O que eu preciso ter para imigrar para o Canadá? Como fazer? Por onde eu começo? Bom, estas são só algumas das perguntas que passam pela mente de quem tem a intenção e o sonho sair do Brasil em busca de uma melhor qualidade de vida e também por diversos outros motivos.

O ponta pé inicial para o plano Canadá sempre envolve muita pesquisa e planejamento, mas o primeiro passo sempre é pesquisa, pesquisa e mais pesquisa. Em um primeiro momento, é importante conhecer um pouco a respeito do país, clima, costumes, economia, estilo de vida, cidades e cultura. Após esta coleta de informações inicias, é preciso estabelecer um objetivo baseado nas possibilidades e vontades de cada um. Você pode ir somente para visitar, estudar inglês ou francês por um período de até seis meses, entrar em um college ou university ou imigrar.

Independentemente de qual seja o objetivo com a ida ao Canadá, o planejamento é necessário. Pensando nisso, preparamos uma lista com pontos importantes que qualquer aplicante ao visto canadense e possível imigrante devem estar por dentro e incluir na lista de afazeres antes de arrumar as malas.

  • Tomada de decisão

Quando se começa a pensar no plano de imigrar e define-se que o destino será o Canadá, é aconselhável ter uma coisa bem clara em mente: o que funciona para os outros pode não funcionar ou ser o melhor para você. A internet é uma fonte incrível e inesgotável de pesquisa e informações de qualidade, mas quando o assunto é mudar de país, cada um tem um perfil diferente.

Caso o foco seja realmente viver no Canadá, é altamente recomendado a consulta com um agente de imigração (a Immi Canadá oferece este serviço personalizado, para saber mais clique aqui). O profissional vai analisar o seu perfil e lhe dar as melhores diretrizes, além de mostrar o melhor caminho a seguir. As formas de imigrar para o país são muitas e nesta fase o agente é quem melhor pode indicar a maneira que mais se adequa ao seu perfil e da sua família.

imigrar

Além disso, nossa equipe de profissionais publica diversos textos com informações atualizadas sobre tudo o que diz respeito à imigração e ao Canadá. Para ter acesso a todo o conteúdo gratuito basta clicar no link: https://www.immi-canada.com/blog/.

Alguns links para pesquisa sobre os processos de imigração:
https://www.immi-canada.com/express-entry-duvidas-frequentes/
https://www.immi-canada.com/ontarios-express-entry-skilled-trades-stream-novidades/
https://www.immi-canada.com/quebec-se-prepara-para-uma-transicao-em-seu-programa-de-imigracao-2/
https://www.immi-canada.com/imigrar-atraves-de-pnp-como-funciona-parte-i/
https://www.immi-canada.com/imigrar-atraves-de-pnp-como-funciona-parte-ii/
https://www.immi-canada.com/conheca-o-skilled-worker-program-de-morden-manitoba/
https://www.immi-canada.com/self-employed-imigracao-para-autonomos/

  • Conheça o Canadá

Muitos são os casos de famílias ou indivíduos que decidem imigrar para o True North sem conhecer muito bem o país e, quando chegam, enfrentam dificuldades inesperadas, são surpreendidos e até acabam voltando ao Brasil. Logicamente que o ideal é fazer uma viagem exploratória, para se acostumar um pouco com o clima, costumes e cultura da região que o aplicante pretende morar, porém por diversos fatores nem sempre isso é possível.

imigrar

Quando ir ao Canadá com a família para uma viagem de férias não é o caso, o vasto conteúdo do site da Immi e da internet no geral vão te dar várias informações que serão extremamente importantes. É imprescindível ter a mente aberta e bastante foco nos objetivos.

Primeiramente alguns fatores devem ser analisados, como por exemplo o clima. O país possui um inverno bastante rigoroso no geral e nós, que não estamos acostumados a temperaturas negativas ao extremo, iremos sentir o impacto. Caso a família seja muito intolerante ao frio, é indicado que a cidade escolhida seja mais ao Sul do território, como Toronto ou Vancouver, por exemplo. Caso você deteste chuva, Vancouver não será uma boa opção.

Além do clima, uma série de outros pontos devem ser analisados e colocados em pauta de acordo com o estilo de vida e condições de cada um: custo de vida, preços para estudo, tamanho da cidade e programações, sistema de saúde, mercado de trabalho, profissões em demanda em cada região, processos de imigração provinciais, transporte coletivo, valor dos salários, custo dos impostos, dentre outros.

