.youtube.com/user/oxfordonlineenglish/search?query=ielts

https://www.youtube.com/user/ieltsliz/videos

Agora é só começar a organizar o seu plano de estudos e focar no resultado esperado.

Se tiver dúvidas não deixe de entrar em contato com a I am in Canada, os especialistas em IELTS Arnaldo e Aline estão prontos para te ajudar.

Contato: iamincanada.adm@gmail.com

Se esse artigo foi útil para você, não deixe de compartilhar com um conhecido que também está se preparando para o teste. 😉

Que tal fazer um tour virtual e cultural pelo Canadá do conforto da sua casa?
Durante esse crítico período de potencial disseminação do covid-19, causador do coronavírus, a recomendação da Organização Mundial da Saúde é que todos permaneçam dentro de suas casas, autoisolados, evitando assim o risco do contágio.

Mas quais são as opções de entretenimento durante esse período de quarentena no Canadá?

Separamos para vocês uma listinha de lugares pelo país, que estão proporcionando momentos de cultura, do conforto da sua casa. Você vai poder explorar pontos turísticos, museus e até acompanhar o cotidiano de algumas espécies de animais, sem precisar pagar ingresso, e aproveitar uma maravilhosa tour virtual no Canad´a´:

- Tour virtual: Museus

Museus Virtuais:
Você pode encontrar mais de 100 opções de exposições espalhadas pelos museus canadense com a mais variadas opções de arte: fotografias, pituras, história natural, filmes de David Cronenberg e muito mais acessando o link: http://www.virtualmuseum.ca/virtual-exhibits/type/virtual-exhibits/

Galeria de Arte de Ontario:
Essa galeria de arte disponibilizou para um tour online, diversas obras de seu acervo, separados por ordem alfabética.
Para visitar, acesse o link: https://ago.ca/collection/browse

Museu Real de Ontário:
Esse museu possuí uma extensa coleção com mais de 45 mil objetos disponíveis online. Os temas são os mais variados, e você vai poder encontrar dentre eles: arte e cultura indígena, arte e cultura europeia, arte e cultura canadense, arte grega e romana, arte egípcia, insetos, pedra, plantas e muito mais.
Basta acessa o site: https://collections.rom.on.ca/?_ga=2.161541820.1209043114.1584557616-1757330353.1584557616

Museu dos Direitos Humanos em Winnipeg:
Esse incrível museu na cidade de Winnipeg, é um dos maiores do Canadá com exposições e artes que contam a história do país. E muita obra está disponível de maneira online. Dezenas de exposições com os mais variados assuntos, disponível para visitação online. Basta acessar: https://www.historymuseum.ca/exhibitions/online-exhibitions/

- Tour Virtual no Canadá: Observação do mundo animal

Zoológico de Calgary:
O zoológico disponibiliza 3 câmeras para quem deseja acompanhar a rotina de dois ursos pandas durante o dia. Os horários para acompanhá-los é de 9 da manhã às 6 da tarde (horário das montanhas). Para acompanhá-los, você deve acessar o site: https://www.calgaryzoo.com/visit/animals/giant-pandas#species-tabs

OrcaLab na ilha de Hanson/BC:
Outra opção é a observaçào de Leões marinhos no OrcaLab: Aqui você pode observar o comportamento dos leões marinhos em seu habitar natural. Você pode ter acesso as imagens da estação de pesquisa que fica na ilha de Hanson, na província de Britsh Columbia. Acompanhe por aqui: https://explore.org/livecams/orcas/orcalab-steller-sea-lion-haulout

Aquário de Vancouver:
O aquário de Vancouver se encontra fechado por tempo indeterminado. Porém, durante esse período de quarentena, o local está disponibilizando algumas câmeras para que você possa acompanhar a rotina de alguns animais marinhos, do conforto da sua casa. Entre as opções oferecidas, você pode selecionar espiar: águas-vivas, lontras marinhas (com opção de câmera aquática) e pinguins africanos.
Acesse o site do Aquário e selecione a opção Livecams: https://www.vanaqua.org/visit

