Segundop o Consulado-Geral do Canadá no Brasil, a quantidade de vistos de residência permanente (ou Permanent Resident – PR) emitidas este ano bateu um recorde: o país deu 2.800 documentos a brasileiros entre janeiro e agosto (2018).

Para se ter uma ideia, em 2015 o número total de PRs emitidas durante os 12 meses do ano foi de 1.750. Esta quantidade se manteve estável no ano seguinte, 2016, com 1.730 residências dadas a brasileiros que foram morar nas terras do True North. Já no ano passado, o número cresceu 62% em relação ao período anterior, quando 2.760 permissões foram concedidas. Em 2018, mesmo que o ano ainda não tenha terminado, o número de 2.800 PRs já é recorde e a contagem continua, pois o balanço foi somente até agosto. Segundo o Consulado, se a média for considerada, as residências permanentes emitidas a brasileiros podem chegar a cerca de quatro mil ao fim do ano.

Muitos destes brasileiros que conseguiram o tão sonhado cartão de residente no Canadá trilharam o caminho de estudar no país. Prova disso é que a quantidade de vistos de estudo liberados os nascidos no Brasil também aumentou com o passar dos anos. Em 2015 foram 5.370 permissões de estudo. Já em 2016 a quantidade aumentou para 5.962 cidadãos brasileiros que foram estudar por mais de seis meses nas mais diversas localidades canadenses. No ano passado, o número saltou para 6.887 vistos de estudo concedidos pelo Canadá aos  brasileiros, representando um crescimento de 16% em relação ao ano anterior.

O setor de serviços e imigração do Consulado-Geral atribui este aumento a vontade que os brasileiros possuem de morar no Canadá, além do acesso a informação sobre o sistema de imigração que mais leva novos imigrantes ao país: o Express Entry. O país, baseado em seu plano de imigração plurianual, divulgado no ano passado (clique aqui para saber mais detalhes), quer aumentar o número de imigrantes que chegam para viver em seu território. Nos últimos anos esta quantidade tem sido de cerca de 280 mil residências para as mais diversas nacionalidades do mundo todo. Neste ano, a expectativa é que sejam 310 mil novos imigrantes, incluindo diversos brasileiros.

residencia permanente

*Saiba como imigrar para o Canadá por meio do Express Entry clicando aqui, acessando este link e também lendo o artigo “Express Entry: tudo o que você precisa saber para imigrar”.

Motivos

O que faz com que tantos brasileiros queiram morar e se estabelecer no Canadá? São vários os motivos, mas principalmente a busca por uma melhor qualidade de vida, com mais segurança e melhores oportunidades de estudo e trabalho. Aliado a isto, devemos citar também a crescente crise econômica e política pela qual o Brasil está passando.

*Quando falamos em oportunidades de trabalho, as terras do True North possuem várias e uma baixa taxa de desemprego. Clique aqui e saiba mais.

Além disso, uma pesquisa divulgada pela World of Learning, revelou que 95% dos estudantes internacionais recomendam o Canadá como destino. Dos que estão dentro das fornteiras do país, 51% pretendem aplicar para o processo de residência permanente assim que concluírem seus cursos.

residencia permanente

*Veja 10 bons motivos para morar no Canadá clicando aqui

Com relação a segurança, obviamente que existe violência no país. Porém, em 2016, o Canadá registrou apenas 611 homicídios durante os 12 meses, sendo 1,68 crimes deste tipo por 100 mil habitantes. Comparado ao Brasil, em 2015, o número é absurdo: 59.080 homicídios, o que dá 28,9 mortes a cada 100 mil pessoas. Só por estes dados já podemos ter uma ideia de que a insegurança diária das terras brasileiras não está presente em solo canadense. A força policial do país está sempre alerta, se tornando eficiente para ajudar o cidadão de bem.

Quando falamos em mercado de trabalho, para todos os níveis educacionais, o Canadá oferece oportunidades de emprego com salários competitivos e justos. Para se ter uma ideia, a taxa de desemprego, de acordo com o último relatório divulgado em abril deste ano, manteve recorde positivo. O número ficou me 5,8%, sendo o menor nível registrado desde 1976, segundo dados do Statistics Canada. Já no Brasil, no mesmo período de 2018, o desemprego foi a 13,1%, resultando em 13,7 milhões de brasileiros sem trabalho, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE).

Em crescimento econômico constante, precisando de mão de obra para as mais diversas ocupações e com uma inflação que não passa dos 2%. Este é o cenário da economia canadense. Os juros são baixos e controlados pelo sistema conhecido como inflation targeting, implantado em 1990, que permite aos cidadãos ter estabilidade financeira. Segundo dados do Statistics Canada, em 2016 a economia canadense cresceu 1,4%, sendo a décima maior do mundo, de acordo com o seu Produto Interno Bruto (PIB). E ainda pela pesquisa do Fórum Econômico Mundial, o país ocupa o 12º lugar no ranking de competitividade.

residencia permanente

Além de possuir diversos programas de adaptação para imigrantes, o país precisa de mão de obra, devido ao envelhecimento da população e ao seu constante crescimento econômico ao longo dos anos. Por isso eles possuem processos e inclusão para recém-chegados que vão desde ajuda com o idioma até palestras gratuitas sobre como conseguir emprego.

Nós já escrevemos sobre isto várias vezes, porém o argumento prova o que escrevemos acima: o Canadá possui mais de 50 diferentes processos de imigração. Muito se fala a respeito do Express Entry, mas as maneiras de imigrar não param por aí. Por isso é sempre adequado fazer uma consulta de imigração com um consultor especialista no assunto, que além de esclarecer suas dúvidas, vai analisar seu perfil e indicar o melhor caminho. A Immi Canadá oferece a consulta e também auxilia em todo o processo de imigração. Acesse www.immi-canada.com/consultoria-de-imigracao-para-canada/ ou mande um email para [email protected].

*Clique aqui https://www.immi-canada.com/canada-quarto-pais-melhor-imigrantes/ e confira mais dados a respeito da aceitação de imigrantes no país.

Fabíola Cottet

Comentários Facebook
The following two tabs change content below.