Por isso a pesquisa é decisiva na hora de escolher a região e começar a pensar no seu plano. Novamente a consulta com o profissional de imigração também pode ajudar neste sentido.

imigrar

Alguns links para pesquisa sobre as regiões e características:
https://www.immi-canada.com/proximo-destino-british-columbia/
https://www.immi-canada.com/saude-no-canada-diferencas-provincias/
https://www.immi-canada.com/ontario-15-locais-para-praticar-ski-e-snowboard/
https://www.immi-canada.com/profissoes-regulamentadas-e-mapa-de-carreiras-de-ontario/
https://www.immi-canada.com/conhecendo-o-canada-de-calgary-a-banff/
https://www.immi-canada.com/estradas-canadenses-winnipeg-a-calgary/
https://www.immi-canada.com/custo-de-vida-calgary-o-coracao-do-novo-oeste/
https://www.immi-canada.com/express-entry-x-mon-project-quebec-quais-as-principais-diferencas-2/
https://www.immi-canada.com/dicas-de-passeios-em-montreal-quebec/
https://www.immi-canada.com/premier-anuncia-melhorias-no-programa-provincial-de-manitoba/
https://www.immi-canada.com/winnipeg-20-atracoes-imperdiveis/
https://www.immi-canada.com/custo-de-vida-no-canada-principais-cidades/

  • O que eu preciso?

Mais uma vez, este tópico é bastante particular. Caso você opte por imigrar pelo Express Entry, por exemplo, terá determinadas exigências. Caso sua escolha seja por um dos processos provinciais, as determinações serão outras e, ainda, se você tem o perfil para o Self Employed, terá que correr atrás de determinados documentos.

Porém, basicamente, o indicado e exigido em todos os processos de imigração são quatro aspectos: planejamento, auxílio de um consultor de imigração, inglês e/ou francês e, por último, uma reserva financeira

  • Planejamento

Esta etapa é indispensável por tudo o que nós já citamos acima. Inclusive o planejamento deve estar presente em todas as áreas da nossa vida. Quando se trata de imigração, além de auxiliar, organizar e dar diretrizes, ele pode evitar surpresas desagradáveis. Como mencionado, um bom planejamento tem uma vasta base de pesquisa. Ele deve ser familiar, financeiro e também pessoal.

  • Auxílio de um consultor de imigração

O consultor de imigração é quem combina as várias formas de imigração, trabalho, estudo e vistos com o seu perfil individual. Por isso esse acompanhamento é tão importante. O custo benefício é alto quando se trata de uma decisão tão impactante e que afeta toda a família. Além disso, a ajuda de um profissional pode evitar uma série de transtornos que podem acontecer ao longo do percurso (para saber mais clique aqui).

  • Domínio do idioma

Uma das principais exigências, e a que tem um dos maiores pesos, da imigração canadense é o domínio do idioma, no caso inglês e/ou francês. O país é bilíngue, porém na maior parte do território se fala inglês. O Express Entry exige um teste de proficiência da língua inglesa, que pode ser o IELTS ou o Celpip (clique aqui e saiba tudo a respeito dos testes). Caso o aplicante tenha fluência nos dois idiomas, ele acumulará mais pontos.

Não quer dizer que se o candidato não tiver proficiência na língua ele não pode imigrar. Claro que, neste caso, os planos devem começar por adquirir conhecimento do inglês ou francês, no caso da província de Quebec. Por este caminho, o objetivo pode levar um pouco mais de tempo e também a reserva financeira deve ser um pouco maior.

  • Reserva financeira

Tenha em mente que imigrar é um projeto e um sonho de vida. Sendo assim, ele exige investimentos: idioma, consultoria, teste de línguas, taxas para aplicação, taxas de vistos, exames médicos, passagens aéreas, custo de vida no Canadá, e comprovação financeira para o governo canadense. Obviamente que, quando falamos em mudança de vida, o investimento valerá a pena.

Neste quesito tenha em mente que planejamento financeiro é fundamental. A comprovação financeira exigida pelo governo hoje é de cerca de CAD $15 mil por casal, além de todos os outros gastos. Caso precise estudar um idioma, o valor será maior. O montante também aumenta quando o plano é fazer um college no país, por isso é necessário se programar e guardar uma quantia razoável para cobrir todos os gastos e se estabelecer no Canadá.

Fabíola Cottet

Comentários Facebook
The following two tabs change content below.

Fabiola Cottet

Latest posts by Fabiola Cottet (see all)