- Tour Virtual: Peças de Teatro

Stratford Festival:
O Stratford Festival é um festival de teatro que acontece de abril a outubro na cidade de Stratford, Ontário, Canadá. Durante esse período de quarentena, em parceria com  CBC Gem app, 12 peças com textos de Shakespeare foram disponibilizadas na íntegra. Dentre as opções, você pode stream online gratuitamente: Romeu e Julieta, Hamlet, Antony e Cleopatra, Macbeth e muito mais. Assista pelo link abaixo:
https://gem.cbc.ca/series/stratford-presents/all/8d5898e8-9215-4c97-8fe3-a10b30c89d58

Durante esse período delicado que estamos passando, o importante é obdecer as regras e evitar a exposição ao vírus. E nada mais relaxante, divertido e educativo, do que observar o comportamento dos animais, sem colocar ninguém em risco.

Atualmente, o governo do Canadá oferece mais 80 opções diferentes de processos para residência permanente para o país. Um deles é o Spousal Sponsorship Program, que permite que pessoas que tenham uma relação de casamento ou união estável com um cidadão canadense ou um residente permanente possam aplicar para sua residência permanente com suporte de seu cônjuge.

Quais são as exigências para dar entrada no processo de residência permanente?

As Exigências para iniciar um processo de residência permanente via o programa de Spousal Sponsorship estão focadas, principalmente, em quem será patrocinador, ou seja, o sponsor do processo sendo o cidadão canadense ou ter o status de residente permanente no país.

O sponsor, deve conseguir demonstrar que consegue se manter sem necessitar de qualquer auxílio financeiro do governo. Além disso, seu histórico pessoal também será avaliado nesta aplicação, e fatores como registros criminais ou o fato de já ter realizado esta aplicação para outra pessoa no passado, podem impactar na sua elegibilidade para este processo.

É necessário reunir provas do relacionamento

Um dos aspectos mais importantes das comprovações para o processo de spousal sponsorship, é conseguir demonstrar que a relação do casal é verdadeira e seus laços são suficientemente fortes para que estejam pedindo esta residência permanente para um dos dois. Será levado em consideração como o relacionamento começou, como se mantiveram juntos enquanto casal ao longo do tempo, e como se encontra a rotina do casal até o dia da submissão do processo.

Várias evidências que comprovem que a relação existe de fato podem ser anexadas nesta etapa. Desde fotos, declarações de amigos e familiares do casal, documentos que demonstrem que vivem juntos ou até a troca de mensagens entre o casal durante o relacionamento.

Para comprovar a relação, não existe uma lista de documentos específicos. Neste ponto a recomendação é: quanto mais melhor!

O desafio desta etapa é convencer a imigração canadense de que o relacionamento é verdadeiro, forte e que o casal tem sentimentos genuínos um pelo outro por isso, se justifica o pedido de residência permanente para o cônjuge que ainda não possui esse status.

Quando estamos assessorando este tipo de processo na Immi Canada, podemos dizer que a montagem do pacote de documentos para demonstrar a veracidade do relacionamento, é a etapa cuidadosa desta aplicação, afinal, cada casal tem uma história diferente e o que funciona como comprovação para alguns, não necessariamente vai funcionar para outros.

Depois de centenas de processos de spousal sponsorship submetidos e aprovados, aprendemos que é nesta etapa que devemos aprofundar nosso cuidado em reunir comprovações e anexar de forma organizada no pacote de documentos.

Vale lembrar que esta é uma aplicação feita toda em papel, ou seja, seus documentos devem ser todos impressos e enviados via correio para o escritório de imigração indicado para esta análise.

O processo pode ser aplicado dentro ou fora do Canadá

O processo de spousal sponsorship pode ser aplicado dentro do Canada (Inland) e fora do Canada (Outland).

Quando o aplicante já está no Canadá e o casal reúne as comprovações necessárias para esta aplicação, eles podem dar entrada no processo mesmo que, o cônjuge que está solicitando sua residência permanente no país esteja com status de visitante ou até mesmo sem status válido.

Para estes casos, é permitido que o aplicante solicite junto com a residência permanente, a autorização de trabalho aberta, que permitirá que ele fique trabalhando legalmente no país enquanto aguarda a análise do seu processo de residência permanente.

O pedido da permissão de trabalho para quem está dentro do Canadá só é possível pela vigência do Pilot Project Work Permit para o processo de spousal sponsorship. Esse projeto piloto, que deu aos aplicantes o direito de pedir a permissão de trabalho junto com pedido de residência permanente, entrou em vigor em 22 de dezembro de 2014 e tem sido prorrogado anualmente.

Por enquanto, quem submeter sua aplicação até 31 de julho de 2020, poderá usufruir do direito de pedir a permissão e trabalho também, se estiver dentro do Canadá.

Para mais detalhamento dos processos de aplicação dentro e fora do Canadá, acesse nosso artigo publicado anteriormente aqui.

E como funciona a aplicação para quem está fora do Canadá?

A opção Outside Canada, ou seja, para pessoas que ainda não residem no país também é uma possibilidade, para quem não tem permissão para vir ao Canadá ou para quem deseja vir somente quando tiver o visto de residente permanente. Porém, neste caso, o aplicante não poderá pedir a permissão de trabalho junto com sua aplicação para residência permanente via Spousal Sponsorship.

Aplicações outside Canada são processadas através do escritório do visto que serve ao país de origem do requerente, ou no escritório do país onde está residindo no momento da aplicação.

Casamento ou união estável (common-law)?

Importante!
O processo de spousal sponsroship pode ser aplicado para quem tem sua relação registrada via união estável ou para quem possui a certidão de casamento.

Mas é importante atentar que a comprovação da relação vai variar conforme o tipo de documento que possuírem.

O que a Imigração Canadense considera common-law?

Para mais detalhes sobre a comprovação de união estável para imigração, confira nossa matéria completa clicando aqui.

Veja o que diz quem já aplicou para o processo de residência permanente do spousal sponsorship

Clientes Immi Canada: Paloma e Jacob

Aqui na Immi Canada temos centenas de casos de sucesso nas aplicações para o processo de spousal sponsorship, e hoje gostaríamos de apresentar o depoimento de um casal que escolheu os nossos serviços para dar este importante passo em suas vidas.

Conheça os clientes Paloma Cicchelli e Jacob Blade. Um casal que enfrentou a distância no começo do relacionamento, estreitando os laços entre Brasil (Rio de Janeiro) e Canadá (Ottawa), se casaram no Canadá e realizaram a aplicação do pedido de residência permanente para Paloma após o casamento, via processo de spousal sponsorship.  

Confira o que eles tem a falar sobre a importância da consultoria especializada para realização desta aplicação.

Se você tem um relacionamento com um cidadão ou residente permanente do Canadá e deseja aplicar para sua residência permanente no país, nós podemos auxiliar você do início ao fim deste processo.

Envie um e-mail para contact@immi-canada.com informando o seu interesse que em seguida um membro da nossa equipe de atendimento fará contato para orientar sobre os próximos passos e tirar suas dúvidas iniciais.

A província canadense de Québec está com inscrições abertas para o Merit Scholarship Program for International Students, que oferece bolsas de doutorado, pós-doutorado e para pesquisas de curta duração. O programa é gerido pelo Fonds de Recherche du Québec – Nature et Technologies (FRQNT) e financiado pelo Ministère de l'Éducation et de l'Enseignement Supérieur du Québec (MEES).

Há uma categoria de bolsa de estudo aberta a estudantes de todos os países do globo e seis categorias específicas, para estudantes de seis países, entre eles o Brasil. As inscrições vão até o dia 1º de outubro deste ano. Todos os bolsistas contarão com seguro médico pelo sistema de saúde pública do Québec e, também, estarão isentos de pagar a tuition (taxas escolares) mais altas, exigidas para estudantes estrangeiros.

*Saiba mais sobre a imigração para a província francófona do Canadá clicando aqui.

Os bolsistas de doutorado receberão CAD$ 25 mil por ano, por até três anos. Após o fim deste prazo, é possível pedir extensão por mais até 12 meses. Caso a bolsa seja estendida, o valor recebido será de mais CAD$ 1 mil por mês. Essas bolsas são direcionadas para pesquisadores que estejam para começar o doutorado ou que estejam cursando até o nono semestre de seu programa. 

Já os bolsistas de pós-doutorado vão receber CAD$ 35 mil por um ano e os pesquisadores de curta duração receberão CAD$ 3 mil por mês, por até quatro meses. Nestes dois casos não há possibilidade de extensão das bolsas de estudo. Os candidatos à bolsa de pós-doutorado devem ter defendido suas teses de doutorado a partir de 1º de outubro de 2017. As bolsas de curta duração ou de aperfeiçoamento profissional são destinadas a universitários, alunos de cursos técnicos ou pesquisadores que tenham concluído o doutorado a partir de 1º de outubro de 2014. 

Após a aprovação nas para a bolsa, os candidatos deverão estar atentos aos tipos de vistos necessários para viver no Canadá durante o período de estudos. Segundo o FRQNT, para as bolsas de doutorado, os candidatos precisam ter um Certificado de Aceitação do Québec (CAQ) emitido pelo Ministère de l'Immigration, de la Diversité et de l'Inclusion du Québec e uma permissão de estudo emitida pelo consulado canadense válida por toda a duração de  bolsa de estudos. Os bolsistas de pós doutorado devem ter uma permissão de trabalho emitida pelo consulado do Canadá durante toda a duração da bolsa. Já os candidatos às bolsas de curta duração, deverão ter visto de residente temporário ou uma eTA. 

Os resultados das bolsas serão divulgados em abril de 2020. Para saber toda a documentação necessária, acesse: http://www.frqnt.gouv.qc.ca/en/bourses-et-subventions/consulter-les-programmes-remplir-une-demande/bourse/merit-scholarship-program-for-foreign-students-pbeee--4xqvxkrz1560964410956.

*Veja detalhes sobre o mercado de trabalho em Quebec clicando neste link.

A nossa parceira acadêmica, a 3RA Intercâmbio, pode te ajudar na escolha da melhor instituição de ensino e nós, da Immi, te auxiliamos em todo o processo de visto de estudo. Mande um email para contact@immi-canada.com e saiba mais!

Fontes: 

http://www.frqnt.gouv.qc.ca/en/bourses-et-subventions/consulter-les-programmes-remplir-une-demande/bourse/merit-scholarship-program-for-foreign-students-pbeee--4xqvxkrz1560964410956;

https://www.infomoney.com.br/carreira/governo-de-quebec-oferece-bolsas-de-doutorado-e-pos-doutorado-no-canada/amp/.

Maria Augusta Brandt

Um relatório divulgado neste mês (março) pelo governo da província de Manitoba, no Canadá, mostrou que a região emitiu um número recorde de nomeações a candidatos a imigração para se tornarem residentes permanentes no ano passado: 5.207 indicações, sendo que 98% deste montante foram para aplicantes enquadrados no crivo do Skilled Worker in Manitoba e do Skilled Worker Overseas. Estes processos priorizam trabalhadores que se qualificaram no território ou no exterior e que tenham, além de outras exigências, profissões em demanda ou oferta de trabalho dentro das suas fronteiras. Ambos os programas são subdivisões do Manitoba Provincial Nominee Program (MPNP).

Os recém-divulgados números mostram que 5.119 indicações foram para as categorias econômicas de imigração provincial, enquanto as 88 restantes ficaram destinadas a candidatos do Business Investor Stream da região. O MPNP é um dos programas provinciais de imigração canadense, que permite que cada território indique um número limitado de aplicantes nas categorias para serem convidados a se candidatar ao Permanent Resident (PR) federal.

Segundo Manitoba, 90% destes trabalhadores já se recolocam no mercado de trabalho no primeiro ano, sendo que cerca do mesmo percentual optaram por ficar na região, mesmo tendo a possibilidade de morar em outras províncias. Dos indicados, 21% não tinham uma oferta de trabalho, mas tinham uma conexão familiar ou comunitária.

*Para saber mais sobre o processo de imigração provincial de Manitoba, acesse este link.

Trabalhadores qualificados

Segundo o relatório divulgado por Manitoba, as nomeações foram feitas da seguinte forma:

manitoba

Além disso, a região confirmou que da quantidade total de convidados, 535 deles possuíam um perfil ativo no pool do Express Entry (EE). O MPNP introduziu o novo modelo de nomeação provincial por meio do programa federal do EE no início de 2018, como parte da renovação do seu processo de imigração. Entre outros critérios, nesta categoria, os candidatos precisam ter experiência de trabalho em uma profissão em demanda na lista provincial (clique aqui para saber quais são elas). Após o convite provincial, os candidatos recebem os 600 pontos adicionais no Comprehensive Ranking System (CRS), o que garante a prioridade na hora da aplicação para a residência permanente pelo EE.

Para ser considerado para uma nomeação provincial em Manitoba, o candidato deve criar e submeter um perfil de Expression of Interest (EOI) da província. Os aplicantes são ranqueados e podem receber até mil pontos, baseados em fatores como educação, experiência de trabalho, conexão com a província, dentre outros. Aos com a pontuação mais alta, é emitido uma Letter of Advice to Apply para a região. O MPNP registrou, em 2018, 26.443 submissões no EOI, sendo que foram emitidas 7.950 cartas convite para candidatura. O tempo de processamento médio das aplicações foi de três meses.

Ranking das nacionalidades e profissões

Os cidadãos da Índia lideraram as nomeações, com 1.780 convites. O Brasil aparece em quinto lugar, com 191 nomeações para aplicar pela província de Manitoba. Em segundo lugar ficou a China, as Filipinas ocupam a terceira posição e, em seguida, logo acima do Brasil, temos a Nigéria. Confira a tabela abaixo para conferir todos os números.

manitoba

No que diz respeito às profissões, os candidatos à imigração com experiência de trabalho comprovada no setor de vendas e serviços levaram 1.885 convites, ficando no topo do ranking. Eles foram seguidos por pessoas com experiência de trabalho nas profissões relacionadas aos negócios, finanças e administração, que receberam 728 nomeações.

Um total de 1.847 candidatos convidados a aplicar para o processo de Manitoba possuíam experiência de trabalho no NOC B, segundo a classificação federal na National Occupational Classification (NOC). Ainda pensando na mesma linha, aplicantes de NOC C receberam 1.659 nomeações.

*No final de 2018, o MPNP anunciou duas novas modalidades de imigração. Clique aqui e saiba mais informações.

Além do recorde de convites em 2018, a província também conseguiu outros dois números históricos: dos nomeados, 79% tinham uma oferta de trabalho na região e, além disso, o número de candidatos que concluíram os estudos no território foi de 1.923, sendo que em 2017, ano anterior, os estudantes receberam 1.292 convites para aplicar.

*Fontes dos gráficos e tabelas: MPNP.

Fontes: http://www.immigratemanitoba.com/;

http://www.immigratemanitoba.com/data-portal/mpnp-data/

Fabíola Cottet

A  Immi Canada e 3RA intercâmbio realizarão em setembro de 2018 um tour de feiras e palestras em diversas cidades brasileiras que vão abordar tópicos sobre estudo e imigração para o Canadá. O evento, maior realizado pelas empresas no Brasil, vai passar por São Paulo, Rio de Janeiro, Natal, Fortaleza, Campinas e Belo Horizonte e contará com a presença de diversas instituições de ensino canadenses, além de oferecer aos visitantes encontros com representantes de colleges e universidades. Este será o último evento das empresas no Brasil este ano.

A programação conta ainda com feiras abertas ao público, palestras com especialistas da 3RA Intercâmbio e da Immi Canada e a realização de seminários com a presença das seguintes instituições canadenses: ILSC Language School, Inlingua Vancouver, Quest Language Studies, Greystone, Centennial, Seneca, VGC International College, Douglas College, Humber, George Brown, Niagara College Canada, e Langara College. Para participar, acesse o site 3ra.ca/palestras.

O diretor educacional da 3RA Intercâmbio, Francisco Zarro, e a gerente da Immi Canada em Vancouver, Juliana Miguez, realizarão palestras completas sobre estudo e imigração para terras canadenses. Os seminários terão como temas principais o programa federal de imigração - Express Entry, como se tornar um candidato qualificado para imigrar; mitos e verdades sobre os processos; imigração provincial; sistema educacional canadense; como o estudo pode auxiliar a se qualificar para o processo de imigração canadense; saúde pública canadense para estudantes internacionais; escola pública gratuita para os filhos; programas de estudo + trabalho, dentre outros assuntos.

De acordo com Francisco Zarro, “a conclusão de um curso no país pode ajudar a se qualificar melhor para programas de imigração para o Canadá. Alguns deles, ainda, oferecem a possibilidade de obter uma permissão de trabalho após a graduação. Este e outros assuntos serão abordados em nossos encontros no Brasil, sendo também uma ótima oportunidade para os presentes tirarem suas dúvidas com nossa equipe in loco”.

Para Juliana Miguez, “a oportunidade de estudar no Canadá é sem dúvida uma experiência transformadora, tanto no âmbito profissional quanto pessoal. Muitos estudantes, após algum tempo vivendo no Canadá, decidem imigrar. Por isso, o Governo Canadense disponibiliza diversas oportunidades para que isso se torne possível”.

Ainda de acordo com a gerente da Immi Canada, “para ter sucesso neste trajeto, o acesso à informação é essencial. Por isso, estaremos mais uma vez no Brasil para realizar um evento completo, com informações abrangentes sobre visto de estudo, trabalho e programas de imigração para que os presentes já possam iniciar seu planejamento”.

Francisco também realizará consultas presenciais com os interessados no Brasil. Este é o momento em que o especialista conversa exclusivamente com a pessoa, delineando  o perfil do candidato de forma personalizada baseado no background educacional e profissional, os objetivos no novo país, o estilo de vida e principalmente o mercado de trabalho canadense.  As vagas para este encontro devem ser agendadas com antecedência pelo link: www.3ra.ca/consulta-educacional

Sobre o evento

O ingresso para a entrada na feira com as escolas custa apenas R$ 10,00 e deverá ser adquirido com antecedência, pois as vagas são limitadas. O seminário, que será apresentado por Juliana Miguez e por Francisco Zarro, por sua vez, terá o custo de R$ 150,00 por pessoa. Já a palestra com as escolas parceiras custará R$ 20,00 por inscrição. Todos os eventos necessitam que o interessado se inscreva antecipadamente pelo link 3ra.ca/palestras/. Basta acessar o site, escolher a cidade e quais palestras ou feiras e proceder com o cadastro.

Confira toda a programação do evento

São Paulo (SP)

Local: Av. Angélica, 2447 - Mezanino - Consolação

Datas: 1 e 2 de setembro.

Eventos: Palestra com Juliana Miguez (Immi Canada) e Francisco Zarro (3RA Intercâmbio), feira com escolas de idiomas e colleges canadenses e seminário com as instituições.

Palestra exclusiva com colleges: dia 1º de setembro, das 10h30 às 16h.

Palestra com Juliana Miguez e Francisco Zarro: dia 1º de setembro, das 18h às 21h.

Feira das escolas: dia 2 de setembro, das 14h às 19h.

Consultas presenciais com Francisco Zarro: 2 de setembro, de 11h às 18h (Link: 3ra.ca/consultasp)

Rio de Janeiro (RJ)

Local: Arena Copacabana Hotel (Avenida Atlântica, 2.064 - Copacabana)

Datas: 4 e 5 de setembro.

Eventos: Palestra com Juliana Miguez (Immi Canada) e Francisco Zarro (3RA Intercâmbio), feira com escolas de idiomas e colleges canadenses e seminário com as instituições.

Palestra exclusiva com colleges: dia 4 de setembro, das 17h às 22h.

Feira das escolas: dia 5 de setembro, das 16h às 21h.

Palestra com Juliana Miguez e Francisco Zarro: dia 5 de setembro, das 19h às 22h.

Consultas presenciais com Francisco Zarro: 5 de setembro, de 11h às 14h; e 6 de setembro, das 11h às 17h45 (Link: 3ra.ca/consultarj).

Natal (RN)

Local: Serhs Natal Grand Hotel (Via Costeira - Senador Dinarte Mariz, 6045, Parque das Dunas).

Data: 10 de setembro.

Eventos: Palestras com colleges canadenses e com Juliana Miguez (Immi Canada) e Francisco Zarro (3RA Intercâmbio): 17h às 22h.

Consultas presenciais com Francisco Zarro: 11 de setembro, das 10h às 17h45 (Link: 3ra.ca/consulta-natal).

Fortaleza (CE)

Local: Oasis Atlântico Fortaleza (Avenida Beira Mar, 2.500 - Meireles)

Data: 15 de setembro.

Eventos: Palestras com colleges canadenses e com Juliana Miguez (Immi Canada) e Francisco Zarro (3RA Intercâmbio): 14h às 18h.

Consultas presenciais com Francisco Zarro: 16 de setembro, das 10h às 17h45 (Link: 3ra.ca/consulta-fortaleza)

Campinas (SP)

Local: Noumi Plaza Hotel (Avenida Julio de Mesquita, 115 – Cambuí)

Datas: 18 e 19 de setembro.

Eventos: Feira com escolas de idiomas, colleges canadenses e com Francisco Zarro (3RA Intercâmbio) e seminário com as instituições (Immi Canada não estará presente neste dia).

Palestra com Francisco Zarro e com os colleges: dia 18 de setembro, das 17h às 22h.

Feira das escolas: dia 19 de setembro, das 15h às 20h.

Consultas presenciais com Francisco Zarro: 19 de setembro, das 10h às 17h45 (Link: 3ra.ca/consulta-campinas)

Belo Horizonte (MG)

Local: Holiday Inn – BH Savassi - Rua Professor Moraes, 600 – Funcionários, Belo Horizonte

Datas: 20 e 21 de setembro

Eventos: palestra com Francisco Zarro, feira com escolas de idiomas e colleges canadenses e seminário com as instituições.

Palestra com Francisco Zarro (3RA INtercâmbio) e com os colleges: dia 20 de setembro, das 17h às 22h (Immi Canada não estará presente neste dia).

Feira das escolas: dia 21 de setembro, das 15h às 20h

Consultas presenciais com Francisco Zarro: 21 de setembro, das 10h às 17h45 (Link: 3ra.ca/consultabh.

Outras informações, inscrições, horários e detalhes: http://3ra.ca/palestras/.

IMIGROU PARA O CANADÁ? SAIBA MAIS SOBRE O SONHO DA CASA PRÓPRIA !

PROGRAMA - Genworth NEW TO CANADA

Os novos residentes tem alguns benefícios na hora da compra da casa própria no Canadá.

É possível comprar um imóvel com apenas 5% de entrada. Para garantir que o novo residente esteja elegível para esse programa ele precisa:

 

Casa canadense

 

Pre-qualificação, fatores analizados:

Crédito:

Histórico de pagamento de aluguel - carta do dono do imóvel atestando que você paga seu aluguel em dia .

Outras fontes alternativas seriam luz, telefone, cabo, telefone celular e seguro automóvel, carta de referência de uma instituição financeira reconhecida OU 6 (seis) meses de extratos bancários de sua conta bancária .

Entrada :

No sistema de Financiamento Canadense, quando não se tem 20% do valor de entrada do imóvel, tem que se pagar um seguro obrigatório, que é incluido no valor mensal da mensalidade e amortizado em 25 anos. Saiba mais sobre o Progama do Seguro Genworth Canada, veja aqui: 

 

Texto de Flavia da Silva

Especialista em Finaciamento Imobiliário - Mortgage Broker lic #11782 com experiência de mais de 10 anos atuando no Mercado Canadense .

 

Grupo 1
CONTATO
contact@immi-canada.com
VANCOUVER: +1 (604) 684-0530
TORONTO: +1 (647) 351-5800
Redes sociais
Caminho 139
cartmagnifier